Servidores em defesa dos seus direitos

As entidades representativas dos servidores públicos estaduais (associativas e sindicais) continuam mobilizada

Redação
Publicado em 08/06/2007, às 11h46

As entidades representativas dos servidores públicos estaduais (associativas e sindicais) continuam mobilizadas na Assembléia Legislativa à vista de estar próxima a votação da Emenda Aglutinativa substitutiva ao PLC – 31/2005 que trata: da pensão, do salário família, do auxilio reclusão e funeral, do abono permanência do afastamento do servidor público, contribuição e custeio no novo Instituto Previdenciário – SPPREV, aprovado na última semana.

Na última terça-feira (05) a Comissão das Entidades discutiu a conquista da efetividade dos servidores públicos e um Grupo de Trabalho ficou incumbido de levar ao Colégio de Lideres, na Assembléia Legislativa, proposta aprovada no Plenário Tiradentes, visando incorporar no Projeto de Lei Complementar nº. 31/2005, os servidores da Lei 500/74 que foram garantidos como efetivos na Lei 1010 de 2007 que criou a São Paulo Previdência.

Na Emenda Aglutinativa, acima referida, está omissa aos aposentados quanto a referência da efetividade que certamente será incluída no projeto pela liderança do governo.

Outra proposta dos servidores, considerada justa, quer incluir os seus dependentes como beneficiários da pensão até os 24 anos desde que estejam cursando Universidade.

Comentários

Mais Lidas