Edital da Emplasa deve ser divulgado ainda este mês

O objetivo do órgão é preencher 91 oportunidades nas carreiras de assistente (administrativo e técnico) e analista (desenvolvimento urbano e regional, geomática, administrativo e jurídico)

Renan Abbade
Publicado em 16/09/2013, às 12h50

Parece estar chegando ao fim a novela do concurso para a Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa). De acordo com a comunicação do órgão, o edital do primeiro concurso da empresa para cargos de níveis médio e superior deverá ser disponibilizado até o próximo dia 29.

Serão preenchidas 91 oportunidades nas carreiras de analista de desenvolvimento urbano e regional, analista de geomática, analista administrativo e analista jurídico (nível superior) e assistente administrativo e assistente técnico (médio). Todas as vagas envolvem a capital paulista.

Sobre o cargo de analista de geomática, a assessoria de imprensa da Emplasa informa que a geomática integra todos os meios utilizados para a aquisição e gerenciamento de dados espaciais. Suas atividades incluem a cartografia, apoios topográficos, mapeamentos digitais, sensoriamento remoto, sistemas de informações geográficas e hidrografia.

Com jornada de trabalho de 40 horas semanais (8 horas diárias), as remunerações previstas são de R$ 2.500 (médio) e R$ 3.500 (superior).

As inscrições deverão ocorrer entre o final de outubro e início de novembro. Os valores das taxas serão de R$ 45 (médio) e R$ 75 (superior).

A organização do certame caberá à Fundação Vunesp, de acordo com novo contrato firmado no dia 18 de julho, por meio de dispensa de licitação, publicado na edição do dia 27 de julho do Diário Oficial do Estado de São Paulo. O prazo de vigência é de 8 meses. Mais detalhes poderão ser conferidos no site da instituição: www.vunesp.com.br.

A expectativa é de que 1.300 candidatos se inscrevam para os postos de nível médio e 6.500 para os de nível superior.

Capítulos anteriores
O acordo anterior foi realizado no dia 6 de setembro e também tinha validade de 8 meses, ou seja, expirou em maio. No início do ano, a expectativa da empresa era de divulgar o novo edital após o Carnaval. A previsão inicial era de que o documento seria publicado no final de 2012, mas principalmente a não liberação de verbas, segundo informou a assessoria de imprensa do órgão, atrasou a divulgação do mesmo. Ainda segundo a comunicação da empresa, a troca de comando na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano, também retardou o processo.

Em 2011, a Emplasa contratou a Fundap (Fundação do Desenvolvimento Administrativo) para assessoramento técnico quanto à readequação da proposta do plano de cargos, carreiras e salários e de concurso público.

Sobre a Emplasa
A Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano é uma estatal vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano. Foi criada em 1975 para atuar no planejamento da Grande São Paulo, então a única região metropolitana existente, e hoje tem sob sua responsabilidade o território da macrometrópole paulista (MMP), que conta com 173 municípios localizados num raio de 100 km da capital paulista e com renda equivalente a 28% do PIB (produto interno bruto) nacional.

Entre as diversas atribuições da empresa, está coordenar a atuação do governo do Estado por meio de projetos e programas integrados, bem como articular a ação de agentes públicos nas três esferas de governo (federal, estadual e municipal) para viabilizar e integrar programas na MMP.

Comentários

Mais Lidas