Aprovada a criação de 2.655 cargos de professor na USP

Vagas são para professor doutor na Universidade de São Paulo (USP). Do total de cargos, 700 são novos e o restante para reposição em caso de aposentadorias

Redação
Publicado em 19/04/2012, às 15h03

Foi aprovado por unanimidade pelos deputados estaduais paulista o projeto de lei 67/2012 que cria 2.655 cargos de professor doutor para atuação na Universidade de São Paulo (USP).  O texto foi encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) pelo governado Geraldo Alckmin que, por sua vez, atendeu a um pleito da reitoria da universidade. 
A matéria, que agora segue para sanção do governador, cria 700 cargos efetivos de professor doutor. O texto prevê, também, a recriação de 1.955 cargos já existentes na medida em que foram extintos na vacância, em decorrência da aposentadoria dos docentes. A aprovação, além de conferir mais autonomia à USP na reposição de seu quadro docente, permite imprimir mais velocidade ao processo.
O projeto, que tramitou na Alesp em regime de urgência, foi encaminhado no mês de fevereiro. O governador terá agora um prazo de 15 dias para se manifestar a respeito.

Reinaldo Matheus Glioche/SP

Comentários

Mais Lidas