Tudo Sobre

Concurso Correios

Inscrições abertas para 6.565 vagas em todo o país

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos oferece salários que vão de R$ 706,48 até R$ 3.108,37.



Redação
Publicado em 28/12/2009, às 09h37

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos abre nesta segunda-feira (28) o período de inscrições para o concurso público que visa preencher 6.565 vagas em todo o país.

No Estado de São Paulo há 1.497 vagas, sendo 1.352 de carteiro, 71 de operador de triagem e transbordo, 29 de atendente (agente dos correios – área comercial) e 45 para analista de diversas áreas.

Já o Rio de Janeiro tem 582 vagas de carteiro, 8 para operador de triagem e transbordo, 1 para atendente e 33 para analista.  No Distrito Federal haverá seleção para 36 postos de carteiro, 3 de operador de triagem e transbordo, formação de cadastro reserva para atendente e 166 de analista.

Os salários oferecidos pelos Correios vão de R$ 706,48 para carteiro até R$ 3.108,37 para analista e engenheiro. Os aprovados serão contratados em regime de CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e terão direito a benefícios como vale-alimentação/ vale-refeição, vale-transporte, assistência médica e odontológica e possibilidade de adesão ao plano de previdência complementar – Postalprev.

As inscrições serão realizadas até as 23h59 de 15 de janeiro no site: www.correios.com.br/concursos. A taxa de participação tem valores de R$ 30 a R$ 60 conforme o cargo pretendido.

Confira abaixo a relação de vagas por diretoria - a relação de vagas por estado pode ser consultada nos respectivos editais em anexo.

Diretoria das Regionais de São Paulo metropolitana e São Paulo interior: 1497 vagas + CR – sendo 1.352 para carteiro; 45 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 71 de operador de triagem e transbordo; e 29 para atendente.

Diretorial Regional de Brasília (atua nos estados do Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Tocantins): 380 vagas + CR– distribuídas entre 294 para carteiro; 196 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 13 de operador de triagem e transbordo; e 73 para atendente.

Diretoria Regional de Minas Gerais (compreende os estados de Minas, Espírito Santo e Rio de Janeiro): 2.238 vagas + CR – sendo 1.960 para carteiro; 79 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 40 de operador de triagem e transbordo; e 159 para atendente.

Diretorias Regional da Bahia (atua os estados da Bahia, Alagoas e Sergipe): 155 vagas + CR – sendo 67 para carteiro; 40 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 24 de operador de triagem e transbordo; e 24 para atendente

Diretoria Regional do Ceará (abrange os estados do Ceará, Paraíba, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte): 837 vagas + CR – sendo 576 para carteiro; 45 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 20 de operador de triagem e transbordo; e 196 para atendente.

Diretoria Regional de Rondônia (abrange os estados de Rondônia, Acre, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima): 225 vagas + CR – sendo 181 para carteiro; 21 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 11 de operador de triagem e transbordo; e 12 para atendente

Diretoria Regional do Rio Grande do Sul (inclui os estados do Paraná e Santa Catarina): 837 vagas + CR – sendo 576 para carteiro; 45 para analista e carreiras específicas (auxiliar de enfermagem, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho); 20 de operador de triagem e transbordo; e 196 para atendente.

Retificações

Na terceira retificação feita pelos Correios foram alterados os requisitos mínimos para técnico em segurança do trabalho júnior nas regionais de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. A partir de agora a empresa exige que o curso técnico de segurança do trabalho realizado pelos candidatos seja reconhecido pelo MEC. Além disso, os interessados devem ter registro no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e não no CREA, como havia sido estipulado inicialmente.

Em outra retificação, o salário de técnico em segurança caiu de R$ 1.528,55 para R$ 1.392,97, enquanto o de auxiliar tem uma queda menos significativa, passa de R$ 922,87 para R$ 902,87. O concurso prevê seleção para essas funções para as diretorias regionais da Bahia, Brasília, Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rondônia e São Paulo Metropolitana.

No dia 15 de dezembro foi publicado um edital que retificou os salários para os cargos de analista de desenvolvimento de sistemas, analista de suporte de banco de dados, análise de sistemas, engenheiro civil, engenheiro de produção, engenheiro eletricista, engenheiro eletrônico e engenheiro mecânico, que baixaram de R$ 3.431,06 para R$ 3.108,37.

Veja também:

Especial: professores dão dicas para o concurso dos Correios

Ministério do Trabalho: 234 vagas de auditor fiscal; salário de R$ 13 mil

+ Resumo do Concurso Correios

Correios
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: R$ 30 a R$ 60
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 706,48 Até R$ 3431,06
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

28/12/2010 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas