Livros, apostilas e o que se precisa para estudar

Começo nossa conversa hoje com uma afirmativa: é importante ter um bom material de estudo nas mãos, o que significa, na minha opinião, 50% da conquista da vaga no serviço público

Redação
Publicado em 12/12/2011, às 16h08

Cláudia Jones Começo nossa conversa hoje com uma afirmativa: é importante ter um bom material de estudo nas mãos, o que significa, na minha opinião, 50% da  conquista da vaga no serviço público. O bom material é mantido atualizado, segue rigorosamente o que é cobrado nos editais e, principalmente, está de acordo com a banca organizadora daquele concurso.  Hoje temos qualidade no trabalho das editoras em material para concursos públicos. Elas estão, a cada dia, se especializando mais, assim como todos os profissionais envolvidos com o mercado. Essa especialização atende cada vez mais áreas específicas.  As editoras “abastecem” os cursinhos preparatórios, que priorizam apostilas, porque fazem uma compilação do que é mais importante, ficando o ensino mais dirigido. No entanto, destaco que há excelentes autores no mercado e seus livros também são recomendadíssimos, inclusive em cursos preparatórios, onde costumam dar aulas. Para os “novatos”, um conselho: embora o mercado esteja cada vez mais exigente e os candidatos já consigam distinguir o joio do trigo, quem se “aventura” agora nessa seara deve ficar mais atento para não cair em armadilhas. Recomendação de professores, alunos e de servidores são excelentes para evitar a aquisição de material inadequado. Também recomendo, sempre, que o candidato faça provas anteriores do órgão para o qual tenta a vaga ou da mesma área e da mesma banca organizadora. Assim, ele conhece como a banca se comporta, que tipo de conteúdo costuma abordar e principalmente como elabora seus enunciados. Os exercícios nada mais são que provas anteriores de determinado concurso. Bons estudos!
Cláudia Jones, especialista da Academia do Concurso

Comentários

Mais Lidas