Vencendo o desânimo

A diferença entre o candidato vitorioso e o outro é até que ponto ele tem certeza de que está preparado para superar essa fase

Redação
Publicado em 23/02/2012, às 15h00

Cláudia Jones
“Há certas horas em que bate um desânimo...”. Acho que não existe um só professor de curso preparatório de concurso público que nunca tenha ouvido essa frase ou similar. A diferença entre o candidato vitorioso e o outro é até que ponto ele tem certeza de que está preparado para superar essa fase.
Não desanimar é fundamental para quem pretende conquistar uma vaga no funcionalismo público. Todo o tempo que você “gasta” e tudo o que você aprende não serão em vão, caso você realmente não desista por conta do desânimo.
Dificuldades sempre existirão, seja em que carreira for, em que área for. A vida é assim. No entanto, o diferencial está na sua dedicação, no quanto você tem a sua vaga na administração pública como meta de vida. Isso é fundamental para você vencer o tal desânimo e ir superando as dezenas de adversidades que surgirão ao longo do caminho.
Uma dica para seguir em frente é dedicação com paciência, porque pode mesmo demorar o seu ingresso no serviço público. Então, estabeleça isso como meta a médio e longo prazos e se programe. Organize a agenda de estudos, faça um bom curso, mantenha um ritmo durante o tempo de preparação, seja ele de seis meses ou um ano, por exemplo. Tudo de acordo com seu ritmo de vida, já que temos no meio de tudo isso, muitas vezes, faculdade, trabalho, filhos.
Mais tarde, no final desse período determinado com antecedência, aposto como você vai ver o quanto foi importante ter disciplina na preparação. E se não tiver ainda conquistado sua vaga, já estará muito, muito mais perto que antes. E muito mais preparado também. Enquanto isso, os outros...  Bons estudos!
Cláudia Jones, especialista da Academia do Concurso

Comentários

Mais Lidas