Uso da inicial maiúscula

Veja algumas regras para o uso correto da letra maiúscula, além de começo de frase e de nomes próprio.

Redação
Publicado em 09/12/2013, às 14h22

Diogo Arrais

Como saber que uma expressão requer o uso dainicial maiúscula? Além de começo de frase e de nomes próprios, existem regras interessantes para o dia a dia.

Antropônimos, alcunhas e nomes de lugar: Fio Maravilha, Lobão, Brasil,Brasília, São Paulo, Goiânia.

A Academia, por respeito à religiosidade e à mitologia, sinaliza o usomaiúsculo de tais iniciais: Deus, Cristo, Pai Eterno, Maria Santíssima,Baco, Atenas, Júpiter, Vênus etc.

Por conta exatamente do exposto, todos os altos conceitos religiosos,sociológicos e políticos seguem a mesma lógica: a Igreja (referindo-se à comunidade católica), a Pátria (a nossa pátria), o Senado etc.

Artes, ciências, disciplinas, devido à importância: a Educação, o Direito, a Matemática, a Medicina...

Quer dizer, então, que o grau de importância é sinalizado pela inicial maiúscula? Exatamente! Sendo assim:

Datas importantes, épocas históricas, festas não pagãs: a Idade Média, a Revolução Francesa, o Dia das Mães, a Páscoa, o Natal etc.

Cargos eminentes: Papa, Cardeal, Presidente, Advogado-Geral...

Nomes dos pontos cardeais, quando designam região: o Norte, o Sul, o Ocidente etc.

Uma questão recorrente em provas de Língua Portuguesa envolve os nomes de atos, leis, decretos, usados em documentos oficiais. Por quê?  Porque tais nomesdevem usar a inicial maiúscula. Vejamos:  a Lei do Inquilinato, Decreto-Lei, a Portaria de..., Lei de...

Enfim, que “tira-teima” usar? Lembre-se de que nomes comuns tornados próprios, com acitada importância, escalarão a maiúscula como “sinalizador gráfico”. Surgemassim:  o Amor, o Ódio, a Saudade, o Lobo e o Cordeiro, oTodo-Poderoso, o Diretor-Presidente, o Diretor-Pedagógico, a Palavra etc.

Um abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!

Diogo Arrais é professor de Língua Portuguesa do Damásio Educacional. Twitter:@diogoarrais

Comentários

Mais Lidas