Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura

Para aqueles que não desistem, a aprovação é inevitável.

Redação
Publicado em 16/05/2014, às 11h23

Daniel Sena

Não existe nenhum outro ditado popular que se adeque à vida de concurseiro tão bem quanto o do título deste artigo. Tal pensamento retrata alguns valores indispensáveis para quem deseja obter a tão almejada aprovação em um concurso público, os quais passo a compartilhar aqui com vocês.

Estou sempre em contato com os alunos para ajudá-los nessa caminhada. Um dia desses, uma aluna me procurou dizendo que não estava entendendo nada da matéria de administração financeira e orçamentária. Expliquei-lhe que isso era normal para quem estivesse estudando pela primeira vez aquele conteúdo.

O que falei para ela não era nada novo. Temos dificuldade para entender aquilo que não conhecemos. É assim em todas as áreas da vida. Tudo é difícil quando não conhecemos. Eu tenho um amigo que pilota avião e da forma como ele fala parece ser a coisa mais fácil do mundo. Para mim, como não conheço nada, parece ser algo impossível. O aprendizado é esse processo de conhecer o que é desconhecido.

O maior erro que alguns alunos cometem é deixar de estudar alguma matéria difícil ou nova. O único caminho capaz de produzir alguma coisa útil é permanecer firme no estudo. Perseverar no aprendizado é a melhor forma de atingir o conhecimento necessário sobre aquilo que precisamos. Por mais difícil que pareça, é preciso continuar!

A mesma aluna, depois de seguir minha orientação, continuou assistindo às aulas e lendo o material. E o inevitável aconteceu. Depois de um tempo, ela me confidenciou ter entendido muitas coisas e começou a acertar as questões de prova. Eu garanto que se ela tivesse parado de estudar aquela matéria, jamais acertaria qualquer questão. O conhecimento requer enfrentamento!

Além deter perseverado, ela agiu seguindo outro valor preponderante: a paciência. Ter paciência para aprender é indispensável para quem deseja passar em concurso.Geralmente enfrentamos disciplinas nunca antes estudadas. A dificuldade inicial é normal. Com o tempo, você vai amadurecendo a percepção daquele conteúdo e assimilando seus pontos mais importantes. Em seguida, você já começa a acertar questões de prova revelando que o conteúdo está sendo aprendido dia após dia.

A perseverança é a atitude que faz você insistir naquilo que parece impossível. A paciência age prolongando sua força enquanto você não chega onde deseja. Esses dois valores são fundamentais para atingir qualquer objetivo. Nos concursos não é diferente, por isso eu disse que “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”.

Hoje,pode até parecer que seu sonho está distante. Você tem dificuldades com várias disciplinas e a cada dia que você estuda parece que sabe menos. Essa sensação é normal e é aqui que os vencedores se separam dos perdedores. Os perdedores desistem diante de obstáculos como esses, mas os vencedores insistem até conseguir!

Por isso adoro concurso público! É a forma mais democrática de se conseguir um trabalho. É algo acessível a todos, mas nem todos conseguirão. Todos podem, mas nem todos estão dispostos a fazer o necessário até conseguir.

Se você realmente quer passar em um concurso, se você realmente quer conquistar um cargo público que te dará a segurança e a estabilidade que tantos procuram,será preciso dedicar-se com toda a sua força. Mas tem que fazer isso até conseguir! Não pode desistir no meio do caminho. Tem que lutar até conquistar.

Para aqueles que não desistem, a aprovação é inevitável. Se você insistir naquilo que é difícil e tiver paciência para esperar a maturação do conhecimento, a sua aprovação certamente chegará. Guarde uma coisa com você: o que hoje parece impossível, amanhã será o principal motivo da sua realização!

Daniel Sena é diretor do AlfaCon São Paulo, professor de direito constitucional e especialista em concursos públicos.

Comentários

Mais Lidas