Bambus, pedras e a fila

A ideia de estabelecer prazo para passar, seja em anos ou em número de concursos ou tentativas é equivocada. Uma boa demonstração disto é observar a natureza.

Redação
Publicado em 09/12/2011, às 16h40

William Douglas
A ideia de estabelecer prazo para passar, seja em anos ou em número de concursos ou tentativas é equivocada. Uma boa demonstração disto é observar a natureza. O bambu chinês, depois de plantado, passa cinco anos sem crescer nada para cima do solo. No sexto ano, chega à impressionante altura de 24 metros. Pela lógica humana, deveria crescer 4 metros por ano. Mas a natureza tem sua lógica.
Da mesma forma, quem está batendo com um martelo em uma pedra pode dar 20 marteladas e não ver nenhum efeito. De repente, a 21ª martelada esmigalha a pedra. Qual foi a martelada que funcionou? A 21ª? Não! A resposta certa é “O conjunto das 21 marteladas”.
Você não pode desanimar, achando que os resultados não estão aparecendo. Seu cérebro e sua aprendizagem funcionam pelas regras da natureza. Os resultados só aparecem depois de um tempo. Você vai precisar ficar martelando, mesmo sem ver resultados, até que – aparentemente de repente – as coisas vão acontecer.Uma coisa é esperar pelos resultados. Isto acontece quando você está estudando regularmente e com qualidade, organização e concentração. Outra coisa é o que acontece quando você estuda sem cuidado: os resultados nunca vão aparecer.
O que fazer, então? A resposta é simples.
Esteja atento ao seu sistema de estudo, fazendo progressos em suas técnicas e avaliando seus resultados (sem pressa). O tempo vai mostrar o que está funcionando e o que precisa ser melhorado.Como diz o Professor Fábio Gonçalves, quando você começa a estudar para concursos, você entra na fila. Para ficar bem na fila é preciso aprender a estudar, estudar, fazer questões, simulados, persistir... Enfim, ir criando “calo” de concursando. Nos próximos concursos que aparecerem a partir de hoje, dia em que você está lendo esse artigo, irão passar primeiro aqueles que estão há mais tempo na fila, aqueles que já estão pagando o preço do sucesso há mais tempo. Quem está “escolado” é quem vai passar agora. Esses caras, superpreparados, que já estão estudando e treinando há um bom tempo, é que vão passar. Se você é um deles, parabéns. Se você ainda não é, temos uma boa notícia: os mais bem preparados vão passar e sair da fila. Em seguida na fila virão os próximos, aqueles que entraram nela um pouco depois. Se você é um deles, parabéns; se você ainda não é um deles, temos uma boa notícia: esses próximos vão passar daqui a pouco e sair da fila.
Entendeu? Você não tem que se preocupar com os concorrentes, mas apenas em ficar na fila, pois essa fila anda! Existem milhares de concursos e em todos eles os melhores estão sendo aprovados e chamados. Se você ainda não está nessa lista é porque ainda não pagou o preço devido. Pague-o e você terá seu cargo.Aqui vão algumas dicas:
Fique na fila. Enquanto você estiver seguindo as técnicas de organização e planejamento, estudando e treinando, e fazendo provas, você estará na fila. Se você desanimar e parar de estudar você sai da fila. Assim, não saia da fila. Mesmo que tenha que reduzir o ritmo vez ou outra (doença, problemas etc.), procure estar sempre fazendo sua parte: ficar na fila.
Acelere o passo. Quanto melhor você realizar as atividades básicas de planejamento, estudo e treino, mais rápido você anda na fila, ou seja, você acelera seu passo.
Acalme-se. Existem milhares de vagas. Todos os anos muitos servidores se aposentam, todos os anos as leis criam novos cargos. Todos os anos ocorrem inúmeros concursos e os que já estão mais preparados saem da fila diretamente para o serviço público. Faça sua parte, mas com calma e tranqüilidade. Sua hora vai chegar.
William Douglas é juiz federal, professor universitário, palestrante e escritor

Comentários

Mais Lidas