É verdade que 2012 será o ano dos concursos?

Ao contrário do que ocorreu em 2011, com reduções de concursos nas diversas esferas do poder público e a não ocorrência de diversas seleções, 2012 deve ser um ano diferente

Redação
Publicado em 12/01/2012, às 11h06

Marco Antonio Araujo Junior

O início do ano nos estimula a fazer planos. Se planejar já não é uma tarefa fácil, executar o que foi planejado é ainda mais difícil, especialmente quando contamos com elementos externos que dificultam o cumprimento de nossas metas.

Não se trata de alegar que esse é o velho costume brasileiro de deixar tudo para a última hora. A questão é reconhecer que, havendo a probabilidade de abertura do concurso, parece que a mente e o corpo reagem de maneira natural, como se soubessem que ali, muito próximo, está a faixa de chegada.

Àqueles que precisam desse estímulo, deixo a minha modesta opinião: 2012 será o ano dos concursos públicos! As notícias dão conta de que serão mais de 60 mil vagas abertas.

Ao contrário do que ocorreu em 2011, com reduções de concursos nas diversas esferas do poder público e a não ocorrência de diversas seleções tão esperadas, como Polícia Federal e Receita Federal, 2012 deve ser um ano diferente.

Vejamos alguns exemplos: o tão esperado concurso para Polícia Federal deve ocorrer, pelo menos em parte, em 2012. Estimam-se 800 vagas para agente, 100 para papiloscopista e duas mil para escrivão, todas com salário aproximado de R$ 7.500.

São previstas ainda 150 vagas para delegado e 100 para perito criminal, ambas com salário aproximado de R$ 13.300, além de 328 vagas para agente administrativo, com remuneração girando em torno de R$ 3.200.

O Governo Federal autorizou, entre outros, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a abrir concurso em 2012. Só para a PRF, foram autorizados 2.600 cargos de policiais rodoviários, com salário aproximado de R$ 6.000.

Já para a Receita Federal, o Ministério do Planejamento deve autorizar a abertura de concurso no decorrer do primeiro semestre deste ano para 800 vagas de auditor fiscal, com salário na faixa de R$ 14.000, e 1.050 para analista tributário, com remuneração aproximada de R$ 8.000.

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal devem abrir, até o final do primeiro semestre, concurso para cadastro reserva de escriturário e técnico bancário, ambos com salários que chegam a R$ 2.558 - valor que inclui gratificações e benefícios. A CEF também abrirá seleção, com salário aproximado de R$ 9.444 (também com gratificações e benefícios).

Uma das campeãs para abertura de vagas em 2012 deve ser a Defensoria Pública da União, com previsão de 657 vagas para defensor público, com salário de R$ 14.549, um mil para analista de assistência jurídica e 500 para técnico em assistência jurídica.

A Advocacia-Geral da União, por exemplo, prevê 560 postos para advogado da união, com remuneração de R$ 14.970. 

Até mesmo a Petrobras confirmou que até 2015 deverá contratar 17 mil novos empregados.

Se você, portanto, já estava pensando em concurso público, chegou a sua vez. Se ainda não havia pensado nessa possibilidade, que tal começar? 

Marco Antonio Araujo Junior é diretor pedagógico do Complexo Educacional Damásio de Jesus

Comentários

Mais Lidas