Que 2012 seja um ano de muitas realizações

Coloque a aprovação em concurso como um projeto a ser realizado no ano novo

Redação
Publicado em 05/01/2012, às 17h14

Paulo deFreitas

Há pouco tempo recebi um e-mail de um leitor pedindo algumas dicas sobre concursos que exigem o ensino médio. Este leitor contou que tinha uma empresa, mas, por causa de uma somatória de problemas, acabou falindo. Ele explicou que tinha nível superior incompleto e, por isso, queria informações sobre concursos de nível médio. Casado e com uma filha pequena, seu objetivo é tentar se erguer profissionalmente via concursos públicos, já que tem 48 anos e o emprego para quem ultrapassou a faixa etária dos 40 anos é escasso, sem falar nos salários muito baixos oferecidos pela iniciativa privada.

Outro conhecido meu tem uma história parecida. Formado em Direito e sem emprego de carteira assinada, ele resolveu investir em concurso público. Sua meta principal eram os concursos da Justiça Federal. Prestou alguns até conseguir a aprovação para analista judiciário – Execução de Mandatos do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas).

O interessante na história deste meu conhecido é que ele e a esposa vendiam pão caseiro nas ruas de São Paulo para poderem ter recursos e tempo para estudar. Segundo ele, passava a noite toda estudando e, na parte da manhã, saia pelas ruas anunciando os pães feitos pela esposa. Enquanto ela dirigia, ele aproveitava para estudar os livros e apostilas que levava no carro. Seu esforço surtiu efeito porque conseguiu alcançar seu objetivo de um emprego estável com vencimentos que lhe proporcionam tranquilidade financeira. A aprovação veio em boa hora, já que foi nomeado pouco tempo depois de ser pai pela primeira vez.

Nas duas histórias vemos exemplos de uma pessoa que chegou lá e de outra que tem força de vontade para seguir o mesmo caminho. Não me canso de falar que concurso público é sinônimo de dedicação. Ficar parado lamentando a concorrência e as dificuldades que surgem pelo caminho não resolve nada. Cargo público se conquista com persistência e muita luta.

Como sempre acontece nessa época, as pessoas param um pouco para meditar no ano que se passou e fazer planos para o que se inicia. Com os concurseiros não é diferente. A maioria fica de olho nos concursos que estão por vir e prometem empenho para galgar o tão almejado cargo público, via concursos.

Não adianta ficar apenas no entusiasmo do final de um ano e início do outro. Coloque a aprovação em concurso como um projeto a ser realizado no ano novo. Se empenhe ao máximo, mantenha-se focado em seu objetivo, direcione seus estudos para concursos que exigem conhecimentos de acordo com sua formação. Organize esquemas de estudos e crie o hábito de reservar algumas horas do dia para se dedicar exclusivamente à preparação. Agindo desta forma, fatalmente a aprovação virá.

Minha intenção em trazer estes dois exemplos, meu caro leitor, é fazer com que você se comprometa com você mesmo. Não prometa ser aprovado em concurso. Prometa apenas ser dedicado que o resultado virá naturalmente. Concluindo, quero desejar a todos um 2012 muito próspero, repletode realizações. Meu desejo é que todos os leitores comecem o ano como candidatos e terminem como funcionários públicos. Que Deus abençoe a todos nós.

Paulo de Freitas é jornalista e funcionário público. Tem mais de 13 anos de experiência na área de concursos públicos. E-mail: paulokassaco@ig.com.br

Comentários

Mais Lidas