Identificando o que é essencial para você

É preciso estabelecer um alinhamento com o que for realmente útil. Aquilo que de fato contribui para o seu projeto

Redação
Publicado em 05/07/2012, às 16h25

Luiza Ricotta


O que é de fato essencial em sua vida? Considerando o momento de alto investimento na sua carreira profissional, valoriza-se o objetivo final: o que se pretende tornar no futuro.


Mas é preciso criar um clima propício para a efetivação do seu projeto de carreira, identificando o que é essencial e o que será desprezado. Carregar uma pesada bagagem nas costas dificulta o ritmo para quem quer se manter em alta. Vislumbrar o seu futuro sem reconhecer o que você é no presente, dá espaço para certas lacunas, a sensação de estranheza.


Refletir a respeito das reais intenções que estão fazendo parte dessa escolha de preparação para concursos lhe possibilita saber fazer as melhores opções em todos aqueles momentos em que é necessário buscar reforço, ganhar segurança pessoal e observação das suas condições. Deste modo estará favorecendo algumas das condições determinantes de sua evolução profissional.

O modo como você irá vivenciar este período de investimento é tão importante quanto alcançar o objetivo, pois a medida em que passar por tais etapas é que poderá identificar o que lhe será mais propício e pertinente com o modo de vida que precisará adotar. Pequenas decisões vão sendo feitas a fim de dar sustentação a este plano de vida: se precisar trabalhar e dividir-se entre os horários de trabalho formal e dedicar-se aos estudos, se estiver vivendo com uma verba que guardou para este momento de dedicação exclusiva à preparação de concursos ou se abrir mão de alguns programas com amigos e familiares para estudar, só para citar algumas das pequenas decisões que darão sustentação para a configuração real do profissional que você está formatando.


Neste momento é natural pensar que houve uma mudanças drástica e que sua vida é totalmente diferente daquilo que imaginava. Você vai precisar sempre escolher entre o que é essencial e o que não é, a fim de dar conta do seu dia, dos meses e semestres que se seguirão. Seja este um meio de se organizar, estabelecer prioridades, diminuir a frustração, bem como a de refletir a respeito dos seus valores e crenças pessoais, que vão servindo de parâmetro para a pessoa que você é.


Diante de tantos aspectos, como cursos, livros, sites, influências de pessoas, anotações, roteiro de estudo, disciplina e dedicação, perceberá que tem a sua frente um amplo leque de escolhas a serem feitas, pedindo um sentido, uma organização, pois não poderá fazer tudo. Precisará estabelecer um alinhamento com o que for realmente útil. Aquilo que de fato contribui.


A decisão por uma carreira específica poderá partir de uma visão fantasiosa, podendo estar distante do que realmente você pode conquistar! E não porque não seja capaz, ao contrário, por estabelecer critérios que não estejam alinhados com sua personalidade, com sua formação profissional ou com suas preferências. Escolher um cargo pelo salário poderá ser ilusório no sentido de não verificar amplamente a pertinência desta carreira em relação a sua formação acadêmica, pessoal e profissional. Mudar muitas vezes a rota significa iniciar um novo projeto. Se tiver que fazer escolhas, faça de maneira que elas possam ter um sentido coerente de continuidade com o que vem se consolidando em sua formação profissional.


Alinhar significa equiparar suas condições reais com suas possibilidades de desempenho também reais, sendo assim, deixa de haver defasagem entre o que você pretende se tornar.


Nossas ações se revertem em sucessivas escolhas que vão definindo e dando contorno ao que antes era apenas um projeto, agregando valor a sua pessoa e dando formas definidas da sua condução.


O fator humano tem grande relevância neste seu percurso de uma melhor colocação profissional e o autoconhecimento tem sido um ingrediente muito significativo. Nos processos seletivos, a busca pela pessoa certa se refere àquela que obterá um desempenho global. Quem sabe mais a seu respeito oferece mais recursos pessoais, explora e expressa melhor suas habilidades.


De forma pragmática o tema poderá lhe parecer demasiado subjetivo. No entanto é fundamental apontar que o comportamento traduz em muito a sua forma de Ser, revelando sua estrutura pessoal, sua essência.


O que é essencial para a sua vida é o que lhe gratifica, o que lhe basta, a sua medida, fazer “a seu modo”. Um meio inclusive de você se conhecer melhor, de entrar em contato com o que lhe dá prazer e, sendo assim, trilhar sua rota de uma forma positiva e que, ao saber o que faz parte de sua vida isso possa lhe tornar especial!

        

Luiza Ricotta é psicóloga e coach na preparação de candidatos. Professora universitária de cursos de pós-graduação e em escolas preparatórias para concursos. Mestre pela U.P.Mackenzie. Pós-graduada em Terapia Familiar PUC-SP e em Psicodrama como Didata Supervisor – FEBRAP. Autora de livros,  entre eles: "Preparação Emocional em Concursos: equilíbrio e excelência". E-mail: profluizaricotta@hotmail.com Twitter: @luizaricotta

Comentários

Mais Lidas