Edital até agosto

Parlamentar cobra celeridade no concurso Assembleia TO

A realização do novo concurso público da Ale/TO (Assembleia Legislativa do Estado de Tocantins) deve ocorrer no sentido de diminuir a quantidade de servidores comissionados, por determinação judicial

Fernando Cezar Alves
Publicado em 15/03/2019, às 15h11

A Ale-TO (Assembleia Legislativa do Estado de Tocantins) tem até agosto para publicar o edital de sue novo concurso público, no sentido de atender a uma determinação da 2ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas. Em 7 de fevereiro, o deputado Júnir Geo (Pros) cobrou maior celeridade ao certame, por parte do presidente da casa, Antônio Andrade (PHS). "O concurso é necessário para a renovação e a modernização dos quadros da casa. Se preciso, pode ser revisto o Plano de Cargos e Salários, mas o importante é dar prosseguimento ao certame", disse.

A realização do concurso também consta de recomendação do Ministério Público do Tocantins (MP/TO), com o objetivo de diminuir o número de cargos comissionados no quadro de pessoal, para que a proporção seja de 50% de comissionados em relação a efetivos. A  tendência é de que a seleção conte com uma boa oferta de vagas, tendo em vista que atualmente a casa conta com nada menos do que 1.635 comissionados, para apenas 257 servidores efetivos concursados.

A Assembleia chegou a publicar um edital de concurso público em 2016, para o preenchimento de 130 vagas, sendo 66 imediatas e as demais para formar cadastro reserva de pessoal. A seleção acabou sendo cancelada, um dia após a publicação do edital, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/TO), em decorrência de irregularidades no processo de licitação para a escolha da banca organizadora, que seria a Fundação de Apoio às Pesquisas, Ensino e Assistência (Funrio).

 

Cargos

Na ocasião, o concurso anulado, cujas oportunidades poderão ser destinadas ao novo certame, contou com oportunidades para cargos de níveis médio e superior.

No caso de ensino médio, as opções para assistente legislativo – assistência administrativa, além de apoio assistente legislativo especializado nas áreas de audioeditoração, cinegrafia, fotografia, locução, manutenção em informática, operação em computadores, programação de computadores, assistência técnica em segurança do trabalho, assistência técnica em áudio, assistência técnica em contabilidade e assistência técnica em enfermagem, com inicial de R$ 5.190,06.

Para nível superior: consultor legislativo nas áreas de auditoria e controle interno, área de cerimonial, área de contabilidade, área de administração, área jurídica parlamentar, área de análise de sistemas, área de relações públicas, área de assistência social, área de economia, área de enfermagem, área de jornalismo, área médica, área odontológica, área pedagógica, área de psicologia, área de publicidade, área de revisão e procurador jurídica da assembleia, com iniciais de R$ 7.741,53, exceto para procurador, com R$ 25.406,66    

Orgão: Assembleia Legislativa de Tocantins
Nº vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Estados com Vagas: TO

Mais Lidas