BNDES: um sonho de consumo!

Pela complexidade das provas da instituição, esta é a hora de quem almeja um cargo na conceituada empresa iniciar os estudos. Sem contar os candidatos que não conseguiram aprovação no último concurso e que não pararam de estudar desde aquela época. S

Redação
Publicado em 27/08/2014, às 12h59

Cláudia Jones

O Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES) já virou sonho de consumo de muitos concursandos. E, claro, diante disso, já existe movimentação rumo à próxima seleção do órgão, em 2015, prazo em que expira o concurso anterior. Pela complexidade das provas da instituição, esta é a hora de quem almeja um cargo na conceituada empresa iniciar os estudos. Sem contar os candidatos que não conseguiram aprovação no último concurso e que não pararam de estudar desde aquela época. Sendo assim, estes possuem uma grande bagagem de conhecimento e, se continuarem a preparação, a aprovação será certa!

De qualquer forma, teremos pela frente um pouco mais de um ano para preparação,caso o edital saia no segundo semestre, mais para o final de 2015. E o órgão já se movimenta a fim de deixar tudo certo para que isso aconteça.

No último concurso, o BNDES apresentou oportunidades específicas por áreas bem abrangentes, oferecendo possibilidades para os graduados em direito, administração, sociologia, economia, arquitetura, áreas da engenharia, tecnologia da informação, análise de sistemas, arquivologia, biblioteconomia, entre outras.

A banca que vem organizando os concursos da instituição é a Cesgranrio,sendo assim, já é possível ter uma base para iniciar os estudos: pelas questões das provas anteriores e por outras questões da banca, mesmo sendo de outros concursos. Dessa forma, o candidato já vai se acostumando com as características de cobrança da organizadora.

Mesmo o edital sendo para cadastro reserva, não deixa de ser uma boa oportunidade, pois a carreira no BNDES é muito rica se levarmos em conta os critérios de promoções e licenças de capacitação, além do fato de estarmos falando de um dos órgãos mais respeitados do país.

Aviso aos marinheiros de primeira viagem: os que esperam editais semelhantes aos concursos da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, podem mudar de foco, pois a abordagem e as atribuições deste banco são bem diferentes dos citados, exigindo um conteúdo que foge um pouco do núcleo geral das disciplinas bancárias.

Um dos pontos mais atrativos deste concurso é o status funcional – até mesmo para os cargos de nível médio. E sem sombra de dúvidas a remuneração ajuda, e muito, para essa sensação de satisfação geral, que acaba sendo complementada pelo plano de carreira.

Mas convenhamos, em uma primeira olhada, são mais de R$ 9 mil de salário para 35 horas semanais de trabalho para nível superior. As carreiras de nível médio têm salários estabelecidos em pouco mais de R$ 2,9 mil para as mesmas 35 horas semanais. Portanto, mãos à obra e bons estudos!

Cláudia Jones, especialista em concursos do site Questões de Concursos.

APOSTILAS PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.

Comentários

Mais Lidas