Edital nos próximos dias

Campo Grande MS contrata banco para taxas do concurso

Edital de abertura de inscrições do novo concurso público da prefeitura de Campo Grande para o cargo de procurador já pode ser publicado. Formação de nível superior em direito, com inicial de aproximadamente 11 mil

Fernando Cezar Alves
Publicado em 22/01/2019, às 10h37

A Prefeitura de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, publicou, nesta terça-feira, 22 de janeiro, o extrato do contrato com a instituição bancária que será responsável pelo recolhimento das taxas de inscrição de seus próximos concursos públicos. A empresa é a Cooperativa de Crédito, Poupança e Investimento de Campo Grande e Região (Sicredi). Com isto, nada mais impede a publicação do edital de abertura de inscrições do aguardado concurso público para o cargo de procurador municipal. O contrato com a banca organizadora, o Cebraspe, já está assinado desde 8 de janeiro, permitindo que a liberação do documento possa ocorrer já nos próximos dias.

A seleção vem sendo aguardada desde 2016, quando autorizada pelo então prefeito Alcides Jesus Peralta. Na ocasião, chegou até mesmo a ser definida a banca organizadora, que seria a Fapec, quando todos os procedimentos foram anulados em abril de 2018, pelo decreto 13492/2018.   


O número de vagas que serão oferecidas ainda será divulgado e para concorrer ao cargo é necessário possuir formação de nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial da carreira é de aproximadamente R$ 11 mil.


A comissão do concurso é presidida pelo servidor Alexandre Ávalo Santana e conta, ainda, com os seguintes membros: Agenor Mattiello, Eduardo Luís Mense Rodrigues, Sonia Marcia de Lira Ramos, Marcia Helena Dourado Ferreira de Moraes, Tatiana Fernandes da Costa, Marcelino Pereira dos Santos e Cerilo Casanta Calegaro Neto.


A nova seleção é considerada imprescindível, em decorrência do grande tempo sem contratações para o cargo. O último concurso ocorreu em 1998.


Em decorrência disso, em 2016, a promotoria de Justiça de Campo Grande determinou a necessidade de realização do certame, com prioridade para a Coordenadoria de Assuntos Fiscais.    

Mais Lidas