Para oficial médico

Concurso Aeronáutica: prazo para 104 vagas encerra hoje

Oportunidades no concurso da Aeronáutica são para candidatos, de ambos os sexos, que têm o nível superior, para ingresso no curso de adaptação de médicos

Patricia Lavezzo
Publicado em 12/06/2018, às 09h31

Chega ao fim nesta terça-feira (12) o prazo de inscrição do concurso da Aeronáutica que visa o preenchimento de 104 vagas para o curso de adaptação de médicos. A seleção é destinada a candidatos de ambos os sexos, com nível superior, interessados em ingressar no quadro de oficiais médicos.

A lotação ocorrerá nas cidades de Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Anápolis/GO, Barbacena/MG, Belo Horizonte/MG, Lagoa Santa/MG, Confins/MG, Brasília/DF, Canoas/RS, Porto Alegre/RS, Curitiba/PR, Belém/PA, Fortaleza/CE, Guarulhos/SP, São Paulo/SP, Pirassununga/SP, Guaratinguetá/SP, São José dos Campos/SP, Boa Vista/RR, Salvador/BA, Manaus/AM, Natal/RN, Santa Maria/RS, São Luís/MA, Alcântara/MA, Campo Grande/MS e Florianópolis/SC.

Ofertas estão distribuídas entre as especialidades de alergologia (2 vagas), anatomia patológica (2), anestesiologia (8), cancerologia (2), cardiologia (4), cirurgia geral (3), clínica médica (9), cirurgia vascular periférica (1), dermatologia (1), endocrinologia (2), gastroenterologia (1), geriatria (6), ginecologia e obstetrícia (3), hemoterapia (2), medicina de família e comunidade (32), medicina do trabalho (1), neurologia (1), oftalmologia (3), otorrinolaringologia (4), ortopedia (3), pediatria (3), psiquiatria (3), radiologia (6) e urologia (2).

O posto exige diploma de conclusão de curso superior em medicina, em instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), título de especialista na especialidade a que concorre, obtido por meio de residência médica ou especialização, e registro de qualificação de especialista emitido pelo Conselho Regional de Medicina, além de não completar 36 anos até o dia 31 de dezembro de 2019.

Após a conclusão do curso de adaptação de médicos da Aeronáutica, o candidato será nomeado primeiro-tenente e receberá a remuneração mensal de R$ 7.796.

Etapas do concurso da Aeronáutica para oficiais médicos

Para participar do certame basta preencher o formulário de inscrição na página eletrônica www.fab.mil.br/ciaar e efetuar o pagamento da taxa de participação, no valor de R$ 130. 

O concurso da Aeronáutica será constituído das seguintes etapas: provas escritas; verificação de dados biográficos e profissionais; inspeção de saúde; teste de avaliação do condicionamento físico; exame de aptidão psicológica; prova prático-oral; procedimento de heteroidentificação complementar; e validação documental.

A prova escrita terá duração máxima de 4h20 e será composta por questões objetivas de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa (gramática e interpretação de texto) e conhecimentos especializados (assuntos relativos à especialidade pretendida).

A avaliação será aplicada no dia 29 de julho nas cidades de Belém/PA, Recife/PE, Jaboatão dos Guararapes/PE, Fortaleza/CE, Natal/RN, Parnamirim/RN, Salvador/BA, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, Lagoa Santa/MG, São Paulo/SP, Guarulhos/SP, Campo Grande/MS, Porto Alegre/RS, Canoa/RS, Curitiba/PR, Brasília/DF e Manaus/AM.

O curso de adaptação da Aeronáutica para oficiais médicos

O curso de adaptação de médicos da Aeronáutica tem a finalidade de adaptar médicos que ingressam no comando da Aeronáutica para serem oficiais de carreira, capacitando-os ao desempenho das atividades técnicas específicas do serviço de saúde da Aeronáutica, bem como à direção das atividades relativas à função logística de saúde nas organizações militares.

Com duração aproximada de 17 semanas, o curso compreende instruções nos campos geral, militar e técnico-especializado. Ele será realizado no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica, em Belo Horizonte - Lagoa Santa/MG, em 2019.

O estagiário que concluir o curso com aproveitamento estará em condições de ser nomeado primeiro-tenente e de ser incluído no quadro de oficiais médicos, na especialidade para qual realizou o exame. Ele servirá em organização militar sediada na localidade escolhida na inscrição.

De acordo com o edital, após a nomeação, o primeiro-tenente deverá permanecer na ativa da Aeronáutica, obrigatoriamente, por um período mínimo de cinco anos, caso contrário estará sujeito ao pagamento de indenização relativa às despesas com sua formação.

Mais Lidas