Combinações e contrações da língua portuguesa

Confira as dicas de português da professora Sandra Ceraldi Carrasco

Redação
Publicado em 18/06/2013, às 11h52

As preposições (a, de, com, em, para, por) se ligam a palavras de outras classes gramaticais (artigos, pronomes, advérbios), passando a constituir um único vocábulo. Ocorre a preposição, ao se unir a outra palavra, mantém todos os seus fonemas, isto é, não há alteração fonética. A contração é comum na língua quando a preposição sofre modificações na sua estrutura fonológica ao unir-se a outra palavra.

Veja:

- Combinação da preposição "a" com artigo definido: a + o(s) = ao(s) / a + a(s) =à(s);Contração da preposição “a” com pronome demonstrativo: a + o (s) = o(s) / a + a(s) = à(s)/ a + aquele(s) = àquele(s) / a + aquela(s) = àquela(s) / a + aquilo = àquilo;

- Contraçãoda preposição “a” com advérbio: a + onde = aonde;

- Contração da preposição “com” e pronomes: com + mim, migo = comigo / com + ti, tigo =contigo / com + si, sigo = consigo / com + nós, nosco = conosco / com + vós, vosco = convosco;

- Contração da preposição “de” com artigo definido: de + o(s) = do(s) / de + a(s) = da(s);

- Contração com artigo indefinido: de + um(ns) = dum(ns) / de + uma(s) = duma(s);

- Contração com pronome pessoal: de + ele(s) = dele(s) / de + ela(s) = dela(s);

- Contração com pronome demonstrativo: de + o(s) = do(s) / de + a(s) = da(s) / de + este(s)= deste(s) / de + esta(s) = desta(s) / de + esse(s) = desse(s) / de + essa(s) =dessa(s) /de + aquele(s) = daquele(s) / de + aquela(s) = daquela(s) / de + isto= disto / de + isso = disso /de + aquilo = daquilo;

- Contração com advérbio: de + aqui = daqui / de + aí = daí / de + ali = dali / de + onde =donde;

- Contração com pronome indefinido: de + outro(s) = doutro(s) / de + outra(s) = doutra(s); contração da preposição “em” com artigo definido: em + o(s) = no(s) / em + a(s) = na(s);

- Contração com artigo indefinido: em + um(ns) = num(ns) / em + uma(s) = numa(s);

- Contração com pronome pessoal: em + ele(s) = nele(s)/ em + ela(s) = nelas;

- Contração com pronome demonstrativo: em + o(s) = no(s) / em + a(s) = na(s) / em + esse(s)= nesse(s) / em + essa(s) = nessa(s) / em + aquele(s) = naquele(s) / em +aquela(s) = naquela(s) / em + isto = nisto / em + isso = nisso / em + aquilo =naquilo;

- Contração com pronome indefinido: em + outro(s) = noutro(s) /em + outra(s) = noutra(s);

- Contração coloquial da preposição “para” com artigo definido ou pronome: para + o(s) =pro(s) / para + a(s) = pra(s);

- Contração da preposição “por” com artigo definido ou pronome: por + o(s) = pelo(s) / por+ a(s) = pela(s).

Observação: na linguagem informal podemos encontrar todo o tipo de contração, não admitidas na norma padrão: cadê ou quedê (onde + está); pra e pro. Essas formas devem ser evitadas e nunca usadas em documentos formais, redações, entre outros. Quanto a preposição “per”, você sabia que era utilizada antigamente na língua portuguesa, cuja expressão latina per capita, em português (por cabeça)ainda a mantém? Usamos atualmente a preposição“por” que formam as contrações: pelo,pela, pelos, pelas junto a artigos definidos.

Até o próximo encontro!

Professora Sandra Ceraldi Carrasco, consultora e especialista em língua portuguesa, autora de livros e periódicos na área. Há mais de 20 anos ministra cursos e palestras, com índice recorde de aprovação. Seu mais recente trabalho aborda de forma prática o Acordo Ortográfico. Atualmente é coordenadora do curso preparatório IPA. Contato: professora.sandracarrasco@uol.com.br.

Comentários

Mais Lidas