Edital em breve

Câmara de Goiânia/GO: definida banca para 100 vagas

Comissão do concurso já está formada. Seleção é necessária para atender a uma decisão do Ministério Público. Oportunidades serão para diversos cargos

Fernando Cezar Alves
Publicado em 25/04/2018, às 11h36

A Câmara Municipal de Goiânia, em Goiás, divulgou, por meio de publicação em diário oficial, no último dia 20 de abril, o nome da banca organizadora do seu aguardado concurso público. A escolhida é a Universidade Federal de Goiás (UFG) e, como o contrato com a empresa já está assinado, a publicação do edital pode ocorrer a partir dos próximos dias.

A realização do concurso vem sendo acelerada desde 28 de novembro, quando aprovado o projeto de lei para a criação de 75 vagas, que serão destinadas ao certame, que conta com previsão de aproximadamente 100 postos, já considerando as oportunidades para cadastro reserva de pessoal.

O concurso, inicialmente previsto para ocorrer no final de 2016, agora deverá ter início, com o objetivo de atender a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com o Ministério Público. “Estamos criando 75 novas vagas e um cargo que, somado aos já existentes, faz com que a Câmara tenha um total de 211 cargos efetivos”, disse o presidente da casa, vereador Andrey Azeredo (PMDB). “Fizemos a inserção de um único novo cargo, o do profissional de libras, para nos adequarmos à Legislação federal e permitirmos que todas as transmissões da casa, do plenário e das comissões tenham esse servidor para informar os fatos àqueles que têm necessidades especiais”,disse.

De acordo com o vereador, o concurso deverá contemplar as mais diversas áreas, como comunicação e procuradoria. “O projeto foi aprovado hoje no plenário em primeira votação e agora segue para a Comissão do Trabalho. Sendo analisado e aprovado lá, voltará para a segunda votação plenária e depois será enviado para veto ou sanção do prefeito. Se for sancionado, faremos um concurso público o mais breve possível. Temos conseguido mobilizar os vereadores. O projeto já tem parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça e foi aprovado pelos vereadores sem nenhuma manifestação em contrário. Espero que os trâmites continuem nessa celeridade para que possamos, já no primeiro trimestre do ano que vem, ter o edital publicado e realizar o certame”, disse. “Fizemos estudos de impacto na nossa diretoria financeira e verificamos que tudo está dentro das possibilidades da Câmara, da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Constituição da República, que determina que não podemos gastar mais de 70% do nosso orçamento com o funcionalismo público”.  

Desde 3 de abril de 2017, quando publicada a portaria 240,  o concurso já conta com sua comissão organizadora constituída. Além disso, no final de 2016, foi aprovado o  projeto de lei 259/2016, que cria 100 oportunidades para o certame, em diversas carreiras, já considerando cargos com previsão de cadastro reserva.

A comissão do concurso é presidida pelo diretor de controle interno da câmara Herbert de Vasconcelos Barros.Conta, ainda, com o diretor legislativo Paulo de Tarso Lêda, diretor de recursos humanos Aderilton Bezerra dos Santos, a servidora Marília Roriz Silva de Freitas, consultora econômica Ulda de Oliveira, agente administrativo Osório de Carvalho Oliveira e assessoras técnico legislativa Cassandra Arruda de Sousa Araújo e Maria Olina Gomes.

Cargos

A oferta de vagas prevista para o concurso  está distribuída da seguinte forma: procurador jurídico legislativo (8 vagas), assessor técnico legislativo – gestor ambiental (1), assessor técnico legislativo – medicina – clínica geral (1), assessor técnico legislativo – medicina do trabalho (2), assessor técnico legislativo- psicologia (1), assessor técnico legislativo  - contabilidade (5 e 1 cadastro de reserva),assessor técnico legislativo – assessoria geral (8), assessor técnico legislativo – fisioterapia (1), assessor técnico legislativo – enfermagem do trabalho (1), analista de sistemas (4), gestor público (2 e 2 cadastros),fotógrafo (2), assessor para assuntos legislativos (4 + 2 CR), agente de segurança legislativo (8), atendente de recepção e cerimonial (1 + 3 CR),motorista (1 + 3 CR), agente administrativo (27 + 3 CR), técnico de informática(4 + 2 CR), técnico em segurança do trabalho (2) e técnico em telecomunicações(1).  

 

Mais Lidas