Concurso Correios: projeto de privatização deve ser enviado em breve ao congresso

Correios devem ser prioridade no processo de privatização de empresas públicas do governo Jair Bolsonaro. Proposta em ajustes finais

Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 21/10/2020, às 11h29 - Atualizado às 15h28

Correiros: carros de entrega dos Correios
Divulgação

Sem previsão de quando poderá ser realizado um novo concurso Correios, a empresa é considerada prioridade dentro do programa de privatizações do governo Bolsonaro. O projeto de lei para a venda da estatal já foi assinado pelo ministro da economia, Paulo Guedes, e deve ser encaminhado nos próximos dias ao Congresso Nacional. A expectativa é de que o processo seja concluído até meados do próximo ano.

A expectativa do governo é de que o projeto de lei seja aprovado rapidamente, no decorrer das próxima semanas, ainda em 2020, no sentido de dar margem para todos os procedimentos necessários para que a empresa seja efetivamente privatizada até dezembro de 2021.

O envio do projeto depende apenas de última análise e assinatura do presidente Jair Bolsonaro. 

De acordo com o ministro das comunicações, Fábio Faria, já existem ao menos ao menos quatro empresas interessadas na compra da da empresa:  Amazon, FedEx, DHL e Magazina Luiz.

Concurso Correios: saiba quando foi a última seleção 

O último concurso Correios para efetivos ocorreu em 2018, quando foram oferecidas 88 vagas, além de formar cadastro reserva de pessoal, para cargos nas áreas de engenharia saúde e segurança. As oportunidades foram destinadas a candidatos com exigência de ensino médio e nível superior e a banca organizadora, na ocasião, foi o Instituto Americano de Desenvolvimento

No caso de ensino médio, as opções foram para os cargos de auxiliar de enfermagem do trabalho júnior e técnico em segurança do trabalho.

Para nível superior, enfermeiro do trabalho júnior, engenheiro de seguraça do trabalho júnior e médico do trabalho júnior   

concursosconcursos federaisconcursos 2020provas anteriores

Comentários

Mais Lidas