Publicado: 27/01/2017 - 11:27 | Atualizado: 30/01/2017 - 14:35
Publicado: 27/01/2017 - 11:27 | Atualizado: 30/01/2017 - 14:35

Concurso CRBio-01: vagas de níveis médio e superior

As inscrições no concurso do Conselho Regional de Biologia da 1ª Região (CRBio-01) serão aceitas entre os dias 9 de fevereiro e 17 de março. Salários iniciais chegam a R$ 6,6 mil

SP, MT e MS

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O Conselho Regional de Biologia da 1ª Região (CRBio-01) publicou edital de abertura das inscrições do concurso público que preencherá nove vagas. A lotação ocorrerá nos Estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
O cargo de técnico/auxiliar administrativo (5 vagas) requer conclusão de ensino médio ou equivalente, fornecida por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e o salário inicial de R$ 3.292,15. As ofertas estão distribuídas entre as cidades de São Paulo/SP (2), Campo Grande /MS (1) e Cuiabá/MT (2).  
Já para aqueles que têm o nível superior e registro no respectivo órgão de classe, as chances são para a cidade de São Paulo/SP, para as carreiras de advogado (1), analista de tecnologia da informação (1), fiscal/biólogo (1) e jornalista (1). A remuneração é de R$ 6.625,21. 
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA - CRBio-01 - AUXILIAR ADMINISTRATIVOAPOSTILAS ONLINE E IMPRESSA - CRBio-01 - ANALISTA / JORNALISTA / FISCAL BIÓLOGO
Os servidores do CRBio-01 ainda receberão os seguintes benefícios mensais: vale-refeição; vale-transporte; e plano de saúde. 
Segundo o edital, o candidato contratado, pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), deverá prestar serviços dentro do horário estabelecido pela administração, podendo ser diurno e/ou noturno, em dias de semana, sábados, domingos e feriados, obedecida a carga horária semanal de trabalho.

Participação no concurso do CRBio-01


As inscrições serão abertas a partir das 10h do dia 9 de fevereiro. A ficha de cadastro estará disponível no endereço eletrônico da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), até as 16h do dia 17 de março. 
O candidato deverá, ainda, efetuar o pagamento da taxa de participação, nos valores de R$ 60 para o emprego de auxiliar administrativo e R$ 90 para os demais postos. 

Avaliações do CRBio-01


A prova objetiva contará com 50 questões de múltipla escolha para ensino médio e 60 questões para nível superior, que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, atualidades, raciocínio lógico, noções de informática e/ou conhecimentos específicos. 
A avaliação prático-profissional será realizada no mesmo dia da objetiva, apenas para o cargo de advogado. Serão analisados o conhecimento técnico e a capacidade teórico-prática do candidato em desenvolver a peça apresentada com clareza, coerência e objetividade; a organização do texto, a análise e síntese dos fatos examinados, a adequação de legislação, assim como a correção gramatical; e o raciocínio jurídico, a fundamentação e a sua consistência, a capacidade de interpretação e exposição e a técnica profissional demonstrada.
As provas do concurso do CRBio-01 serão aplicadas na mesma cidade do local de trabalho, no dia 30 de abril. O edital de convocação, contendo os locais e horários dos exames, será publicado, oportunamente, no site da Fundação Vunesp. 

Vídeos CRBio

Assista as dicas para provas da Fundação Vunesp


Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 08/02/2018 - 15:53

Nova Monte Verde/MT: concurso inscreve só até 9/2

Concurso da Prefeitura de Nova Monte Verde selecionará para carreiras de níveis médio/técnico e superior que oferecem salários iniciais entre R$ 1,1 mil e R$ 12,3 mil

31 vagas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Chegam ao fim nesta sexta-feira (9) as inscrições para o processo seletivo da Prefeitura de Nova Monte Verde, em Mato Grosso, destinado a preencher 31 vagas temporárias. A oferta salarial varia de R$ 1.133,36 a R$ 12.392,82.
Ensino médio e formação técnica (apenas para algumas áreas) são requisitos para auxiliar de consultório odontológico (2), técnico de laboratório (1), técnico em enfermagem (10), fiscal de vigilância sanitária (1), técnico em radiologia (1), ouvidor do SUS (1) e técnico agrícola (1).
Em nível superior há oportunidades no concurso da Prefeitura de Nova Monte Verde para médico (3), odontólogo (2), fisioterapeuta (1), fonoaudiólogo (1), farmacêutico (1), enfermeiro (1), assistente social (1), psicólogo (2), veterinário (1) e engenheiro ambiental (1).

Concurso Prefeitura Nova Monte Verde: inscrições e prova


Os interessados podem se inscrever presencialmente na Prefeitura de Nova Monte Verde, até as 12h, ou enviando e-mail para rh@novamonteverde.mt.gov.br, até as 13h. Não há cobrança de taxa.
Marcada para 25 de fevereiro, a prova objetiva cobrará a resolução de 25 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, raciocínio lógico e conhecimentos gerais e específicos. 
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Nova Monte Verde terá validade de um ano. 

Atribuições do ouvidor do SUS no concurso da Prefeitura de Nova Monte Verde


Ouvir os usuários do Sistema Único de Saúde, em seus anseios e/ou reclamações; Realizar orientações na consecução dos processos por parte dos usuários do SUS; Atender aos usuários do SUS com cortesia e presteza aos seus anseios e reclamações; Levar ao conhecimento da Secretaria Municipal de Saúde e do chefe do Poder Executivo os pontos críticos de reclamações dos usuários; Prestar informações aos demais profissionais da saúde acerca de sua área, na realização das oitivas da população e dos usuários do SUS; Planejar, gerenciar, coordenar, executar e avaliar o montante e os tipos de reclamações, os pontos falhos, segundo as reclamações e denúncias; Retornar ao usuário reclamante a solução da problemática por ele questionada. 
Continuar lendo

Atualizado: 08/02/2018 - 15:44

Concurso TJ/SP 2018: últimos dias de inscrição

As chances no concurso do TJ/SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) são para candidatos de nível médio, com remuneração de R$ 6,1 mil. Oportunidades no litoral e interior

235 vagas para escrevente

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Terminam na próxima quarta-feira (14) as inscrições do concurso do TJ/SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) para o provimento de 235 vagas no cargo de escrevente técnico judiciário. As chances serão lotadas no interior e litoral paulista.
As oportunidades são para todas as Circunscrições Judiciárias que compõem as 2ª, 3º, 5ª, 6ª, 7ª, 8º, 9ª e 10ª Regiões Administrativas Judiciárias, com sedes nas cidades de Araçatuba, Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. Confira no edital de abertura a relação completa de cidades abrangidas.
Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível médio. A remuneração do escrevente técnico judiciário do TJ/SP é de R$ 6.193,73, sendo que as parcelas que a compõem são: salário inicial de R$ 4.706,53, auxílio-alimentação de R$ 990, auxílio-saúde de R$ 330 e auxílio-transporte de R$ 167,20.

Como participar do concurso do TJ/SP 2018


A ficha de cadastro está disponível no endereço eletrônico da banca organizadora do processo seletivo, a Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). 
Será cobrada uma taxa de participação do concurso do TJ/SP 2018, no valor de R$ 68, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento da rede bancária.

APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA CONCURSO TJ/SP 2018 - ESCREVENTE TÉCNICOCURSO ONLINE CONCURSO TJ/SP 2018 - ESCREVENTE TÉCNICOVIDEOAULA PARA TRIBUNAL DE JUSTIÇAPROVA ANTERIOR DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
Além das vagas oferecidas no concurso, o presidente do TJ/SP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, encaminhou para a Assembleia Legislativa (Alesp), no final de dezembro, um projeto de lei que cria mais 250 vagas de escrevente para o interior e litoral. Veja mais informações da proposta, clicando aqui.   

Provas do concurso do TJ/SP 2018


A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. As questões de múltipla escolha serão distribuídas em blocos, como segue: bloco I língua portuguesa; bloco II conhecimentos em direito; bloco III conhecimentos gerais (atualidades, matemática, informática e raciocínio lógico).

Ads

Prepare-se para o TJ-SP Interior – Escrevente

Tenha uma preparação completa para o TJ-SP com os materiais mais completos e atualizados do mercado. Clique Aqui!

Com duração de cinco horas, a prova do concurso do TJ/SP será aplicada na Comarca Sede de cada região no dia 25 de março de 2018. A confirmação da data e os locais e horários do exame serão comunicados no edital de convocação, a ser publicado, oportunamente, no site da Fundação Vunesp.

Os candidatos habilitados e melhor classificados na objetiva serão convocados para a prova prática de formatação e digitação, apenas eliminatória. Ela irá aferir o conhecimento e habilidades do candidato, utilizando o editor de texto em microcomputador do tipo PC, em ambiente gráfico Microsoft Windows.
CURSO ONLINE TJ/SP - PORTUGUÊSCURSO ONLINE TJ/SP - DIREITO CONSTITUCIONAL

O que faz o escrevente técnico judiciário do TJ/SP


Segundo o edital do concurso do TJ/SP, o escrevente será responsável por executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça; dar andamento em processos judiciais e administrativos; atender ao público interno e externo; elaborar e conferir documentos; controlar a guarda do material de expediente; atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.
De acordo com o juiz de direito da 7ª Vara da Família e das Sucessões do Fórum João Mendes Júnior, na capital paulista, João Batista Amorim de Vilhena Nunes, exercer a atividade de escrevente significa lidar com os processos de forma direta, ou seja, emitir documentos como mandados e ofícios, preparar expedientes e fazer fichamentos para acompanhar a situação de tais processos. As atribuições caracterizam-se como de ordem administrativa. Para o escrevente técnico judiciário Paulo César Cicarello, servidor da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais no Fórum João Mendes Júnior, além das atribuições descritas pelo juiz de direito, o trabalho consiste em autuar petições, expedir cartas e prestar atendimento ao público de uma forma geral (a maioria advogados).
Veja também: como estudar para concursos da Fundação Vunesp
Vilhena Nunes tem 33 anos de carreira, cinco deles como escrevente e 28 como juiz, e revela que o ofício é aprendido na prática, pois não há como adquirir experiência fora do sistema judiciário. Da mesma ideia compartilha Cicarello, que afirma: “desde que preencha os requisitos exigidos no edital do concurso, qualquer um pode se tornar escrevente. No entanto, dadas as características que a profissão exige, aqueles que têm facilidade para lidar com o público e os companheiros de trabalho se adaptam melhor”.
O contratado para ocupar essa função atua em um cartório determinado, mas também é possível desenvolver as suas atividades como “escrevente de sala”. Neste último caso, diretamente com o juiz, em uma Vara específica, auxiliando-o nos processos para despacho ou audiência.
Saiba mais sobre a carreira de escrevente técnico judiciário

Mais 250 vagas de escrevente


O presidente do TJ/SP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, encaminhou, no final de dezembro, para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto de lei complementar 34/2017, que tem por objetivo ampliar a abrangência do TJ/SP, com a criação de diversas varas judiciais no Estado, em diversas cidades do interior e litoral. Com isto, a proposta também busca ampliar o quadro de servidores do órgão, com a criação de 442 vagas, sendo 282 para preenchimento efetivo, por meio de novos concursos públicos ou convocação de aprovados em concursos em validade, e 160 para cargos comissionados.
Das 282 oportunidades para cargos efetivos, 32 são para o cargo de juiz e 250 para a almejada carreira de escrevente técnico judiciário, podendo ser preenchidas por aprovados no atual concurso em andamento para o interior e litoral do Estado. Saiba mais sobre o PL.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA CONCURSO TJ/SP 2018 

Atualizado: 08/02/2018 - 13:36

Câmara de Altair/SP seleciona para quatro vagas

Concurso da Câmara de Altair, no interior paulista, selecionará para carreiras de serviços gerais, contador e procurador legislativo. Salários iniciais chegam a R$ 6 mil

Inscrições até 9/2

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Câmara de Altair, em São Paulo, recebe até 9 de fevereiro as inscrições para o concurso público destinado a preencher quatro vagas em carreiras no Legislativo.
Com oferta de dois postos, o cargo de serviços gerais paga R$ 972,85 e pode ser disputado por profissionais alfabetizados.
As demais oportunidades são para contador e procurador legislativo, ambas com exigência de curso superior e salário de R$ 4.000 e R$ 6.000, respectivamente.
Os interessados em participar do concurso da Câmara de Altair devem se inscrever pelo site www.sawabonaconcursos.com.br. As taxas custam R$ 30 (candidatos alfabetizados) e R$ 60 (graduados). 

Sobre as provas do concurso da Câmara de Altair 2018


O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos) e de títulos (funções de nível superior), em 4 de março, além de exame prático para serviços gerais, em data a ser definida.
De acordo com o edital, o concurso da Câmara de Altair terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Legislativo.

Concurso Câmara Altair 2018: o que vai cair na prova para serviços gerais


Língua portuguesa – Alfabeto da Língua Portuguesa; Ordem Alfabética; Ordenação de Frases; Ortografia; Divisão Silábica e Classificação quanto ao número de sílabas; Frases: Interrogativa – Exclamativa – Afirmativa – Negativa; Classes de Palavras; Comparação de palavras entre si: Sinônimos e Antônimos; Acentuação Gráfica; Sinais de Pontuação; Concordância dos Nomes (substantivos) e dos Verbos; Análise e Interpretação de Textos. 
Matemática – Conjunto dos números naturais: quatro operações fundamentais – resolução de problemas sobre as quatro operações; Sistema de numeração decimal: números até bilhão; Noções de: dúzia, arroba, metade, dobro, triplo, um quarto ou quarta parte, um terço ou terça parte; Medidas de: comprimento, superfície, massa, capacidade e tempo – transformações – problemas; Número decimal: operações. Sistema Monetário Nacional – Real; Perímetro e área de quadrado e retângulo; Operações com frações; Operações com números decimais. 
Conhecimentos específicos – Noções de limpeza e higiene; Destinação do lixo; Produtos apropriados para limpeza de: pisos, paredes, vasos sanitários, azulejos, etc.; Conhecimentos e uso dos utensílios de trabalho braçal; Noções de Hierarquia; Preparo e distribuição de café, chá, suco etc.; Limpeza interna e externa de prédios, banheiros, escolas, bem como de móveis e utensílios. Varrição de superfícies diversas; Noções de Segurança no Trabalho; Conhecimento e uso de ferramentas: enxada, foice, pé de cabra, pá, lima, vassoura, escovão, outros; Carregamento e descarregamento de terra, areia e entulhos em caminhões; Conservação de ferramentas diversas; Carregamento e empilhamento de tijolos, blocos, telhas; Uso de carriolas e similares; Abertura de valas com utilização de ferramentas manuais; Limpeza de veículos e máquinas; Carregamento e descarregamento de objetos como: madeiras, móveis, maquinários.

Atualizado: 08/02/2018 - 12:33

AGU: pedido de concurso tem dez avanços nesta semana

Embora a AGU tenha confirmado aval do ministério para o preenchimento de 100 oportunidades, o processo ainda tramita internamente no órgão

 Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O pedido de autorização do novo concurso público 2018 da Advocacia Geral da União (AGU) contou com dez avanços no  Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) somente no decorrer desta semana. Apenas na segunda-feira, dia 5, o processo tramitou por nove setores internos do órgão e na última quarta, 7 de fevereiro, foi entregue para análise na Divisão de Concursos Públicos. A expectativa é de que a seleção seja finalmente autorizada pelo MPDG no decorrer das próximas semanas.
O pedido encaminhado pelo órgão é de 1.364 vagas. Porém, em 18 de julho, a AGU chegou a anunciar, por meio de sua assessoria de imprensa, que a seleção já havia sido autorizada pelo MPDG, para o preenchimento de 100 oportunidades. No entanto, a autorização não chegou a ser efetivamente publicada em diário oficial na ocasião e processo do pedido continua tramitando internamente no ministério.   “A realização deste concurso é um passo importante no processo de fortalecimento do quadro de servidores da AGU. Todos nós sabemos que as vitórias obtidas pela nossa instituição somente serão possíveis graças, também, à incansável dedicação diária de nossos servidores”, disse, quando do envio do pedido do concurso, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da AGU, a seleção contará com oportunidades de níveis médio e superior, mas a distribuição por escolaridade ainda será confirmada. Mas já está certo que serão para áreas de apoio às carreiras jurídicas do órgão. 
As remunerações iniciais, já confirmadas, serão de R$ 4.100 para cargos com exigência de ensino médio e R$ 6.200 para aqueles com exigência de nível superior, considerando vencimentos básicos e gratificações.

Cargos solicitados pela AGU


Embora a distribuição das vagas imediatas e cadastros ainda não tenha sido confirmada, a expectativa é de que sejam para as carreiras do pedido de 1.364 postos encaminhado ao Ministério do Planejamento. Do total solicitado, 782 foram para cargos de ensino médio e 582 para nível superior.
Para ensino médio, o pedido foi para os cargos de assistente técnico administrativo (com 349 vagas) e técnico em contabilidade (433). Desta forma, a expectativa é de que as duas carreiras constem na nova seleção, embora com oferta menor de vagas.
Para nível superior, o pedido foi para os cargos de administrador (170), analista de sistemas (38), analista técnico administrativo (20), arquivista (17), bibliotecário (18), engenheiro (15), contador (258), estatístico (16), médico (9), técnico em assuntos educacionais (10) e técnico em comunicação social (11). 

Ads

Material especial - Concurso AGU

O Estratégia Concursos preparou material completo, com aulas gratuitas, vídeos e questões comentadas para a sua preparação. Confira 


Novas vagas

  Vale ressaltar que tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 6788/17, que cria mais 3.000 vagas no órgão, sendo 2.000 para o cargo de analista técnico de apoio à atividade jurídica e 1.000 para técnico de apoio à atividade jurídica.
Para técnico, para concorrer será exigido apenas ensino médio, com inicial de R$ 4.669,35, com gratificações. Para analistas, nível superior, com inicial de R$ 6.985,34.  

Mais informações sobre este projeto podem ser obtidas aqui

Concurso Anterior

O último concurso da AGU para cargos da área de apoio operacional ocorreu em 2014, quando foram oferecidas 100 oportunidades, para preenchimento para a sede, em Brasília, bem como para a Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP/PR), pelo regime jurídico únicos dos servidores civis da união, autarquias e fundações públicas federais.

Para o quadro de nível superior da AGU foram oferecidas oportunidades para os cargos de analista de sistemas (10 postos), analista técnico administrativo (34), bibliotecário com registro profissional (3) e técnico em comunicação social (3). Para quem possui formação técnica, a oferta foi de dez vagas para a carreira de técnico em contabilidade.

Já na Secretaria dos Portos, para nível médio foram dez vagas para agente administrativo e sete para técnico em contabilidade. Para nível superior, a oferta foi para os cargos de administrador (4), analista técnico administrativo (15), contador (2) e economista (2).

A banca organizadora do concurso, na ocasião, foi o Idecan.

Antes disso, a seleção anterior para a área técnica ocorreu em 2006, quando foram registrados 25 mil inscritos para a oferta de 336 vagas, somente para candidatos de nível superior, para os cargos de administrador, contador, economista e engenheiro. Neste caso, a banca organizadora foi o Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade do Rio de Janeiro (NCE/UFRJ).

concurso-AGU

Sobre a AGU

Cabe à Advocacia Geral da União representar a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo-lhe, nos termos da lei complementar que dispuser sobre sua organização e funcionamento, as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo. Em termos de representação judicial, sua atividade é exercida em defesa dos interesses dos referidos entes nas ações judiciais em que a União figura como autora, ré ou, ainda, terceira interessada. A representação extrajudicial é exercida perante entidades não vinculadas à justiça, como órgãos administrativos da própria união, estados ou municípios.

Atualizado: 08/02/2018 - 11:25

Mirante do Paranapanema/SP inscreve para 31 postos

Oportunidades são para os cargos de auxiliar de desenvolvimento infantil, auxiliar de saúde bucal, operador de máquina rodoviária e técnico de enfermagem, com iniciais até R$ 1.081

Fundamental, médio e técnico

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura do Mirante do Paranapanema, no interior paulista, a 616 km da capital, próxima a Presidente Prudente, recebe inscrições em seu concurso público, que oferece 31 vagas, sendo duas para quem possui ensino fundamental incompleto, seis para ensino médio técnico e 23 para ensino médio, com remunerações iniciais que variam de R$ 954 a R$ 1.081,58, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais. O atendimento vai até o próximo dia 14 de fevereiro.

Ensino Fundamental

Quem possui ensino fundamental incompleto pode concorrer ao cargo de operador de máquina rodoviária. Neste caso, os interessados também devem possuir carteira de habilitação categoria “D” ou superior, com remuneração inicial de R$ 954.

Ensino Médio


No caso de ensino médio, as oportunidades são para os cargos de auxiliar de desenvolvimento infantil (22 vagas, com ensino médio com habilitação em educação infantil, modalidade normal ou curso normal superior destinado para educação infantil e para as primeiras séries do ensino fundamental ou, ainda, nível superior em pedagogia, com inicial de R$ 1.081,58) e auxiliar de saúde bucal (1, com registro no conselho, R$ 954).
Por fim, no caso de ensino médio técnico, o concurso conta com seis vagas para o cargo de técnico de enfermagem, com necessidade de registro no conselho e inicial de R$ 954.
As inscrições podem ser feitas pela internet, na página eletrônica da banca organizadora do concurso, a KLC Concursos, que é www.klcconcursos.com.br
As taxas são de R$ 35 para cargos com exigência de ensino fundamental e R$ 65 para médio e técnico.
Quem deixar a inscrição para o último dia poderá efetuar o pagamento da taxa no dia 15 de fevereiro.
A aplicação das provas objetivas está marcada para o dia 25 de fevereiro.
As contratações  serão feitas de acordo com o regime estatutário, durante o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.

Atualizado: 08/02/2018 - 11:12

Orindiúva/SP abre concurso público para três cargos

Com inscrições abertas entre 14 e 28 de fevereiro, o concurso da Câmara de Orindiúva tem oportunidades para zeladora, contador e procurador jurídico

Inicial de até R$ 3,6 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Câmara Municipal de Orindiúva, no interior de São Paulo, realiza concurso público para contratar três servidores em seu quadro pessoal. Para cada cargo oferecido, é disponibilizada uma vaga imediata.
Candidatos com ensino fundamental completo estão aptos para pleitear a carreira de zeladora, cuja remuneração inicial corresponde ao valor de R$ 1.004,50.
Para os profissionais que têm formação superior e registro no conselho de classe, o edital do concurso da Câmara de Orindiúva dispõe de chances para contador e procurador jurídico. Os salários são de R$ 3.626,37.
As inscrições ficarão abertas no período de 14 a 28 de fevereiro no endereço eletrônico da Unisisp (www. unisisp.com.br), que está responsável pela organização do certame.
Depois de preencher a ficha de participação do concurso da Câmara de Oriundiúva, os concursandos precisam pagar uma taxa no valor de R$ 25 (nível fundamental) ou R$ 50 (superior).

Etapas do concurso da Câmara de Oriundiúva/SP 2018


Todos os participantes serão submetidos a uma prova objetiva com questões de múltipla escolha no dia 8 de abril, a partir das 9h, na EMEF Joaquim Mendonça, situada na rua Miguel Bueno Guimarães, 301 – Jardim Paulista.
Para zeladora, o exame apresentará 60 perguntas, sendo 30 de língua portuguesa e 30 de matemática. Já para os demais postos, serão 80 itens, dos quais 60 de conhecimentos específicos e 20 de língua portuguesa.

Principais atribuições dos cargos


Zeladora – Executar as atividades de zeladoria, limpeza e manutenção das dependências internas e externas da câmara, garantindo as condições de higiene e conservação; abrir e fechar diariamente as instalações da câmara municipal, nos horários de expediente, e nos horários das sessões ordinárias, extraordinárias e solenes, ou conforme determinações superiores; ligar ventiladores, condicionadores de ar, luzes e demais aparelhos elétricos, instalados em áreas comuns da câmara municipal, e desligá-los no final do expediente; entre outras tarefas. 
Contador – Realizar e ter responsabilidade técnica por todo o trabalho da Contabilidade, zelando pelo bom desenvolvimento de suas atividades; assistir e assessorar o presidente na estipulação de políticas, programas, planos, projetos, diretrizes e metas, quanto aos aspectos financeiros; controlar os assuntos financeiros e fiscais pertencentes ao legislativo; assessorar os vereadores na fiscalização contábil da câmara, da prefeitura e demais órgãos da administração direta, indireta, autárquica e fundacional; entre outras tarefas. 
Procurador jurídico – Assessorar os vereadores e demais funcionários do legislativo nos assuntos jurídicos da câmara; defender, judicial ou extrajudicial os interesses e direitos da câmara; emitir parecer sobre consultas formuladas pelo presidente, demais vereadores ou pelos órgãos da câmara, sob o aspecto jurídico e legal; redigir e examinar projetos de leis, resoluções, justificativas de vetos, emendas, regulamentos, contratos e outros atos de natureza jurídica; entre outras tarefas.

Atualizado: 08/02/2018 - 09:28

Concurso Petrobras: saiu edital com 666 vagas

Com vagas imediatas e para compor cadastro reserva, a Petrobras busca profissionais dos ensinos médio e superior. A remuneração chega a R$ 10.726,45

Em todo o país

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Petrobras (Petróleo Brasileiro S.A) divulgou no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 8, seu novo edital de concurso público com um total de 666 vagas, sendo 111 para contratação imediata e outras 555 para compor cadastro reserva. Há oportunidades para candidatos dos níveis médio e superior nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Sergipe, Amazonas, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia e Rio de Janeiro, além do polo Nacional. A organizadora é a Fundação Cesgranrio.

Vagas – Concurso Petrobras 2018

Quem possui ensino médio pode concorrer aos cargos técnico de administração e controle júnior, técnico de comercialização e logística júnior, técnico de exploração de petróleo júnior – geologia, técnico de inspeção de equipamentos e instalações júnior, técnico de logística de transporte júnior – controle, técnico de logística de transporte júnior – operação, técnico de manutenção júnior – instrumentação, técnico de segurança júnior, técnico de suprimento de bens e serviços júnior – administração, técnico de suprimento de bens e serviços júnior – mecânica e técnico químico de petróleo júnior. Os salários chegam a R$ 4.513,13.

Já para os candidatos com ensino superior completo, as vagas são nas carreiras de enfermeiro do trabalho júnior, engenheiro de equipamentos júnior – elétrica, engenheiro de equipamentos júnior – eletrônica, engenheiro de equipamentos júnior – inspeção, engenheiro de equipamentos júnior – mecânica, engenheiro de meio ambiente júnior, engenheiro de petróleo júnior, engenheiro de processamento júnior, engenheiro de segurança júnior, engenheiro naval júnior, geofísico júnior – física, geofísico júnior – geologia, geólogo júnior e médico do trabalho júnior. O salário básico é de R$ 6.350,99, com garantia de remuneração mínima de R$ 10.726,45.

Etapas - Concurso Petrobras 2018

As provas objetivas do concurso público da Petrobras serão aplicadas na data provável de 8 de abril, nas cidades de Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macaé/RJ, Maceió/AL, Manaus/AM, Mauá/SP, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santos/SP, São José dos Campos/SP, São Luís/MA, São Mateus/ES, São Mateus do Sul/PR, São Paulo/SP e Vitória/ES

APOSTILA CONCURSO PETROBRAS 2018 - TÉCNICO DE LOGÍSTICA DE TRANSPORTE
APOSTILA CONCURSO PETROBRAS 2018 - TÉCNICO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTROLE JUNIOR 
CURSO CONCURSO PETROBRAS 2018 - DIVERSOS CARGOS

As avaliações terão duração quatro horas para os cargos de nível médio e de quatro horas e meia para os cargos de nível superior. A seleção será válida por um ano, prazo que pode ser prorrogado pelo mesmo período. As contratações são no regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Inscrições – Concurso Público Petrobras 2018

As inscrições para o concurso público da Petrobras já estão abertas e devem ser efetuadas até 23h59 do dia 5 de março, observado o horário oficial de Brasília/DF, por meio do formulário específico disponível no site www.cesgranrio.org.br. É necessário também imprimir o boleto bancário e efetuar o pagamento do valor de inscrição, em qualquer banco. A taxa custa R$ 67 para nível superior e R$ 47 para nível médio.

Conteúdo programático - Cargos nível médio

Língua portuguesa - Interpretação textual. Pontuação: emprego da vírgula. Emprego do acento indicativo de crase. Ortografia (escrita correta das palavras e acentuação gráfica - em conformidade com o novo acordo ortográfico). Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise). Uso dos pronomes relativos. Concordância verbal e nominal. Regência verbal. Uso das palavras: porque, por que, porquê e porquê; que; se; há e a. Classes das palavras e suas funções sintáticas.

Matemática - Teoria dos Conjuntos. Conjuntos Numéricos. Relações entre conjuntos. Funções exponenciais, logarítmicas e trigonométricas. Equações de 1º grau. Equações Polinomiais reduzidas ao 2º grau. Equações exponenciais, logarítmicas e trigonométricas. Análise Combinatória: permutação, arranjo, combinação. Eventos independentes. Progressão Aritmética. Progressão Geométrica. Matrizes. Determinantes. Sistemas Lineares. Trigonometria. Geometria Plana. Geometria Espacial. Geometria Analítica: equação da reta, parábola e círculo. Matemática Financeira: capital, juros simples, juros compostos, montante.

Atualizado: 07/02/2018 - 15:24

Carapicuíba/SP realiza concurso para dois cargos

Oportunidades serão para os cargos de agente de trânsito e coveiro, respectivamente, com ensino médio e alfabetização. Iniciais de até R$ 950

 Perto da capital

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A partir do próximo dia 16 de fevereiro, a Prefeitura de Carapicuíba, na região da Grande São Paulo, a apenas 21 km da capital, receberá inscrições em seu concurso público, que conta com a oferta de 13 vagas, sendo dez para o cargo de agente de trânsito e três para a carreira de coveiro, que contam, respectivamente, com remunerações iniciais de R$ 950,78 e R$ 937, ambos com jornada de trabalho de 40 horas semanais. O atendimento vai até 16 de março.
Para concorrer ao cargo de agente de trânsito é necessário possuir ensino médio completo e carteira de habilitação nas categorias “A” e “B”, contendo a especificação “exercendo atividade remunerada”. Já no caso de coveiro, para concorrer basta possuir alfabetização.
As inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da organizadora, a RBO, que é www.rboconcursos.com.br. 
Para as duas carreiras, a taxa será de R$ 23,70.
A aplicação das provas objetivas está marcada para ocorrer em 15 de março. No caso de agente de trânsito serão 30 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de matemática e dez de conhecimentos específicos. 
No caso de coveiro serão 20, sendo dez de língua portuguesa e dez de matemática. 
Para os dois cargos também haverá prova prática.
As contratações serão feitas de acordo com o regime estatutário, durante o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, podendo ser prorrogada uma vez, pelo mesmo período.   

Atualizado: 07/02/2018 - 11:04

Concurso Arsesp/SP 2018: saiu edital para 46 vagas

Novo concurso da Arsesp preencherá 42 postos de especialista e quatro de analista. Salários iniciais chegam a R$ 6,2 mil. Inscrições abrem em 20 de fevereiro

Nível superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Foi publicado nesta quarta-feira (7) o edital do concurso da Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) para preenchimento de 46 vagas de nível superior
São quatro postos para analista de suporte à regulação (salário de R$ 5.207) e 42 para especialista em regulação e fiscalização de serviços públicos (R$ 6.214).
As ofertas para especialista estão distribuídas entre as áreas de elétrica (5 postos), gás canalizado (5), econômico-financeiro (6), saneamento básico (23) e relações institucionais (3).
Todos os empregos exigem experiência mínima de três anos em assuntos relacionados com as atividades a serem desempenhadas. O regime de trabalho corresponde a 40 horas semanais.
Será possível se inscrever no concurso da Arsesp 2018 entre 20 de fevereiro e 21 de março, por meio do site da Vunesp (www.vunesp.com.br), banca que organiza a seleção. O valor da taxa é de R$ 70.

Sobre as provas do concurso da Arsesp 2018


O concurso da Arsesp 2018 envolverá prova objetiva e redação. A primeira trará 80 questões de múltipla escolha, enquanto a segunda cobrará a elaboração de um texto a partir de tema proposto pela banca. 
APOSTILAS CONCURSO ARSESP 2018 - ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS / ANALISTA DE SUPORTE A REGULAÇÃO
O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática/raciocínio lógico, informática, administração pública (direito constitucional e direito administrativo), legislação e conhecimentos específicos. 
A aplicação está prevista para 29 de abril, na capital. Os candidatos terão cinco horas para concluir os exames. A convocação poderá ser acompanhada pelo Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br), além do site da Vunesp. 
De acordo com o edital, o concurso da Arsesp terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da agência. 

Salários oferecidos pela Arsesp podem crescer


O governador Geraldo Alckmin encaminhou, em 28 de dezembro, à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar 35/2017, que dispõe sobre a criação do plano de carreiras dos servidores da Arsesp. Se aprovada, a proposta acarretará reajustes salariais. 
Com a revisão dos valores, os vencimentos podem passar a ser de R$ 8.500 para especialista e R$ 7.300 para analista. Em final de carreira, os servidores poderão chegar a receber, respectivamente, R$ 14.524 e R$ 12.473, caso aprovado o projeto.

Concurso Arsesp 2018: principais atribuições do especialista (saneamento básico)


Realizar atividades de regulação e fiscalização na diretoria de saneamento por meio de estudos técnicos, normatizações, fiscalizações, monitoramento de indicadores e parâmetros relativos aos padrões, serviços e manutenção das instalações de saneamento básico. a) - Colaborar com a Superintendência de Regulação e Fiscalização para exercer as competências que lhe forem delegadas. b) - Elaborar normas técnicas e regulamentos para disciplinar a prestação de serviços. c) - Acompanhar e analisar indicadores técnicos relativos às condições de prestação dos serviços. d) - Prover apoio técnico aos processos de resolução de conflitos entre agentes do setor (usuários, prestadores de serviços, poder concedente e outros). e) - Realizar estudos técnicos e de pesquisa e desenvolvimento junto aos prestadores de serviços e demais interessados. f) - Desenvolver estudos técnicos e pareceres de apoio à fiscalização, à regulação técnica e econômico-financeira. g) - Acompanhar a evolução tecnológica e a melhoria dos produtos, serviços e práticas empresariais de agentes atuantes no setor de saneamento. h) - Fiscalizar a prestação dos serviços em seus aspectos técnicos, comerciais, contábeis, econômico-financeiros, tarifários, contratuais e planos de investimento, além de acompanhar o atendimento aos requisitos de regularidade, continuidade, eficiência, qualidade, segurança, atualidade, generalidade e cortesia. i) - Atuar na elaboração de termos de referência de contratação de serviços e produtos de apoio às atividades regulatórias e fiscalizatórias da diretoria de saneamento; j) - Fiscalizar evidências pontuais identificadas nas reclamações dos usuários dos serviços ou de demandas internas e externas. Entre outras atividades.

Principais atribuições do analista no concurso da Arsesp 2018


Responsável pelo desempenho das atividades técnicos-administrativas e logísticas de apoio às competências legais a cargo da Arsesp, tais como: a) - Executar as atividades de administração de recursos materiais e de serviços; b) - Preparar os expedientes e contratos de aquisição de bens e serviços; c) - Acompanhar sua execução financeira; d) - Executar os procedimentos licitatórios e de cadastro de fornecedores, o controle de estoques e distribuição de materiais; e) - Garantir a manutenção da infraestrutura e dos serviços necessários ao desempenho das atividades da Agência; f) - Garantir manutenção e o controle dos bens móveis e imóveis da Arsesp; g) - Controlar e organizar as informações oficiais na Agência; h) - Fazer a guarda dos autos de processos administrativos abertos, suspensos, findos, encerrados ou arquivados, abrir e encerrar processos administrativos; i) - Promover o andamento processual necessário; j) - Receber, registrar, distribuir, expedir e arquivar papéis e processos; k) - Prestar informações sobre papéis e processos; l) - Elaborar a correspondência e executar serviços básicos de editoração; m) - Executar e conferir serviços de datilografia e digitação; n) - Acompanhar a execução do plano de metas; o) - Propor a revisão ou adequação dos planos e metas anuais; p) - Contribuir na implantação das políticas e diretrizes para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dos empregados da Agência; Entre outras atividades.

Conteúdo programático parcial para o concurso da Arsesp


Língua portuguesa – Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Emprego da acentuação gráfica. Pontuação. Classes de palavras - emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Voz Ativa e Passiva. Colocação pronominal. Crase.
Matemática/raciocínio lógico – Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação, radiciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Relação entre grandezas: tabelas, gráficos e fórmulas. Razão e proporção; divisão em partes proporcionais; regra de três simples e composta; porcentagem e problemas. Juros simples e compostos. Sistemas usuais de medidas. Equações do 1º e do 2º graus; sistemas de equações. Noções de contagem, probabilidade e estatística. Estrutura lógica de relações arbitrá novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.
Informática – MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.
Administração pública – Noções de Direito Administrativo: Administração Pública Direta e Indireta: conceito. Autarquia: conceito. Autarquia Especial: conceito. Processo e Ato Administrativo (Lei estadual nº 10.177/1998). Poder de Polícia: conceito e elementos. Licitações e Contratos administrativos (Lei federal nº 8.666/1993 atualizada). Pregão presencial e eletrônico (Lei federal nº 10.520/2002, Decreto estadual nº 47.297/2002, e Decreto estadual nº 49.722/2005). Lei federal nº 8.987/1995 (sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos, art. 175 da Constituição Federal). Lei estadual nº 7.835/1992 (dispõe sobre o regime de concessão de obras públicas, de concessão e permissão de serviços públicos e dá providências correlatas). Serviços Públicos; conceito, classificação, regulamentação e controle; forma, meios e requisitos; delegação: concessão, permissão, autorização. Lei dos Consórcios Públicos: Lei Federal nº 11.107/2005 e Decreto federal nº 6.017/2007. Noções de Direito Constitucional: Formas de Estado e formas e sistemas de governo. Funções típicas dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Princípios que regem as atividades da Administração Pública paulista (artigo 111 da Constituição do Estado). Lei Federal nº 12.527, de 18/11/2011 (dispõe sobre o acesso a informações) e Decreto Estadual nº 58.052/2012 (regulamenta a Lei federal nº 12.527/2011).
Legislação – Legislação Aplicada Aos Servidores da Arsesp: Objetivos fundamentais da Arsesp (Lei Complementar nº 1.025/2007 e Decreto Estadual nº 52.455/2007).Agências Reguladoras: As agências reguladoras e o princípio da legalidade. Órgãos reguladores no Brasil: histórico e característica das autarquias. Abordagens: teoria econômica da regulação, teoria da captura, teoria do agente principal. Formas de regulação: regulação de preço; regulação de entrada; regulação de qualidade. Boas práticas regulatórias: análise do impacto regulatório. Poder regulatório. Noções de Direito do Consumidor (Lei Federal nº 8.078/1990). Defesa da Concorrência: Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência. Prevenção e a repressão às infrações contra a ordem econômica. Regras per se e de razão. Modelo de estrutura-conduta-desempenho. Abordagem dos custos de transação. Poder de mercado. Mercados relevantes. Práticas anticompetitivas horizontais e verticais. Interações entre as agências reguladoras e órgãos de defesa da concorrência no Brasil.
Confira o conteúdo programático completo para a prova do concurso da Arsesp

Atualizado: 06/02/2018 - 15:38

Guararapes/SP oferece dez vagas em diversos cargos

O concurso da prefeitura de Guararapes conta com oportunidades para quem possui níveis fundamental, médio e superior. Inscrições até dia 18 de fevereiro

  Iniciais até R$ 6,1 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura de Guararapes, no interior paulista, a 545 km da capital, próxima a Araçatuba, recebe inscrições em seu concurso público, que oferece dez vagas, sendo uma para quem possui ensino fundamental, duas para ensino médio e sete para nível superior. As remunerações iniciais variam de R$ 1.576,55 a R$ 6.183,16, com jornadas de trabalho de 15 a 40 horas semanais. O atendimento vai até o próximo dia 18 de fevereiro.

Ensino Fundamental

Quem possui ensino fundamental completo e conhecimentos específicos poderá concorrer a uma vaga de operador de bomba, com inicial de R$ 1.576,55, para jornada de 44 horas semanais.


Ensino Médio

No caso de ensino médio, as oportunidades serão para fiscal de tributos (1, com conhecimentos de legislação pertinente, R$ 1.979,36, 40 horas semanais) e professor de educação básica I (1, com ensino médio na modalidade magistério, normal superior ou pedagogia com habilitação nas séries iniciais do ensino fundamental, R$ 1.973,36, 30 horas).


Nível Superior

Por fim, para nível superior: assistente social (1, com registro no conselho, R$ 3.997,40, 30 horas), professor de educação básica II – educação física (1, com licenciatura específica, R$ 2.236,56, 40 horas), psicólogo (1, com registro no conselho, R$ 3.084,28, 25 horas), nutricionista (1, com registro no conselho, R$ 3.482,34, 30 horas), cirurgião dentista (1, com registro no conselho, R$ 3.941,66, 15 horas), contador (1, com inscrição no conselho por, no mínimo, três anos, R$ 4.387,92, 40 horas) médico clínico geral (1, com registro no conselho, R$ 6.183,96, 15 horas) e diretor de escola de ensino fundamental (cadastro reserva, com superior em pedagogia, com ênfase em administração escolar ou normal superior com especialização em administração e pelo menos três anos de experiência de atuação no magistério, R$ 4.396,37, 40 horas).

As inscrições podem ser feitas pela internet, na página eletrônica da banca organiza, a Fênix Concursos, que é www.fenixconcursos.com.br.
As taxas são de R$ 40 para cargos com exigência de ensino fundamental, R$ 50 para ensino médio e R$ 60 para nível superior.

Quem deixar a inscrição para o último dia poderá efetuar o pagamento da taxa em 19 de fevereiro.

A aplicação das provas está marcada para ocorrer em 4 de março.

As contratações serão feitas de acordo com o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), durante o prazo de validade do certame, que é de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.         

Atualizado: 06/02/2018 - 10:53

Sarapui/SP: assinado contrato com a banca

Seleção contará com 12 vagas imediatas, com oportunidades de níveis fundamental, médio e superior, com iniciais até R$ 3,5 mil.

Edital nos próximos dias

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura de Sarapui, no interior paulista, a 150 km da capital, próxima a Sorocaba, divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta  terça-feira, 6 de fevereiro, a assinatura do contrato com a banca  organizadora do seu novo concurso público,. a  Consesp Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas Ltda. Com isto, a publicação do edital de abertura de inscrições deve ocorrer já nos próximos dias.

O concurso contará com uma oferta de 12 vagas, sendo sete para cargos com exigência de ensino fundamental incompleto, duas para ensino fundamental completo, uma para ensino médio e duas para nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 994,18 a R$ 3.579,02, com jornadas de trabalho de 12 a 40 horas semanais.


Ensino Fundamental Incompleto

Quem possui ensino fundamental incompleto poderá concorrer aos cargos de ajudante geral (1, com inicial de R$ 994,18, para jornada de 40 horas semanais), borracheiro (1, com conhecimentos na área, R$ 1.126,74, 40 horas), mecânico (1, R$ 1.988,35, 40 horas), motorista (1, com carteira de habilitação “C”, R$ 1.259,29, 40 horas), motorista de transporte escolar (1, com carteira de habilitação “D” e curso de capacitação de transporte coletivo, R$ 1.325,56, 40 horas), pedreiro (1, com conhecimentos na área, R$ 1.193, 40 horas) e tratorista (1, com carteira de habilitação “C” e prática em conduzir tratores, R$ 1.193, 40 horas).

Ensino Fundamental Completo

Para ensino fundamental completo: eletricista (1, com conhecimentos na área, R$ 1.193, 40 horas) e condutor de ambulância (1, com carteira de habilitação “D”, curso especializado para condutores de veículos de emergência e curso de capacitação de transporte coletivo de passageiros, R$ 1.259,29, 40 horas).

Ensino Médio

No caso de ensino médio, o concurso contará com uma vaga para o cargo de monitor, com inicial de R$ 1.060,46, para 40 horas semanais.

Nível Superior

Por fim, para nível superior, médico clínico geral (1, com registro no conselho, R$ 3.579,02, 12 horas) e médico veterinário (1, com registro no conselho, R$ 3.181,36, 20 horas).
As taxas já estão definidas e serão de R$ 50 para os cargos com exigência de ensino fundamental, R$ 70 para ensino médio e R$ 90 para nível superior.
A seleção contará com provas objetivas e práticas, exceto para médico veterinário e monitor, que contarão apenas com prova objetiva. 

Atualizado: 06/02/2018 - 10:09

Prefeitura de Iperó/SP abre concurso com 52 vagas

Concurso da Prefeitura de Iperó preencherá postos em cargos de auxiliar, educador, advogado, enfermeiro, farmacêutico, coordenador pedagógico, diretor escolar e professor. Inscrições até 19 de fevereiro

Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Com cerca de 35 mil habitantes, a cidade de Iperó, em São Paulo, lançou três editais para preenchimento de 52 vagas na prefeitura. Já abertas, as inscrições para o concurso vão até 19 de fevereiro.
Para candidatos que possuem nível médio, a seleção apresenta chances como auxiliar de desenvolvimento infantil (10 postos e salário de R$ 1.291,20) e educador da Casa de Acolhimento (7 - R$ 1.218).
Profissionais graduados encontram opções como advogado (1 - R$ 2.288,48), enfermeiro (3 - R$ 3.465,46), farmacêutico (1 - R$ 3.465,46), coordenador pedagógico (1 - R$ 3.788,90), diretor de escola (2 - R$ 4.389,06) e professor de educação infantil (3 - R$ 2.348,50), ensino fundamental I (16 - R$ 2.348,50) e ensino fundamental II nas áreas de artes (1), ciências (1), educação física (1), geografia (1), história (1), inglês (1), matemática (1) e português (1), com ganhos de R$ 14,99 por hora/aula. 

Concurso Prefeitura Iperó 2018: inscrições e provas


Responsável pela organização do concurso da Prefeitura de Iperó, a Sigma Assessoria recebe inscrições pelo site www.sigmaassessoria.com.br. A banca cobra taxas de R$ 33 (auxiliar e educador) e R$ 43 (demais carreiras).
Todos os candidatos farão, em 4 e/ou 11 de março, prova objetiva com 40 questões sobre matemática, português e conhecimentos gerais, específicos e pedagógicos, variando as disciplinas conforme a vaga.
O processo seletivo inclui, ainda, teste psicológico para educador da Casa de Acolhimento, em data a ser definida, e análise de títulos para professor, coordenador e diretor, cujos documentos serão recebidos pela banca no dia da avaliação escrita.
De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de Iperó terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do governo municipal. 

Atribuições do auxiliar de desenvolvimento infantil no concurso da Prefeitura de Iperó 2018


Realizar atividades planejadas que contribuam para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças de zero a três anos; Participar do planejamento do currículo da unidade escolar; Planejar, executar e avaliar atividades baseadas na linha pedagógica da Secretaria Municipal de Educação; Observar, acompanhar e registrar dados sobre o desenvolvimento das crianças pelas quais for responsável; Registrar as atividades realizadas com o grupo de crianças pelo qual for responsável; Trocar informações sobre o desenvolvimento das crianças e das atividades realizadas, com os demais profissionais e gestor da unidade escolar; Desenvolver atividades que estimulem a aquisição de hábitos alimentares adequados pelas crianças; Higienizar brinquedos, materiais e ambientes utilizados para o desenvolvimento das atividades; Conservar a limpeza da sala, sanitários e objetos; Participar de reuniões da equipe escolar e de pais; Participar de reuniões de supervisões específicas, treinamentos e capacitações; Trocar informações sobre a vida da criança e seu desenvolvimento coma família; Informar a direção ou coordenação da unidade escolar quando perceber sinais de violência contra a criança ou agressões verbais e físicas; Desempenhar outras atividades que, por suas características, se incluam na sua esfera de competência.

Atualizado: 05/02/2018 - 13:11

Concurso UFSCar/SP 2018: saiu edital para 18 vagas

Destinadas a profissionais de níveis médio/técnico e superior, oportunidades no concurso da UFSCar estão distribuídas entre os campi instalados nos municípios de São Carlos, Araras, Sorocaba e Buri

Técnicos-administrativos

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) divulgou edital de concurso público destinado a preencher 18 vagas em cargos técnico-administrativos com lotação em quatro cidades paulistas. As inscrições já estão abertas.  A carreira de tradutor e intérprete de linguagem de sinais (2 postos) admite candidatos com nível médio profissionalizante ou segundo grau e certificado de proficiência na área.
Ensino médio e formação técnica são requisitos para as funções de técnico de tecnologia da informação (4), técnico de laboratório - biologia (1), técnico de laboratório - informática (1), técnico de laboratório - industrial (1) e técnico de laboratório - mecânica (1).   
Em nível superior há oportunidades no concurso da UFSCar para analista de tecnologia da informação (2), auditor (1), contador (2), engenheiro/bioengenheiro (1), engenheiro agrônomo (1) e médico (1).
Sediada no município de São Carlos, a universidade também conta com campi universitários em Araras, Sorocaba e Buri (campus Lagoa do Sino). As vagas em disputa estão distribuídas entre todas as unidades de ensino.
Os salários iniciais correspondem a R$ 2.446,96 para postos de nível médio e R$ 4.180,66 para os de superior, mas podem chegar a R$ 4.282,18 e R$ 7.316,15, respectivamente, devido a gratificações concedidas por titulação acadêmica.   Todos os contratados no concurso da UFSCar 2018 terão direito a auxílio-alimentação. A universidade também poderá conceder auxílio-transporte, ressarcimento de plano de saúde e auxílio pré-escolar.

Concurso UFSCar 2018: inscrições e provas


Será possível se inscrever no concurso da UFSCar até 2 de março, por meio do site www.concursos.ufscar.br. As taxas custam R$ 70 (nível médio) e R$ 97 (superior). 
Marcada para 25 de março, a prova objetiva cobrará a resolução de 60 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais (português, legislação, matemática e inglês, variando as disciplinas conforme o cargo) e específicos. 
Os aprovados na primeira fase deverão entregar, em 25 de 26 de abril, a documentação para análise de títulos. Serão avaliados dois critérios: qualificação profissional e tempo de experiência.    
A seleção inclui, ainda, teste prático para engenheiro agrônomo, engenheiro/bioengenheiro, técnico de laboratório (áreas de biologia, industrial e mecânica) e tradutor e intérprete de linguagem de sinais, entre 7 e 11 de maio.
De acordo com o edital, o concurso da UFSCar terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da universidade.

Atribuições do tradutor e intérprete de linguagem de sinais no concurso da UFSCar 2018


Efetuar a comunicação entre surdos e ouvintes, por meio da Libras para a língua oral e vice-versa; interpretar, em Língua Brasileira de Sinais - Língua Portuguesa, as atividades didático-pedagógicas, culturais e administrativas desenvolvidas na instituição de ensino, de forma a viabilizar o acesso aos conteúdos curriculares (tradução de  artigos, livros, narrativas, palestras, dentre outras atividades); auxiliar na adaptação de materiais e criação de recursos visuais a fim de promover o acesso aos conteúdos curriculares; atuar nos processos seletivos para cursos na instituição de ensino e nos concursos públicos; atuar no apoio à acessibilidade aos serviços e às atividades da instituição de ensino. Utilizar recursos de informática. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão.

Atualizado: 05/02/2018 - 11:47

Concurso Ibama: pedido é reiterado junto ao MPDG

O Ibama tem o intuito de abrir concurso com oportunidades para técnico e analista, com exigência de níveis médio e superior. Os salários iniciais oferecidos pelo órgão chegam a R$ 7,7 mil

1.529 vagas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

No último dia 1 de fevereiro, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) reiterou junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido de autorização para novo concurso público. Com isso, cresce a expectativa para que o ministro do Planejamento avalie a solicitação e libere o aval ainda em 2018.
O requerimento enviado em maio do ano passado solicita um total de 1.529 vagas. Das oportunidades solicitadas, 680 são para postos que estão em aberto e as outras 849 referem-se as que ficarão vagas no decorrer dos próximos três anos. Tais chances de reposição servirão para preencher as futuras aposentadorias, de modo que o quadro de pessoal não entre em crise com a falta de servidores.
As 680 oportunidades estão distribuídas entre as carreiras de analista ambiental (500) e analista administrativo (180). Já as demais 849 chances se destinarão ao preenchimento de todos os postos que ficarão em aberto, inclusive o de técnico administrativo.
CURSO ONLINE CONCURSO IBAMA - DIREITO CONSTITUCIONAL
Os empregos de analista ambiental e analista administrativo do concurso do Ibama exigem nível superior, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com ensino médio.
As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458.

Ads

Curso totalmente focado no concurso do Ibama.

Seja uma analista ambiental ou analista administrativo com uma preparação completa online. Confira.

É grande a expectativa para que o Planejamento conceda o concurso do Ibama, ainda mais que o órgão não tem seleções vigentes e enfrenta defasagem de pessoal, que deve ser acentuada no decorrer dos próximos anos.

Últimos concursos do Ibama para analista


O último concurso para analista ambiental do Ibama foi aberto em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 para a área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 para licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 para monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 para gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.
CURSO ONLINE CONCURSO IBAMA - LÍNGUA PORTUGUESA
Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.
As duas seleções foram organizadas pelo Cespe/UnB.

Atualizado: 05/02/2018 - 11:14

PGE/SP: definida banca para 100 vagas de procurador

Para concorrer ao cargo de procurador é necessário possuir nível superior em direito, com inicial de R$ 22,1 mil. Minuta do edital do concurso 2018 já foi aprovada pelo conselho de procuradores

Edital sai nos próximo dias

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (PGE/SP) confirmou, por meio de publicação em diário oficial, no último sábado, dia 3 de fevereiro, o nome da banca organizadora do seu novo concurso público 2018 para o cargo de procurador do estado, autorizado pelo governador Geraldo Alckmin em 9 de novembro. A escolhida, por meio de dispensa de licitação, é a Fundação Vunesp. Com isto, a publicação do edital de abertura de inscrições deve ocorrer já nos próximos dias, ainda em fevereiro, uma vez que depende apenas da definição do cronograma com a empresa. Em 23 de janeiro, o conselho de procuradores já havia aprovado, por unanimidade, a minuta do edital, que agora está em fase de redação final. Ao todo serão oferecidas 100 vagas e para concorrer é necessário possuir formação de nível superior em direito, com remuneração inicial de R$ 22.178,43.
A comissão do concurso, constituída em dezembro, é formada pelos seguintes servidores: dra Patrícia Ulson Pizarro Werner (direito constitucional), dra. Alessandra Obara Soares da Silva (direito administrativo), dra. Juliana de Oliveira Duarte Ferreira (direito de pessoal e previdenciário público), dr. Lucas de Faria Rodrigues (direito ambiental), dr. João Carlos Pietropaolo (direito tributário), dra Cláudia Polto da Cunha (direito financeiro, econômico e empresarial público), dr. Valter Farid Antônio Juniro (direito civil), dr Marcelo José Magalhães Bonizzi (direito processual civil) e dr Vinicius Teles Sanches (direito do trabalho e processual do trabalho). 

Carência de Pessoal

O total autorizado para o novo concurso não deve suprir a necessidade de pessoal, uma vez que, de acordo com declaração do presidente da Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp), Marcos Nusdeo, em abril, a carreira conta com uma necessidade de 170 profissionais. 
O total autorizado pelo governador também não supre o pedido enviado pelo órgão para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP), que era de 185 postos, sendo 150 para a carreira de procurador, além de 30 para o cargo de oficial administrativo, que pede apenas ensino médio para ingresso; e cinco para a carreira de executivo público, de nível superior.   

Valorização da Carreira

A realização de novo concurso público da  PGE/SP,  para o cargo de  procurador ocorre dentro de um processo de valorização da categoria. Acontece que, além do preenchimento de 100 vagas , por meio da nova seleção, tramita, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto de lei complementar 31/2017, que trata de três pontos específicos, entre os quais a alteração do modo de evolução funcional dos integrantes do nível I para o nível II, para que ocorra automaticamente ao dia seguinte da conclusão do estágio probatório, o que permite maior agilidade de evolução funcional, garantindo melhorias salariais aos servidores de forma mais rápida.
A proposta também altera a base de cálculo de gratificação que é paga para alguns procuradores, quando atuam em condições de especial dificuldade, decorrente da localização ou natureza do serviço, o que constitui a gratificação por atividade especial. Além disso, a proposta altera a composição do conselho da PGE, ampliando a representação de seus membros natos. O projeto, encaminhado pelo próprio governador, em 9 de novembro, atualmente está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, onde foi distribuído ao deputado Marcos Zerbini (PSDB).

Último Concurso

Quem pretende participar do novo concurso para o cargo de procurador já pode dar início aos estudos, tendo como base o conteúdo programático da última seleção, realizada em 2012, quando foram oferecidas 105 vagas. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas e a seleção foi composta de provas escritas, incluindo prova objetiva e avaliação discursiva, além de prova oral e análise de títulos.
A primeira contou com 90 questões, versando sobre direito constitucional, direito processual civil, direito civil, direito administrativo, direito de pessoal e previdenciário público, direito ambiental, direito tributário, direito do trabalho e processual do trabalho e direito financeiro, econômico e empresarial público, com dez questões cada.
A parte discursiva contou com duas partes. A primeira, composta de uma peça processual civil, duas questões, de direito civil, duas de direito ambiental e duas de direito do trabalho e processual do trabalho. Na segunda, duas de direito constitucional, duas de direito administrativo, duas de direito de pessoal e previdenciário público, duas de direito tributário e duas de direito financeiro, econômico e empresarial público.

Atualizado: 05/02/2018 - 11:08

Aberto concurso para 38 vagas em Riolândia/SP

Com inscrições disponíveis até 18 de fevereiro, concurso da Prefeitura de Riolândia preencherá postos destinados a profissionais de todas as escolaridades

Interior paulista

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Localizada no interior de São Paulo, a cidade de Riolândia abriu concurso público para contratação de 38 servidores no quadro de servidores da prefeitura, que paga salários iniciais entre R$ 799,33 e R$ 2.262,22. Podem concorrer como auxiliar de eletricista (1 posto), pedreiro (1), pintor (1), servente de limpeza (2) e servente de pedreiro (2) candidatos que não completaram o nível fundamental
Já profissionais com diploma de ensino fundamental estão aptos a disputar as funções de auxiliar de mecânico (2), coveiro (1), eletricista (1), merendeira (2) e monitor de esporte (1).
São oferecidas oportunidades de nível médio no concurso da Prefeitura de Riolândia para agente comunitário de endemias (1), atendente de consultório dentário (1), auxiliar técnico de médico veterinário (1), inspetor de alunos (2) e profissional do IEC (1).
As carreiras de professor de educação básica (2) e professor educador (1) admitem docentes com escolaridade a partir de habilitação para o magistério. 
Em nível superior estão em disputa os cargos de analista gestor de suporte em tecnologia da informação (1), bibliotecário (1), dentista (2), enfermeiro (2), engenheiro agrônomo (1), fisioterapeuta (2), fonoaudiólogo (2), veterinário (1), nutricionista (1) e psicólogo (2).

Concurso Prefeitura Riolândia 2018: inscrições e provas


Será possível se inscrever no concurso da Prefeitura de Riolândia até 18 de fevereiro. Os interessados devem se cadastrar pelo site da banca CMM Assessoria e Consultoria (www.cmmconcursos.com.br). As taxas variam de R$ 40 a R$ 60.
O processo seletivo envolverá prova objetiva (todos os cargos), em 11 de março, teste físico (coveiro) e avaliação prática (eletricista, pedreiro e pintor), em datas a serem definidas.
Com duração de três horas, o exame escrito trará 40 questões de múltipla escolha. O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática, informática e conhecimentos gerais e específicos. 
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Riolândia terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Atribuições do servente de limpeza no concurso da Prefeitura de Riolândia 2018


Executar trabalhos de limpeza nas dependências municipais e nos móveis e objetos neles contidos, mantendo-os limpos e asseados; executar trabalho rotineiro de limpeza em geral em edifícios, prédios, dependências, escolar, escritórios, postos de saúde e outros locais, espanando, varrendo, lavando, encerando dependências, móveis, utensílios e instalações, louças, talheres, copos, vasilhames, panelas e outros para manter as condições de higiene e conservação; executar outras atividades correlatas.

Atualizado: 02/02/2018 - 15:54

Prefeitura de Dracena/SP abre concurso com 19 vagas

Concurso da Prefeitura de Dracena selecionará para carreiras de níveis fundamental, médio e superior de ensino. Inscrições serão recebidas entre 7 e 21 de fevereiro

Interior paulista

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Localizada a cerca de 650 km da capital, a cidade paulista de Dracena abriu concurso público com oferta de 19 vagas imediatas no quadro de servidores da prefeitura, além de oportunidades para cadastro reserva (CR).
Com nível fundamental é possível se inscrever para a carreira de merendeira (CR e salário de R$ 988,93).
Ensino médio habilita para os cargos de agente de administração escolar (1 posto - R$ 1.555,59), agente de receita (1 - R$ 1.176,35) e agente contábil (1 - R$ 1.176,35), que também requer formação técnica. 
As demais oportunidades envolvidas no concurso da Prefeitura de Dracena são destinadas a profissionais graduados. Há chances para bibliotecário (CR - R$ 1.555,69), diretor de escola (9 - R$ 16,19 por hora) e médico nas funções de auditor (1), cardiologista (1), geriatra (1), ortopedista (1) e pediatra (3), com ganhos de R$ 64,20 por hora. 

Concurso Prefeitura Dracena: inscrições e provas


As inscrições para o concurso da Prefeitura de Dracena vão de 7 a 21 de fevereiro, por meio do site da banca Conscam (www.conscamweb.com.br). As taxas custam R$ 10,93 (nível fundamental), R$ 11,66 (médio) e R$ 12,39 (superior).
Com duração de três horas, a prova objetiva cobrará a resolução de 40 questões de múltipla escolha. A aplicação está prevista para 18 de março. O conteúdo programático engloba língua portuguesa, informática, conhecimentos específicos e legislação, variando as disciplinas conforme a vaga.  
A seleção inclui, ainda, análise de títulos para os concorrentes ao emprego de diretor de escola. Os documentos (diplomas de especialização, mestrado e doutorado) deverão ser entregues no mesmo dia da avaliação escrita.
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Dracena terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Principais atribuições do agente de administração escolar no concurso da Prefeitura de Dracena 2018


Organizar e manter atualizados os prontuários dos alunos, procedendo ao registro e escrituração relativos à vida escolar, especialmente no que se refere à matrícula, frequência e histórico escolar; Providenciar a elaboração de diplomas, certificados de conclusão de série e de cursos, de aprovação em disciplinas e outros documentos relativos à vida escolar dos alunos; Expedir comunicados à equipe escolar sobre a movimentação escolar dos alunos; Inserir, manter e atualizar dados dos alunos nos Sistemas Informatizados Corporativos da Secretaria de Estado da Educação, tais como: Efetivação de matrícula e manutenção da ficha cadastral dos alunos, de acordo com a documentação civil, e atualização do endereço completo; Lançamento de todas as informações referentes à participação em programas de distribuição de renda, transporte escolar e, quando for o caso, de caracterização de necessidade educacional especial; Entre outras atividades. 

Atualizado: 02/02/2018 - 11:49

MP/SP: PL que cria 320 vagas já pode ser votado

Do total de postos, 250 são para oficial de promotoria, de nível médio; e 70 são para analista, incluindo analista de promotoria II – agente de promotoria, e analista I nas áreas de saúde e assistência social

Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Com o término do recesso parlamentar, nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, já pode ser votado no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei 788/2017,  que cria 320 vagas junto ao Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) para preenchimento por meio de realização de novos concursos públicos ou convocação de remanescentes em concursos em validade. Aprovada pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento em 30 de novembro, a proposta já está na ordem do dia para ser votada pelos parlamentares, o que pode ocorrer nos próximos dias.

Do total de novas vagas, 250 são para a carreira de oficial de promotoria I, cargo que conta com remuneração básica inicial de R$ 4.433,58 e exige apenas ensino médio para o ingresso.
As 70 vagas restantes são para carreiras com necessidade de nível superior para ingresso, sendo 40 para o cargo de analista de promotoria II – agente de promotoria e 30 para analista de promotoria I – área da saúe e assistência social. Para estas carreiras, as remunerações básicas iniciais são de R$ 6.017,71 para o cargo de analista de promotoria I na área de saúde e R$ 9.450,93 para analista de promotoria II – agente de promotoria.
De acordo com a proposta do procurador-geral do estado, Gianpaolo Poggio Smenio,  que encaminhou o projeto para a Alesp em 22 de agosto, as despesas resultantes da ampliação do quadro de pessoal do MP/SP correrão à conta das despesas orçamentárias consignadas no orçamento vigente, suplementadas, se necessário, não havendo impacto imediato, quando da aprovação do projeto para a criação de vagas.
No caso de oficial de promotoria, o órgão ainda conta com um concurso em validade, iniciado em 2015, cujo resultado final foi divulgado em 6 de setembro de 2016. Desta forma, o prazo vai até setembro de 2018. Até então, caso aprovada a criação das vagas, o órgão poderá convocar remanescentes. A partir de setembro, o MP/SP poderá, caso aprovado o projeto, realizar nova seleção para a carreira ou prorrogar o prazo de validade do certame, por mais dois anos.
Já para os cargos de analista de promotoria II – agente de promotoria e analista de promotoria I na área de saúde, o último concurso público foi realizado em 2013, com resultados finais divulgados em 10 de março de 2014.  Com isto, a tendência é de que, uma vez aprovada a criação de vagas para estas carreiras, seja necessária a realização de novo certame.


Últimos concursos


 A última seleção para o cargo de oficial de promotoria, realizada em 2015, foi organizada pela Fundação Vunesp, contando com uma oferta de 73 vagas, destinadas para a capital paulista e municípios de Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Ribeira.
No caso de analista de promotoria II – agente de promotoria, no concurso de 2013 foram oferecidas 29 vagas, para a capital e grande São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos/Vale do Ribeira, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté. A organizadora foi o IBFC.
Por fim, para analista I na área de saúde, em 2013 foram oferecidas quatro vagas, sendo uma para médico clínico e três para  médico legista. A banca também foi o IBFC.  
  

Atualizado: 01/02/2018 - 14:41

Concurso Ministério da Fazenda: pedido com 1.301 vagas

Solicitação para a abertura de concurso do Ministério da Fazenda 2018/2019 refere-se a vários cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino

Em avaliação

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Continua em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido para a abertura do concurso do Ministério da Fazenda, que solicitou autorização de 1.301 vagas para o seu quadro de pessoal.
Recentemente, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou que os certames do âmbito federal serão retomados e que liberará algumas autorizações. A expectativa é de que o MF seja contemplado ainda em 2018, já que apresenta um déficit de 3.999 servidores, sendo 3.062 para nível médio e 937 para superior.
As oportunidades requeridas ao Planejamento estão distribuídas da seguinte maneira: assistente técnico administrativo (904), analista técnico administrativo (257), arquiteto (12), arquivista (9), bibliotecário (12), contador (53), engenheiro (15), enfermeiro (5), pedagogo (6), psicólogo (6) e técnico em comunicação social (22).
Para concorrer ao posto de assistente é necessário possuir ensino médio completo, enquanto as demais funções aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. Os salários iniciais atuais oscilam entre R$ 3.953,68 e R$ 6.388,27, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.
A solicitação do concurso do Ministério da Fazenda 2018/2019 encaminhada ao MPDG não apresentou as regiões de lotação das oportunidades, mas é bem provável que São Paulo e Distrito Federal sejam os locais com a maior quantidade de oportunidade, e o motivo é que no último certame eles não foram abrangidos.
O detalhe do processo seletivo que pode ser dado como certo é a escolha da empresa organizadora, que será a Esaf (Escola de Administração Fazendária), como de costume nos concursos do órgão. Assim, os candidatos podem ir se preparando com as provas e os editais de seleções anteriores, uma vez que a banca se repete.

Outras oportunidades na solicitação de concurso


Junto com as vagas para o seu próprio quadro de pessoal, o MF pediu mais 3.040 chances distribuídas entre os seus órgãos vinculados. Os postos são para os níveis médio e superior.
Para a Receita Federal são as 630 vagas para auditor-fiscal e as 1.453 para analista tributário. O quadro do Tesouro Nacional é composto pelas colocações de auditor federal de finanças e controle (30) e técnico de finanças e controle (70), enquanto a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) fica com a função de procurador da Fazenda (240). 
Para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o pedido contempla 16 oportunidades para a carreira de inspetor, 30 para analista e 82 para agente executivo.
Na Superintendência de Seguros Privados (Susep), são 55 chances para analista técnico. Por fim, as demais profissões se destinam ao quadro da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), sendo elas as de especialista em previdência social (48), analista administrativo (23), técnico administrativo (39), administrador (11) e atuário (7).
Esses detalhes foram divulgados pelo Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC). 

Último concurso do Ministério da Fazenda


No início de 2014, o MF abriu processo seletivo visando a contratar 1.026 profissionais na carreira de assistente. As chances disponibilizadas pelo certame foram distribuídas entre os Estados do Acre (18 vagas), Alagoas (14), Amazonas (28), Amapá (6), Bahia (80), Ceará (53), Espírito Santo (14), Goiás (31), Maranhão (30), Minas Gerais (101), Mato Grosso do Sul (34), Mato Grosso (27), Pará (55), Paraíba (20), Pernambuco (52), Piauí (17), Paraná (97), Rio de Janeiro (61), Rio Grande do Norte (17), Rondônia (13), Roraima (8), Rio Grande do Sul (155), Santa Catarina (74), Sergipe (9) e Tocantins (12).
Todos os candidatos passaram por provas objetivas de conhecimentos básicos e específicos com 70 perguntas de múltipla escolha. Os assuntos abordados nos testes foram língua portuguesa; matemática e raciocínio lógico; conhecimentos de informática; atualidades; gestão de pessoas e do atendimento ao público; ética do servidor na administração pública; administração pública brasileira; e regime jurídico dos agentes públicos.

Atualizado: 01/02/2018 - 14:27

Concurso Correios: saiu resultado para 88 vagas

Concurso dos Correios preencheu postos em todos os Estados do país, exceto Mato Grosso. Prova foi aplicada em 10 de dezembro

Salários de até R$ 4,9 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos publicou, nesta quinta-feira (1), o resultado final do concurso  que ofereceu 88 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva, em cargos nas áreas de engenharia, saúde e segurança. A seleção foi organizada pelo Instituto Americano de Desenvovimento (Iades).    
Nível médio e formação técnica foram requisitos para auxiliar de enfermagem do trabalho júnior (12 postos e salário de R$ 1.876,43) e técnico em segurança do trabalho (21 - R$ 2.534,14).

As oportunidades com exigência de curso superior envolvidas no concurso dos Correios eram destinadas a enfermeiro do trabalho júnior (2 - R$ 4.689,13), engenheiro de segurança do trabalho júnior (9 - R$ 4.903,05) e médico do trabalho júnior (44 - R$ 4.903,05).
APOSTILAS CORREIOS - COMUNS AOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E MÉDIO
Como benefícios, os contratados terão vale alimentação/refeição; vale transporte; auxílio creche ou auxílio babá; auxílio para filhos dependentes com deficiência; e possibilidade de adesão a plano de previdência complementar.
Os empregos oferecidos no concurso dos Correios têm lotação em Brasília/DF, Rio Branco/AC, Maceió/AL, Manaus/AM, Macapá/AP, Salvador/BA, Fortaleza/CE, Vitória/ES, Goiânia/GO, São Luís/MA, Belo Horizonte/MG, Campo Grande/MS, Belém/PA, João Pessoa/PB, Teresina/PI, Curitiba/PR, Rio de Janeiro/RJ, Natal/RN, Porto Velho/RO, Boa Vista/RR, Porto Alegre/RS, São José/SC, Aracaju/SE, Bauru/SP, São Paulo/SP e Palmas/TO.

Do total de vagas em disputa, 11 foram reservadas a candidatos que se declararam negros e 20 a pessoas com deficiência. 

Sobre a prova do concurso dos Correios


Os candidatos foram avaliados em etapa única, por meio de prova objetiva com 50 questões de múltipla escolha. O exame ocorreu em 10 de dezembro de 2017, com aplicação em todos os municípios com oferta de vagas. 

Prepare-se para o concurso do Correios

PROVA ANTERIOR DO CORREIOSCURSO ONLINE CORREIOS - DIVERSOS CARGOS
O teste abordou conteúdos de língua portuguesa, raciocínio lógico/matemática, informática, legislação aplicada aos Correios e conhecimentos específicos.

O concurso terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério da empresa, conforme estabelece o edital

Atribuições do técnico de enfermagem do trabalho no concurso dos Correios


Auxiliar na elaboração e implementação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional da Empresa (PCMSO), conforme legislação vigente; auxiliar na realização de procedimentos médicos (exames, curativos, imobilizações, esterilizações, etc.), manipulando aparelhos e ministrando medicamentos, sob prescrição médica; auxiliar na supervisão de exames de saúde, para fins de admissão, retorno ao trabalho, demissão, mudança de função e periódico; analisar e elaborar pareceres técnicos e relatórios referentes a projetos e assuntos de sua área; auxiliar na elaboração de relatórios gerenciais do PCMSO, objetivando a melhoria dos indicadores de saúde ocupacional dos Correios; aplicar os conhecimentos de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho ao ambiente de trabalho e a todos os seus componentes, de modo a atenuar ou eliminar os riscos existentes à saúde do trabalhador; auxiliar na elaboração de laudos para fins de concessão, manutenção ou cancelamento de adicionais relacionados à saúde do empregado, bem como proposição de medidas corretivas e preventivas relativas aos agentes nocivos detectados; promover a realização de atividades de conscientização, educação e orientação dos trabalhadores para a prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, tanto por meio de campanhas, quanto de programas de duração permanente; esclarecer e conscientizar os empregados sobre acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, estimulando-os em favor da prevenção; participar das atividades da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), conscientizando os empregados sobre as normas de segurança, proteção e higiene no trabalho; e executar outras atribuições relacionadas à sua especialidade, de mesma natureza e equivalente nível de dificuldade.

Concurso Correios: principais atribuições do técnico em segurança do trabalho


Executar as atividades ligadas à segurança e higiene do trabalho, utilizando métodos e técnicas científicas, observando dispositivos legais e institucionais que objetivem a eliminação, controle ou redução permanente dos riscos de acidentes do trabalho e a melhoria das condições do ambiente, para preservar a integridade física e mental dos empregados; promover e participar de debates, encontros, campanhas, seminários, palestras, reuniões, treinamentos e utilizar outros recursos de ordem didática e pedagógica com o objetivo de divulgar as normas de segurança e higiene do trabalho, assuntos técnicos, administrativos e prevencionistas, visando evitar acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho; elaborar informativos, normas, pareceres técnicos, relatórios, gráficos, quadros, tabelas e outros documentos sobre acidente do trabalho e higiene e segurança do trabalho, comunicando os resultados de suas inspeções; executar programas de prevenção de acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho nos ambientes de trabalho com a participação dos empregados, propondo medidas para redução dos índices, acompanhando e avaliando seus resultados, bem como sugerindo constante atualização dos mesmos e estabelecendo procedimentos a serem seguidos; investigar acidentes ocorridos, examinando as condições da ocorrência, para identificar suas causas e propor as providências cabíveis; entre outras atividades.

O que vai caiu na prova dos Correios


Língua portuguesa – 1 Compreensão e intelecção de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego do sinal indicativo de crase. 6 Formação, classe e emprego de palavras. 7 Sintaxe da oração e do período. 8 Pontuação. 9 Concordância nominal e verbal. 10 Colocação pronominal. 11 Regência nominal e verbal. 12 Equivalência e transformação de estruturas. 13 Paralelismo sintático. 14 Relações de sinonímia e antonímia.

Raciocínio lógico/matemática -
1 Operações, propriedades e aplicações (soma, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação). 2 Princípios de contagem e probabilidade. 3 Arranjos e permutações. 4 Combinações. 5 Conjuntos numéricos (números naturais, inteiros, racionais e reais) e operações com conjuntos. 6 Razões e proporções (grandezas diretamente proporcionais, grandezas inversamente proporcionais, porcentagem, regras de três simples e compostas). 7 Equações e inequações. 8 Sistemas de medidas. 9 Volumes. 10 Compreensão de estruturas lógicas. 11 Lógica de argumentação (analogias, inferências, deduções e conclusões). 12 Diagramas lógicos.

Informática - 1 Noções de sistema operacional (ambiente Windows). 2 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambiente Microsoft Office). 3 Redes de computadores. 3.1 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. 3.2 Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome). 3.3 Programas de correio eletrônico (Outlook Express e Mozilla Thunderbird). 3.4 Sítios de busca e pesquisa na Internet. 3.5 Grupos de discussão. 4 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 5 Segurança da informação. 5.1 Procedimentos de segurança. 5.2 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 5.3 Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5.4 Procedimentos de backup.

Legislação aplicada aos Correios - 1 Constituição Federal de 1988. 1.1 Título I - Dos Princípios Fundamentais. 1.2 Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais. 2 Decreto Nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. 3 Lei Nº 7.853, de 24 de outubro de 1989. 4 Lei Nº 10.741, de 1º de outubro de 2003. 5 Decreto Nº 8.016, de 17 de maio de 2013. 6 Lei Nº 13.303, de 30 de junho de 2016.

Conhecimentos específicos para todos os cargos – 1 Decreto nº 6.214, de 26 de setembro de 2017. 2eSocial (http://www.esocial.gov.br/Legislacao.aspx). 2.1 Resoluções CG nºs 003/2015, 004/ 2015, 005/2016, 006/ 2016 e 007/ 2017. 2.2 Resolução CD nº 002/ 2016. 2 Portaria MTB n° 3.214, de 8 de Junho de 1978, do Ministério do Trabalho.3 Normas Regulamentadoras Relativas a Segurança e Medicina do Trabalho.3.1 NR- 1 – Disposições Gerais.3.2 NR- 2 - Inspeção Prévia. 3.3 NR- 4 - Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT. 3.4 NR- 5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. 3.5 NR- 17- Ergonomia. 3.6 NR- 24- Condições Sanitárias dos Locais de Trabalho. 4 Ordens de serviço. 5 Comunicação de Acidente de Trabalho - CAT. 6 Política Nacional de Segurança e Saúde do Trabalhador. 7 Sistemas de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional – OHSAS 18000. 8 Normas de Higiene Ocupacional - NHO da Fundacentro. 8.1 Procedimentos Técnicos - Avaliação da Exposição Ocupacional: ao Ruído (NHO 01), ao Calor (NHO 06), a Vibração de Corpo Inteiro (NHO 09) e a Vibração em Mãos e Braços (NHO 10).9 Ergonomia. 9.1 Fundamentos de Ergonomia. (Compreensão do processo de ação ergonômica). 9.2 Requisitos para elaboração de Análise Ergonômica do Trabalho. 9.3 Fundamentos de biomecânica. 9.4 Aplicação de ferramentas ergonômicas. 9.5 Equação do NIOSH para levantamento manual de cargas. 9.6 Norma ABNT NBR ISO 11228-1- Ergonomia - Levantamento e Transporte de Cargas. 9.7 Norma ABNT NBR ISSO 11228- 3 - Ergonomia - Movimentação de Cargas leves em alta frequência.10 Perfil Profissiográfico Previdenciário - PPP. 11 Fator Acidentário de Prevenção - FAP. 12 Programa de Conservação Auditiva - PCA. 13 Programa de Conservação de Voz - PCV. 14 Seguro de Acidente do Trabalho - SAT. 15 Nexo Técnico Epidemiológico - NTEP.

Conhecimentos específicos para auxiliar de enfermagem - 1 Normas Regulamentadoras Relativas a Segurança e Medicina do Trabalho.1.1 NR- 6 - Equipamento de Proteção Individual - EPI. 1.2 NR- 9 - Riscos Ambientais. 1.3 NR- 11- Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais. 1.4 NR- 15- Atividades e Operações Insalubre. 1.5 NR- 16- Atividades e Operações Perigosas. 1.6 NR- 26- Sinalização de Segurança. 1.7 NR- 35- Trabalho em Altura. 2 Reabilitação Profissional. 3 Aspectos legais da Enfermagem do Trabalho. 3.1 Responsabilidades em relação à segurança e saúde ocupacional. 3.2 Saúde ocupacional como um direito humano. 3.3 Convenções da Organização Internacional do Trabalho. 4 Biossegurança. 4.1 Princípios gerais de biossegurança, higiene e profilaxia. 4.2 Meios de propagação e isolamento em doenças infectocontagiosas. 5 Epidemiologia ocupacional. 5.1 Método epidemiológico aplicado à saúde e segurança ocupacional. 5.2 Estratégias e técnicas epidemiológicas de avaliação da exposição. 5.3 Medidas de exposição no local de trabalho. 5.4 Medição dos efeitos das exposições. 5.5 Avaliação de causalidade e ética em pesquisa epidemiológica. 6 Gestão em saúde: planejamento, implementação e avaliação de políticas, planos e programas de saúde nos locais de trabalho. 7 Procedimentos de enfermagem. 7.1 Verificação de sinais vitais. 7.2 Oxigenoterapia, aerossolterapia e curativos. 7.3 Administração de medicamentos e coleta de materiais para exame. 8 Proteção e promoção da saúde nos locais de trabalho. 8.1 Programas preventivos. 8.2 Avaliação do risco em saúde. 8.3 Condicionamento físico e programas de aptidão. 8.4 Programas de nutrição. 8.5 Proteção e promoção de saúde. 8.6 Doenças infecciosas. 8.7 Programas de controle do tabagismo, álcool e abuso de droga. 8.8 Gestão do estresse. 9 Programa de prevenção de riscos ambientais. 9.1 Higiene ocupacional. 9.2 Prevenção de acidentes. 9.3 Política de segurança, liderança e cultura. 9.4 Proteção Pessoal. 10 Toxicologia. 10.1 Toxicologia e epidemiologia. 10.2 Monitoração biológica. 10.3 Toxicocinética. 10.4 Toxicologia básica. 10.5 Agentes químicos no organismo. 10.6 Toxicocinética. 10.7 Toxicodinâmica dos agentes químicos. 11 Conduta ética dos profissionais da área de saúde.

Conhecimentos específicos para técnico de segurança do trabalho - 1 Normas Regulamentadoras Relativas a Segurança e Medicina do Trabalho.1.1 NR- 3 - Embargo e Interdição. 1.2 NR- 6 - Equipamento de Proteção Individual - EPI.1.3 NR- 8- Edificações.1.4 NR- 9 - Riscos Ambientais.1.5 NR- 10 – Instalações e Serviços de Eletricidade.1.6 NR- 11- Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais.1.7 NR- 12- Máquinas e Equipamentos.1.8 NR- 15- Atividades e Operações Insalubre.1.9 NR- 16- Atividades e Operações Perigosas.1.10 NR- 23- Proteção Contra Incêndios.1.11 NR- 26- Sinalização de Segurança.1.12 NR- 35- Trabalho em Altura. 2 Plano de Prevenção Contra Incêndio - PPCI. 3 Introdução à segurança e saúde do trabalhador. 4 Órgãos e instituições relacionadas à segurança e à saúde do trabalhador - siglas e atribuições. 5 Acidente do trabalho. 6 Códigos e símbolos específicos de Saúde e Segurança no Trabalho. 7 Primeiros socorros. 8 Fundamentos de segurança e higiene do trabalho. 9 Doenças transmissíveis e doenças ocupacionais. 10 Saneamento do meio. 11 Equipamentos de proteção coletiva e individual.

Conhecimentos específicos para enfermeiro do trabalho - 1 Normas Regulamentadoras Relativas a Segurança e Medicina do Trabalho.1.1 NR- 6 - Equipamento de Proteção Individual - EPI.1.2 NR- 7 - Exames Médicos.1.3 NR- 9 - Riscos Ambientais.1.4 NR- 11- Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais.1.5 NR- 15- Atividades e Operações Insalubre.1.6 NR- 16- Atividades e Operações Perigosas.1.7 NR- 26- Sinalização de Segurança. 1.8 NR- 35- Trabalho em Altura.2 Laudo de insalubridade / periculosidade.3 Reabilitação Profissional. 4 Processo de Enfermagem. 5 Estudo dos agravos à saúde do trabalhador. 6 Doenças profissionais e doenças relacionadas ao trabalho. 7 Aspectos legais sobre doenças e acidentes de trabalho no Brasil. 8 Responsabilidades éticas e legais à saúde do trabalhador. 9 Epidemiologia e vigilância da saúde do trabalhador.9.1 Doenças profissionais. 9.2 Doenças relacionadas ao trabalho. 9.3 Doenças imunopreveníveis. 9.4 Doenças de notificação compulsória. 10 Regulamentação do exercício profissional de Enfermagem do Trabalho. 11 Atribuições e atuação do Enfermeiro do Trabalho. 12 Higiene ocupacional. 13 Convenções internacionais (Convenções da OIT sobre saúde do trabalhador). 14 Política nacional para a saúde do trabalhador 15 Níveis de atenção à saúde.15.1 Promoção da saúde. 15.2 Proteção específica. 15.3 Atenção secundária. 15.4 Atenção terciária. 16 Bem-estar, saúde e qualidade de vida no trabalho. 17 Programas de saúde do trabalhador.

Conhecimentos específicos para engenheiro de segurança do trabalho - 1 Normas Regulamentadoras Relativas a Segurança e Medicina do Trabalho.1.1 NR- 3 - Embargo e Interdição. 1.2 NR- 6 - Equipamento de Proteção Individual - EPI.1.3 NR- 8 - Edificações.1.4 NR- 9 - Riscos Ambientais.1.5 NR- 10 – Instalações e Serviços de Eletricidade.1.6 NR- 11- Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais.1.7 NR- 12- Máquinas e Equipamentos.1.8 NR- 15- Atividades e Operações Insalubre. 1.9 NR- 16- Atividades e Operações Perigosas.1.10 NR- 23- Proteção Contra Incêndios.1.11 NR- 26- Sinalização de Segurança. 1.12 NR- 35- Trabalho em Altura.2 Laudo de insalubridade / periculosidade.3 Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho - LTCAT.4 Plano de Prevenção Contra Incêndio - PPCI. 5 Situações de trabalho: trabalho em turnos e noturno, fadiga, vigilância e acidentes. 6 Gerência de Riscos.6.1 Inspeção de segurança, investigação e análise de acidentes. 6.2 Custo de acidentes. 6.3 Levantamento de riscos ambientais. 6.4 Análise Preliminar de Riscos (APR), Análise de Modos de Falha e Efeito (AMFE), Análise de Árvore de Falhas (AAF) e Análise de Perigos e Operabilidade (HAZOP). 6.5 Avaliação de Riscos. 7 Agentes Químicos.7.1 Classificação e reconhecimento dos riscos químicos. 7.2 Limites de tolerância. 7.3 Técnicas de reconhecimento. 7.4 Contaminantes sólidos, líquidos e gasosos. 7.5 Medidas de controle individual e coletivo para agentes químicos. 8 Acidentes de trabalho. 9 Legislação e Administração Aplicada à Engenharia de Segurança. 10 Atribuições e responsabilidades do Engenheiro de Segurança do Trabalho. 11 Convenções e recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Conhecimentos específicos para médico do trabalho - 1 Normas Regulamentadoras Relativas a Segurança e Medicina do Trabalho.1.1 NR6 - Equipamento de Proteção Individual - EPI.1.2 NR7 - Exames Médicos.1.3 NR9 - Riscos Ambientais.1.4 NR11- Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais. 1.5 NR15- Atividades e Operações Insalubre.1.6 NR16- Atividades e Operações Perigosas.1.7 NR26- Sinalização de Segurança. 1.8 NR35- Trabalho em Altura.2 Laudo de insalubridade / periculosidade. 3 Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho - LTCAT.4 Reabilitação Profissional. 5 Agravos à saúde do trabalhador. 5.1 Saúde mental. 5.2 Sistemas sensoriais, respiratório e cardiovascular. 5.3 Câncer. 5.4 Sistema musculoesquelético. 5.5 Sangue. 5.6 Sistemas nervoso, digestivo, renal-urinário e reprodutivo. 5.7 Doenças da pele. 6 Bioética. 6.1 Princípios fundamentais. 6.2 Direitos e deveres do médico. 6.3 Responsabilidade profissional. 6.4 Sigilo médico. 6.5 Atestado e boletim médicos. 6.6 Perícia médica. 6.7 Pesquisa médica. 6.8 Código de ética do Médico do Trabalho. 7 Epidemiologia ocupacional. 7.1 Método epidemiológico aplicado à saúde e segurança ocupacional. 7.2 Estratégias e técnicas epidemiológicas de avaliação da exposição. 7.3 Medidas de exposição no local de trabalho. 7.4 Medição dos efeitos das exposições. 7.5 Avaliação de causalidade e ética em pesquisa epidemiológica. 8 Gestão ambiental e saúde dos trabalhadores. 8.1 Relações entre saúde ambiental e ocupacional. 8.2 Saúde e segurança ocupacional e o meio ambiente. 8.3 Gestão ambiental e proteção dos trabalhadores. 8.4 Gestão em saúde: planejamento, implementação e avaliação de políticas, planos e programas de saúde nos locais de trabalho. 9 Perícias médicas judiciais. 9.1 Exame clínico e anamnese ocupacional. 9.2 Análise das condições de trabalho. 9.3 Laudos médicos e ambientais. 10. Programa de controle médico e serviços de saúde ocupacional. 11 Proteção e promoção da saúde nos locais de trabalho. 11.1 Programas preventivos. 11.2 Avaliação do risco em saúde. 11.3 Condicionamento físico e programas de aptidão. 11.4 Programas de nutrição. 11.5 A saúde da mulher. 11.6 Proteção e promoção de saúde. 11.7 Doenças infecciosas. 11.8 Programas de controle do tabagismo, álcool e abuso de droga. 11.9 Gestão do estresse. 12 Programa de prevenção de riscos ambientais. 12.1 Higiene ocupacional. 12.2 Prevenção de acidentes. 12.3 Política de segurança, liderança e cultura. 12.4 Proteção Pessoal. 13 Toxicologia. 13.1 Toxicologia e Epidemiologia. 13.2 Monitoração biológica. 13.3 Toxicocinética. 13.4 Toxicologia básica. 13.5 Agentes químicos no organismo. 13.6 Toxicocinética. 13.7 Toxicodinâmica dos agentes químicos.


APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA CORREIOS - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

Shopping