Ganhos de até R$ 4,1 mil

CRECI MG abre concurso para níveis médio e superior

Oferta é de nove vagas e cadastro reserva para os cargos de profissional de fiscalização, profissional de suporte administrativo e advogado

Patricia Lavezzo
Publicado em 13/08/2018, às 11h53

Já estão abertas as inscrições do concurso do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de Minas Gerais (CRECI/MG). A seleção visa o preenchimento de nove vagas imediatas, além de cadastro reserva (CR). Ofertas serão lotadas nas cidades de Belo Horizonte, Patos de Minas, Sete Lagoas, Viçosa, Divinópolis, Pouso Alegre e Uberaba.

Quem tem o ensino médio completo pode se inscrever para as funções de profissional de fiscalização (3 vagas + CR) e profissional de suporte administrativo (6 + CR). O primeiro posto ainda exige carteira de habilitação categoria “B” e paga R$ 3.028,88 e o segundo conta com salário de R$ 1.633,75. 

O cargo de profissional de suporte técnico - advogado pleno (CR) requer nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 4.175,35. 

O órgão ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: vale-refeição no valor diário de R$ 40 e vale-alimentação no valor diário de R$ 20 (por dia trabalhado); assistência médica; assistência odontológica; e vale-transporte.

Inscrições e provas

Interessados em concorrer a uma das vagas devem preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico do Instituto Nosso Rumo (www.nossorumo.org.br), organizador do processo de seleção. Os valores da taxa são de R$ 38 para profissional de suporte administrativo, R$ 50 para profissional de fiscalização e R$ 70 para advogado. O prazo para registro das candidaturas se encerrará no dia 10 de setembro. 

Os candidatos serão avaliados por meio de duas etapas: prova objetiva de múltipla escolha para todos os cargos e análise de títulos apenas para nível superior. 

A prova objetiva terá duração máxima de três horas e será aplicada nas cidades vinculadas ao cargo na data prevista de 21 de outubro, em locais e horários a serem comunicados, oportunamente, através de edital de convocação, a ser divulgado no site do Instituto Nosso Rumo. 

Para os empregos de ensino médio, a avaliação será composta por 40 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de legislação específica. Já para nível superior serão 50 questões, sendo 12 de língua portuguesa, seis de matemática e raciocínio lógico, cinco de conhecimentos de informática, 12 de legislação específica e 15 de conhecimentos específicos. 

Atribuições

Profissional de fiscalização - organizar, controlar e elaborar diariamente a programação dos serviços de fiscalização a serem executados; executar as atividades de fiscalização do exercício da profissão de corretor de imóveis no município sede da delegacia regional de lotação e municípios cuja distância não ultrapasse duzentos e cinquenta quilômetros (não considerada a volta), a fim de cumprir um dos objetivos institucionais da autarquia, mediante planos de ação fiscal determinados e aprovados pela diretoria executiva; pesquisar e coligir anúncios em jornais, painéis, panfletos, faixas, cartazes ou stand de vendas de construtoras, incorporadoras ou loteamentos e incorporações, verificando neles ou em razão deles, o cumprimento das formalidades inerentes ao exercício da profissão de corretor de imóveis; executar outras tarefas. 

Profissional de suporte administrativo - atender ao corretor de imóveis e ao público em geral, na recepção do órgão, por contato pessoal e/ou por telefone, primando pela eficiência e urbanidade dos serviços prestados; proceder, caso necessário, ao encaminhamento das pessoas recepcionadas para as unidades organizacionais competentes; responder a e-mails direcionados ao setor; atender às ligações externas e repassá-las ao seu destino de competência; emitir listagem das ligações telefônicas realizadas, encaminhando-as à chefia imediata para exame e demais providências; realizar serviços de digitação em geral, tais como: relatórios, ofícios, correspondências e outros documentos administrativos; entre outras.

Profissional de suporte técnico (advogado) - consultar legislações, jurisprudências e doutrinas das diversas especialidades jurídicas, estudando-as, a fim de assessorar e assistir juridicamente o CRECI/MG; prestar e/ou obter informações relacionadas à área jurídica, contatando instituições jurídicas, públicas ou privadas e/ou de pessoas físicas; emitir pareceres jurídicos sobre as matérias de competência, consultando doutrinas, legislações e jurisprudências aplicáveis, a fim de resguardar, prevenir ou reivindicar direitos; entre outras.

Comentários

Mais Lidas