Tudo Sobre

Concurso DETRAN DF

Concurso Detran DF: publicados critérios para lotação no órgão

O novo concurso Detran DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) deve contar com 72 oportunidades para técnicos e assistentes



Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 20/10/2020, às 10h52 - Atualizado às 15h11

Concurso Detran DF: servidores do Detran DF
Divulgação

Quem pretende participar do novo concurso Detran DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal), previsto para ocorrer em 2021 e já com dotação orçamentária resguardada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deve ficar atento. Acontece que foi publicada, no diário oficial do DF, nesta terça-feira, 20 de outubro, a instrução 762, que estabelece horários de funcionamento e critérios para lotação e movimentação de servidores.  

De acordo com a LDO, a seleção deve contar com uma oferta de 72 vagas, sendo 49 para o cargo de técnico de trânsito e 23 para assistente de trânsito, com opções para quem possui níveis médio e superior. As remunerações iniciais são de R$ 5 mil para técnico e R$ 9 mil para assistentes.  Novas informações devem ser anunciadas em breve

De acordo com o novo documento, o horário padrão de atendimento será das 7 às 19 horas, de segunda a sexta-feira, podendo ser reduzido ou ampliado, de acordo com os interesses da administração:

Art. 4º A jornada de trabalho para os servidores da autarquia é de 40 horas
semanais, que poderá ser cumprida, conforme interesse da Autarquia, nos seguintes
moldes:
I - de segunda-feira a sexta-feira no regime de 8 (oito) horas diárias, com intervalo
máximo de 2 horas;
II - em regime especial de 7 horas diárias, ininterruptas ou não, adicionando-se 5 horas
semanais como sobressalentes, podendo ser cumpridas em escalas por meio de
convocação, com vistas ao cumprimento integral da carga horária de 40 horas semanais.

Em relação aos critérios de lotação, o documento diz o seguinte:

I - o servidor ocupante do cargo de Especialista em Atividades de Trânsito deverá ser
lotado preferencialmente em unidade correspondente a sua área específica, mantendo as atribuições do cargo para o qual foi selecionado por intermédio de concurso público, salvo exercício de cargo público em comissão ou função de confiança com graduação mínima equivalente aos cargos de natureza especial.

II - o servidor ocupante do cargo de Analista em Atividades de Trânsito poderá ser lotado
em todas as áreas da Autarquia, mantendo as atribuições do cargo para o qual foi
selecionado por intermédio de concurso público.

III - o servidor ocupante do cargo de Técnico em Atividades de Trânsito será lotado
preferencialmente nas unidades com atendimento ao público, mantendo as atribuições do cargo para o qual foi selecionado por intermédio de concurso público.

IV - o servidor ocupante do cargo de Agente de Trânsito deverá ser lotado em unidade
correspondente a sua área específica, mantendo as atribuições do cargo para o qual foi
selecionado por intermédio de concurso público

Eventuais remoções de servidores poderão ser feitas da seguinte forma:

I - de ofício, no interesse da administração;
II - por permuta;
III - por procedimento de remoção; ou
IV - a pedido do servidor

Concurso Detran DF - Saiba como foi a última seleção

O último concurso Detran DF ocorreu em 2010, quando foram oferecidas dez vagas para o cargo de assistente de trânsito. Para concorrer, foi necessário possuir nível superior, com remuneração inicial, na época, de R$ 4.225,94. A banca foi o Instituto Quadrix

A seleção contou com provas objetivas, discursivas e análise de títulos e de experiência profissional. A parte objetiva contou com 80 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 30 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram abordados temas de língua portuguesa, redação oficial, informática, direito constitucional, direito administrativo e lei orgânica do Distrito Federal. Em conhecimentos específicos, regimento interno do Detran/DF e legislação de trânsito.

Antes disso, em 2008, o concurso Detran DF ofereceu 125 vagas, sendo 100 para a carreira de auxiliar, atual técnico, e 25 para analista. Para auxiliar foi exigido apenas ensino médio, enquanto para analistas, as oportunidades foi para nível superior nas áreas de analista de sistemas, assistente social, comunicação social, direito e legislação, engenheiro civil, engenheiro eletricista, estatístico, médico do trabalho, médico neurologista, médico oftalmologista, médico ortopedista, médico psiquiatra, pedagogo e psicólogo. A banca foi o Cespe/UnB.

Para auxiliar, a prova contou com 50 itens de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Para analista na área de direito e legislação, 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e títulos. Para os demais analistas, 50 de conhecimentos básicos, 20 de conhecimentos complementares e 50 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e títulos.
Para auxiliar, a parte de conhecimentos gerais contou com temas de língua portuguesa,  redação oficial e raciocínio lógico.

Para nível superior, em conhecimentos gerais foram cobrados temas de língua portuguesa e redação oficial. 

Para analista na  especialidade direito e legislação, como conhecimentos complementares foram cobrados temas de direito constitucional, direito administrativo, lei orgânica do Distrito Federal e regulamento interno do Detran/DF 

Prova anterior Detran DF 2019

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou provas do DETRAN, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. Avalie se a organizadora será a mesma para o novo concurso Detran DF.

concursosconcursos df (distrito federal)concursos 2020provas anteriores

Comentários

Mais Lidas