É possível aliar estudo para concursos e trabalho?

Neste artigo Luiza Ricotta mostra como conciliar as tarefas

Redação
Publicado em 26/02/2013, às 15h17

Luiza Ricotta

Sim é possível aliar, tanto que perto de 50% ou mais desse público interessado na carreira pública está nas escolas preparatórias e simultaneamente trabalhando na esfera privada.

Está aí uma questão que paira na mente daqueles que buscam o seu caminho profissional e observam o que de melhor pode ser feito para que se consiga a aprovação na carreira pública.

Os candidatos buscam definir para si mesmos, qual a medida certa para o seu investimento, de que modo precisam estruturar a sua vida para que consigam êxito. E para aqueles que estão envolvidos em trabalhos autônomos e setor privado, ressentem-se de não ter todo o tempo direcionado para a sua preparação. Procuram ir se organizando de forma a buscar cursos e materiais de estudo concomitantes ao trabalho.

Estes candidatos estão divididos entre aqueles que oferecem exclusividade aos estudos e aqueles que têm uma vida profissional e vislumbram a carreira pública. Certamente que tal grupo faz comparações no sentido de que aqueles que têm dedicação exclusiva aos estudos estariam levando vantagem, ou seja, seriam “candidatos mais bem preparados”. Mas as comparações não param por aí. Há aqueles que vão comparar a qualidade e o tempo destinado aos estudos para obter aprovação.  

Quem faz parte desse grupo – Estamos falando de profissionais que estão no mercado de trabalho privado em razão de uma necessidade pessoal. Pensar simplesmente em abrir mão da sua atividade que proporciona subsistência financeira e experiência na área é trazer-lhe mais um aspecto de pressão. No entanto aqueles que aliam trabalho e concurso acabam encontrando uma combinação também que exigirá equilíbrio e excelência igualmente como no outro grupo         daqueles que se dedicam unicamente aos estudos. Sendo que a forma de vivenciar este percurso será distinta, e ambos conquistam a vitória.

Para o universo destes candidatos, todo tipo de situação que possa melindrar o seu projeto é relevante para que ele passe a buscar meios de se desdobrar para que os seus intentos sejam contemplados. Acabam encontrando um modo eficiente de operar a própria vida, fazendo dar certo ainda que se esforcem demasiado. E podem perguntar: porque será necessário equilíbrio e excelência?

É o que você precisará para constituir uma vida organizada e bem distribuída no que tange ao uso do tempo interno e externo. Entenda por tempo interno aquele que é vivido, dimensionado pela pessoa enquanto elaboração de tudo o que vivencia. E tempo externo, aquele que se distribui entre as horas e os minutos, fazendo de você eficiente por tornar possível a realização das tantas atividades, uma a cada vez, de forma organizada. No entanto só é possível realizar várias atividades desde que se tenha a tal dimensão interna, a serenidade, concentração e atenção dirigida.

Luiza Ricotta é psicóloga, professora em cursos de pós-graduação e preparatórios para a carreira pública. É especializada no atendimento a concurseiros, tendo desenvolvido e criado a “Preparação Emocional do Candidato”. Autora de livros, entre eles: “Preparação Emocional em Concursos: Equilíbrio e Excelência”. Ministra o curso Preparação Emocional em Concursos na Área VIP do JC&E www.jcconcursos.com.br, com mais de 88 vídeoaulas. Email: luizaricotta@hotmail.com. Twitter: @luizaricotta

Comentários

Mais Lidas