23 postos

Exército: concursos têm vagas para oficial e capelão

Interessados têm até 4 de agosto para se candidatar. Concursos do Exército selecionarão profissionais com formação superior para ingresso no Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar e no Estágio de Instrução e Adaptação para Capelães

Samuel Peressin
Publicado em 30/06/2017, às 12h02

Estão abertas as inscrições dos concursos do Exércitopara ingresso, em 2018, no Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar e no Estágio de Instrução e Adaptação para Capelães Militares. São oferecidas, ao todo, 23 vagas.

Será possível se candidatar até 4 de agosto, por meio do site http://www.esfcex.eb.mil.br. A taxa custa R$ 120.

O Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar totaliza 20 postos. Podem se inscrever profissionais com até 36 anos e formação superior nas áreas de administração (3 postos), biblioteconomia (1), ciências contábeis (2), direito (7), enfermagem (2), informática (4) e pedagogia (1).

Já o Estágio de Instrução e Adaptação para Capelães Militares reúne três ofertas: duas para capelães católicos e uma para evangélico. Os requisitos de participação incluem: idade entre 30 e 40 anos, curso de formação teológica regular de nível superior e ao menos três anos de atividades pastorais.

Os aprovados farão curso com duração de 35 semanas na Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), em Salvador/BA. Para capelães, o treinamento também prevê atividades em outras localidades.

Durante a fase preparatória, os alunos terão remuneração de R$ 7.082 para capelão e R$ 7.796 para oficial. Após a formatura, já nomeados aos postos de aspirante a oficial e primeiro tenente, respectivamente, os militares continuarão recebendo o mesmo valor.

Concursos Exército: sobre as provas


A seleção dos candidatos inscritos nos concursos do Exército envolverá as seguintes etapas: prova escrita com questões sobre conhecimentos gerais e específicos, em 17 de setembro; inspeção de saúde e exame de aptidão física, além de análise de títulos apenas para capelães.

Os exames serão aplicados em Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Boa Vista/RR, Brasília/DF, Campinas/SP, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/SC, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Juiz de Fora/MG, Macapá/AP, Maceió/AL, Manaus/AM, Natal/RN, Palmas/TO, Porto Alegre/RS, Porto Velho/RO, Recife/PE, Resende/RJ, Rio Branco/AC, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santa Maria/RS, São Luís/MA, São Paulo/SP, Taubaté/SP, Teresina/PI, Uberlândia/MG e Vila Velha/ES.

Mais Lidas