Para nível superior

Concurso Funceme/CE: edital sai até o começo de maio

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos preencherá 40 oportunidades para os cargos de pesquisador e analista de suporte à pesquisa, com iniciais de R$ 3,4 mil

Fernando Cezar Alves
Publicado em 17/04/2018, às 15h38

O governador do Ceará, Camilo Santana, confirmou, nesta terça-feira, 17 de abril, por meio de vídeo publicado em um rede social, que o edital do novo concurso público da  Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) deve ser publicado em até duas semas, ou seja, atá a primeira semana de maio. A liberação depende apenas da assinatura do contrato com a banca, que será a Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece), anunciada em 14 de novembro.

Ao todo serão oferecidas 40 vagas, sendo 35 para o cargo de pesquisador e cinco para analista de suporte à pesquisa. Nos dois casos, para concorrer é necessário possuir formação de nível superior específica, com remuneração inicial de R$ 3.440,34.

A comissão do concurso, formada desde 6 de maio, conta com três membros da própria Funceme e dois da Secretaria de Planejamento. Será presidida pela servidora Meiry Sayuri Sakamoto, da Funceme. Os outros dois membros do órgão na comissão são Sônia Barreto Perdigão de Oliveira e Marilene da Páscoa Barros. Já os representantes da Secretaria de Planejamento são os servidores Franklin Viana Moreira e Silvana Martins Rodrigues Dourado.

O Órgão

A Funceme foi criada em 2009, com a finalidade de aprofundar e difundir o conhecimento da geografia física do estado do Ceará, no sentido de servir de subsídio ao planejamento, implementação e desenvolvimento de políticas públicas ou de ações da iniciativa privada que necessitem de suporte nas informações sobre clima, hidrografia e meio ambiente.
Neste sentido, atua em quatro grandes áreas: meteorologia, monitoramento, recursos ambientais e recursos hídricos, apoiadas pelo Departamento de Tecnologia da Informação, produzindo subsídios que auxiliam na formulação do planejamento governamental, na definição de políticas e diretrizes de distribuição e gestão de recursos hídricos, na definição de políticas de desenvolvimento rural e agrário, na implementação de ações de combate à degradação ambiental e na organização de atividades de defesa civil, questões consideradas essenciais para o estudo do perfil físico-climático do estado do Ceará  e da região nordeste.          

Mais Lidas