Cronograma de convocação deve ser definido na quarta

O ministro da Previdência Social e a ministra do Planejamento estarão em reunião para definir o futuro dos aprovados para técnico do seguro social e perito médico previdenciário.

Redação
Publicado em 30/04/2012, às 10h04

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, informou por meio de seu Twitter, na última quinta-feira (26), que se reunirá com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para tratar da convocação dos aprovados no concurso do INSS, lançado em dezembro de 2011. 
“A reunião com a min do Planejamento foi adiada para 2 de maio. Na oportunidade será tratada a convocação dos aprovados no conc. do INSS”, publicou o ministro.
Essa é a terceira remarcação do encontro. Inicialmente, a data seria 24 de abril. Depois, passou para a tarde do dia 25. Foi adiada para dia 26, às 14h15. E agora está marcada para a próxima quarta-feira.
O concurso está homologado desde o dia 16 de abril (conforme documento que pode ser conferido ao lado) e tem validade de um ano a partir dessa data, podendo ser prorrogado por igual período.
Também é possível que durante a reunião seja discutido o lançamento do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social para o cargo de analista.
De acordo com o presidente da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e Seguridade Social (Anasps), Paulo César de Souza, o déficit de servidores no órgão atinge o montante de dez mil, devido a aposentadorias, falecimentos e exonerações. 
Técnico e perito - A seleção pública para as carreiras teve o edital publicado em 16 de dezembro do ano passado.
Foram abertas 375 vagas para perito médico previdenciário (superior em medicina) e 1.500 para técnico do seguro social (nível médio), com taxas de participação de R$ 61,70 e R$ 51,70, respectivamente.
O total de interessados chegou a 921.136. A maior concorrência foi observada para técnico no Distrito Federal, que atingiu 34.755 inscrições, enquanto a carreira de perito em Macapá registrou 18 concorrentes.
A avaliação dos candidatos foi realizada em 12 de fevereiro por todo o Brasil, com 182.737 desistências.
Os gabaritos foram liberados no dia 15 do mesmo mês pela Fundação Carlos Chagas. O resultado final do concurso saiu em 27 de março.
Quem conseguiu ser aprovado para técnico receberá remuneração mensal de até R$ 4.496,89. Já para perito médico, o valor inicial é de R$ 4.536,53, podendo chegar a R$ 9.070,93. A jornada de trabalho para ambas as profissões é de 40 horas semanais.
Pâmela Lee Hamer 

Comentários

Mais Lidas