Publicado: 10/01/2017 - 15:17 | Atualizado: 27/01/2017 - 17:13

Concurso da Marinha inscreve para 656 vagas de praça

Concurso da Marinha selecionará praças temporários para funções de níveis fundamental e médio nas áreas industrial e de saúde. Ofertas estão distribuídas entre 16 Estados e o Distrito Federal

Níveis fundamental e médio

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Um novo concurso aberto pela Marinha vai selecionar, entre homens e mulheres, 656 profissionais de níveis fundamental e médio para o serviço militar voluntário temporário (SMV) como praça de 2ª classe.

Foram divulgados, ao todo, editais por nove Distritos Navais. As ofertas são para atuação nas áreas industrial e de saúde e estão distribuídas entre o Distrito Federal e 16 Estados: Amazonas, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Sergipe, Pará, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A lotação das vagas pode ser conferida abaixo.

As inscrições para o concurso serão recebidas entre 10 de janeiro e 3 de fevereiro, com taxa de R$ 50. Acessando o site da Marinha (www.ensino.mar.mil.br), na opção "serviço militar voluntário", os interessados são direcionados a uma página em que escolhem o Distrito Naval para o qual pretendem concorrer.

Podem se candidatar pessoas com mais de 18 e menos de 45 anos na data da incorporação. As oportunidades de nível fundamental cobram ainda curso de formação continuada, enquanto os postos de nível médio requerem formação técnica.

Os participantes selecionados no concurso da Marinha cumprirão estágio inicial, dividido em duas etapas, durante 12 meses. Os aprovados na primeira fase, que consiste na instrução militar-naval e tem duração de 45 dias, serão promovidos a marinheiro especializado (cargos de nível fundamental) e cabo (nível médio/técnico). O período restante será destinado à aplicação de conhecimentos técnico-profissionais na Organização Militar escolhida pelos marinheiros e cabos para servir.

O SMV poderá atingir duração máxima de oito anos, desde que, neste período, a idade do militar não exceda 45 anos. O tempo de serviço é renovado anualmente. De acordo com a Marinha, os vencimentos iniciais são de aproximadamente R$ 2.100 para funções de nível fundamental e R$ 2.900 para nível médio/técnico.

A seleção do concurso da Marinha compreenderá sete etapas: prova objetiva com 50 questões de língua portuguesa (25) e conhecimentos militares-navais (25), prevista para 26 de março; verificação de dados biográficos; inspeção de saúde; prova de títulos; verificação de documentos; análise de títulos; designação à incorporação; e incorporação.

Concurso Marinha: distribuição das vagas por Estado


Rio de Janeiro (nível fundamental) - marcenaria (6 postos) e motorista de viatura administrativa (40).

Rio de Janeiro (nível médio) - desenho mecânico (6), edificações (8), eletrônica (9), eletrotécnica (31), estruturas navais (18), mecânica (17), metalurgia (24), motores (12), química (3), telecomunicações (4), enfermagem (71), higiene dental (14), nutrição e dietética (8), patologia clínica (24), prótese dentária (5), radiologia médica (19) e farmácia (27).

Espírito Santo (nível médio) - desenho mecânico (1), enfermagem (5), higiene dental (1), nutrição e dietética (1).

Rio Grande do Norte (nível fundamental) - marcenaria (4) e motores (4).

Rio Grande do Norte (nível médio) - enfermagem (7), nutrição e dietética (1), higiene dental (2), patologia clínica (2), radiologia médica (2), edificações (4), eletrotécnica (6), mecânica (6) e metalurgia (8).

Ceará (nível médio) - enfermagem (1), nutrição e dietética (1) e higiene dental (1).

Alagoas (nível médio) - enfermagem (1).

Paraíba (nível médio) - enfermagem (1).

Pernambuco (nível médio) - enfermagem (6), nutrição e dietética (1), higiene dental (2), patologia clínica (2), radiologia médica (2).

Sergipe (nível médio) - enfermagem (1).

Bahia (nível médio) - enfermagem (14), radiologia médica (8), higiene dental (2), prótese dentária (1), nutrição e dietética (1), edificações (2), eletrônica (2), mecânica (14), metalurgia (7), motores (7), marcenaria (2), telecomunicações (5), eletrotécnica (13) e gráfica (1).

Pará (nível fundamental) - eletricidade (1), marcenaria (3) e motores (2).

Pará (nível médio) - eletrotécnica (3), eletrônica (1), geodésia e cartografia (1), mecânica industrial (1), metalurgia (3), motores (2), enfermagem (5), higiene bucal (1), patologia clínica (1) e radiologia médica (1).

Mato Grosso do Sul (nível médio) - nutrição e dietética (1), higiene dental (2), patologia clínica (2) e radiologia médica (2).

São Paulo (nível médio) - motores (2), telecomunicações (1), eletrotécnica (3), enfermagem (6), higiene dental (1) e nutrição e dietética (1).

Paraná (nível médio) - edificações (1), metalúrgica (1), motores (1), eletrotécnica (2), enfermagem (1) e higiene dental (1).

Rio Grande do Sul (nível médio) - enfermagem (7).

Santa Catarina (nível médio) - enfermagem (3) e radiologia médica (1).

Amazonas (nível médio) - edificações (6), eletrônica (5), mecânica (6), eletrotécnica (6), telecomunicações (6), enfermagem (4), nutrição e dietética (2), patologia clínica (2), prótese dentária (1) e radiologia médica (3).

Distrito Federal (nível médio) - edificações (3), eletrônica (1), mecânica (3), motores (2), marcenaria (2), eletrotécnica (9), enfermagem (15), higiene dental (6), nutrição e dietética (3), patologia clínica (4) e radiologia médica (5).

Vídeos Marinha

Estude gramática para o concurso da Marinha


Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 07/02/2018 - 09:16

Concurso Marinha 2018: 1.000 vagas e inscrição aberta

Oportunidades são destinadas a candidatos do sexo masculino com idade entre 18 e 21 anos. Prazo para registro de candidaturas no concurso da Marinha vai até 2 de março

Aprendiz-marinheiro

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Estão abertas as inscrições do concurso da Marinha para admissão às escolas de aprendizes-marinheiros. Serão preenchidas, ao todo, 1.000 vagas. 
As oportunidades são destinadas a candidatos do sexo masculino com idade entre 18 e 21 anos (em 1º de janeiro de 2019), ensino médio completo e altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m. Além disso, os concorrentes devem ser solteiros ou não possuir união estável. 
Com duração de 48 semanas, o Curso de Formação de Marinheiros para a Ativa (C-FMN) é realizado sob regime de internato nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em Fortaleza/CE, Recife/PE, Vitória/ES e Florianópolis/SC. A unidades de ensino tem como objetivo formar marinheiros para o Corpo de Praças da Marinha.  
Durante o período de formação, são ministradas aulas sobre ensino básico e ensino militar-naval. Os estudantes também poderão escolher entre três áreas para a especialização técnica: eletroeletrônica, apoio ou mecânica (a ordem de preferência deverá ser indicada durante a inscrição).
Nas EAM, os aprovados no concurso da Marinha 2018 terão direito a uniforme, alimentação e assistências médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, além de auxílio financeiro mensal de R$ 981.

Como se inscrever no concurso de aprendiz da Marinha 2018


As inscrições serão recebidas até 2 de março, com taxa de R$ 40. Os interessados podem se candidatar pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br
Há, também, a opção presencial, em postos de atendimento no Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Nova Friburgo/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Brasília/DF, São Paulo/SP, Manaus/AM, Santos/SP, Amapá/AP, Parnaíba/PI e Santarém/PA.

Sobre as provas do concurso da Marinha 2018 para aprendiz-marinheiro


A seleção dos concorrentes a uma das 1.000 vagas de aprendiz-marinheiro no concurso da Marinha compreenderá prova objetiva com 50 questões sobre matemática, português, física, química e inglês, em data a ser definida.
Haverá, ainda, inspeção de saúde, teste de aptidão física (natação e corrida), avaliação psicológica, verificação de dados biográficos e de documentos. O curso está previsto para começar em 21 de janeiro de 2019.
Conforme prevê o edital, todas fases do processo seletivo serão realizadas nos municípios citados anteriormente, nos quais há bases das Organizações Militares da Marinha.

Sobre o curso de formação de aprendizes-marinheiros


Ao longo do curso de formação, os alunos passam por duas etapas: a primeira, na condição de aprendiz, é dedicada à instrução militar-naval, enquanto na segunda, já como grumete, ocorre a especialização profissional escolhida durante a inscrição para o concurso da Marinha (eletroeletrônica, apoio ou mecânica).
Os estudantes que completarem o treinamento com aproveitamento assumirão compromisso de tempo de serviço por um período de dois anos. Na sequência, serão promovidos a marinheiro, com remuneração inicial de aproximadamente R$ 1.800, podendo servir em navios ou organizações militares da Marinha.
De acordo com o edital, a graduação máxima que poderá ser alcançada é a de suboficial, que atualmente conta com vencimentos de R$ 5.751.
Continuar lendo

Atualizado: 18/01/2018 - 15:52

Concurso Aeronáutica: divulgado edital com 227 vagas

As chances no concurso da Aeronáutica são para candidatos de nível médio e com idade entre 17 e 25 anos, para ingresso no curso de formação de sargentos

Sargento

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Aeronáutica divulgou o edital de abertura das inscrições de concurso público para ingresso no curso de formação de sargentos, a ser realizado na escola de especialistas, em Guaratinguetá/SP, no primeiro semestre de 2019. A seleção oferece 227 vagas de ambos os sexos, para atuação em todo o território nacional. 
Do total de ofertas, 93 são destinadas apenas ao sexo masculino, sendo distribuídas entre as especialidades de aeronavegantes - mecânica de aeronaves (50), aeronavegantes - material bélico (13), e não-aeronavegantes - guarda e segurança (30). 
As outras 134 vagas são atribuídas a ambos os sexos e estão divididas entre as funções de não-aeronavegantes - equipamento de vôo (6) e controle de tráfego aéreo (128). 
Interessados em concorrer a uma das vagas devem ter concluído, com aproveitamento, o ensino médio e não ter menos de 17 anos e nem completar 25 anos até dezembro de 2019. O salário inicial do terceiro-sargento é de R$ 3.584.

Como participar do concurso da Aeronáutica 2018 


As inscrições serão recebidas no período das 10h do dia 11 de fevereiro às 15h de 12 de março. A ficha de cadastro estará disponível nos endereços eletrônicos do Comando da Aeronáutica (www.fab.mil.br/eear) e da Escola de Especialistas de Aeronáutica (http://ingresso.eear.aer.mil.br).
Será cobrada uma taxa de participação do concurso da Aeronáutica 2018, no valor de R$ 60, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite de 19 de março, observado o horário de funcionamento da rede bancária. 

Provas do concurso da Aeronáutica 2018


A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova escrita. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, língua inglesa, matemática e física.
A prova será aplicada no dia 27 de maio nas seguintes cidades: São Paulo/SP, São José dos Campos/SP, Belém/PA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Natal/RN, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, Campo Grande/MS, Canoas/RS, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Brasília/DF, Manaus/AM, Porto Velho/RO e Boa Vista/RR. 
O concurso da Aeronáutica 2018 ainda será constituído das seguintes etapas: inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico; e validação documental.

O curso da Aeronáutica


O curso de formação de sargentos da Aeronáutica é ministrado sob regime de internato militar na escola de especialistas, em Guaratinguetá-SP. Com duração aproximada de dois anos, ele abrangerá instruções nos campos geral, militar e técnico-especializado.
De acordo com o edital, a formação nas especialidades do curso de formação de sargentos é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) como curso técnico, de nível médio, constando no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.
Durante a realização do curso, o aluno estará sujeito ao regime escolar, e fará jus à mesma remuneração que percebia por ocasião da matrícula, se militar da ativa da Aeronáutica, ou fixada em lei para aluno, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária.
Dentre os que vierem a ser matriculados, aqueles que concluírem com êxito o referido curso, segundo o plano de avaliação, estarão em condições de compor o quadro de suboficiais e sargentos da Aeronáutica.
Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2017 - 09:27

Será que vale a pena prestar esse concurso?

A dúvida é bastante comum entre os concurseiros, já que são muitos os fatores em jogo, como atribuições, perfil da vaga, localidade, entre outras questões abordadas nesta matéria especial. Confira!

Especial

Por JCConcursos - Douglas Terenciano

Prestar um concurso sempre foi uma ótima alternativa para ingressar no mercado de trabalho, já que a carreira em órgãos públicos é mais estável comparada com a iniciativa privada e geralmente oferece boa remuneração. Mesmo assim, é grande a quantidade de concurseiros que ficam receosos na hora de efetuar a inscrição e se questionam: vale a pena prestar esse concurso? Afinal, o candidato precisa avaliar se tem o perfil da vaga, facilidade com as atribuições do cargo e ou se demandará mudança de cidade ou Estado. Pensando nisso, o JC Concursos conversou sobre o tema com professor especialista na área e também um concurseiro para ajudar você a esclarecer esses eternos dilemas na vida dos candidatos. Confira!

Antes de fazer a inscrição, Thállius Moraes, professor e coordenador no AlfaCon Concursos Públicos e Oficial de Justiça Federal, explica que o candidato deve avaliar vários fatores. “Primeiramente, deve ser escolhida uma área que se enquadre nos objetivos traçados, lembrando que se trata de um trabalho e que boa parte da vida será no desempenho do mesmo. Outros pontos como a remuneração e o local de trabalho (se é perto ou longe da família), por exemplo, também são bastante importantes na hora de se fazer o planejamento”.

Ás vezes um concurso é bem remunerado e com boas condições de trabalho, mas a localidade é muito distante. Talvez não seja tão atrativo a longo prazo quanto outro certame que possua um salário menor, porém, fica no local onde o candidato pretende morar. Vale lembrar que esta questão varia muito de cada pessoa. “A dica é manter a mente aberta, pois muitas vezes queremos apenas ficar próximos de casa, mas temos muitos lugares maravilhosos para conhecer e talvez a ‘cidade da vida’ da pessoa ainda esteja para ser descoberta”, incentiva Moraes.

Perfil

Quando perguntado sobre um candidato que pretende concorrer a uma vaga fora do seu perfil profissional, Thállius, responde que em alguns casos, o concurso servirá como um mero treinamento para outra seleção que é realmente almejada. Já em outras situações, se o certame for de um setor que foge muito da área pretendida, essa finalidade fica perdida e a tentativa poderá frustrar o candidato. Um exemplo seria o concurseiro que tem por objetivo uma carreira policial, que é bem específica, ser aprovado em outra área. Nesse caso, a ocupação de um cargo administrativo poderia gerar um servidor insatisfeito e infeliz. “Muitos que buscam apenas um trabalho bem remunerado e estável, sem querer um envolvimento muito grande com o cargo, terminam por se frustrar em algumas atividades de caráter mais intenso, com um contato direto com o público (muitas vezes de maneira não agradável) como nas funções de policial, fiscais em geral ou oficiais de justiça”, explica.

Muitas pessoas se inscrevem em seletivas fora do perfil, mas pensando em passos maiores, conhecidos como “concurso trampolim” ou “concurso escada”. Desta forma, podem complementar os estudos e treinar para outro certame. Este é o caso de Sidnei de Oliveira, morador de Indaiatuba, no interior paulista, que prestou o concurso para o cargo de escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo no último mês de julho. “Fiz a prova por causa das questões sobre direito. Sou estudante da área jurídica e queria testar meus conhecimentos, pois acredito que poderá ajudar para outras vagas”, comenta.

Thállius explica que “os concursos usados como escada fazem parte da vida de pessoas que almejam um cargo cuja preparação demanda um prazo maior, mas enquanto isso precisam de algo para se manter. O ponto positivo é que ao ter uma renda, a pressão no estudo fica um pouco mais aliviada. O ponto negativo é justamente o perigo de se acomodar com essa renda e deixar de batalhar por um cargo mais atrativo, além, é claro, da diminuição do tempo disponível para estudar”. Outra orientação é ficar atento aos postos públicos que pagam pouco e exigem muito no trabalho, a chance de ficar preso em uma situação assim poderá colocar em risco o objetivo final.

Ter familiaridade com a função deve ser levada em consideração? Não necessariamente, explica Moraes. “Varia muito de acordo com a área pretendida. Caso a busca seja por uma atribuição mais tranquila e com boa remuneração, os cargos de natureza administrativa são os mais procurados. Mesmo que sejam em órgãos distintos, as atribuições são semelhantes. Contudo, em algumas áreas que possuem atribuições especiais, são também muito buscadas pelos candidatos, que objetivam a remuneração como algo secundário, pois o real desejo é por determinado cargo em particular”.

Pouco tempo

Candidatos com pouco tempo para estudar devem direcionar a preparação de maneira produtiva. “Fazer questões anteriores, simulados e resumos são algumas das ferramentas que irão auxiliar nessa preparação. Com o tempo mais escasso, deve-se priorizar sempre as matérias mais cobradas e os pontos mais importantes, mas essa estratégia também varia um pouco de acordo com a banca e o cargo desejado”, afirma Thállius.

Sidnei acrescenta que sua conduta é sempre a mesma, independente do concurso. “Preciso focar minha atenção na prova e estudar o que for preciso. Posso não ter interesse no cargo, mas se relaxar, não será proveitoso. Se não levar a sério, corro o risco de apenas perder tempo e dinheiro”, diz.

Outro ponto a ser observado é sobre dificuldade com uma ou mais disciplinas do conteúdo programático, fato que geralmente desanima o candidato. Um bom planejamento pode ajudar a encarar esse desafio, contudo, vale ressaltar que raramente alguém tem sintonia com todas as matérias do edital, afinal, é comum uns sentirem mais dificuldades em língua portuguesa, outros em matemática, alguns em determinadas matérias de direito e assim por diante. “A dica é pensar na disciplina como um simples meio para se alcançar um fim. Não precisa gostar, basta apenas aprender a responder a questão”, orienta Moraes. Muitas vezes o bloqueio com determinado tema é criado pelo próprio candidato. “Pensar de forma positiva, esforçar-se mais e manter-se sempre estudando, mesmo que em alguns momentos o resultado pareça não chegar, é fundamental”, complementa o professor do AlfaCon Concursos.

Vale a pena?

Para o indaiatubano Sidnei, de 27 anos, conhecer o cargo e suas atribuições pode incentivar, mas independentemente dessa identificação, o que muitas vezes faz a diferença é o aprendizado. “Acredito que vale muito a pena tentar! Sinto que saio mais fortalecido a cada concurso que tento a sorte. Na dúvida, sempre opto por fazer a prova. Como meu objetivo é maior, acho que é interessante pela preparação. Isso é muito válido”, conta.  

Ainda sobre motivação, Thállius dá a dica. “O estudo é na maior parte do tempo frustrante, cansativo e solitário, por isso tantos desistem no meio do caminho. O importante é aprender com os erros, ter em mente que desistir não é uma opção e manter sempre uma postura positiva. Pode demorar um pouco, pode ser difícil e exaustivo, mas aqueles que não desistem conseguem chegar lá”, finaliza.

Continuar lendo

Atualizado: 24/07/2017 - 15:15

Concurso Exército: colégios militares abrem 440 vagas

Seleção oferece 385 vagas para 6º ano do ensino fundamental e 55 para 1º ano do nível médio. Inscrições para o concurso do Exército vão até 27 de agosto

Em 13 cidades

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Foram abertas nesta segunda-feira (24) as inscrições do concurso para admissão aos 13 colégios militares do Exército. Serão preenchidas 440 vagas, sendo 385 para ingresso no 6º ano do ensino fundamental e 55 no 1º ano do ensino médio.

As oportunidades estão distribuídas entre Rio de Janeiro, Porto Alegre, Fortaleza, Manaus, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Curitiba, Juiz de Fora, Campo Grande, Santa Maria e Belém.

Para concorrer a um dos postos no curso de ensino fundamental, os estudantes devem, em 2018, completar 10 anos até 31 de dezembro ou possuir menos de 13 anos em 1º de janeiro, conforme estabelece o edital do concurso do Exército.

No caso das vagas para nível médio, os inscritos precisam ter, em 2018, 14 anos até 31 de dezembro ou menos de 18 anos em 1º de janeiro.

Concurso Exército: inscrições e provas


As inscrições para o concurso do Exército devem ser efetuadas até 27 de agosto presencialmente ou pela internet - as páginas dos colégios militares podem ser encontradas no site http://www.decex.eb.mil.br/colegios-militares. O valor da taxa é de R$ 95.

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas com questões de matemática, em 10 de setembro, e língua portuguesa, além de uma redação, em 22 de outubro. Os exames ocorrerão na cidade de origem de cada vaga. Haverá, ainda, uma etapa de revisão médica e odontológica, entre 29 de janeiro e 9 de fevereiro de 2018.

Sobre os colégios militares


De acordo com o Exército, o Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) oferece, gratuitamente, ensino fundamental (do 6º ao 9º ano) e médio a aproximadamente 15 mil jovens.

As práticas didático-pedagógicas adotadas seguem as normas e prescrições do Sistema de Ensino do Exército e, ao mesmo tempo, obedecem à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), principal referência que estabelece os princípios e as finalidades da educação no Brasil.

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2017 - 11:41

Marinha: concurso oferece 90 vagas para técnicos

Concurso da Marinha preencherá postos em 14 especialidades no Corpo Auxiliar de Praças. Inscrições serão recebidas entre 1º e 31 de agosto

Salário de R$ 2,4 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Marinha recebe entre 1º e 31 de agosto as inscrições para o concurso de admissão ao Curso de Formação para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças. A seleção preencherá, ao todo, 90 vagas, sendo 18 reservadas a negros.

As oportunidades são destinadas a candidatos de ambos os sexos. Os participantes devem possuir formação técnica de nível médio e idade entre 18 e 24 anos (em 1º de janeiro de 2018).

O concurso da Marinha selecionará profissionais para 14 áreas: contabilidade (9 postos), desenho de arquitetura (4), estatística (4), eletrônica (4), enfermagem (5), estruturas navais (10), gráfica (5), geodésia e cartografia (5), marcenaria (5), metalurgia (10), meteorologia (5), motores (6), processamento de dados (12) e química (6). 

Concurso Marinha: inscrições e provas


Será possível se inscrever no concurso pela internet (www.ensino.mar.mil.br) ou presencialmente em organizações da Marinha em 15 cidades, nas quais também ocorrerão as etapas seletivas.

A relação de municípios é formada por: Brasília/DF, Fortaleza/CE, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Manaus/AM, Natal/RN, Olinda/PE, Porto Alegre/RS, Rio Grande/RS, Rio de Janeiro/RJ, São Luís/MA, São Paulo/SP, Salvador/BA, Santos/SP e Vila Velha/ES.

Os candidatos inscritos no concurso da Marinha serão avaliados por meio de prova objetiva de conhecimentos profissionais e redação, em data a ser definida, além de inspeção de saúde, de 26 de março a 25 de abril de 2018; teste físico, de 2 de abril a 2 de maio; e avaliação psicológica, em 25 de junho.

Realizado no Rio de Janeiro/RJ, o curso está previsto para começar em 23 de julho e terá duração de até 17 semanas. Os aprovados serão matriculados como grumete, com remuneração de R$ 989. Após a formatura, já no posto de cabo, os vencimentos sobem para R$ 2.449.

Continuar lendo

Atualizado: 05/07/2017 - 11:58

Aeronáutica abre concurso com 288 vagas de sargento

Oportunidades no concurso da Aeronáutica são para candidatos que possuem o nível médio, para ingresso no curso de formação de sargentos. As inscrições serão recebidas até o dia 14 de agosto

Inicial de R$ 3,5 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Entra em vigor nesta sexta-feira (21) o prazo de inscrição do concurso da Aeronáutica para admissão ao curso de formação de sargentos para o segundo semestre de 2018. A seleção visa o preenchimento de 288 vagas para ambos os sexos. Do total de ofertas, 23 são destinadas a aeronavegantes (militar ou civil que exerce função específica a bordo de aeronaves), sendo 14 para a especialidade de comunicações e nove para foto inteligência.
Para os não-aeronavegantes são reservadas 137 vagas, distribuídas entre as especialidades de eletricidade e instrumentos (18), meteorologia (10), suprimento (14), informações aeronáuticas (10), cartografia (6), desenho (5), estrutura e pintura (8), eletromecânica (12), metalurgia (6) e bombeiro (18), além de guarda e segurança (30) que é destinada apenas ao sexo masculino. 
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA AERONÁUTICA - CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS
As outras 128 oportunidades do concurso da Aeronáutica são para controle de tráfego aéreo. 
Interessados em concorrer a uma das vagas devem possuir diploma de conclusão de curso de nível médio expedido por estabelecimento de ensino reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e não ter menos de 17 anos e nem completar 25 anos até o dia 31 de dezembro de 2018.
O concluinte do curso será promovido ao posto de 3º sargento, cuja remuneração inicial é de R$ 3.584.

Inscrição no concurso da Aeronáutica


A participação no concurso da Aeronáutica deverá ser garantida até as 15h do dia 14 de agosto. O cadastro deverá ser realizado exclusivamente pela internet, através dos endereços eletrônicos www.fab.mil.br/eear e http://ingresso.eear.aer.mil.br.
Haverá, ainda, uma taxa de inscrição, no valor de R$ 60, que deverá ser efetuada até a data limite de 18 de agosto, observado o horário de funcionamento da rede bancária.

Avaliações do concurso da Aeronáutica


Os candidatos serão submetidos à prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre as matérias de língua portuguesa, língua inglesa, matemática e física. 
A avaliação será aplicada no dia 29 de outubro nas localidades onde se encontram as Organizações Militares de Apoio: Belém/PA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Salvador/BA, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, São Paulo/SP, São José dos Campos/SP, Campo Grande/MS, Canoas/RS, Curitiba/PR, Brasília/DF, Manaus/AM e Porto Velho/RO. No ato da inscrição o candidato deverá escolher o local onde deseja realizar a prova. 
O concurso da Aeronáutica ainda será constituído das seguintes etapas: inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico; e validação documental.

Curso de formação de sargentos da Aeronáutica


Com início no segundo semestre de 2018, o curso de formação de sargentos será realizado na Escola de Especialistas de Aeronáutica, em Guaratinguetá/SP. Ele será ministrado sob regime de internato militar, com duração aproximada de dois anos e abrangerá instruções nos campos geral, militar e técnico-especializado.
Segundo o edital, um período de instrução de aproximadamente 40 dias corridos, em regime de internato, contados a partir da data do início do curso, será ministrado exclusivamente de forma coletiva aos que vierem a ser matriculados, fazendo parte do estágio de adaptação à vida na caserna, estando inserido na instrução do campo militar.
Durante a realização do curso, o aluno fará jus à remuneração fixada em lei, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária.
A formação nas especialidades do curso de formação de sargentos é reconhecida pelo MEC como curso técnico de nível médio, constando no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.
Continuar lendo

Atualizado: 14/06/2017 - 10:53

Concurso Exército: publicado edital com 98 ofertas

Oportunidades no concurso do Exército são para ingresso nos cursos de formação e graduação de oficiais da ativa e da reserva para o quadro de engenheiros militares. As inscrições serão abertas em 26 de junho

Nível médio

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

O Exército publicou dois novos editais de concurso público destinados ao provimento de 98 vagas para o quadro de engenheiros militares. O primeiro edital conta com 74 ofertas para os cursos de formação e graduação de oficiais da ativa e da reserva de segunda classe; já o segundo edital dispõe de 24 vagas para os cursos de formação e graduação de oficiais da reserva e da reserva de segunda classe.
Para concorrer a uma das vagas é necessário possuir o ensino médio completo ou estar cursando a última série e ter idade entre 16 e 21 anos até 31 de dezembro de 2018. 
Interessados em participar do concurso do Exército deverão se inscrever no período de 26 de junho a 4 de agosto. A ficha de cadastro estará disponível no endereço eletrônico www.ime.eb.br
Haverá, ainda, uma taxa de participação, no valor de R$ 100. O pagamento do boleto bancário deverá ser efetuado até a data limite de 7 de agosto. 

Avaliações do concurso do Exército


Todos os inscritos serão submetidos ao exame intelectual, de caráter eliminatório e classificatório, constituído de duas fases. A primeira etapa constará de uma prova objetiva com 40 questões, sendo 15 de matemática, 15 de física e 10 de química. Já a segunda etapa contará com três provas discursivas das matérias específicas e duas provas mistas, com questões objetivas e/ou discursivas, de português e inglês.
A primeira fase do exame intelectual será aplicada no dia 12 de outubro. A segunda fase ocorrerá no mês de outubro, nos dias 23 (discursiva de matemática), 24 (discursiva de física), 25 (discursiva de química) e 26 (prova mista de português e inglês).
O concurso do Exército ainda será constituído das seguintes etapas: inspeção de saúde e exame de aptidão física.
Continuar lendo

Atualizado: 09/05/2017 - 11:05

Concurso Exército: último dia para 1.100 oportunidades

Ofertas no concurso do Exército Brasileiro são para ingresso nos cursos de formação de sargentos músicos, de saúde e da área geral/aviação, cuja exigência é de nível médio

Sargento

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Encerram-se nesta segunda-feira (12) as inscrições dos três editais do concurso do Exército Brasileiro. A seleção visa ao preenchimento de 1.100 vagas para ingresso na Escola de Sargentos das Armas (EsSA) nos cursos de formação de sargentos músicos, de saúde e da área geral/aviação.
Desse total de ofertas, 1.000 são destinadas à área geral/aviação, sendo 900 reservadas aos homens e 100 às mulheres, para ingresso nos cursos de infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicações, intendência, topografia, material bélico - armamento, material bélico - mecânico operador, material bélico - manutenção de viatura auto, manutenção de comunicações e/ou aviação - manutenção. 
Para sargentos músicos são reservadas 40 vagas, distribuídas entre os cursos de clarineta (10), flauta em dó/flautim em dó (2), saxhorne (5), saxofone (4), trombone tenor/trombone baixo (7), trompa (1), trompete/cornetim/flueghorne (9) e tuba (2). Os candidatos deverão comprovar habilidade na execução de partituras com o instrumento musical, a ser verificada em exames específicos.
As 60 vagas restantes do concurso do Exército são para sargentos de saúde, para a função de técnico de enfermagem.  

CURSO ONLINE E APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA EsSA - SARGENTO DO EXÉRCITO
Interessados em concorrer a uma das vagas devem ter concluído o ensino médio, idade entre 17 e 24 anos (exceto para as áreas de saúde e música, cuja idade máxima será de 26 anos), altura mínima de 1,55m para as mulheres e 1,60m para os homens. A área da saúde ainda requer curso de técnico em enfermagem e registro no conselho de classe. 

Como participar do concurso do Exército - EsSA


As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico http://www.esa.ensino.eb.br.
O participante deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União para pagamento da taxa de participação, no valor de R$ 80, em uma agência bancária. 

Avaliações do concurso do Exército - EsSA


Todos os candidatos serão submetidos à prova intelectual, de caráter eliminatório e classificatório. As questões objetivas versarão sobre as disciplinas de matemática, português, história, geografia do Brasil, teoria musical e/ou conhecimentos específicos, além de uma redação.  
O exame será aplicado no dia 24 de setembro nas organizações militares sede da cidade escolhida pelo participante no ato da inscrição: Rio de Janeiro/RJ, Resende/RJ, Niterói/RJ, São Paulo/SP, Campinas/SP, Lins/SP, Guarujá/SP, Taubaté/SP, Pirassununga/SP, Vila Velha/ES, Juiz de Fora/MG, Belo Horizonte/MG, Três Corações/MG, São João Del Rei/MG, Uberlândia/MG, Montes Claros/MG, Porto Alegre/RS, Santa Maria/RS, Cruz Alta/RS, Santiago/RS, Pelotas/RS, Uruguaiana/RS, Bagé/RS, Florianópolis/SC, Cascavel/PR, Curitiba/PR, Ponta Grossa/PR, Salvador/BA, Aracaju/SE, Maceió/AL, Recife/PE, João Pessoa/PB, Natal/RN, Fortaleza/CE, Teresina/PI, Petrolina/PE, Manaus/AM, Tabatinga/AM, Tefé/AM, Rio Branco/AC, Boa Vista/RR, Porto Velho/RO, Brasília/DF, Palmas/TO, Goiânia/GO, Campo Grande/MS, Corumbá/MS, Cuiabá/MT, Rondonópolis/MT, Dourados/MS, São Luís/MA, Imperatriz/MA, Altamira/PA, Belém/PA, Santarém/PA, Itaituba/PA, Marabá/PA e Macapá/AP.  
O concurso do Exército ainda será constituído das seguintes etapas: valorização de títulos; inspeção de saúde; exame de aptidão física; exame de habilitação musical; revisão médica e comprovação dos requisitos biográficos dos candidatos.
Segundo o edital, os cursos de formação de sargento serão realizados em dois períodos de instrução, distintos e sucessivos, e em diferentes organizações militares de corpo de tropa e estabelecimentos de ensino, tendo o período básico duração de 34 semanas e o período de qualificação duração prevista de 43 semanas.
Continuar lendo

Atualizado: 05/05/2017 - 14:00

Concurso Marinha Mercante: último dia para 285 vagas

Concurso selecionará candidatos de ambos os sexos para ingresso nas Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante. Exigências incluem nível médio e idade entre 17 e 23 anos

RJ e PA

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Chega ao fim nesta quinta-feira (8) o prazo de inscrição do concurso da  Marinha Mercante que dispõe de 285 vagas para admissão às Escolas de Formação de Oficiais do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga), no Rio de Janeiro/RJ, e do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), em Belém/PA.

Do total de postos, 170 são para o Rio de Janeiro e 115 para Belém. Podem participar da seleção candidatos de ambos os sexos com ensino médio e idade entre 17 e 23 anos (em 1º de janeiro de 2018).

As inscrições para o concurso da Marinha Mercante custam R$ 60. A ficha de cadastro está disponível no site www.ciaga.mar.mil.br.

Sobre as provas do Concurso Marinha Mercante


A seleção dos inscritos no concurso da Marinha Mercante será realizada por meio de exame de conhecimentos, composto por questões de português, inglês, matemática e física, além de redação, em 19 e 20 de agosto.

APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA EFOM - OFICIAIS DA MARINHA MERCANTE
Na sequência, os candidatos com melhor classificação passarão, também, por prova psicofísica, de 18 a 23 de novembro; teste de suficiência física, entre 4 e 15 de dezembro; e período de adaptação/verificação de documentos, de 8 a 28 de janeiro de 2018. 

Concurso Marinha Mercante: o curso de formação


Os aprovados no concurso da Marinha Mercante para ingresso nas Escolas de Formação de Oficiais farão a matricula e iniciarão o curso em 29 de janeiro de 2018, conforme prevê o cronograma de atividades estabelecido no edital.

Os alunos têm direito a alojamento, alimentação, uniformes, roupa de cama e assistências médica-odontológica, psicológica, social e religiosa, além de salário estipulado na Lei de Remuneração dos Militares.

A Marinha Mercante oferece aos estudantes duas opções de curso: náutica ou máquinas. A formação acadêmica (três anos, em regime de internato) é seguida por um período de estágio realizado a bordo de embarcações mercantes (um ano para o curso de náutica e seis meses para o de máquinas).

Depois de formados, os militares recebem diploma de bacharelado em ciências náuticas e passam a integrar o Quadro de Oficiais da Reserva não remunerada da Marinha do Brasil, no posto de segundo tenente.
Continuar lendo

Atualizado: 03/05/2017 - 10:27

Concurso Exército: inscrições abertas para 440 vagas

O novo concurso do Exército tem oportunidades de cadete para ambos os sexos. As inscrições terminam no dia 20 de junho

Nível médio

Por JCConcursos - Camila Diodato

Já estão abertas as inscrições do novo concurso público do Exército Brasileiro, que foi lançado no último dia 28 de abril. O certame disponibiliza 440 vagas de cadetes para o Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico, sendo 400 para o sexo masculino e 40 para o feminino.
Para concorrer a uma das oportunidades é preciso ter ensino médio completo; idade entre 17 e 22 anos (completados até 31 de dezembro); não ter sido considerado isento do Serviço Militar; não estar na condição de réu em ação penal; e ter altura mínima de 1,60m para homens e 1,55 para mulheres.
No edital do concurso Exército/EsPCEx não consta a remuneração inicial oferecida aos futuros cadetes, mas de acordo com uma lei sancionada pelo presidente Michel Temer no ano passado o salário inicial é R$ 936, mas como os ingressantes tomarão posse em 2018, o vencimento corresponderá, em tal época, a R$ 989. Vale ressaltar que esse valor para o início de carreira e que aumentará no último ano do curso e após o término.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA - CONCURSO EsPCEx - OFICIAIS DE CARREIRA
Os interessados no  processo seletivo devem se inscrever a partir do até 20 de junho no site www.espcex.ensino.eb.br.  A taxa de participação custa R$ 90 e o pagamento será efetuado por meio de boleto bancário.

Etapas do concurso Exército/EsPCEx


O processo seletivo terá exame intelectual, de caráter eliminatório e classificatório, além de inspeção de saúde e teste de aptidão física, ambos de caráter eliminatório. A prova intelectual ocorrerá nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, das 13h30 às 18h, em locais a serem revelados oportunamente.
No primeiro dia do exame intelectual do concurso Exército/EsPCEx haverá 20 perguntas de português (peso 2), 12 de física (peso 1), 12 de química (peso 1) e redação (questão discursiva). Já no outro dia, os participantes responderão 20 questões de matemática (peso 2), 12 de geografia (peso 1), 12 de história (peso 1) e 12 de inglês (peso 1).

Mais detalhes do concurso Exército/EsPCEx


O curso terá duração de cinco anos em regime de internato, sendo um ano nas instalações da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), em Campinas, onde receberá o título de aluno, e os outros quatro na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), na cidade de Resende (RJ), quando receberá o título de cadete.
No decorrer do curso da AMAN, os homens poderão optar pelos cursos de infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicações, intendência e material bélico. Enquanto as mulheres terão de escolher entre intendência ou material bélico.
Continuar lendo

Atualizado: 07/04/2017 - 11:54

Aeronáutica: diversos concursos previstos para 2017

Concursos da Aeronáutica estão programados para saírem entre maio e agosto. No total, serão lançados três cursos de formação para várias carreiras

Para ambos os sexos

Por JCConcursos - Camila Diodato

Junto com o Exército e a Marinha, a Aeronáutica também já divulgou a previsão dos seus concursos que serão lançados no decorrer deste ano. As oportunidades se destinarão a diversas funções e com os mais variados requisitos.
Os programas de ingresso que ainda deverão ser abertos em 2017 são os seguintes: Curso de Adaptação de Médicos da Aeronáutica (Camar), Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS) e Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR).
A estimativa é de que os novos editais dos concursos da Aeronáutica saiam entre maio e agosto. Os processos de triagem constarão de exame de escolaridade, inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, prova prático-oral, teste de avaliação do condicionamento físico e/ou validação documental, de acordo com o programa aberto. As provas devem ocorrer em todo o país.

Saiba mais sobre os concursos da Aeronáutica


O Camar ocorrerá no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica, em Belo Horizonte (MG). Poderão participar pessoas de ambos os sexos, com formação superior e idade até 36 anos no dia 31 de dezembro. As inscrições estão previstas para julho.
Para participar do CFS será preciso que os homens e as mulheres tenham entre 17 e 25 anos. O curso ocorrerá em Guaratinguetá (SP) e as inscrições devem ocorrer em agosto.
Em maio estão programadas as inscrições para o CPCAR, que se destina a pessoas de ambos os sexos e com idade entre 14 e 19 anos. Os ingressantes farão o curso em Barbacena (MG).
Continuar lendo

Atualizado: 06/04/2017 - 11:08

Concurso Marinha: provas começam em 30 de maio

Inscrições para o concurso da Marinha que selecionará 1.300 fuzileiros navais foram encerradas em 30 de março. Chances são destinadas a candidatos do sexo masculino com nível médio e idade entre 18 e 21 anos

Fuzileiro naval

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Depois de encerrar, em 30 de março, as inscrições do concurso para admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN), a Marinha se prepara agora para dar início às etapas seletivas. A primeira prova está prevista para 30 de maio.

Estão em disputa 1.300 vagas. As oportunidades são destinadas a homens com idade entre 18 e 21 anos (em 1º de janeiro de 2018) e ensino médio completo. Do total de postos, 20% são reservados a candidatos negros.

O curso terá duração de 17 semanas e será ministrado em duas cidades. São 1.060 vagas no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), no Rio de Janeiro/RJ, e 240 no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (CIAB), em Brasília/DF, de acordo com o edital do concurso da Marinha para fuzileiro naval.

Concurso fuzileiro naval Marinha: avaliação


A seleção dos inscritos no concurso da Marinha para fuzileiro naval compreenderá seis etapas. O exame de escolaridade, marcado para 30 de maio, terá prova com 50 questões de língua portuguesa e matemática.

Nas fases subsequentes, os candidatos passarão por verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, exame psicológico, teste de suficiência física e verificação de documentos.

Concurso Marinha: sobre o curso de formação de fuzileiros navais


Os aprovados no concurso da Marinha serão matriculados na condição de recruta fuzileiro naval (RC-FN), com direito a remuneração de R$ 854, alimentação, uniforme e assistência médico-odontológica. O treinamento ocorre em regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura.

Após conclusão do curso, os recrutas serão elevados ao cargo de soldado fuzileiro naval, com vencimentos de R$ 1.758, e cumprirão estágio inicial de um ano em uma das unidades da Marinha distribuídas entre o Rio de Janeiro/RJ (698 ofertas), Brasília/DF (140), Rio Grande/RS (75), Belém/PA (80), Ladário/MS (75), Manaus/AM (80), Natal/RN (60), Salvador/BA (60) e Iperó/SP (32).

Dentro das Forças Armadas, os soldados fuzileiros navais podem, por meio de processos seletivos, ascender na carreira, chegando aos postos de cabo e, depois, sargento. Atualmente, tais graduações contam com remuneração de R$ 2.243 e R$ 3.325, respectivamente.

Concurso Marinha fuzileiro naval: inscrições


As inscrições para o concurso da Marinha para fuzileiro naval custaram R$ 20. Os interessados puderam se cadastrar pela internet ou presencialmente, em postos de atendimento em Aracaju/SE, Belém/PA, Brasília/DF, Cuiabá/MT, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Foz do Iguaçu/PR, João Pessoa/PB, Ladário/MS, Maceió/AL, Manaus/AM, Marataízes /ES, Natal/RN, Paranaguá/PR, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Rio Grande/RS, Rio Novo/MG, Salvador/BA, São Luis/MA, São Paulo/SP, Uruguaiana/RS e Vitória/ES. Os endereços podem ser conferidos no edital, disponível entre os anexos da notícia.
Continuar lendo

Atualizado: 23/03/2017 - 14:57

Aeronáutica publica novo concurso com 180 ofertas

Oportunidades no concurso da Aeronáutica são para ingresso no curso preparatório de cadetes do Ar. As inscrições serão aceitas entre os dias 19 de abril e 9 de maio

Nível fundamental

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Aeronáutica publicou um novo edital de concurso público para admissão ao curso preparatório de cadetes do Ar. A seleção visa o preenchimento de 180 vagas, sendo 160 para os homens e 20 para as mulheres. 
Os interessados devem ter concluído com aproveitamento o ensino fundamental e não possuir menos de 14 anos e nem completar 19 anos até 31 de dezembro do ano da matrícula no curso. 
As inscrições deverão ser realizadas, exclusivamente, pela internet, nos endereços eletrônicos http://www.fab.mil.br e http://ingresso.afaepcar.aer.mil.br. O formulário estará disponível no período de 19 de abril a 9 de maio. 
Será cobrada uma taxa de participação, no valor de R$ 60, que deverá ser efetuada até o dia 16 de maio.  
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA AERONÁUTICA - CADETES DO AR

Provas da Aeronáutica 2017


O concurso da Aeronáutica contará com as seguintes etapas: prova escrita; inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico; e validação documental. 
No ato da inscrição, o candidato deverá escolher em qual cidade realizará a prova escrita: São Paulo/SP, Pirassununga/SP, Rio de Janeiro/RJ, Belém/PA, Recife/PE, Natal/RN, Salvador/BA, Belo Horizonte/MG, Barbacena/MG, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Brasília/DF, Manaus/AM, Boa Vista/RR e Porto Velho/RO. 
A prova escrita será composta por 48 questões de múltipla escolha, sendo 16 de língua portuguesa, 16 de matemática e 16 de língua inglesa, além de uma redação sobre tema da atualidade. 
Com duração de 5h20, a avaliação objetiva será aplicada na data prevista de 9 de julho. O edital de convocação, contendo os horários e locais de realização da prova, será divulgado nos sites da Aeronáutica a partir do dia 22 de junho. 

Aeronáutica: curso preparatório


Em 2018, em Barbacena/MG será ministrado o curso preparatório de cadetes do Ar, sob o regime de internato. Com duração de três anos, ele é equivalente ao ensino médio regular do sistema nacional de ensino e abrange instruções nos campos geral e militar. 
A instrução no campo militar fará com que o aluno conheça e adapte-se à vida castrense, valorizando a carreira militar e estimulando a motivação aos ideais da Força Aérea Brasileira. 
Um período de instrução de aproximadamente 20 dias corridos, em regime de internato, contados a partir da data do início do curso, será ministrado aos que vierem a ser matriculados, fazendo parte do estágio probatório para verificação da aptidão ao regime militar, estando inserido na instrução do campo militar.
Durante a realização do curso, o aluno fará jus à remuneração fixada em lei, de acordo com a sua graduação, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária.
O curso preparatório de cadetes do Ar tem o objetivo de preparar jovens para o ingresso no curso de formação de oficiais aviadores da Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga/SP.
Continuar lendo

Atualizado: 06/03/2017 - 14:03

Concurso da Aeronáutica reúne 86 vagas de nível médio

Oportunidades no concurso da Aeronáutica são para as carreiras de oficiais de infantaria, intendentes e aviadores. Participação deve ser garantida entre os dias 21 de março e 10 de abril

Curso de formação

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Foram publicados três editais de abertura das inscrições do novo concurso da Aeronáutica, que ao todo somam 86 vagas para ingresso no curso de formação de oficiais de infantaria, intendentes e aviadores.  
Desse total de ofertas, 35 são reservadas para os postos de oficiais intendentes e 33 para oficiais aviadores, para ambos os sexos. Já para a carreira de oficiais de infantaria da Aeronáutica estão disponíveis 18 vagas, apenas para o sexo masculino. 
Interessados devem ter concluído o ensino médio e não possuir menos de 17 anos e nem completar 23 anos até 31 de dezembro do ano da matrícula no curso.

Inscrição no concurso da Aeronáutica


Para concorrer a uma das vagas será necessário preencher a ficha de cadastro, disponível nos endereços eletrônicos www.fab.mil.br e http://ingresso.afaepcar.aer.mil.br, no período de 21 de março a 10 de abril. 
O participante deverá, ainda, efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 70, até o dia 17 de abril. 

Concurso da Aeronáutica 2017: Avaliações


As provas escritas serão realizadas nas cidades onde se encontram as organizações militares de apoio e deverão ser escolhidas no momento da inscrição, entre as seguintes opções: Belém/PA; Recife/PE; Salvador/BA; Natal/RN; Rio de Janeiro/RJ; Belo Horizonte/MG; Barbacena/MG; São Paulo/SP; Curitiba/PR; Campo Grande/MS; Pirassununga/SP; Porto Alegre/RS; Brasília/DF; Manaus/AM; Porto Velho/RO; e/ou Boa Vista/RR, conforme o posto pretendido. 
Com 5h20 de duração, a prova escrita versará sobre as matérias de língua portuguesa, física, matemática, língua inglesa e redação. Ela será aplicada na data prevista de 25 de junho. 
O concurso da Aeronáutica ainda contará com as seguintes etapas: inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico; teste de aptidão à pilotagem militar e/ou validação documental. 

Curso de formação da Aeronáutica


O curso, de nível superior, será realizado na Academia da Força Aérea (AFA), na cidade de Pirassununga/SP, em 2018, com duração de quatro anos, em regime de internato.
Aos que vierem a ser matriculados, haverá um estágio de adaptação militar de aproximadamente 40 dias corridos, em regime de internato, fazendo parte do estágio probatório para verificação da aptidão à vida militar.
Segundo o edital, durante a realização do curso, o cadete estará sujeito ao regime escolar da AFA e fará jus à remuneração fixada na legislação específica, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária.
Após a conclusão do curso, com aproveitamento, os cadetes serão nomeados aspirantes a oficial da Aeronáutica e serão distribuídos nas organizações militares do Comando da Aeronáutica, conforme a conveniência e a necessidade da administração.
Continuar lendo

Atualizado: 06/03/2017 - 09:46

Concurso Marinha: último dia do prazo para 1.240 vagas

Concurso da Marinha selecionará homens com idade entre 18 e 21 anos para a função de aprendiz-marinheiro, que requer ensino médio. As inscrições encerram no dia 6 de março

Aprendiz

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Chega ao fim nesta segunda-feira (6) o prazo de inscrição do concurso da  Marinha, que dispõe de 1.240 vagas de aprendiz-marinheiro. Desse total, 248 postos são reservados a participantes que se declararem negros.

Podem se inscrever candidatos do sexo masculino com idade entre 18 e menos de 22 anos (em 1º de janeiro de 2018) e ensino médio completo. Além disso, os concorrentes devem ser solteiros ou não possuir união estável.

Com duração de 48 semanas, o Curso de Formação de Marinheiros para a Ativa (C-FMN) é realizado sob regime de internato nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em Fortaleza/CE, Recife/PE, Vitória/ES e Florianópolis/SC.

Durante o período de formação, são ministradas aulas sobre ensino básico e ensino militar-naval. Os candidatos poderão escolher entre três opções de áreas profissionais para a especialização técnica: eletroeletrônica, apoio ou mecânica.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSAS - MARINHA - APRENDIZES MARINHEIROS
Nas EAM, os estudantes aprovados no concurso da Marinha terão direito a uniforme, alimentação, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, além de auxílio financeiro mensal de aproximadamente R$ 930.

Concurso Marinha aprendiz marinheiro: inscrições


As inscrições para o concurso de aprendiz marinheiro da Marinha ocorrem até o dia 6 de março. A taxa de participação custa R$ 30.

Os interessados podem se candidatar pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br. Há, também, a opção presencial, em postos de atendimento no Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Nova Friburgo/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Brasília/DF, São Paulo/SP, Manaus/AM e Santos/SP. Os endereços podem ser conferidos no edital, disponível para consulta entre os anexos da notícia.

Concurso Marinha: avaliação


A seleção dos concorrentes a uma das 1.240 no concurso da Marinha para aprendiz-marinheiro compreenderá prova objetiva com 50 questões sobre conhecimentos gerais, matemática, português, física e química, em data a ser definida.

Haverá, ainda, inspeção de saúde, teste de aptidão física (natação e corrida), avaliação psicológica, verificação de dados biográficos e de documentos e período de adaptação. O curso está previsto para começar em 22 de fevereiro de 2018.

Concurso Marinha: sobre o Curso de Formação de Marinheiros


Ao longo do Curso de Formação de Marinheiros, os alunos passam por duas etapas: a primeira, na condição de aprendiz, é dedicada à instrução militar-naval, enquanto na segunda, já como grumete, ocorre a especialização profissional escolhida durante a inscrição para o concurso da Marinha (eletroeletrônica, apoio ou mecânica).

Os estudantes que completarem o Curso de Formação de Marinheiros com aproveitamento assumirão compromisso de tempo de serviço por um período de dois anos. Na sequência, serão promovidos a cabo, com remuneração inicial de aproximadamente R$ 2.500, podendo servir em navios ou organizações militares da Marinha.

De acordo com o edital do concurso da Marinha, a graduação máxima que poderá ser alcançada é a de suboficial, que atualmente conta com vencimentos de R$ 5.300.
Continuar lendo

Atualizado: 24/02/2017 - 10:07

Marinha abre concurso com 30 vagas para a Escola Naval

Com inscrições disponíveis até 31 de março, concurso da Marinha selecionará para ingresso nos cursos de graduação da Escola Naval (EN). Exigências incluem idade entre 18 e 22 anos e nível médio

Ambos os sexos

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Já estão abertas as inscrições para o concurso da Marinha que vai selecionar 30 candidatos para ingresso nos cursos de graduação da Escola Naval (EN). Do total de chances, seis são reservadas a concorrentes que se declararem negros.

As vagas estão distribuídas da seguinte forma: 18 para concorrentes do sexo masculino e 12 do feminino. Os interessados devem ter ensino médio completo e idade entre 18 e 22 anos (em 1º de janeiro de 2018, ano de início da formação).

O ciclo escolar se estende por quatro anos, em regime de internato. Os aprovados serão matriculados na condição de aspirante e terão direito a uniforme, alimentação e assistências médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, além de vencimentos em torno de 1,1 mil, de acordo com a tabela de remunerações das Forças Armadas.

Quem chegar ao fim do curso receberá diploma de ciências navais e será nomeado segundo-tenente, posto que atualmente apresenta remuneração de R$ 6.673, conforme o edital do concurso da Marinha.

Concurso Marinha: inscrições


As inscrições para o concurso devem ser efetuadas pela internet, nos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br, ou nas organizações militares da Marinha credenciadas.

Há unidades de atendimento presencial instaladas no Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Cuiabá/MT, Brasília/DF, São Paulo/SP e Manaus/AM.

Serão recebidas inscrições para o concurso da Marinha até 31 de março. A taxa de participação custa R$ 75 e o boleto bancário poderá ser pago em agências bancárias até 10 de abril.

Concurso Marinha Escola Naval: fases da seleção


De acordo com o edital do concurso da Marinha, os inscritos farão provas escritas objetivas sobre matemática, física, português e inglês, além de redação, em datas a serem definidas.

Os aprovados serão convocados para realizar os eventos complementares, que compreendem: inspeção de saúde (IS), teste de aptidão física (TAF), verificação de dados biográficos (VDB), verificação de documentos (VD), avaliação psicológica (AP) e período de adaptação.

As avaliações serão realizadas no Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Cuiabá/MT, Brasília/DF, São Paulo/SP e Manaus/AM.

Após concluir o período de adaptação e ter sido considerado “apto” na avaliação psicológica e na verificação de documentos, o candidato será matriculado no 1º ano do curso de graduação da Escola Naval como praça especial, na condição de aspirante. 

Sobre os cursos da Escola Naval da Marinha


Cada um dos quatro anos letivos é dividido em duas partes: período acadêmico (dedicado a atividades de ensino, treinamento físico e formação militar-naval) e período de verão (voltado a atividades como estágios de adaptação, sobrevivência no mar e na selva e viagens de instrução).

No início do terceiro ano, os homens poderão escolher se especializar em um dos três corpos da Marinha e suas respectivas habilitações. As opções incluem: Corpo da Armada (mecânica, eletrônica ou sistemas de armas), Corpo de Fuzileiros Navais (mecânica, eletrônica ou sistemas de armas) e Corpo de Intendentes (administração).

No caso das mulheres, todos os postos são destinados ao Corpo de Intendentes, não havendo possibilidade de admissão para outro setor.

Os aspirantes que concluírem com aproveitamento o ciclo escolar serão declarados guardas-marinha (GM) e matriculados no ciclo pós-escolar (CPE), que tem duração de um ano.

Após este período, os GM que completarem o CPE com êxito receberão o diploma de graduação em ciências navais e serão nomeados segundo-tenente, posto em que se inicia a carreira de oficial da Marinha.

Continuar lendo

Atualizado: 23/02/2017 - 12:23

Marinha programa vários concursos para este ano

Os concursos da Marinha se destinarão aos candidatos que estão nos níveis técnico e superior de ensino. Confira mais detalhes!

Diversas carreiras

Por JCConcursos - Camila Diodato

A Marinha do Brasil tem a intenção de lançar mais concursos públicos entre abril e julho deste ano. As oportunidades serão para candidatos que estão nos níveis médio, técnico e superior.
No cronograma do órgão consta que na primeira quinzena de abril será publicado o edital para o quadro técnico, já na segunda quinzena sairá o certame para capelão naval.
Em maio, durante a primeira quinzena, a Marinha divulgará os concursos para o quadro complementar da armada, quadro complementar de intendentes, quadro de apoio à saúde, quadro de médicos e quadro de cirurgiões-dentistas.
No decorrer da segunda quinzena de julho está previsto o processo seletivo para o corpo auxiliar de praças.
Saiba mais: Marinha está com inscrições abertas para alguns concursos

Mais informações sobre os concursos da Marinha


Tais seleções ocorrem anualmente e, juntas, somam centenas de vagas. As provas costumam ser aplicadas em todo o país, enquanto o curso de formação ocorre no Rio de Janeiro.
O concurso para o quadro técnico aceita profissionais de ambos os sexos, com ensino superior completo e menos de 36 anos de idade. As áreas exigidas são as de administração, comunicação social, estatística, ciências contábeis, educação física, ciências econômicas, direito, história, informática, psicologia, serviço social e segurança do tráfego aquaviário. 
Para se candidatar ao quadro de capelão naval, o participante deverá ter curso de formação teológica regular de nível universitário, reconhecido pela autoridade eclesiástica de sua religião; possuir pelo menos três anos no exercício de atividades pastorais, como sacerdote ou pastor; e ter de 30 a 39 anos de idade.
O quadro complementar da armada será destinado aos candidatos do sexo masculino com nível superior e menos de 29 anos de idade. As áreas exigidas são as seguintes: ciências náuticas (área de náutica e área de máquinas), engenharia de computação, engenharia de controle e automação, engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia de telecomunicações, engenharia de materiais, engenharia de mecânica de veículos militares, engenharia de minas, engenharia de nuclear, engenharia de produção, engenharia mecânica de armamentos, engenharia aeronáutica, engenharia de ambiental e sanitária, engenharia de bioprocessos, engenharia cartográfica e de agrimensura, engenharia civil, engenharia de fortificação e construção, engenharia de mecânica, engenharia de metalúrgica, engenharia de naval, engenharia de petróleo e engenharia de química.
No quadro complementar de intendentes serão exigidos formação superior completa (administração, ciências contábeis ou economia) e no máximo 29 anos de idade. Ambos os sexos são aceitos.
Para pleitear um posto do quadro de médico, o interessado deverá possuir graduação em medicina e menos de 36 anos de idade, sendo que homens e mulheres podem participar. O concurso pode apresentar vagas para as especialidades de alergologia, anestesiologia, cancerologia, cardiologia, cirurgia plástica, cirurgia cardiovascular, cirurgia geral, cirurgia torácica, cirurgia vascular, clínica médica, coloproctologia, dermatologia, doenças infecciosas parasitarias, endocrinologia, endocrinologia-metabologia, gastroenterologia, geriatria, geriatria e gerontologia, hematologia-hemoterapia, infectologia, medicina física e reabilitação, medicina intensiva, medicina nuclear, nefrologia, neurocirurgia, neurologia, obstetrícia e ginecologia, oftalmologia, ortopedia e traumatologia, otorrinolaringologia, patologia-anatomia patológica, pediatria, pneumologia, protocologia, psiquiatria, radiologia, radioterapia, reumatologia e urologia.
Quem é formado em odontologia terá como opção o processo seletivo para o quadro de cirurgiões-dentistas, que aceitará candidatos de ambos os sexos e idade máxima de 36 anos. Costumam ser contempladas oportunidades para cirurgião-dentista, cirurgia e traumatologia, buco-maxilo-facial, endodontia, implantodontia, odontopediatria, ortodontia, periodontia, prótese dentária e dentística.
O concurso para o corpo auxiliar de praças exigirá ensino médio completo, curso técnico, registro no órgão fiscalizador e de 18 a 24 anos de idade. Poderão ser abertas ofertas para os cursos de administração, eletrotécnica, mecânica, prótese dentária, administração hospitalar, enfermagem, metalurgia, química, contabilidade, estatística, meteorologia, radiologia médica, desenho de arquitetura, estruturas navais, motores, secretariado, desenho mecânico, geodésia e cartografia, nutrição e dietética, telecomunicações, edificações, gráfica, patologia clínica, eletrônica, higiene dental e processamento de dados.
Por fim, a seleção do quadro de apoio à saúde exigirá graduação completa e menos de 36 anos de idade, sendo que ambos os sexos poderão participar. As áreas que costumam estar envolvidas são as de enfermagem, farmácia, análises clínicas, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição e psicologia.
Continuar lendo

Atualizado: 23/02/2017 - 11:25

Exército abrirá diversos concursos públicos até julho

Número de vagas dos concursos não foram revelados, mas o órgão já apresentou previsão de lançamento do edital com os seus respectivos requisitos

Níveis médio, técnico e superior

Por JCConcursos - Camila Diodato

O Exército Brasileiro divulgou os seus concursos públicos que serão lançados entre abril e julho. A expectativa é que durante esse período sejam publicados oito editais.
As seleções confirmadas são as seguintes: EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes do Exército), EsSA - Combatentes/Aviação (Escola de Sargento das Armas), EsSLog (Escola de Sargentos de Logística), EsSLog - Saúde e Músico, EsFCEx (Escola de Formação Complementar do Exército), EsFCEx - Capelão, IME (Instituto Militar de Engenharia) e EsSEx (Escola de Saúde do Exército).
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA EsPCEx - OFICIAIS DE CARREIRA
Pelo cronograma, em abril sairá o concurso EsPCEx; em maio, EsSA - Combatentes/Aviação, EsSLog e EsSLog - Saúde e Músico; em junho, EsFCEx, EsFCEx - Capelão e IME; e em julho, o da EsSEx.

Requisitos dos concursos do Exército


Para participar da seleção da EsPCEx será necessário possuir ensino médio completo ou estar cursando tal nível, além de ter nascido entre 1° de janeiro de 1996 e 31 de dezembro de 2001. As oportunidades serão para ambos os sexos.
O processo seletivo da EsSA Combatentes/Aviação se destinará aos homens nascidos entre 1° de janeiro de 1994 e 31 de dezembro de 2001 e que tenham o nível médio completo ou cursando o último ano.
No EsSLog as exigências serão as seguintes: ensino médio ou estar cursando o 3º ano do mesmo nível; e ter nascido entre 1° de janeiro de 1994 e 31 de dezembro de 2001. Ambos os sexos serão aceitos.
Para ingressar na EsSLog - Saúde e Músico, o candidato deverá possuir nível médio completo, curso técnico em enfermagem ou ser músico e ter nascido entre 1° de janeiro de 1992 e 31 de dezembro de 2001. Será permitida a participação de homens e mulheres.
A seleção da EsFCEx permitirá o ingresso de homens e mulheres nascidos a partir de 1º de janeiro de 1982 e que possuam formação superior em áreas específicas.
Homens interessados no concurso EsFCEx - Capelão deverão atender aos requisitos a seguir: ter nascido entre 1° de janeiro de 1978 e 31 de dezembro de 1988; curso superior em teologia; e ser sacerdote católico ou pastor evangélico.
No IME, poderão participar pessoas de ambos os sexos, que completaram o ensino médio e tenham nascido no período de 1° de janeiro de 1996 a 31 de dezembro de 2001.
Por fim, a EsSEx selecionará concursandos com formação superior em medicina, farmácia ou odontologia e cujo nascimento tenha ocorrido a partir de 1° de janeiro de 1982.

Mais detalhes dos concursos do Exército


O número de vagas que serão contempladas não foi revelado, mas levando em consideração aos anos anteriores, deve somar mais de 1.000 oportunidades.
As provas costumam ser sempre parecidas e uma dica é conferir os conteúdos programáticos dos concursos anteriores. Fora os testes objetivos, os processos seletivos costumam apresentar comprovação de requisitos, inspeção de saúde, aptidão física e/ou exame de habilitação musical.
Continuar lendo

Atualizado: 20/02/2017 - 10:43

Concurso da Marinha: saiu novo edital com 190 vagas

Oportunidades na Diretoria de Ensino da Marinha são destinadas aos homens com idade entre 15 anos completos e menos de 18 anos, para ingresso no Colégio Naval

Nível fundamental

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) publicou edital de abertura das inscrições de concurso público de admissão ao Colégio Naval.  A seleção visa o preenchimento de 190 vagas, sendo 38 destinadas aos candidatos negros. 
Aqueles que pretendem participar do certame devem possuir formação de ensino fundamental completo, ser do sexo masculino e ter 15 anos completos e menos de 18 anos no primeiro dia do mês de janeiro de 2018.

Inscrição e provas no concurso da Marinha


A participação no processo seletivo deverá ser garantida no período de 22 de fevereiro a 31 de março. Interessados devem acessar os endereços eletrônicos www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br e preencher a ficha de cadastro. 
APOSTILA ONLINE E IMPRESSA CONCURSO DA MARINHA - COLÉGIO NAVAL
O concurso da Marinha será constituído das seguintes etapas: provas objetiva e de redação; inspeção de saúde; e teste de aptidão física.
No ato da inscrição, o candidato deverá escolher a cidade em que realizará as provas objetiva e de redação: São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Cuiabá/MT, Brasília/DF e Manaus/AM. 
A prova objetiva será dividida em duas fases, sendo a primeira composta pelas disciplinas de matemática e inglês. Já a segunda fase contará com as matérias de estudos sociais, ciências e português, além da redação. 
A previsão é de que as provas ocorram na 2ª quinzena do mês de maio. As informações sobre os dias, horários e locais das provas serão divulgadas, oportunamente, nos sites da Marinha
Os candidatos habilitados e classificados na objetiva realizarão a inspeção de saúde entre os dias 23 de outubro e 22 de novembro. Já o teste de aptidão físico ocorrerá no período de 3 a 28 de novembro. 
O curso será aplicado no Colégio Naval, localizado na cidade de Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro. Ele terá início no dia 5 de fevereiro. 
Continuar lendo

Atualizado: 27/01/2017 - 16:44

Forças Armadas inscrevem para 2.254 vagas em concursos

Oportunidades estão distribuídas entre os concursos da Marinha e da Aeronáutica, e abrangem todo o território nacional

Diversas áreas Para quem pretende ingressar na carreira militar, o ano de 2017 iniciou com inscrições abertas em vários concursos públicos das Forças Armadas. As oportunidades somam 2.254 vagas para cargos que exigem os níveis fundamental e médio.
Desse total de ofertas, 1.896 estão distribuídas entre dois concursos da Marinha, para as funções de aprendiz-marinheiro e praça de 2ª classe, e 358 vagas em uma seleção da Aeronáutica, para o curso de formação de sargentos. 
Os salários iniciais oferecidos nesses concursos abertos das Forças Armadas partem de R$ 2.100 e chegam a R$ 5.300. Os cargos podem ser disputados por ambos os sexos (exceto para a função de aprendiz-marinheiro) e a lotação ocorrerá em todo o território nacional. 
Confira abaixo mais detalhes. 

Concurso da Marinha para 1.240 vagas de aprendiz


A Marinha publicou, recentemente, o edital de abertura das inscrições do concurso que visa o preenchimento de 1.240 cargos de aprendiz-marinheiro. As vagas são destinadas aos homens que concluíram o ensino médio, com idade entre 18 e 22 anos até 1º de janeiro de 2018. O edital ainda especifica que os concorrentes devem ser solteiros ou não possuir união estável. 
Os interessados em participar do processo seletivo deverão se inscrever no período de 1º de fevereiro a 6 de março. O valor da taxa de participação é de R$ 30.
Os candidatos habilitados e classificados no concurso realizarão o curso de Formação de Marinheiros para a Ativa (C-FMN), sob regime de internato nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em Fortaleza/CE, Recife/PE, Vitória/ES e Florianópolis/SC, com duração de 48 semanas.
De acordo com o edital, a graduação máxima que poderá ser alcançada é a de suboficial, que atualmente conta com vencimentos de R$ 5.300.
Para saber mais, clique aqui!

Marinha: concurso com 656 vagas de praça


Neste novo concurso da Marinha, serão selecionados 656 profissionais, de ambos os sexos, para o serviço militar voluntário temporário (SMV) na função de praça de 2ª classe. As vagas estão distribuídas pelo Distrito Federal e outros 16 Estados, entre eles estão o Rio de Janeiro e São Paulo.
As oportunidades são para atuação nas áreas industrial e de saúde, exigem os níveis fundamental e médio/técnico e idade superior a 18 anos e menos do que 45 anos na data da incorporação. 
O serviço militar voluntário terá duração máxima de oito anos, desde que, neste período, a idade do militar não exceda 45 anos. Os vencimentos iniciais são de aproximadamente R$ 2.100 para funções de nível fundamental e R$ 2.900 para nível médio/técnico.
As inscrições já estão abertas e serão aceitas até o dia 3 de fevereiro. O candidato ainda deverá efetuar o pagamento da taxa, no valor único de R$ 50. 
Os participantes selecionados no concurso da Marinha cumprirão estágio inicial, dividido em duas etapas, durante 12 meses. 
Confira mais informações clicando aqui!

Concurso da Aeronáutica: 358 vagas de nível médio


Um novo concurso aberto pela Aeronáutica vai selecionar 358 profissionais, entre homens e mulheres, para o curso de formação de sargentos. Para participar é preciso ter concluído o nível médio e ter idade entre 17 e 25 anos (até 31 de dezembro de 2018), além de outros requisitos básicos. 
As vagas estão distribuídas pelas áreas de mecânica de aeronaves, comunicações, guarda e segurança, equipamento de vôo, bombeiro, entre várias outras. 
Quem for aprovado no concurso e concluir o curso de formação com êxito será promovido a terceiro sargento e passará a contar com salário mensal de R$ 3.325.
A participação deverá ser garantida no site da Escola de Especialistas de Aeronáutica até o dia 17 de fevereiro. A taxa é de R$ 60.
Para mais informações, clique aqui.
Continuar lendo

Shopping