Contrato com a banca foi publicado

Concurso PC DF: edital para escrivão sai na segunda quinzena de novembro

O edital do concurso PC DF (Polícia Civil do Distrito Federal) para 300 vagas de escrivão deve ser o primeiro de um total de 2.100 postos que serão oferecidos

0,00(0.0%)0 voto(s)

Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 06/11/2019, às 10h21 - Atualizado às 15h19

Concurso PC DF: sede da Secretaria de Segurança Pública DF
Google Maps

O  concurso PC DF (Polícia Civil do Distrito Federal) está cada vez mais próximo de acontecer. Acontece que foi publicada, em diário oficial, nesta quarta-feira, 6 de novembro, a assinatura do contrato com a banca organizadora para o cargo de escrivão, que será o Cebraspe, como já havia sido antecipado. Após este procedimento, a liberação do edital deve ocorrer dentro de até 15 dias, ou seja na segunda quinzena deste mês. Desta forma, os interessados devem ficar de sobreaviso.

O concurso de escrivão deve ser o primeiro de uma série de seleções que serão promovidas pelo órgão. Ao todo serão 2.100 vagas, sendo 300 para este primeiro edital. Além disso, em 6 de setembro, o governador Ibaneis Rocha publicou, em diário oficial, a autorização para  mais 1.800 postos de agente, sendo 600 para preenchimento imediato e 1.200 cadastros reserva de pessoal. 

No caso dos agentes,  autorização governamental prevê um prazo de 180 dias para a publicação do edital de abertura de inscrições. Desta forma, a liberação deve ocorrer até 5 de março de 2020.

Concurso PC DF: oportunidades

A oferta do concurso PC DF, ao todo, será de 2.100 vagas. Em 1º de agosto foram autorizados 300 postos para  o cargo de escrivão. Posteriormente, foram cofirmadas mais mais 1.800 oportunidades para a carreira de agente.

Em 29 de janeiro, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal suspendeu uma decisão liminar que garantia a convocação de remanescentes do último concurso para o cargo de agente, realizado em 2013. Com isto, o Ministério Público (MP/DF) confirmou a inclusão dos postos para novo concurso.  

O próprio governador já havia anunciado, em janeiro, que deve reforçar os quadros da área de segurança pública no Estado. "Lugar de bandido é na cadeia. Cansei de andar nas ruas dessa cidade e ver grades nas residências e nos comércios. Os cidadãos estão aprisionados e os bandidos nas ruas. Vou endurecer com os traficantes e todos os bandidos em nossa cidade", disse durante evento para lançamento do programa SOS DF Segurança.

Na ocasião, falou sobre o trabalho para lançar o concurso PC DF (Polícia Civil do Distrito Federal) para recompor as forças do Distrito Federal. Segundo ele, na PM DF, que já conta com concurso em andamento, há um déficit de aproximadamente 7 mil servidores, enquanto na PC DF (Polícia Civil) há carência de pessoal em todas as áreas, como agente, delegados e peritos. Desta forma, além de escrivão e agente, novos concursos ainda poderão ser autorizados ainda este ano.

Tanto para escrivão quanto para agente, para  concorrer é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação categoria "B" ou superior, com inicial de R$ 8.698,78, para jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Concurso PC DF: último edital

O último concurso PC DF da corporação ocorreu em 2016, quando foram oferecidas 100 vagas para o cargo de perito criminal, sendo 20 para contratações imediatas e 80 para formar cadastro reserva de pessoal.

Antes disso, em 2015, a corporação havia realizado outro concurso PC DF, para o preenchimento de 417 postos de nível superior, sendo 170 para preenchimento imediato e 247 para formar cadastro reserva de pessoal.

As oportunidades, na ocasião, foram para os cargos de papiloscopista (com 50 vagas imediatas e 107 cadastros), perito médico legista (20 + 40 CR) e delegado de polícia (100 + 100 CR).

Concurso PC DF: cargo de escrivão

No caso de escrivão, o último concurso PC DF (Polícia Civil do Distrito Federal) ocorreu em 2013, quando foram oferecidas 98 vagas. A banca organizadora foi o Cespe/UnB.

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, provas discursivas, testes de capacidade física, exames biométricos e avaliação  médica, prova de digitação, avaliação psicológica, sindicância de vida pregressa e investigação social, além de análise de títulos. 

Os aprovados em todas as etapas foram submetidos ao curso de formação profissional.

A parte objetiva contou com 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos.

Conhecimentos básicos incluiu temas sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, atualidades, noções de informática, noções de administração e noções de estatística.

Em conhecimentos específicos, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, noções de direito penal, noções de direito processual penal, legislação penal extravagante e legislação específica.

Concurso PC DF (Polícia Civil do Distrito Federal): dicas de estudo.

Professores da CERS Cursos indicam que, além da vocação para trabalhar na área policial, os interessados nos cargos precisam antes estudar para os concursos. A disputa está cada vez mais acirrada e uma preparação de qualidade é a porta de entrada para a realização deste sonho.

Prova anterior PC (DF)

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou dezenas de provas de Escrivão de Polícia, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. Avalie se a organizadora será a mesma para o novo concurso PC DF (Polícia Civil do Distrito Federal).

+ Acompanhe no JC Concursos as novidades deste certame na página do concurso PC DF.

Concurso PC DF - Veja dicas de direito constitucional

Sobre Cebraspe - Cespe UNB

Cespe/UnB(Centro de Seleção e de Promoção de Eventos) - atualmente Cebraspe - é uma instituição de educação, especializada na realização de avaliações, seleções, certificações e pesquisas e fundada na década de 70, originalmente com a finalidade de elaborar apenas o vestibular da Universidade de Brasília (UnB), e que, depois, acabou migrando para a preparação de concursos públicos. 

O Cebraspe planeja, elabora, aplica e corrige provas objetivas e dissertativas, além de outros tipos de exames necessários ao provimento de cargos públicos (provas práticas, testes físicos e psicológicos). Também oferece reserva de cotas para negros nos processos seletivos - atendendo a determinações legais - e perícia médica para confirmação da reserva de vagas a candidatos com deficiência.

Hoje bastante presente em concursos de todo o país, o Cespe/UnB é uma banca muitas vezes temida pelos concurseiros. Primeiro, porque possui um estilo quase exclusivo de questão, que é o de “Certo ou Errado” – embora a organizadora utilize-se também de questões de múltipla escolha, principalmente em concursos para tribunais eleitorais. O estilo de prova “Certo ou Errado” do Cespe/UnB exige muito cuidado, porque cada resposta errada anula uma correta. 

Segundo informações da própria organizadora, o procedimento de avaliação é justificável em um processo seletivo que visa selecionar o candidato com melhor capacidade de analisar, interpretar e responder a partir do que aprendeu, descartando o “chute” ou a possibilidade de aprovação ao acaso.

Saiba como se preparar para provas do Cespe/UnB

concursosconcursos df (distrito federal)concursos 2019provas anteriores

Comentários

Mais Lidas