Publicado: 23/03/2018 - 09:37 | Atualizado: 23/03/2018 - 09:37

PGE/SP abre inscrições de concurso para procurador

As chances no concurso da PGE/SP (Procuradoria Geral do Estado de São Paulo) são para candidatos que possuem o nível superior em direito. A remuneração é de R$ 22,1 mil

100 vagas

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Entra em vigor nesta sexta-feira (23) o prazo de inscrição do 22º concurso público da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (PGE/SP) para ingresso na carreira de procurador. A seleção visa o provimento de 100 vagas, sendo 5% reservadas a pessoas com deficiência. 

O cargo exige diploma de conclusão de curso de nível superior em direito, além de registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial é de R$ $ 22.178,43.

As inscrições serão recebidas até o dia 20 de abril. A ficha cadastral está disponível na página eletrônica da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. 

CURSO CONCURSO PGE/SP 2018 - PROCURADOR

Será cobrada uma taxa de participação do concurso da PGE/SP, no valor de R$ 240, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite de 23 de abril, observado o horário de funcionamento da rede bancária. 

Provas do concurso da PGE/SP 2018

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por 90 questões de múltipla escolha, sendo 10 de direito constitucional; 10 de direito processual civil; 10 de direito civil; 10 de direito administrativo; 10 de direito de pessoal e previdenciário público; 10 de direito ambiental; 10 de direito tributário; 10 de direito do trabalho e processual do trabalho e 10 de direito financeiro, econômico e empresarial público.

A avaliação contará com duração máxima de quatro horas e será aplicada na cidade de São Paulo/SP no dia 20 de maio. A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas, oportunamente, por meio de edital de convocação. 

O concurso da PGE/SP 2018 ainda contará com as seguintes fases: prova discursiva, eliminatória e classificatória; prova oral, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, apenas classificatória.

Estarão habilitados à prova discursiva os candidatos que obtiverem o maior número de pontos na objetiva, até totalizar quatro vezes o número de cargos postos em concurso. A avaliação será realizada em duas partes, cada uma com duração de quatro horas, nos períodos da manhã e da tarde de um mesmo dia. 

A primeira parte da prova discursiva compreenderá uma peça processual, conforme o programa de direito processual civil, duas questões discursivas de direito civil, duas de direito ambiental e duas de direito do trabalho e processual do trabalho. Já a segunda parte contará duas questões discursivas de direito constitucional, duas de direito administrativo, duas de direito de pessoal e previdenciário público, duas de direito tributário e duas de direito financeiro, econômico e empresarial público.

Carência de pessoal na PGE/SP

O total autorizado para o novo concurso não deve suprir a necessidade de pessoal, uma vez que, de acordo com declaração do presidente da Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp), Marcos Nusdeo, em abril, a carreira conta com uma necessidade de 170 profissionais. O total autorizado pelo governador também não supre o pedido enviado pelo órgão para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP), que era de 185 postos, sendo 150 para a carreira de procurador, além de 30 para o cargo de oficial administrativo, que pede apenas ensino médio para ingresso; e cinco para a carreira de executivo público, de nível superior. 

Valorização da carreira de procurador

A realização de novo concurso público da PGE/SP, para o cargo de procurador, ocorre dentro de um processo de valorização da categoria. Acontece que, além do preenchimento de 100 vagas, por meio da nova seleção, tramita, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar 31/2017 que trata de três pontos específicos, entre os quais a alteração do modo de evolução funcional dos integrantes do nível I para o nível II, para que ocorra automaticamente ao dia seguinte da conclusão do estágio probatório, o que permite maior agilidade de evolução funcional, garantindo melhorias salariais aos servidores de forma mais rápida. 

A proposta também altera a base de cálculo de gratificação que é paga para alguns procuradores, quando atuam em condições de especial dificuldade, decorrente da localização ou natureza do serviço, o que constitui a gratificação por atividade especial. Além disso, a proposta altera a composição do conselho da PGE, ampliando a representação de seus membros natos. 

O projeto, encaminhado pelo próprio governador em 9 de novembro, atualmente está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, onde foi distribuído ao deputado Marcos Zerbini (PSDB).

Vídeos PGE

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 23/03/2018 - 09:37

PGE/SP abre inscrições de concurso para procurador

As chances no concurso da PGE/SP (Procuradoria Geral do Estado de São Paulo) são para candidatos que possuem o nível superior em direito. A remuneração é de R$ 22,1 mil

100 vagas

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Entra em vigor nesta sexta-feira (23) o prazo de inscrição do 22º concurso público da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (PGE/SP) para ingresso na carreira de procurador. A seleção visa o provimento de 100 vagas, sendo 5% reservadas a pessoas com deficiência. 

O cargo exige diploma de conclusão de curso de nível superior em direito, além de registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial é de R$ $ 22.178,43.

As inscrições serão recebidas até o dia 20 de abril. A ficha cadastral está disponível na página eletrônica da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. 

CURSO CONCURSO PGE/SP 2018 - PROCURADOR

Será cobrada uma taxa de participação do concurso da PGE/SP, no valor de R$ 240, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite de 23 de abril, observado o horário de funcionamento da rede bancária. 

 

Provas do concurso da PGE/SP 2018

 

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por 90 questões de múltipla escolha, sendo 10 de direito constitucional; 10 de direito processual civil; 10 de direito civil; 10 de direito administrativo; 10 de direito de pessoal e previdenciário público; 10 de direito ambiental; 10 de direito tributário; 10 de direito do trabalho e processual do trabalho e 10 de direito financeiro, econômico e empresarial público.

A avaliação contará com duração máxima de quatro horas e será aplicada na cidade de São Paulo/SP no dia 20 de maio. A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas, oportunamente, por meio de edital de convocação. 

O concurso da PGE/SP 2018 ainda contará com as seguintes fases: prova discursiva, eliminatória e classificatória; prova oral, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, apenas classificatória.

Estarão habilitados à prova discursiva os candidatos que obtiverem o maior número de pontos na objetiva, até totalizar quatro vezes o número de cargos postos em concurso. A avaliação será realizada em duas partes, cada uma com duração de quatro horas, nos períodos da manhã e da tarde de um mesmo dia. 

A primeira parte da prova discursiva compreenderá uma peça processual, conforme o programa de direito processual civil, duas questões discursivas de direito civil, duas de direito ambiental e duas de direito do trabalho e processual do trabalho. Já a segunda parte contará duas questões discursivas de direito constitucional, duas de direito administrativo, duas de direito de pessoal e previdenciário público, duas de direito tributário e duas de direito financeiro, econômico e empresarial público.

 

Carência de pessoal na PGE/SP

 

O total autorizado para o novo concurso não deve suprir a necessidade de pessoal, uma vez que, de acordo com declaração do presidente da Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp), Marcos Nusdeo, em abril, a carreira conta com uma necessidade de 170 profissionais. O total autorizado pelo governador também não supre o pedido enviado pelo órgão para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP), que era de 185 postos, sendo 150 para a carreira de procurador, além de 30 para o cargo de oficial administrativo, que pede apenas ensino médio para ingresso; e cinco para a carreira de executivo público, de nível superior. 

 

Valorização da carreira de procurador

 

A realização de novo concurso público da PGE/SP, para o cargo de procurador, ocorre dentro de um processo de valorização da categoria. Acontece que, além do preenchimento de 100 vagas, por meio da nova seleção, tramita, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar 31/2017 que trata de três pontos específicos, entre os quais a alteração do modo de evolução funcional dos integrantes do nível I para o nível II, para que ocorra automaticamente ao dia seguinte da conclusão do estágio probatório, o que permite maior agilidade de evolução funcional, garantindo melhorias salariais aos servidores de forma mais rápida. 

A proposta também altera a base de cálculo de gratificação que é paga para alguns procuradores, quando atuam em condições de especial dificuldade, decorrente da localização ou natureza do serviço, o que constitui a gratificação por atividade especial. Além disso, a proposta altera a composição do conselho da PGE, ampliando a representação de seus membros natos. 

O projeto, encaminhado pelo próprio governador em 9 de novembro, atualmente está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, onde foi distribuído ao deputado Marcos Zerbini (PSDB).

Continuar lendo

Atualizado: 22/03/2018 - 12:04

Ipred-Diadema/SP prepara concurso para diversos cargos

Concurso contará com quatro vagas imediatas e cadastros para diversos cargos, com iniciais de até R$ 7,9 mil. Em fase de licitação

Todos os níveis

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O Instituto de Previdência do Servidor Municipal (Ipred) de Diadema, na Grande São Paulo, realizará concurso público para o preenchimento de quatro vagas imediatas, além de formar cadastro reserva de pessoal para diversos cargos, com opções para quem possui níveis fundamental, médio, técnico e superior. As remunerações iniciais variam de R$ 1.187,87, para a carreira de agente de serviços, a R$ 7.954,66, para médico perito.


O processo está em fase de licitação para a escolha da banca organizadora, que está sendo feito pelo critério de pregão presencial, com abertura das propostas marcada para o dia 3 de abril. Somente após a escolha da empresa poderá ser definida a data de publicação do edital de abertura de inscrições.

 

Ensino Fundamental
Quem possui ensino fundamental poderá concorrer ao cargo de agente de serviço. Neste caso, a oferta é de uma vaga e a remuneração inicial é de R$ 1.187,87, para jornada de 40 horas semanais.

 

Ensino Médio
No caso de ensino médio, a seleção será para as carreiras de agente administrativo II (2 vagas e inicial de R$ 1.831,91, para 40 horas semanais) e motorista (cadastro reserva, com carteira de habilitação “C”, com inicial de R$ 1.433,55, para jornada de 40 horas).

 

Formação Técnica
Para quem possui formação técnica, a oportunidade será para o cargo de técnico de contabilidade. Neste caso, a oferta é apenas para formar cadastro reserva de pessoal, com exigência de registro no conselho. A remuneração inicial de R$ 2.741, para 40 horas semanais.

 

Nível Superior
Por fim, para nível superior, oportunidades para analista de sistemas (CR, R$ 4.412,50, 30 horas), assistente social (1, com registro no conselho, R$ 4.412,50, 30 horas), contador (CR, com registro no conselho, R$ 4.412,50, 30 horas), médico perito (CR, com registro no conselho, R$ 7.954,66, 20horas) e procurador (1, R$ 4.412,50, 30 horas).

 


Provas
Para o cargo de agente de serviços, a seleção contará com 40 questões, sendo 15 de língua portuguesa, 15 de matemática e dez de atualidades.


Para agente administrativo II serão 15 de língua portuguesa, 15 de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e dez de conhecimentos específicos.


Para motorista, dez de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e 20 de conhecimentos específicos, além de prova prática.


Para técnico em contabilidade, dez de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e 20 de conhecimentos específicos.


Para analista de sistemas, dez de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de atualidades, cinco de raciocínio lógico e 30 de conhecimentos específicos.


Para assistente social, dez de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e 30 de conhecimentos específicos.


Para contador, dez de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e 30 de conhecimentos específicos.


Para médico perito serão 40 de conhecimentos específicos.

Finalmente, para procurador, 60 de conhecimentos específicos e uma peça processual.

 

Prazos
De acordo com o edital de licitação, o prazo de inscrições será de 15 dias corridos, com aplicação das provas objetivas e prático-profissional dentro de 45 dias corridos da data de publicação do edital. A divulgação dos resultados finais deve ser feita dentro de 80 dias da publicação do edital.  

 

Continuar lendo

Atualizado: 19/03/2018 - 13:37

Câmara de Assis/SP abre inscrições de concurso

Oportunidade no concurso da Câmara Municipal de Assis é de uma vaga para o cargo de procurador legislativo, cuja remuneração é de R$ 4,7 mil

Nível superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No interior do Estado de São Paulo, a Câmara Municipal de Assis abriu as inscrições do concurso público destinado ao provimento de uma vaga para o cargo de procurador legislativo. O contrato de trabalho será regido pelo regime estatutário, que garante estabilidade.

 

Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em direito, além de registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O salário inicial é de R$ 4.713,56 para carga horária semanal de 40 horas.

 

O formulário de inscrição estará disponível no endereço eletrônico do Instituto Mais (www.institutomais.org.br) até o dia 9 de abril. O valor da taxa de participação é de R$ 85.

 

O concurso da Câmara de Assis será constituído de provas objetiva e dissertativa, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

 

A prova objetiva será composta por 50 questões de múltipla escolha, sendo 10 de língua portuguesa, cinco de conhecimentos básicos de legislação municipal e 35 de conhecimentos específicos. Já a avaliação dissertativa contará com uma questão na área de direito administrativo, que deverá conter de cinco a 10 linhas.

 

As provas objetiva e dissertativa serão realizadas na cidade de Assis/SP na data prevista de 29 de abril, em locais e horários a serem comunicados, oportunamente, no edital de convocação

 

 

Atribuições do procurador da Câmara de Assis/SP

 

 

Assessorar a mesa diretora quanto à análise das proposições e requerimentos a ela apresentados; promover estudos e pesquisas por solicitação da mesa diretora e ou diretoria geral, mantendo o arquivo concernente devidamente atualizado; examinar os aspectos jurídicos dos atos administrativos e elaborar estudos de natureza jurídico-administrativa, apresentando o competente parecer; assessorar as comissões permanentes, no que se refere aos aspectos jurídicos, legais e constitucionais; pesquisar jurisprudência e doutrina em obras e periódicos da câmara municipal ou pela rede mundial de computadores; orientar sobre matérias jurídicas os vereadores, os assessores e os demais servidores da casa; elaborar e/ou amparar na elaboração e análise de minutas, contratos, editais de licitação, convênios, acordos ou ajustes em que for parte a câmara municipal; acompanhar as publicações oficiais e outros processos em que figure a câmara municipal; representar juridicamente o poder legislativo nas defesas a serem realizadas junto ao TCE; elaborar, quando solicitado, projetos de lei, resolução, decretos legislativos, bem como outros documentos de iniciativa do poder legislativo; prestar, quando convocado, assessoria durante as sessões ordinárias e extraordinárias, e, se necessário às solenes, auxiliando a mesa, os vereadores e os servidores; assessorar juridicamente as comissões especiais de inquérito, comissões processantes, comissões temporárias, de sindicância, de licitações e outras instauradas no curso dos trabalhos legislativos, visando assegurar a legalidade de seus atos e decisões até a elaboração do relatório final; executar outras tarefas. 

Continuar lendo

Atualizado: 19/03/2018 - 11:40

Prefeitura de Carapicuíba/SP abre concurso com 66 vagas

Concurso da Prefeitura de Carapicuíba apresenta chances para atendente, contador, procurador, psicólogo, assistente social e médico em diversas especialidades. Inscrições começam em 28 de março

19 cargos

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Localizado na Grande São Paulo, o município de Carapicuíba abriu concurso com oferta de 66 vagas imediatas no quadro de servidores efetivos da prefeitura, sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência.

 

O cargo de atendente (20 postos) é destinado a profissionais que possuem nível fundamental.

 

As demais carreiras em disputa cobram curso superior. Há chances para assistente social (7), contador (1), procurador municipal (3), psicólogo (5) e médico para as seguintes especialidades: do trabalho (2), cardiologista (1), clínico geral (1), dermatologista (1), ginecologista (1), infectologista (1), neurologista (1), ortopedista (1), pediatra plantonista (10), pediatra UBS (2), psiquiatra plantonista (1), psiquiatra UBS (6), ultrassonografista (1) e vascular (1).

APOSTILA CONCURSO PREFEITURA DE CARAPICUIBA 2018 - ATENDENTE

Os salários iniciais variam de R$ 937 a R$ 3.800, além de benefícios e gratificações. No caso de médicos, os ganhos correspondem a R$ 60 por hora trabalhada.

 

A RBO, banca que organiza o concurso da Prefeitura de Carapicuíba, recebe inscrições entre 28 de março e 27 de abril, por meio do site www.rboconcursos.com.br. O valor da taxa é o mesmo para todas as funções: R$ 23,70

 

Sobre as provas do concurso da Prefeitura de Carapicuíba 2018

 

O processo seletivo compreenderá prova objetiva para todas as vagas e avaliação dissertativa para procurador. A aplicação está prevista para 20 de maio (postos de atendente e médico) e 3 de junho (restante das funções).

 

Com relação ao teste objetivo, o número de perguntas (30, 40 ou 50) e as disciplinas (língua portuguesa, matemática, informática, políticas de saúde e conhecimentos específicos) variam conforme a carreira.

 

A validade do concurso da Prefeitura de Carapicuíba será de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, segundo prevê o edital.

 

Concurso Prefeitura Carapicuíba 2018: atribuições do atendente

 

Presta as informações solicitadas pelo público que comparece às repartições municipais; encaminha o público às unidades administrativas competente para o esclarecimento das dúvidas porventura existentes; faz a recepção das correspondências, dando encaminhamento aos setores competentes; desempenhar outras atividades afins.

 

O que vai cair na prova para atendente no concurso da Prefeitura de Carapicuíba

 

Língua portuguesa – Interpretação de texto. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, sentido próprio e figurado das palavras. Ortografia Oficial. Pontuação. Acentuação. Emprego das classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, verbo. Concordância verbal e nominal. Reconhecimento de frases corretas e incorretas.

 

Matemática – Operações com números naturais e fracionários: adição, subtração, multiplicação e divisão. Sistema de Medidas Legais. Porcentagem. Sistema monetário brasileiro. Resolução de situações problema. Relação entre grandezas: tabelas e gráficos. Raciocínio lógico.

 

Informática – MS-Windows 7 ou versões mais recentes: área de trabalho, área de transferência, ícones, barra de tarefas e ferramentas, comandos e recursos; unidades de armazenamento; conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos; visualização, exibição e manipulação de arquivos e pastas; uso dos menus, programas e aplicativos; painel de controle; interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010 ou versões mais recentes. MS-Word 2010 ou versões mais recentes: barra de ferramentas, comandos, atalhos e recursos; editoração e processamento de textos; propriedades e estrutura básica dos documentos; distribuição de conteúdo na página; formatação; cabeçalho e rodapé; tabelas; impressão; inserção de objetos/imagens; campos predefinidos; envelopes, etiquetas, mala-direta; caixas de texto. MS-Excel 2010 ou versões mais recentes: barra de ferramentas, comandos, atalhos e recursos; funcionalidades e estrutura das planilhas; configuração de painéis e células; linhas, colunas, pastas, tabelas e gráficos; formatação; uso de fórmulas, funções e macros; impressão; inserção de objetos/imagens; campos predefinidos; controle de quebras e numeração de páginas; validação de dados e obtenção de dados externos; filtragens e classificação de dados. Correio Eletrônico: comandos, atalhos e recursos; uso do correio eletrônico; preparo e envio de mensagens; anexação de arquivos; modos de exibição; organização de e-mails, gerenciador de contatos. Internet: barra de ferramentas, comandos, atalhos e recursos dos principais navegadores; navegação e princípios de acesso à internet; downloads; conceitos de URL, links, sites, vírus, busca e impressão de páginas.

Continuar lendo

Atualizado: 16/03/2018 - 12:43

Câmara de Porangaba/SP prepara concurso para dois cargos

Oportunidades serão para os cargos de assessor jurídico parlamentar e contador públicos, ambos com exigência de nível superior e iniciais de R$ 4,9 mil

Em fase de licitação

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

A Câmara Municipal de Porangaba, no interior paulista, a 168 km da capital e próxima a Tatuí, realizará concurso público para preenchimento de vagas para os cargos de assessor jurídico parlamentar e contador público, com uma oportunidade cada. Para os dois cargos, a remuneração inicial é de R$ 4.999,75, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.


No caso de assessor, os interessados devem possuir formação de nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para contador, superior em ciências contábeis e registro no Conselho Regional de Contabilidade.


O processo está em fase de licitação para a escolha da banca organizadora, que está sendo feito pelo critério de concorrência pública por tomada de preços, com abertura das propostas marcada para ocorrer em 7 de maio. Somente após a definição da empresa poderá ser confirmada a data de publicação do edital de abertura de inscrições.


De acordo com o edital de licitação, uma vez iniciado o concurso, as inscrições deverão ser recebidas somente pela internet, pelo prazo de 30 dias, no endereço eletrônico da empresa.


A seleção será composta de duas fases, com provas objetivas e práticas na primeira e análise de títulos na segunda.


Todos os procedimentos do certame deverão ser realizados dentro de um período de seis meses, que equivale ao prazo do contrato com a banca organizadora, contando da data de assinatura do contrato.      

 

Continuar lendo

Atualizado: 15/03/2018 - 09:28

Concurso Transpetro 2018: provas ocorrem em 15 de abril

Novo concurso da Transpetro preencherá 1.806 postos de níveis médio/técnico e superior de ensino, com salários que chegam a R$ 10,7 mil

11 Estados e DF

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Destinado a preencher 1.806 vagas, sendo 156 imediatas e 1.650 para cadastro reserva (CR), o concurso da Transpetro (Petrobras Transporte) tem provas agendadas para 15 de abril.

 

A seleção envolverá teste objetivo para todos os cargos, além de exame discursivo para os concorrentes à carreira de advogado. A confirmação dos locais de aplicação sairá em 12 de abril e poderá ser consultada aqui.

 

Com oferta salarial entre R$ 3.745,32 a R$ 10,726,45, o processo seletivo teve o período de inscrições encerrado em 7 de março. As candidaturas foram registradas pelo site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br).

 

Cargos em disputa no concurso da Transpetro

 

Nível médio foi requisito para técnico de administração e controle júnior (15 postos + 150 CR). Além de segundo grau, era necessário possuir formação técnica para concorrer como técnico ambiental júnior (3 + 30 CR),  técnico de faixa de dutos júnior (2 + 40 CR), técnico de inspeção de equipamentos e instalações júnior (1 + 10 CR), técnico de manutenção júnior - automação (5 + 50 CR), técnico de manutenção júnior - elétrica (2 + 20 CR), técnico de manutenção júnior - mecânica (7 + 140 CR), técnico de operação júnior (8 + 80 CR) e técnico de suprimento de bens e serviços júnior (10 + 100 CR).

 

Profissionais com curso superior encontraram opções no concurso da Transpetro 2018 como administrador júnior (13 + 130 CR), advogado júnior (3 + 30 CR), analista de comercialização e logística júnior - comércio e suprimento (1 + 10 CR), analista de comercialização e logística júnior - transporte marítimo (2 + 20 CR), analista de sistemas júnior - infraestrutura (3 + 30 CR), analista de sistemas júnior - processos de negócio (3 + 30 CR), analista de sistemas júnior - SAP (3 + 30 CR), analista financeiro júnior (2 + 20 CR), contador júnior (5 + 50 CR), economista júnior (2 + 20 CR), enfermeiro do trabalho júnior (1 + 10 CR), médico do trabalho júnior (1 + 10 CR), profissional de comunicação júnior - jornalismo (1 + 10 CR), profissional de meio ambiente júnior (6 + 60 CR) e engenheiro júnior nas seguintes especialidades: automação (11 + 110 CR), civil (3 + 30 CR), elétrica (8 + 80 CR), geotécnica (3 + 30 CR), mecânica (18 + 180 CR), naval (2 + 20 CR), processamento químico (2 + 20 CR), produção (6 + 60 CR) e telecomunicações (4 + 40 CR).

 

APOSTILAS CONCURSO TRANSPETRO 2018 - TÉCNICO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTROLE JUNIOR CURSO CONCURSO TRANSPETRO 2018 - NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

 

As oportunidades estão distribuídas entre os Estados do Rio de Janeiro, Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Maranhão, Espírito Santo, Minas Gerais e Santa Catarina, além de Brasília. 

 

Mais detalhes sobre as provas do concurso da Transpetro 2018

 

A avaliação discursiva trará 60 questões de múltipla escolha para funções de nível médio/técnico e 70 para as de superior. O conteúdo programático inclui língua portuguesa e conhecimentos específicos (todos os empregos), matemática (vagas com exigência de ensino médio) e língua inglesa (postos destinados a profissionais graduados). 

 

Os exames ocorrerão em Manaus/AM, Salvador, BA, Brasília/DF, Vitória/ES, São Luís/MA, Belo Horizonte/MG, Curitiba/PR, Recife/PE, Florianópolis/SC, Santos ou São Paulo/SP, Niterói ou Rio de Janeiro/RJ e Porto Alegre ou Rio Grande/RS.

 

De acordo com o edital, o concurso da Transpetro 2018 terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério da empresa. 

 

Atribuições do técnico de administração e controle júnior no concurso da Transpetro 2018

 

Executar e participar da preparação de dados, edição de documentos, relatórios, textos, planilhas e gráficos; organizar e atualizar arquivos físicos e de dados; atender clientes e público em geral.

 

Conteúdo programático parcial para cargos de nível médio no concurso da Transpetro 2018

 

Língua portuguesa – 1. Compreensão de textos. 2. Ortografia (acentuação, emprego de s, z, ç, x, ch, ss, sc, cç, j e g). 3. Morfossintaxe (flexão de número) 4. Sintaxe (concordância nominal e verbal, regência verbal e nominal, colocação pronominal, crase e conjugação de verbos irregulares). 5. Semântica (sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos).

 

Matemática – 1. Teoria dos conjuntos. Conjuntos numéricos. Relações. Funções e equações polinomiais e transcendentais (exponenciais, logarítmicas e trigonométricas). 2. Análise combinatória, progressão aritmética, progressão geométrica e probabilidade básica. 3. Matrizes, determinantes e sistemas lineares. 4. Geometria plana: áreas e perímetros. 5. Geometria espacial: áreas e volumes. 6. Estatística básica. 7. Noções básicas de matemática financeira. 8. Aritmética.

 

Confira o conteúdo programático completo para o concurso da Transpetro 2018 

 

Cronograma concurso Transpetro 2018

 
concurso-transpetro

Atualizado: 14/03/2018 - 09:08

Concurso TRT 15 abre inscrições para técnico e analista

Destinadas a profissionais de níveis médio e superior, carreiras em disputa no concurso do TRT 15 oferecem salários entre R$ 6,7 mil e R$ 12,7 mil. Interessados podem se candidatar até 4/4

Diversas regiões de SP

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Começam às 10h desta quarta-feira (14) as inscrições do concurso do TRT 15 (Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região), sediado em Campinas, no interior de São Paulo. Organizada pela Fundação Carlos Chagas, a seleção oferece duas vagas imediatas, além de formação de cadastro reserva (CR). 

Destinada a profissionais com ensino médio, a carreira de técnico judiciário reúne oportunidades em três áreas: administrativa (CR), segurança (CR) e apoio especializado - enfermagem (1 posto), função que também requer formação técnica. Os salários variam de R$ 6.708,53 a R$ 7.766,18.


APOSTILA CONCURSO TRT 15  2018 - TÉCNICO JUDICIÁRIO/ÁREA ADMINISTRATIVA


O cargo de analista judiciário exige curso superior e tem chances nas áreas judiciária (CR), oficial de justiça - avaliador federal (CR), administrativa (CR), arquitetura (CR), história (CR), medicina (1), medicina - psiquiatria (CR), odontologia (CR) e psicologia (CR). Os vencimentos vão de R$ 11.006,83 a R$ 12.742,14. 

Além de Campinas, onde fica a sede do órgão, há oportunidades com lotação nos polos de Bauru, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. As cidades abrangidas por cada região podem ser conferidas no edital do concurso do TRT 15
 

Concurso TRT 15: inscrições e provas
 

As inscrições para o concurso do TRT 15 vão até as 14h de 4 de abril, por meio do site www.concursosfcc.com.br. As taxas custam R$ 80 para técnico e R$ 95 para analista. 

O processo seletivo envolverá provas objetiva com 60 perguntas (todos os cargos), discursiva (analista nas áreas de arquitetura, história e oficial de justiça), redação (analista nas áreas administrativa, arquitetura e história e técnico nas áreas administrativa e segurança) e estudo de caso (técnico - especialidade enfermagem e analista nas áreas judiciária, administrativa, medicina, psiquiatria, odontologia e psicologia).

A aplicação dos exames está prevista para 27 de maio, em Bauru, Campinas, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

O conteúdo programático abrange língua portuguesa, regimento interno, noções sobre direitos das pessoas com deficiência, raciocínio lógico/matemático, lei 8.112/1990 e conhecimentos específicos. 

Os concorrentes a técnico judiciário - especialidade segurança também passarão por prova prática de capacidade física, agendada para 23 de setembro, e curso de formação inicial, em período a ser definido. Ambas as fases ocorrerão em Campinas. 

De acordo com o edital, o concurso do TRT 15 terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão. 
 

Atribuições do técnico judiciário - área administrativa no concurso do TRT 15
 

Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativa; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Conteúdo programático parcial do concurso do TRT 15
 

Língua portuguesa - Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto: coesão e coerência. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da crase. Ortografia e acentuação. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação. Sintaxe.

Regimento interno do TRT 15 - Disposições Preliminares; Organização do Tribunal; Tribunal Pleno; Órgão especial; Presidência do Tribunal; Corregedoria; Seções Especializadas; Turmas e Câmaras; Escola Judicial; Serviços Administrativos; Pessoal Administrativo; Gabinete dos Desembargadores do Trabalho.  

Noções sobre direitos das pessoas com deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 - art. 19): Inclusão, direito e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015; Lei nº 11.126/2005 e Constituição Federal). Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004). Prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência (Lei nº 10.048/2000 e Decreto 5.296/2004). Direitos no sistema de transporte coletivo (Lei nº 8.899/1994 e Decreto 3.691/2000). Símbolo de identificação de pessoas portadoras de deficiÊncia auditiva (Lei nº 8.160/1991). Normas de apoio às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social (Lei nº 7.853/1989 e Decreto nº 3.298/1999).

Confira o conteúdo programático completo do concurso do TRT 15

Atualizado: 13/03/2018 - 14:38

SP: TRT 2 deve definir oferta de vagas ainda este mês

Está em fase de levantamento de pessoal o novo concurso do TRT 2, que contará com vagas para técnico e analista. Níveis médio e superior com iniciais de até R$ 11,8 mil

Banca já foi definida

Por JCConcursos - Camila Diodato e Fernando Cezar Alves

De acordo com informações obtidas junto ao setor de concursos do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região (TRT 2ª), com sede na capital paulista, com a definição da banca organizadora e a comissão do certame já formada, os próximos passos do novo concurso público do órgão são formalizar o contrato com a empresa e concluir o levantamento da oferta de vagas que constarão no edital. Adiantam que a expectativa é de que a definição da oferta possa ser concluída até o final deste mês. Após a assinatura do contrato e o término do levantamento poderá ser confirmada a data de publicação do edital.  De qualquer forma, já está certo que a seleção contará com oportunidades para técnicos e analistas judiciários, para quem possui, respectivamente, níveis médio e superior, em diversas áreas de atuação.  


A banca organizadora, anunciada por meio de publicação no Diário Eletrônico da Justiça, no último dia 8 de março, será a Fundação Carlos Chagas.


Vale lembrar que o Conselho Superior de Justiça do Trabalho (CSJT) autorizou, recentemente, a contratação de 83 servidores para o quadro de pessoal. Destas, 35, sendo 18 analistas e 17 técnicos, serão ainda no primeiro semestre, por meio de convocação de remanescentes do último concurso, cuja validade vai até junho. Já as 48 restantes ficarão para o segundo semestre, destinadas ao novo concurso, sendo 25 para analistas e 23 para técnicos.

 

Mais detalhes sobre o concurso do TRT/SP 2018

 

A comissão, constituída no último dia 8, é coordenada pelo juiz auxiliar da presidência Marcos Neves Fava, e conta, ainda, diretora-geral de administração Rita Kotomi Yuri; diretor de secretaria de gestão de pessoas Eduardo Antônio Engholm Cardoso; diretor da coordenadoria de planejamento e gestão de pessoas Rubens Parente Júnior e assessor jurídico da diretoria-geral José Américo Zampar.

A remuneração inicial dos cargos é de R$ 7.592,53 para técnicos e R$ 11.890,83 para analistas, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 884 por mês.

Além disso, em decorrência da lei 13.371, de 21 de julho de 2016, as duas carreiras contarão com mais três reajustes, em junho de 2018, novembro de 2018 e janeiro de 2019.

Com isto, para os técnicos, já com o auxílio-alimentação, os valores passarão a R$ 7.887,24; R$ 8.178,65; e R$ 8.475,36.  Para os analistas, R$ 12.374,34; R$ 12.852,49; e R$ 13.339,30.

Atualmente o TRT/SP conta com um déficit de 222 servidores, sendo 123 técnicos e 99 analistas judiciários.

 

Sobre o concurso anterior do TRT/SP

  O último concurso do órgão ocorreu em 2013 e contou com um total de 329 vagas, mais cadastro reserva de pessoal. As oportunidades ficaram distribuídas entre as cidades de São Paulo, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Suzano, Poá, Barueri, Embu das Artes, Franco da Rocha, Itapecerica, Cajamar, Santana de Parnaíba, Itapevi, Caieiras, Carapicuíba, Cotia, Jandira, Osasco, Taboão da Serra, Santos, São Vicente, Cubatão, Arujá, Praia Grande, Diadema, Ribeirão Pires, Santo André, Mauá, São Bernardo e São Caetano.   
Ads

Prepare-se para o concurso do TRT/SP

A Central de Concursos oferece curso preparatório 100% presencial, com 28 anos de experiência em aprovação. Antecipe seus estudos e garanta sua vaga! Confira.  

Os candidatos com ensino médio concorreram ao posto de técnico judiciário na área administrativa, na área administrativa com especialidade em segurança e na área de apoio especializado com especialidade em tecnologia da informação e enfermagem.    Em nível superior, havia ofertas para o emprego de analista judiciário na área judiciária, na área administrativa, na área judiciária com especialidade em oficial de justiça avaliador federal e na área de apoio especializado com especialidade em tecnologia da informação, medicina, medicina do trabalho, psicologia, enfermagem, arquivologia e segurança do trabalho. 

  PROVA ANTERIOR DO CONCURSO TRT/SP

A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas (FCC) e os participantes passaram por um teste objetivo com questões de conhecimentos gerais e específicos.

Atualizado: 13/03/2018 - 10:54

Itapetininga/SP abre concurso com 111 vagas

Concurso da Prefeitura de Prefeitura de Itapetininga selecionará para oito cargos, entre eles o de auxiliar de educação, que oferece 45 postos, requer ensino médio e paga R$ 1.027. Inscrições seguem disponíveis até 12 de abril

Interior paulista

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Localizada a cerca de 170 km da capital paulista, a cidade de Itapetininga abriu concurso público para preencher 111 vagas imediatas no quadro de servidores efetivos da prefeitura. A seleção reserva cinco postos a pessoas com deficiência. 


Há chances de nível médio para agente de desenvolvimento social (4 oportunidades e salário de R$ 1.236), auxiliar de educação (45 - R$ 1.027) e topógrafo (1 - R$ 1.380), cargo que também cobra formação técnica. 


Profissionais graduados concorrem como auditor de controle interno (1 - R$ 4.046), contador (2 - R$ 2.367), procurador municipal (10 - R$ 2.697), professor de educação física (21 - até R$ 2.689,50) e professor de educação básica (27 - R$ 1.890,85).


Concurso Prefeitura Itapetininga: inscrições e provas


O concurso da Prefeitura de Itapetininga é organizado pelo Instituto Mais. A banca recebe inscrições até 12 de abril, por meio do site www.institutomais.org.br, e cobra taxas de R$ 54 para nível médio e R$ 69 para superior. 


Em 20 de maio, será aplicada a prova objetiva para todos os cargos, além da avaliação dissertativa para professor e procurador, que também deverão entregar os documentos para análise de títulos.


O conteúdo programático abrange língua portuguesa, matemática, atualidades, conhecimentos específicos, informática e legislação educacional. As disciplinas variam conforme a vaga.


A seleção prevê ainda uma segunda etapa para os concorrentes a auxiliar de educação. Os habilitados no exame objetivo passarão por teste prático, previsto para ocorrer em 30 de junho e 1 de julho.


De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Itapetininga terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal. 


Atribuições do auxiliar de educação no concurso da Prefeitura de Itapetininga


Atuar nas Creches/EMEI/EMEIF e EMEF efetuando serviços de limpeza e higiene das crianças, fornecendo alimentação, participando das atividades recreativas, etc., a fim de promover o bem-estar das crianças. Efetuar a higienização das crianças, preparando e dando banhos, trocando fraldas e roupas. Alimentar a criança conforme horário pré-estabelecido dando mamadeira, papinha, suco, fruta, almoço e jantar, etc. Acompanhar as crianças para realização das necessidades fisiológicas, efetuando e ensinando maneiras e hábitos de higiene. Acompanhar o estado de saúde das crianças, observando à ocorrência de febre, vômitos, diarreias, etc., comunicando a chefia para devidas providências. Participar de atividades recreativas com as crianças, orientado ou ensinando-as quanto ao tipo de brinquedo ou brincadeira. Efetuar a entrega das crianças aos pais ou responsáveis e relatar ao diretor as possíveis ocorrências a fim do mesmo tomar as medidas necessárias. Garantir a segurança das crianças na escola, observando a saúde e o bem-estar, prestando os primeiros socorros, quando necessário. Manter conduta ética e profissional em relação ao cumprimento das normas estabelecidas pelo Estatuto do Funcionário Público (Lei Complementar nº 26 de 27 de Junho de 2008). e Regimento Interno e demais legislações pertinentes. Executar outras atividades correlatas. 

Atualizado: 06/03/2018 - 13:42

Câmara de Carapicuíba/SP abre concurso com dez vagas

Concurso da Câmara de Carapicuíba apresenta chances para ajudante de serviços gerais, auxiliar de serviços administrativos e procurador jurídico. Inscrições começam em 8 de março

Todos os níveis

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Câmara de Carapicuíba, município na Grande São Paulo com cerca de 400 mil habitantes, abriu concurso público para contratação de dez servidores. 

Com oferta de três postos, o cargo de ajudante de serviços gerais requer nível fundamental e paga R$ 1.012,51.

Destinada a candidatos que possuem ensino médio, a carreira de auxiliar de serviços administrativos reúne seis chances e apresenta salário de R$ 1.172,38.

A última vaga em disputa é para a carreira de procurador jurídico, com remuneração de R$ 5.968,48 e exigência de curso superior

Como se inscrever no concurso da Câmara de Carapicuíba 2018

O período para inscrições no concurso da Câmara de Carapicuíba vai de 8 de março a 5 de abril. As taxas custam R$ 27 (ajudante), R$ 42 (auxiliar) e R$ 54 (procurador).

A ficha cadastral ficará disponível no site do Instituto Mais (www.institutomais.org.br), banca responsável pela organização do processo seletivo.  

Sobre as provas do concurso da Câmara de Carapicuíba 2018

A seleção prevê prova objetiva para todos os cargos, além de teste dissertativo para procurador jurídico, com aplicação prevista para 27 de maio. 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática, atualidades, informática e conhecimentos específicos, variando as disciplinas conforme a vaga.

De acordo com o edital, o concurso da Câmara de Carapicuíba terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Legislativo.

Concurso Câmara Carapicuíba 2018: atribuições do ajudante de serviços gerais

Efetuar a limpeza dos pátios e recolhendo folhas e material. Limpar a calçada varrendo e capinando. Zelar pelo patrimônio da Câmara. Executar outras atividades correlatas.

Atribuições do auxiliar de serviços administrativos no concurso da Câmara de Carapicuíba

Executa, sob supervisão, tarefas simples de apoio na área administrativa nos diversos órgãos da administração, auxiliando em tarefas gerais de datilografia ou operacionalização de computadores e arquivos. Executa atividades de caráter rotineiro. Digita cartas, ofícios, memorandos, relatórios, tabelas, formulários, atas e demais documentos a partir de minutas e rascunhos. Atualiza fichários e arquivos de correspondências e documentos. Recebe, ordena, protocola e distribui correspondências, encomendas e outros documentos, controlando sua movimentação e encaminhamento ao setor destinado. Requisita material de consumo, guardando-o e distribuindo-o. Efetua cálculos simples, consulta documentos e transcrições. Executa quaisquer outras atividades típicas do cargo e/ou do órgão de lotação.

Concurso Câmara Carapicuíba: conteúdo programático para auxiliar

Língua portuguesa – Interpretação de textos. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Significação de palavras. Concordâncias nominal e verbal. Emprego do sinal indicativo de crase. 
Matemática – Operações com números reais. Razão e proporção. Porcentagem. Regra de três simples. Sistemas de medidas. Resolução de situações-problema. 
Atualidades – Questões relacionadas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, divulgados na mídia local e/ou nacional, veiculados nos últimos seis meses anteriores à data da prova. 

Atualizado: 28/02/2018 - 13:39

Nova Luzitânia/SP tem concurso com inscrições abertas

Os salários iniciais oferecidos pela Câmara Municipal de Nova Luzitânia chegam a R$ 3 mil. Inscrições serão recebidas até 4 de março

Todos os níveis

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No Estado de São Paulo, a Câmara Municipal de Nova Luzitânia receberá até o dia 4 de março as inscrições de seu concurso público. Serão preenchidas três vagas do seu quadro de pessoal. 
Aqueles que têm o ensino fundamental podem se inscrever para a função de auxiliar de serviços gerais (1 vaga), cujo salário inicial é de R$ 1.080,15. 
O cargo de secretário geral (1) requer ensino médio completo, conhecimento da língua portuguesa, de processador de texto, informática e de gerenciador de banco de dados, além de carteira de habilitação na categoria “B”. O vencimento é de R$ 2.546,85. 
Já para o posto de procurador jurídico (1), a exigência é de nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) por, no mínimo, dois anos. A remuneração é de R$ 3.081,67. 

Participação no concurso da Câmara de Nova Luzitânia

As inscrições devem ser realizadas no endereço eletrônico www.fenixconcursos.com.br. Os valores da taxa de participação são de R$ 35 para ensino fundamental, R$ 50 para nível médio e R$ 95 para formação superior. O pagamento do boleto bancário poderá ser efetuado até a data limite de 5 de março. 
O concurso da Câmara de Nova Luzitânia será constituído de uma única etapa: prova objetiva. Ela será composta por 20 questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de português, matemática, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos. 
Com duas horas de duração, o exame será aplicado na cidade de Nova Luzitânia/SP no dia 18 de março. As informações sobre os locais e horários de realização da avaliação serão divulgadas, oportunamente, no edital de convocação. 

Atribuições dos cargos da Câmara de Nova Luzitânia


Auxiliar de serviços - executar serviços de zeladoria, conservação e manutenção dos prédios públicos, garantindo o bom funcionamento, assegurando-lhes as condições de higiene e segurança; preparar e servir café, chá, água e outros, zelando pela ordem e limpeza da cozinha, e de todo o prédio da câmara; fazer serviços relacionados à área de lavanderia da unidade pública; e auxiliar nos serviços administrativos; e outras atividades correlatas.
Assessor jurídico - representar a câmara em ações em que esta seja autora, ré, oponente ou assistente, em qualquer instância; assessorar a mesa diretora, as comissões permanentes e os vereadores nas atividades legislativas, inclusive quanto à elaboração de projetos e pareceres; examinar e elaborar pareceres de editais de licitações, contratos ou acordos em que é parte a câmara; emitir pareceres sobre questões jurídico-administrativas; emitir pareceres sobre projetos e demais processos legislativos; prestar assessoramento jurídico ao presidente no uso de suas atribuições do mandato; executar outras atividades afins.
Secretário geral - executar tarefas de auxiliar a presidência, as comissões e vereadores no desenvolvimento dos trabalhos legislativos da câmara; promover todas as atividades relacionadas ao quadro de pessoal, ao controle de bens patrimoniais e materiais da câmara municipal.

Atualizado: 26/02/2018 - 11:51

Concurso em Guarulhos/SP tem vaga para advogado

Oportunidade na Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A (Proguaru) é de uma vaga para candidatos que têm o nível superior em direito

Salário de R$ 8,3 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Serão abertas no dia 27 de fevereiro as inscrições do concurso público da Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A, denominada Proguaru, situada na região metropolitana de São Paulo, a apenas 21 km da capital. A seleção visa o preenchimento de uma vaga para a carreira de advogado. 
Para participar é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O salário inicial é de R$ 8.341,42 para carga horária semanal de 40 horas, sob regime de dedicação exclusiva. 
Entre as principais atribuições do cargo, estão: representar a empresa em juízo ou fora dele; propor orientação jurídica-normativa para todos os departamentos da empresa; pronunciar-se sobre a legalidade de atos da empresa; promover a unificação dos pareceres e decisões da empresa; realizar processos administrativos disciplinares; representar os interesses da empresa perante o Tribunal de Contas e demais órgãos públicos.
O Instituto Mais de Gestão e Desenvolvimento Social será o responsável pela organização e execução do processo de seleção. O formulário de inscrição do concurso da Proguaru estará disponível no endereço eletrônico www.institutomais.org.br até o dia 2 de abril. A taxa de participação custa R$ 59. 

Provas do concurso da Proguaru/SP 2018 


Todos os inscritos no concurso da Proguaru serão avaliados através de duas fases: prova objetiva e prova prático profissional, ambas de caráter eliminatório e classificatório. As avaliações serão aplicadas no dia 29 de abril, em horários distintos. 
A prova objetiva será composta 70 questões de múltipla escolha, sendo 10 de língua portuguesa, 10 de direito constitucional, 10 de direito administrativo, 10 de direito civil, 10 de direito processual civil, 15 de direito do trabalho e processual do trabalho e cinco de direito tributário. 
Já a prova prático-profissional será composta por uma peça prático-profissional e de duas questões dissertativas que versarão sobre os conhecimentos específicos constantes do conteúdo programático da objetiva.

Atualizado: 26/02/2018 - 09:23

Concurso em Mairiporã/SP encerra inscrições hoje (26)

Distribuídas entre funções de todas as escolaridades, carreiras em disputa no concurso da Prefeitura de Mairiporã contam com vencimentos que variam de R$ 1,1 mil a R$ 6,5 mil. Prazo termina às 17h desta segunda-feira

163 vagas

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Mairiporã, na Grande São Paulo, encerra às 17h desta segunda-feira (26) o período de inscrições do concurso que disponibiliza 163 vagas, além de formação de cadastro reserva (CR). A seleção oferece salários que vão de R$ 1.159,70 a R$ 6.506,96.
Para concorrer como coveiro (1 posto) e operário (1) basta ser alfabetizado.
Quem possui nível fundamental encontra opções como ajudante geral (CR), eletricista (1), encanador (1), jardineiro (1), mecânico (1), merendeira (1), motorista CNH "C" (1), motorista CNH "D" ou "E" (1) e operador de máquina (1).
Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de Mairiporã para as funções de agente de trânsito (1), escriturário (1), fiscal de tributos (CR), monitor social (1), auxiliar de desenvolvimento infantil (29), inspetor de alunos (15), auxiliar veterinário (1) e visitador sanitário (1).  
Além de segundo grau, a seleção exige formação técnica para agente de campo (1), agente de fiscalização (1), educador ambiental (1), fiscal de obras (1), técnico agrícola (1), técnico de cadastro (1), técnico de informática (1), técnico de segurança do trabalho (1), técnico em turismo (1), topógrafo (1), auxiliar de enfermagem (1), auxiliar em saúde bucal (1), técnico de enfermagem (1) e técnico de saúde bucal (1).     
Em nível superior há oportunidades no concurso da Prefeitura de Mairiporã para analista em comunicação social (1), arquiteto (1), assistente de recursos humanos (1), assistente social (CR), bibliotecário (1), biólogo (1), contador (1), coordenador social (1), educador esportivo (1), educador social (1), engenheiro agrônomo (1), engenheiro ambiental (1), engenheiro civil (1), engenheiro do trabalho (1), fiscal ambiental (1), maestro (1), nutricionista (1), procurador (CR), psicólogo (CR), técnico jurídico (1), tesoureiro (1), coordenador pedagógico (1), dentista (2), enfermeiro (1), farmacêutico (1), fisioterapeuta (1), fonoaudiólogo (1), terapeuta ocupacional (CR), veterinário (CR) e médico nas seguintes especialidades: cardiologista (1), clínico geral (5), saúde da família (1), dermatologista (1), do trabalho (1), endocrinologista (1), fisiatra (1), geriatra (1), ginecologista (1), infectologista (1), neurologista (1), oftalmologista (1), ortopedista (1), otorrinolaringologista (1), pediatra (1), plantonista clínico (5), plantonista pediatra (1), psiquiatra (1), reumatologista (1), ultrassonografista (1) e urologista (1).             
Também serão selecionados professores de educação infantil (1), ensino fundamental (30), deficiência auditiva (1), deficiência física (1), deficiência intelectual (1), deficiência visual (1) e educação física (1). As duas primeiras áreas admitem docentes com nível médio (modalidade normal), enquanto as demais requerem curso superior.  

Como se inscrever no concurso da Prefeitura de Mairiporã 2018


O concurso da Prefeitura de Mairiporã 2018 é organizado pelo Instituto Mais. A banca recebe inscrições por meio do site www.institutomais.org.br. As taxas custam R$ R$ 39 (alfabetizados e nível fundamental), R$ 54 (médio) e R$ 66 (superior).  

Sobre as provas do concurso da Prefeitura de Mairiporã 2018


O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos), dissertativa (procurador), de títulos (todos os postos), física (agente de campo) e prática (eletricista, encanador, escriturário, jardineiro, mecânico, motorista, operador de máquina, técnico de informática e auxiliar de desenvolvimento infantil).
O número de questões (40 ou 50), a data de aplicação (18 e 25 de março, além de 8 de abril) e as disciplinas (língua portuguesa, matemática, atualidades, informática, conhecimentos específicos, legislação educacional e clínica médica) da prova objetiva variam conforme a vaga em disputa. 
APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA MAIRIPORÃ/SP 2018 - CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL
De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de Mairiporã terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Concurso Prefeitura Mairiporã 2018: atribuições do auxiliar de desenvolvimento infantil


Executa sob supervisão, serviços de atendimento em Unidade Escolar que abriga crianças nas faixas etárias de seis meses a três anos, através da prestação de serviço de caráter rotineiro, com cuidados na área de alimentação, higiene, recreação, além da prestação de serviços sócio educacionais, que possam colaborar para o desenvolvimento psicofísico e social da criança de creche.

Principais atribuições do inspetor de alunos no concurso da Prefeitura de Mairiporã 2018


Mantém a disciplina fora da sala de aula; fazendo anotações pertinentes para informar sobre a presença de alunos; Providencia material didático para os professores quando necessário; Atende e acompanha os alunos em suas necessidades; Controla a movimentação dos alunos nos locais de estudo, nas atividades extraclasses e nas atividades de recreação; Mantém a disciplina nos banheiros e sala de aula na ausência emergencial do professor; Efetua a vigilância dos alunos, verificando se os mesmos procedem com boas maneiras e cumprem com o regimento da Unidade Escolar fazendo as observações necessárias e comunicando-as à autoridade responsável; Acompanha os alunos na entrada e na saída das aulas, nos intervalos entre as aulas, recreio e nas refeições; Entre outras atividades. 

Atualizado: 23/02/2018 - 15:49

Câmara de Roseira/SP: inscrições abertas

O concurso da Câmara Municipal de Roseira tem vaga para o cargo de procurador jurídico, cujo salário é de R$ 3,4 mil. Inscrições serão aceitas até R$ 6 de março

Nível superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Encontram-se abertas as inscrições do concurso público da Câmara Municipal de Roseira, localizada no Estado de São Paulo. Oportunidade é de uma vaga para o cargo de procurador jurídico. 
Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em direito e registro no órgão de classe. O salário inicial é de R$ 3.488,27 para jornada de trabalho de 20 horas semanais. 
As inscrições serão recebidas até o dia 6 de março, através do endereço eletrônico www.promun.com.br. Será cobrada uma taxa de participação, no valor de 80, e o seu pagamento deverá ser efetuado até o dia 7 desse mesmo mês. 
O concurso da Câmara de Roseira/SP será constituído de uma única etapa: prova objetiva. Ela será composta por 50 questões de múltipla escolha, sendo 10 de língua portuguesa, 10 de conhecimentos de informática e 30 de conhecimentos específicos. 
A avaliação terá duração máxima de três horas e será aplicada no município de Roseira/SP no dia 18 de março, em locais e horários a serem comunicados em momento oportuno. 

Atribuições do procurador da Câmara de Roseira/SP


Examinar e opinar em processos de licitação; minutar contratos, projetos e demais documentos em que a câmara municipal seja interessada; examinar, orientar e emitir pareceres, por escrito ou verbal, assistindo à presidência, chefia de gabinete e ao plenário, em assuntos de natureza jurídica; examinar e orientar a elaboração de todas as proposituras legais afetas ao processo legislativo, prestando ao plenário, às comissões permanentes e especiais e aos vereadores, as informações e assistência jurídica necessárias, quando por estes solicitados; interpretar textos legais ou regulamentares de interesse do plenário ou da câmara; prestar serviços de pesquisa para elaboração de projetos de lei; comparecer às sessões da câmara, prestando assistência jurídica, quando a presença for requisitada pelo plenário, pelo presidente ou pelos vereadores; prestar assistência jurídica aos vereadores sobre assuntos pertinentes à atividade legislativa, quando solicitado; prestar assistência jurídica às comissões permanentes e especiais em assuntos pertinentes à atividade legislativa e dando suporte legal às atividades por elas desenvolvidas; auxiliar os trabalhos do chefe de gabinete, quando solicitado; apresentar-se nos dias e horários de sessões, assessorando o presidente e vereadores nos assuntos inerentes ao legislativo e de interesse da câmara; exercer outras atividades correlatas determinadas pela chefia. 

Atualizado: 23/02/2018 - 15:19

Orindiúva/SP: concurso com inscrições abertas

Oferta no concurso da Câmara Municipal de Orindiúva é de três vagas para os cargos de zeladora, contador e procurador jurídico, que exigem níveis fundamental e superior

Salários de até R$ 3,6 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Ainda dá tempo de participar do concurso público da Câmara Municipal de Orindiúva, localizada no Estado de São Paulo. A seleção visa o provimento de três vagas do seu quadro de pessoal. 
A função de zeladora (1 vaga) exige diploma de conclusão de ensino fundamental completo. O salário inicial é de R$ 1.004,50 para carga horária semanal de 40 horas. 
Candidatos que possuem o nível superior e registro no órgão de classe podem concorrer para os cargos de contador (1) e procurador jurídico (1). A remuneração é de R$ 3.626,37 para jornada de trabalho de 20 horas semanais. 
Interessados deverão se inscrever no endereço eletrônico www.unisisp.com.br até o dia 28 de fevereiro. Os valores da taxa de participação são de R$ 25 para ensino fundamental e R$ 50 para nível superior. 
Todos os inscritos no concurso da Câmara de Orindiúva executarão a prova objetiva no dia 8 de abril. Com quatro horas de duração, o exame será composto por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática e/ou conhecimentos específicos. 

Atribuições dos cargos da Câmara de Orindiúva/SP


Contador - realizar e ter responsabilidade técnica por todo o trabalho da contabilidade, zelando pelo bom desenvolvimento de suas atividades; assistir e assessorar o presidente na estipulação de políticas, programas, planos, projetos, diretrizes e metas, quanto aos aspectos financeiros; controlar os assuntos financeiros e fiscais pertencentes ao legislativo; assessorar os vereadores na fiscalização contábil da câmara, da prefeitura e demais órgãos da administração direta, indireta, autárquica e fundacional; acompanhar e participar, se necessário, da apresentação das audiências públicas relativas ao PPA, LOA e LDO; entre outras tarefas. 
Procurador jurídico - assessorar os vereadores e demais funcionários do legislativo nos assuntos jurídicos da câmara; defender, judicial ou extrajudicial os interesses e direitos da câmara; emitir parecer sobre consultas formuladas pelo presidente, demais vereadores ou pelos órgãos da câmara, sob o aspecto jurídico e legal; redigir e examinar projetos de leis, resoluções, justificativas de vetos, emendas, regulamentos, contratos e outros atos de natureza jurídica; entre outras. 
Zeladora - executar as atividades de zeladoria, limpeza e manutenção das dependências internas e externas da câmara, garantindo as condições de higiene e conservação; abrir e fechar diariamente as instalações da câmara municipal, nos horários de expediente, e nos horários das sessões ordinárias, extraordinárias e solenes, ou conforme determinações superiores; ligar ventiladores, condicionadores de ar, luzes e demais aparelhos elétricos, instalados em áreas comuns da câmara municipal, e desligá-los no final do expediente; manter limpos os móveis e arrumados os locais de trabalho, inclusive os gabinetes parlamentares e salas de reuniões; entre outras. 

Atualizado: 23/02/2018 - 14:55

Aberto concurso para 65 vagas em Arealva/SP

Oportunidades no concurso da Prefeitura de Arealva estão distribuídas entre funções destinadas a profissionais de todas as escolaridades. Inscrições seguem disponíveis até 6 de março

Iniciais de até R$ 6,9 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Arealva, no interior de São Paulo, abriu concurso público destinado a preencher 65 vagas, além de formar cadastro reserva. A oferta salarial varia de R$ 954 a R$ 6.972,70.
Para concorrer como ajudante geral - homem (5 postos), ajudante geral - mulher (6), auxiliar de serviços gerais (4), jardineiro (2), merendeira (3), motorista CNH "D" (4) e operador de máquina (2) é necessário possuir nível fundamental incompleto. Já quem concluiu tal ciclo escolar está apto a se inscrever para a função de agente educacional (5). 
As chances que cobram ensino médio no concurso da Prefeitura de Arealva estão distribuídas entre as carreiras de agente comunitário de saúde (4 - R$ 1.014), agente social (2), auxiliar de dentista (3), escriturário (3) e técnico de enfermagem (3), cargo que também requer curso técnico.    
São disponibilizadas vagas de nível superior para assistente social (1), educador físico (1), enfermeiro (1), educador social (2), farmacêutico (1), fonoaudiólogo (1), ginecologista (1), pediatra (1), psiquiatra (1), procurador jurídico (1), psicólogo (1) e professor para as áreas de educação básica (3), educação artística (2), educação física (1) e inglês (1).   

Concurso Prefeitura Arealva: inscrições e provas


Disponíveis até 6 de março, as inscrições devem ser registradas pelo site da Consesp (www.consesp.com.br), banca que organiza o concurso da Prefeitura de Arealva. São cobradas taxas de R$ 35 (nível fundamental), R$ 45 (médio) e R$ 55 (superior). 
O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos), de títulos (professor e educador físico) e prática (motorista e operador de máquina), todas previstas para 8 de abril. 
O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática, informática e conhecimentos gerais, específicos, educacionais e em saúde pública, variando as disciplinas conforme a vaga em disputa. 
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Arealva terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Principais atribuições do agente educacional no concurso da Prefeitura de Arealva


Atender os alunos nos horários de entrada e saída dos períodos, intervalos de aulas, recreio e refeições; cuidar da higiene, alimentação, repouso e locomoção, sempre que necessário; auxiliar o professor na construção de material didático, bem como na organização, manutenção e higiene dos materiais e equipamentos; garantir que os alunos com limitações de comunicação, de orientação, de compreensão, de mobilidade, de locomoção ou outras limitações de ordem motora, possam realizar as atividades cotidianas e as propostas pelos educadores durante as aulas e nos períodos extraclasse, viabilizando assim sua efetiva participação na escola; proporcionar momentos de recreação aos alunos; zelar pela segurança e bem-estar dos alunos; acompanhar os alunos juntos aos professores e demais funcionários em atividades extraclasse; informar a equipe diretora sobre as condutas dos alunos comunicando ocorrências e eventuais enfermidades: auxiliar os professores nas solicitações de material escolar ou na assistência aos alunos; entre outras atividades. 

Atualizado: 23/02/2018 - 13:32

Câmara de Guarujá/SP abre concurso com 15 vagas

Concurso da Câmara de Guarujá selecionará para carreiras de agente legislativo, operador de áudio e vídeo, oficial de contabilidade e procurador. Inscrições vão de 8 de março a 6 de abril

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Câmara de Guarujá, no litoral paulista, abriu concurso público com oferta de 15 vagas para contratação imediata. A seleção reserva uma oportunidade a pessoas com deficiência.
Os cargos de agente legislativo (10 postos e salário de R$ 4.999) e operador de áudio e vídeo (1 - R$ 2.565) cobram ensino médio.
Há chances com exigência de curso superior para oficial de contabilidade (2 - R$ 5.500) e procurador legislativo (2 - R$ 7.122).
APOSTILAS CONCURSO CÂMARA DO GUARUJÁ 2018 - AGENTE LEGISLATIVO
As inscrições serão recebidas entre 8 de março e 6 de abril, por meio do site da banca Indepac (www.indepac.org.br). O valor das taxas é de R$ 50 para nível médio e R$ 70 para superior.

Sobre as provas do concurso da Câmara de Guarujá 2018


A seleção terá prova objetiva para todos os cargos, com aplicação prevista para duas datas: 29 de abril (oficial e procurador) e 6 de maio (agente e operador).
As questões abordarão conteúdos de língua portuguesa, matemática, informática e conhecimentos específicos, variando as disciplinas conforme a vaga. 
O processo seletivo inclui, ainda, avaliação dissertativa (procurador), prática (vagas de ensino médio) e de títulos (postos de nível superior), em datas a serem definidas.
De acordo com o edital, o concurso da Câmara de Guarujá terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Legislativo.

Concurso Câmara Guarujá 2018: atribuições do agente legislativo


Conhecimento de redação oficial; considerável conhecimento de língua portuguesa e matemática; capacidade para executar e conferir trabalhos de digitação; elaboração de relatórios; manuseio, organização e guarda de documentação física, bem como cadastramento e conversão para banco de dados digital; dar o trâmite pertinente a toda documentação protocolada em Sessões Ordinárias e Extraordinárias; noções gerais de contabilidade pública; operação de microcomputador e seus periféricos, bem como, os demais equipamentos que o utilizem como meio operacional ou de controle; operação de arquivo digital. 

Atribuições do operador de áudio e vídeo no concurso da Câmara de Guarujá


Operar os equipamentos analógicos e digitais de áudio da Câmara de Guarujá e os equipamentos da rede de som ambiente do prédio (amplificadores, processadores de sinal, mesa de som e gravadores); conhecimentos nas áreas de acústica, microfonação, processamento de sinais, gravação, edição e armazenamento digital de áudio; operar os equipamentos analógicos e digitais de vídeo utilizados na edição e gravação das Sessões Legislativas Ordinárias, Extraordinárias e Solenes; conhecimentos na área de gravação, edição e armazenamento digital de vídeo (criar e editar DVD); operar os equipamentos de vídeo que compõem o Circuito Fechado de TV (câmeras, processadores de sinal e gravadores); cuidar da conservação dos equipamentos de áudio e vídeo.
APOSTILAS CONCURSO CÂMARA DO GUARUJÁ 2018 - OFICIAL DE CONTABILIDADE

Atualizado: 21/02/2018 - 12:14

PEC para concurso de procurador pronto para votação

Proposta, que vem tramitando no Congresso Nacional desde 2003, agora depende apenas de um parecer final

Cria o cargo em todos os municípios

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Foi novamente encaminhada para deliberação no plenário do  Senado Federal, no último dia 8 de fevereiro, para inclusão na ordem do dia, a Proposta de Emenda à Constituição 17/2012, que determina a obrigatoriedade de existência da carreira de procurador em todos os municípios, para preenchimento por meio de concurso público. O projeto já está pronto para votação desde o final do ano passado, mas acabou não sendo avaliado em decorrência do recesso parlamentar.

Caso aprovado, o artigo 132 da Constituição Federal passará a ter a seguinte redação:  “Os procuradores dos estados, municípios e Distrito Federal, organizados em carreira, no qual o ingresso dependerá de concurso público de provas e títulos, com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil em todas as suas fases, exercerão a representação judicial e a consultoria jurídica das respectivas unidades federadas”.

De acordo com a proposta original, apresentada na Câmara dos Deputados, em 2003, “nada justifica excluir os municípios da exigência constitucional de organizarem suas carreiras de procurador. Nada mais justifica a possibilidade de ausência de controle de legalidade ou um controle deficiente, decorrente da falta de mão de obra especializada ou de entrega de tal controle a pessoas estranhas ao quadro efetivo da administração municipal”.

Ainda de acordo com a justificativa do projeto, a ausência de pareceres proferidos por procuradores concursados leva à descredibilidade da administração pública frente aos órgãos externos de controle, tribunais de contas e Ministério Público.

O projeto também determina que em casos de municípios com menor potencial econômico deverão instituir a carreira, porém, de forma proporcional às suas possibilidades.     

Atualizado: 16/02/2018 - 14:26

Prefeitura de Juquiá/SP tem concurso com 12 vagas

Candidatos que têm os níveis médio, técnico e superior deverão se inscrever no concurso da Prefeitura Municipal de Juquiá até o dia 6 de março

Salários de até R$ 6,8 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No Estado de São Paulo, a Prefeitura Municipal de Juquiá está com inscrições abertas de concurso para provimento de 12 vagas do seu quadro de pessoal. A seleção ainda contará com formação de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades. 
Para ensino médio e/ou curso técnico, as chances são para os cargos de auxiliar administrativo (1 vaga), auxiliar de saúde bucal (1), fiscal de obras e posturas (1), fiscal sanitário (1), fiscal de trânsito (1) e tesoureiro (CR). Os salários iniciais oscilam entre R$ 967,06 e R$ 1.665,97. 
Candidatos que têm o nível superior estão aptos às carreiras de assistente social (1), cirurgião dentista (1), enfermeiro (1), fisioterapeuta (1), médico ginecologista (1), médico pediatra (1) e procurador jurídico (1). As remunerações partem de R$ 2.691,09 e chegam a R$ 6.833,27. 
Para concorrer a uma das vagas é necessário se cadastrar no www.rboconcursos.com.br. O formulário de inscrição estará disponível no site até o dia 6 de março. As taxas variam de R$ 30 a R$ 60. 

Provas do concurso da Prefeitura de Juquiá/SP


Os participantes serão submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as matérias de língua portuguesa, matemática e/ou conhecimentos específicos. 
A avaliação será aplicada na cidade de Juquiá/SP na data prevista de 8 de abril, em locais e horários a serem informados a partir do dia 29 de março. 
O concurso da Prefeitura de Juquiá ainda contará com as seguintes etapas: prova prática para os empregos de auxiliar administrativo e tesoureiro; e análise de títulos para nível superior. 

Atualizado: 16/02/2018 - 12:07

TJ/SP: avança PL que cria mais 250 vagas de escrevente

Projeto de lei complementar encaminhado para a Alesp no final de dezembro visa criar diversas varas e 442 vagas no órgão, incluindo postos de escreventes e juízes

Interior e litoral

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Avança, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto de lei complementar 34/2017, que tem por objetivo ampliar a abrangência do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP), com a criação de diversas varas judiciais no estado, em diversas cidades do interior e litoral. Com isto, a proposta também busca ampliar o quadro de servidores do órgão, com a criação de 442 vagas, sendo 282 para preenchimento efetivo, por meio de novos concursos públicos ou convocação de aprovados em concursos em validade, e 160 para cargos comissionados. A proposta, encaminhada pelo então presidente do TJ/SP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, em dezembro, foi distribuída para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação no último dia 7 de fevereiro, onde agora está sob análise do o deputado Carlos Cezar (PSB).

Caso o projeto seja aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça ainda deverá passar pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, antes de ser votado no plenário da casa.

Das 282 oportunidades para cargos efetivos, 32 são para o cargo de juiz e 250 para a almejada carreira de escrevente técnico judiciário, podendo ser preenchidas por aprovados no atual concurso em andamento para o interior e litoral do Estado.

Das 160 vagas comissionadas, 17 são para coordenadores, 15 de supervisor de serviços, 64 de chefe de seção e 64 de assistentes judiciários.
De acordo com o ex-presidente do TJ/SP, a criação destas varas é considerada indispensável, por serem consideradas prioritárias para melhor estruturar as 30 comarcas que ocupam os primeiros lugares no ranking de movimentação judiciária, devido ao congestionamento processual. 

Regiões

A criação destas varas será para as cidades de Aguaí, Apiaí, Caconde, Cafelândia, Cerquilho, Cosmópolis, Fartura, Ribeirão Bonito, Santo Anastácio, Teodoro Sampaio, Barra Bonita, Presidente Epitácio, Guararapes, Oswaldo Cruz, Paulínia, Peruíbe, Várzea Paulista, Mococa, Itatiba, Birigui, Olímpia, Francisco Morato, Embu das Artes, Americana, Sorocaba e Campinas, São José do Rio Preto, Jacareí e Ribeirão Preto.
A criação das varas já havia sido planejada pelo projeto de lei complementar 54/2013, mas agora passam a ser consideradas prioritárias pela nova proposta encaminhada pelo presidente do TJ/SP.

Justificativa

De acordo com a justificativa do projeto, a ampliação do quadro e criação de varas “permitirá a solução dos mais prementes problemas e dificuldades pelos quais passa o Poder Judiciário, o de estruturação e da organização da prestação ininterrupta de suas competências, resultando na distribuição de uma justiça mais eficaz, célere, próxima do destinatário deste serviço público tão essencial e que atenda ao princípio constitucional da razoável duração do processo, diretriz particularmente exigida dos serviços judiciários”.     

Shopping