Salário de R$ 12,8 mil

PM SC encerra hoje inscrições para 70 postos de oficiais

As chances do concurso da Polícia Militar de Santa Catarina são para candidatos, de ambos os sexos, que possuem formação superior em direito

Patricia Lavezzo
Publicado em 06/11/2018, às 09h37

Chega ao fim nesta terça-feira (6) o prazo de inscrição do concurso público da Polícia Militar de Santa Catarina (PM/SC). A seleção visa o preenchimento de 70 vagas para ingresso no curso de formação de oficiais, sendo 65 destinadas a candidatos do sexo masculino e cinco para o sexo feminino. 

Para disputar uma das vagas é necessário possuir diploma de curso de nível superior em direito, altura mínima de 1,60 para as mulheres e 1,65 para os homens e carteira de habilitação em qualquer categoria, além de não ter completado a idade máxima de 30 anos até o último dia de inscrição.

Após concluir o curso de formação e passar pelo estágio probatório, os aprovados serão promovidos ao posto de 2º tenente, cuja remuneração inicial é de R$ 12.882,69, iniciando a carreira de oficial da PM/SC. 

• CURSO CONCURSO PM SC 2018 - CFO

De acordo com o edital, são condições gerais de exercício da função: trabalhar tendo contato cotidiano com o público, de forma individual ou em equipe, em ambiente de trabalho que pode ser fechado ou a céu aberto, a pé, montado ou em veículos, em horários diversos (diurno, noturno, em rodízio de turnos e em regime de sobreaviso ou prontidão). Atuar em condições de pressão e de risco à saúde e de morte em sua rotina de trabalho.

Concurso PM SC: inscrições e provas

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, através do site do Instituo AOCP (www.institutoaocp.org.br), organizador do certame. A taxa custa R$ 200. 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de provas objetiva, dissertativa e de redação, a serem realizadas no município de Florianópolis/SC ou da Grande Florianópolis/SC. A prova objetiva será aplicada na data prevista de 2 de dezembro, enquanto que as provas dissertativa e de redação estão marcadas para 9 de dezembro. 

A prova objetiva contemplará 80 questões do tipo múltipla escolha, sendo oito de direito constitucional, oito de direito administrativo, oito de direito penal comum, oito de direito penal militar, oito de direito processual penal comum, oito de direito processual penal militar, seis de direito civil, oito de legislação institucional, oito de língua portuguesa, cinco de inglês e cinco de informática.

Já a prova dissertativa será composta pela redação e por quatro questões que versarão sobre as áreas de conhecimento relacionadas às disciplinas de direito constitucional, direto administrativo, direito penal e processual penal e direito penal militar e processual penal militar. 

O concurso da PM/SC ainda será constituído das seguintes etapas: avaliação de saúde; exame física; avaliação psicológica; investigação social; entrega do exame toxicológico e documentação para comprovação dos requisitos.

O curso de formação de oficiais da PM SC

Com duração prevista de dois anos, o curso de formação de oficiais será dividido em quatro períodos, realizados na Academia de Polícia Militar da Trindade (APMT), na cidade de Florianópolis/SC e fará jus à remuneração de R$ 4.764,24 correspondente ao cargo de aluno oficial (cadete). 

Após o término do curso, os cadetes aprovados serão promovidos a aspirantes-a-oficial da PM/SC e cumprirão estágio probatório pelo período de seis meses. Ao término, se aprovados, mediante análise e aprovação da Comissão de Promoção de Oficiais (CPO), os aspirantes-a-oficial serão nomeados e promovidos a 2º tenente, iniciando a carreira de oficial da Polícia Militar de Santa Catarina.

Atribuições dos oficiais da PM SC

Comandar, chefiar e dirigir organizações policiais militares; coordenar policiamento ostensivo, reservado e velado; assessorar o comando; gerenciar recursos humanos e logísticos; participar do planejamento e execução de ações preventivas e operações policiais; desenvolver processos e procedimentos administrativos; atuar na coordenação da comunicação social; promover estudos técnicos e de capacitação profissional; pautar suas ações em preceitos éticos, técnicos e legais; atuar em atividades de ensino, instrução, pesquisa e extensão; exercer atos de autoridade judiciária militar; executar os atos de polícia administrativa ostensiva; executar os atos de polícia judiciária militar.
 

Mais Lidas