Publicado: 27/08/2018 - 11:23 | Atualizado: 17/09/2018 - 15:52
Publicado: 27/08/2018 - 11:23 | Atualizado: 17/09/2018 - 15:52

Prefeitura de Boa Vista RR abre concurso com 1.000 vagas

O edital tem oportunidades para os cargos de assistente/cuidador escolar e professores, que exigem os ensinos médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Prefeitura Municipal de Boa Vista, localizada no Estado de Roraima, abriu as inscrições do concurso público que preencherá 1.000 vagas na área da educação, sendo 100 reservadas a pessoas com deficiência. As chances são para candidatos de ensinos médio e superior.  

Do total de ofertas constantes do edital, 370 são destinadas à função de assistente/cuidador escolar, que exige diploma de conclusão de curso de nível médio. O salário inicial é de R$ 1.297,17 para carga horária semanal de 40 horas. 

As outras 630 vagas estão distribuídas entre os cargos de professor licenciado em pedagogia (550) e professor licenciado em educação física (80), que exigem nível superior. A remuneração é de R$ 2.140,33 para jornada de trabalho de 25 horas semanais. 

• APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE BOA VISTA 2018 - NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

A empresa responsável pela organização e execução do concurso da Prefeitura de Boa Vista é a Fundação Getúlio Vargas, denominada FGV. O formulário de inscrição estará disponível na página eletrônica da banca (www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/smag) até as 16h do dia 20 de setembro. Os valores da taxa de participação são de R$ 59 (ensino médio) e R$ 75 (superior) e o pagamento deverá ser efetuado até a data limite de 21 de setembro, observa do o horário de funcionamento da rede bancária. 

Provas do concurso da Prefeitura de Boa Vista RR

Todos os candidatos serão submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela contemplará 60 questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, legislação e/ou conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado na cidade de Boa Vista/RR na data prevista de 21 de outubro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da FGV em momento oportuno. 

A prova escrita discursiva, eliminatória e classificatória, será realizada pelos postos de professor na mesma data da objetiva. Ela constará de duas questões que versarão sobre língua portuguesa, cujo objetivo é o de avaliar a capacidade de redigir de forma clara e precisa, de resumir com eficiência e de modificar a escritura insatisfatória de frases.

A etapa final do concurso será a análise de títulos, unicamente classificatória, exclusiva para nível superior. Serão aceitos os seguintes diplomas na área específica a que concorre: pós-graduação; mestrado; e doutorado. 

Concurso Prefeitura de Boa Vista RR: atribuições do assistente/cuidador escolar

Prestar auxílio individualizado às atividades de locomoção, higiene e alimentação aos alunos, público alvo de creche e educação especial, zelando pelo bem estar, saúde, cultura, recreação e lazer, em sala de aula e/ou no intervalo escolar de acordo com as necessidades e especificidades apresentadas pelo aluno; realizar procedimentos e cuidados de higiene dos alunos, público alvo de creche e educação especial, assistindo as atividades de vida diária (alimentação, banho, vestiário, higiene pessoal, locomoção); dispor de cuidado aos alunos público alvo de creche e educação especial de acordo com as necessidades e/ou deficiências apresentadas para evitar possíveis acidentes e transitar com segurança nas dependências físicas do ambiente escolar; auxiliar os alunos público alvo de creche e educação especial, individualmente, mediante orientação da equipe escolar, nas atividades pedagógicas, lúdicas e artísticas, sendo acompanhadas pelo professor e/ou professor da Sala de Recurso Multifuncional - SRM e demais profissionais; observar o aluno na chegada e saída da instituição escolar, identificando suas vestimentas e pertences pessoais, bem como, informar quaisquer fatos relevantes à gestão da escola; auxiliar na promoção de ações de socialização e integração harmoniosa entre os alunos; estimular o desenvolvimento do aluno público alvo de creche e educação especial, respeitando os seus valores, sua individualidade, sua faixa etária e seus diferentes níveis de evolução física, emocional, cognitiva e social, considerando suas necessidades e limitações; realizar, estimular, controlar e acompanhar a ingestão de líquidos e alimentos variados, observando as orientações da família e prescrição de especialistas, de acordo a necessidade individual do aluno, sob a coordenação da gestão da instituição escolar; entre outras. 

Vídeos Prefeitura Boa Vista

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 31/08/2018 - 10:39

SEED RR: edital de professor segue em compasso de espera

Novo concurso para docentes deverá ser realizado por determinação do Tribunal de Contas, em decorrência da excessiva realização de processos seletivos para temporários

Diversas áreas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Inicialmente previsto para ser publicado em julho, o edital do novo concurso público da Secretaria Estadual de Educação e Desportos de Roraima (SEED/RR) segue em preparação. A expectativa é de que o concurso seja iniciado ainda neste semestre,  para o preenchimento de vagas para cargos de professores efetivos, para atuar nas séries finais dos ensinos fundamental e médio. Mesmo com o atraso, a seleção precisa ocorrer, em virtude de uma determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RR), de 22 de maio, que dava um prazo de 60 dias para o início do cedrtame, ou seja, até a segunda quinzena de julho.


O motivo que levou o TCE/RR a determinar a necessidade de realização de novo concurso para docentes é o excesso de processos seletivos realizados no estado para contratação de professores em caráter temporário. De acordo com informações do órgão, a relatora do processo, conselheira Cilene Lago Salomão, constatou a publicação de 15 editais para docentes temporários, sem que fosse realizado concurso público para preenchimento efetivo. “O que podemos concluir é que, na verdade, o governo do Estado vem promovendo sucessivas contratações temporárias para atender o serviço de caráter essencial e permanente. A Seed não apresentou documentação e argumentos capazes de sanar as pendências que justificassem a não realização de concurso público”, disse.


Além disso, o órgão já havia desacatado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado com o Ministério Público (MP/RR), no qual se comprometia a realizar novo concurso público para professores até fevereiro deste ano.

 

Continuar lendo

Atualizado: 27/08/2018 - 11:23

Prefeitura de Boa Vista RR abre concurso com 1.000 vagas

O edital tem oportunidades para os cargos de assistente/cuidador escolar e professores, que exigem os ensinos médio e superior

Educação

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Prefeitura Municipal de Boa Vista, localizada no Estado de Roraima, abriu as inscrições do concurso público que preencherá 1.000 vagas na área da educação, sendo 100 reservadas a pessoas com deficiência. As chances são para candidatos de ensinos médio e superior.  

Do total de ofertas constantes do edital, 370 são destinadas à função de assistente/cuidador escolar, que exige diploma de conclusão de curso de nível médio. O salário inicial é de R$ 1.297,17 para carga horária semanal de 40 horas. 

As outras 630 vagas estão distribuídas entre os cargos de professor licenciado em pedagogia (550) e professor licenciado em educação física (80), que exigem nível superior. A remuneração é de R$ 2.140,33 para jornada de trabalho de 25 horas semanais. 

• APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE BOA VISTA 2018 - NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

A empresa responsável pela organização e execução do concurso da Prefeitura de Boa Vista é a Fundação Getúlio Vargas, denominada FGV. O formulário de inscrição estará disponível na página eletrônica da banca (www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/smag) até as 16h do dia 20 de setembro. Os valores da taxa de participação são de R$ 59 (ensino médio) e R$ 75 (superior) e o pagamento deverá ser efetuado até a data limite de 21 de setembro, observa do o horário de funcionamento da rede bancária. 

 

Provas do concurso da Prefeitura de Boa Vista RR

 

Todos os candidatos serão submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela contemplará 60 questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, legislação e/ou conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado na cidade de Boa Vista/RR na data prevista de 21 de outubro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da FGV em momento oportuno. 

A prova escrita discursiva, eliminatória e classificatória, será realizada pelos postos de professor na mesma data da objetiva. Ela constará de duas questões que versarão sobre língua portuguesa, cujo objetivo é o de avaliar a capacidade de redigir de forma clara e precisa, de resumir com eficiência e de modificar a escritura insatisfatória de frases.

A etapa final do concurso será a análise de títulos, unicamente classificatória, exclusiva para nível superior. Serão aceitos os seguintes diplomas na área específica a que concorre: pós-graduação; mestrado; e doutorado. 

 

Concurso Prefeitura de Boa Vista RR: atribuições do assistente/cuidador escolar

 

Prestar auxílio individualizado às atividades de locomoção, higiene e alimentação aos alunos, público alvo de creche e educação especial, zelando pelo bem estar, saúde, cultura, recreação e lazer, em sala de aula e/ou no intervalo escolar de acordo com as necessidades e especificidades apresentadas pelo aluno; realizar procedimentos e cuidados de higiene dos alunos, público alvo de creche e educação especial, assistindo as atividades de vida diária (alimentação, banho, vestiário, higiene pessoal, locomoção); dispor de cuidado aos alunos público alvo de creche e educação especial de acordo com as necessidades e/ou deficiências apresentadas para evitar possíveis acidentes e transitar com segurança nas dependências físicas do ambiente escolar; auxiliar os alunos público alvo de creche e educação especial, individualmente, mediante orientação da equipe escolar, nas atividades pedagógicas, lúdicas e artísticas, sendo acompanhadas pelo professor e/ou professor da Sala de Recurso Multifuncional - SRM e demais profissionais; observar o aluno na chegada e saída da instituição escolar, identificando suas vestimentas e pertences pessoais, bem como, informar quaisquer fatos relevantes à gestão da escola; auxiliar na promoção de ações de socialização e integração harmoniosa entre os alunos; estimular o desenvolvimento do aluno público alvo de creche e educação especial, respeitando os seus valores, sua individualidade, sua faixa etária e seus diferentes níveis de evolução física, emocional, cognitiva e social, considerando suas necessidades e limitações; realizar, estimular, controlar e acompanhar a ingestão de líquidos e alimentos variados, observando as orientações da família e prescrição de especialistas, de acordo a necessidade individual do aluno, sob a coordenação da gestão da instituição escolar; entre outras. 

Continuar lendo

Atualizado: 17/05/2018 - 12:58

MEC recebe autorização para 1.205 vagas

Ministro do Planejamento liberou o preenchimento de oportunidades para professor e cargos técnico-administrativos

Institutos federais

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Na edição do último dia 16 de maio, saiu no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria que autoriza a contratação de 1.205 servidores para o Ministério da Educação (MEC), que ocorrerá por meio de novos concursos e seleções em andamento. Do total de oportunidades, 810 são para professor e 395 para técnico administrativo em educação.

As vagas para técnico estão distribuídas entre os seguintes cargos: técnico de laboratório, técnico de tecnologia da informação, fonoaudiólogo, nutricionista, analista de tecnologia da informação, técnico em assuntos educacionais, técnico em agropecuária, administrador, tecnólogo, auditor, engenheiro, relações públicas, médico, engenheiro agrônomo, enfermeiro, estatístico, arquivista, assistente social, bibliotecário-documentalista, contador, jornalista, pedagogo, programador visual, técnico em alimentos e laticínios, técnico em edificações, técnico em enfermagem, técnico em química, técnico em audiovisual, arquiteto e urbanista, odontólogo e médico veterinário.

Consta na portaria que as oportunidades serão lotadas nas unidades do Colégio Pedro II (36 vagas); Cefet/RJ (29); Cefet/MG (34); Instituto Federal do Acre - Ifac (40); Instituto Federal do Amazonas - Ifam (43); Instituto Federal do Espírito Santo - Ifes (72); Instituto Federal Goiano - IFGoiano (76); Instituto Federal do Maranhão - IFMA (12); Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG (97); Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG (37); Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - IFSudesteMG (67); Instituto Federal do Sul de Minas - IFSULDEMINAS (38); Instituto Federal do Triângulo Mineiro - IFTM (21); Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT (60); Instituto Federal de Mato Grosso do Sul - IFMS (8); Instituto Federal do Pará - IFPA (20); Instituto Federal da Paraíba - IFPB (101); Instituto Federal de Pernambuco - IFPE (40); Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS (89); Instituto Federal Farroupilha - IFFarroupilha (25); Instituto Federal de Rondônia - IFRO (8); Instituto Federal Catarinense - IFC (11); Instituto Federal de Sergipe - IFS (4); Instituto Federal do Tocantins - IFTO (31); Instituto Federal do Amapá - Ifap (30); Instituto Federal de Brasília - IFB (7); Instituto Federal de Goiás - IFG (34); Instituto Federal de Sergipe - IFS (9); IFRJ (3); Instituto Federal Fluminense - IFFluminense (13); Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN (9); Instituto Federal Sul-rio-grandense - IFSul (38); Instituto Federal de Roraima - IFRR (22); Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC (9); e Instituto Federal de São Paulo - IFSP (28).

Mais detalhes do concurso do MEC

As oportunidades para professor para candidatos com formação superior completa. Já as demais chances se destinam a profissionais que tenham ensino médio, curso técnico e nível superior.

De acordo com o ministro da Educação, Rossieli Soares, as novas vagas são importantes porque garantem a continuidade da oferta e a qualidade do ensino nas instituições da Rede Federal. “Como nós temos o processo de expansão da Rede Federal e da oferta do ensino técnico, precisamos garantir que essa oferta seja 100% executada”, explica. “Então, a cada ano, os institutos vão pedir novas contratações porque eles ampliaram a quantidade de matrículas, ou porque aquele curso começou com um número de professores, e para continuar precisa contratar professores”, disse o ministro.

A secretária de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eline Nascimento, reforçou as contratações e destacou que os técnicos administrativos em educação têm um papel muito específico dentro da educação profissional. “Por isso, é importante não só garantir o quadro de professores, mas também o quadro de técnicos para atendimento à população. Isso é fundamental para melhorar a qualidade do ensino”, diz Eline Nascimento.

Oportunidades para São Paulo

Do total de vagas para o Instituto Federal de São Paulo (IFSP), três são para técnico de tecnologia da informação, 12 para técnico de laboratório, uma para administrador, uma para nutricionista, quatro para técnico em assuntos educacionais e sete para tecnólogo.

Continuar lendo

Atualizado: 04/04/2018 - 12:41

Ministério da Educação: autorizadas 1.700 vagas

Oportunidades são para diversos estados, para realização de novos concursos públicos e convocação de remanescentes

Professores e Técnicos

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quarta-feira, 4 de abril, a portaria interministerial 60, de 29 de março, que amplia o banco de professores e cargos técnicos-administrativos do Ministério da Educação, com a criação de 1.700 vagas, que poderão ser preenchidas pelas respectivas instituições, por meio de realização de novos concursos públicos ou pela convocação de remanescentes de concursos públicos ainda em validade.


Do total de oportunidades, 500 são para cargos técnicos-administrativos de ensino médio dos Institutos Federais e centros federais de educação tecnológica. Do total, 453 são para os institutos federais vinculados ao Ministério da Educação, sendo 85 para a classe “D” e 368 para a classe “E”. As 47 restantes são para o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), no Rio de Janeiro, e Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), sendo 15 para a classe “D” e 32 para a “E”.


No caso de professores são 1.044 para os institutos federais e 156 para os Cefets do Rio de Janeiro e Minas Gerais.  Para os institutos federais são 870 para professores de magistério do ensino básico, técnico e tecnológico e 174 para professores equivalentes, referente ao limite para contratação de professores substitutos e visitantes. No caso dos Cefets são 130 para professor de magistério de ensino básico, técnico e tecnológico e 26 para professores equivalentes, referente ao limite para contratação de professores substitutos e visitantes.


Distribuição das vagas
As 453 vagas de técnicos para os institutos federais estão distribuídas da seguinte forma: Instituto Federal Catarinense (8), Instituto Federal da Paraíba (19), Instituto Federal de Brasília (11), Instituto Federal de Goiás (9), Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (8), Instituto Federal de Minas Gerais (19), Instituto Federal de Rondônia (10), Instituto Federal de Roraima (12), Instituto Federal de Santa Catarina (10), Instituto Federal de São Paulo (29), Instituto Federal de Sergipe (25), Instituto Federal do Acre (20), Instituto Federal do Amapá (11), Instituto Federal do Amazonas (8), Instituto Federal do Espírito Santo (20), Instituto Federal do Maranhão (12), Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (17),Instituto Federal do Pará (20), Instituto Federal do Rio de Janeiro (23), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (9), Instituto Federal do Rio Grande do Sul (14), Instituto Federal do Sertão Pernambucano (9), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (12), Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (11), Instituto Federal do Tocantins (10), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (12),Instituto Federal Farroupilha (30), Instituto Federal Fluminense (13), Instituto Federal Goiano (24) e Instituto Federal Sul Rio-Grandense (18).             


Para as 870 de professores dos institutos federais: Instituto Federal Catarinense (8), Instituto Federal da Paraíba (85), Instituto Federal de Goiás (30), Instituto Federal de Mato Grosso (60), Instituto Federal de Minas Gerais (80), Instituto Federal de Pernambuco (85), Instituto Federal de Roraima (13), Instituto Federal do Acre (25), Instituto Federal do Amapá (43), Instituto Federal do Amazonas (35), Instituto Federal do Espirito Santo (55), Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (25),Instituto Federal do Rio Grande do Sul (80), Instituto Federal do Sertão de Pernambuco (11), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (60), Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (30), Instituto Federal do Tocantins (22), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (12), Instituto Federal Fluminense (34), Instituto Federal Goiano (55) e Instituto Federal Sul Rio Grandense (22)

 

Continuar lendo

Atualizado: 27/02/2018 - 11:49

Aberto concurso para 278 vagas em Itaguaru/GO

Destinadas a profissionais de níveis fundamental, médio e superior de ensino, oportunidades no concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru oferecem salários de até R$ 2,6 mil. Inscrições começam em 29 de março

Executivo e Legislativo

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O município de Itaguaru, em Goiás, divulgou edital de concurso público destinado a preencher 278 vagas nos quadros de servidores da prefeitura e da câmara, sendo 77 chances imediatas e 201 para cadastro reserva (CR). A oferta salarial varia de R$ 954 a 2.668,44. 
Quem possui ensino fundamental incompleto pode concorrer como auxiliar de serviços gerais (11 + 15 CR), borracheiro (1 + 5 CR), copeira (1 + 5 CR), coveiro (1 + 5 CR), mecânico (1 + 5 CR), operário de serviços gerais (11 + 11 CR), pedreiro (1 + 5 CR), porteiro servente (5 + 5 CR) e vigilante (2 + 4 CR).
Já profissionais que concluíram o nível fundamental encontram opções como agente de combate às endemias (2 + 4 CR), recepcionista (1 + 5 CR), motorista (5 + 5 CR), operador de máquinas leves (1 + 5 CR) e operador de máquinas pesadas (1 + 5 CR).
Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru para agente administrativo (2 + 4 CR), almoxarife (1 + 5 CR), avaliador (1 + 5 CR), auxiliar de contabilidade (2 + 4 CR), coletor de tributos (1 + 5 CR), datilógrafo/digitador (1 + 5 CR), fiscal da vigilância sanitária (1 + 5 CR), fiscal de obras, posturas e meio ambiente (1 + 5 CR), fiscal de tributos (2 + 4 CR), recepcionista (3 + 6 CR), técnico em enfermagem (2 + 4 CR), tesoureiro (1 + 5 CR), técnico em radiologia (1 + 5 CR) secretário geral da Câmara de Itaguaru (1 + 5 CR).
Em nível superior há oportunidades para assistente social (1 + 5 CR), biólogo (1 + 5 CR), enfermeiro (2 + 4 CR), engenheiro agrônomo (1 + 5 CR), farmacêutico (1 + 5 CR), fisioterapeuta (1 + 5 CR), gestor ambiental (1 + 5 CR), odontólogo (1 + 5 CR), professor (3 + 6 CR) e psicólogo (1 + 5 CR).

Concurso Prefeitura e Câmara de Itaguaru: inscrições e provas


Será possível se inscrever no concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru entre 29 de março e 20 de abril, por meio do site da banca Itame (www.itame.com.br). As taxas variam de R$ 50 a R$ 100.
O processo seletivo prevê apenas prova objetiva. Marcada para 20 de maio, a avaliação terá duração de três horas. O número de perguntas (20, 30 ou 40) e as disciplinas variam conforme a vaga.  
O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática, legislação, história do município, informática e conhecimentos específicos.
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru será válido por dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério do Executivo e do Legislativo.

Atribuições do auxiliar de serviços gerais na Prefeitura de Itaguaru


Fazer limpeza em geral, varrendo, lavando, removendo o pó, encerando dependências e limpando moveis, janelas, equipamentos e outros; executar atividades de remoção, montagem e desmontagem de mobiliários, equipamentos e seus componentes, bem como auxiliar na execução de qualquer serviço braçal, quando necessário; executar trabalho de carregamento e descarregamento, auxiliando no transporte de materiais em geral; executar serviços de preparação, lavagem, secagem de roupas hospitalares; efetuar serviços auxiliares no preparo de refeições e lanches, lavando, descascando e cortando os alimentos a serem utilizados; executar outras tarefas correlatas.

Atribuições do auxiliar de serviços gerais na Câmara de Itaguaru


Manter limpos os móveis e arrumados os locais de trabalho; manter arrumado o material sob sua guarda; solicitar requisição de material de limpeza, de açúcar e café, e outros materiais, quando necessário; fazer e servir café, sucos e água; lavar copos, xícaras, cafeteiras, coadores e demais utensílios pertinentes; executar outras atividades afins.
Continuar lendo

Atualizado: 24/11/2017 - 09:19

Aeronáutica: inscrições para 917 vagas terminam hoje

São oferecidas vagas temporárias em diversas áreas de atuação nos editais da Aeronáutica. Carreiras são para profissionais no nível superior

Em diversos Estados

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Aeronáutica lançou três editais que, juntos, somam 917 vagas temporárias distribuídas entre diversos cargos. Todas as oportunidades são para profissionais com nível superior e serão lotadas entre diversos Estados do país.
Para técnicos, há chances nas especialidades de administração, análise de sistemas I, análise de sistemas II, arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, economia, educação física, enfermagem I, enfermagem II, engenharia cartográfica, engenharia civil, engenharia da computação, engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia mecânica, engenharia de metalurgia, engenharia de produção, engenharia química, engenharia de telecomunicações, estatística, fisioterapia, fonoaudiologia, história, jornalismo, museologia, nutrição, pedagogia I, pedagogia II, pedagogia III, pedagogia IV, pedagogia V, psicologia clínica, psicologia educacional, psicologia organizacional, relações públicas, serviço social, serviços jurídicos e terapia ocupacional.
O edital parara magistério tem ofertas para magistério do ensino superior em administração, educação física, língua espanhola, língua inglesa, física; magistério do ensino médio em história, filosofia, língua inglesa, língua portuguesa, artes plásticas, biologia, educação física, sociologia, língua espanhola; e magistério do ensino básico em educação religiosa.
E, por fim, na área da saúde, o concurso da Aeronáutica dispõe de postos nas seguintes especialidades: anestesiologia, cancerologia, cardiologia, cirurgia de cabeça e pescoço, clínica geral, clínica médica, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica, cirurgia vascular periférica, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, geriatria, ginecologia e obstetrícia, hematologia, hemoterapia, infectologia, medicina intensiva, mastologia, medicina de família e comunidade, neurocirurgia, nefrologia, neurologia, oftalmologia, oncologia, otorrinolaringologia, ortopedia, pediatria, pneumologia, proctologia, psiquiatria, radiologia, reumatologia, urologia, cirurgia e traumatologia bucomaxilofaciais, clínica geral odontológica, dentística, endodontia, estomatologia, implantodontia, odontogeriatria, odontologia para pacientes com necessidades especiais, odontopediatria, ortodontia, prótese dentária, periodontia, prótese dental, radiologia odontológica e imaginologia, farmácia bioquímica, farmácia hospitalar, farmácia industrial e medicina veterinária.

Mais detalhes do concurso da Aeronáutica


Os interessados deverão se inscrever até o dia 24 de novembro pessoalmente, ou por intermédio de procurador, nos locais apresentados nos editais em anexo.
A triagem dos participantes ocorrerá por meio de avaliação curricular, concentração inicial, inspeção de saúde inicial, avaliação didática, concentração final e habilitação à incorporação.
Mais informações podem ser conferidas no site da Aeronáuticawww3.fab.mil.br/quadro_de_oficiais_temporarios.php.
Continuar lendo

Atualizado: 07/11/2017 - 11:21

Boa Vista/RR divulga processo seletivo com 515 vagas

Ofertas na Prefeitura Municipal de Boa Vista estão distribuídas entre os cargos de assistente de aluno, professor de educação básica - pedagogia e professor de educação física

Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Boa Vista, no Estado de Roraima, publicou no Diário Oficial do Município o edital do processo seletivo simplificado destinado à contratação de profissionais por tempo determinado, para atendimento das escolas da rede municipal de ensino. Ao todo, serão preenchidas 515 vagas, sendo 52 reservadas a pessoas com deficiência. 
O cargo de assistente de aluno (85 vagas) exige diploma de conclusão de curso de nível médio ou equivalente. O salário inicial é de R$ 1.260 para carga horária semanal de 30 horas. 
Aqueles que têm licenciatura plena em áreas específicas estão aptos às carreiras de professor de educação básica - pedagogia (380) e professor de educação física (50). A remuneração é de R$ 2.079 para jornada de trabalho de 25 horas semanais. 
Interessados em concorrer a uma das vagas deverão realizar a inscrição presencial entre os dias 9 e 10 de novembro, no horário das 8h30 às 17h30, no Centro de Referência de Assistência Social - CRAS /Nova Cidade, situado na Rua Curitiba, nº 372. Não serão cobradas taxas de participação. 
O formulário da inscrição está disponível no endereço eletrônico da Prefeitura de Boa Vista (www.boavista.rr.gov.br). O candidato deverá apresentar cópias dos seguintes documentos: carteira de identidade; CPF; comprovante de residência atual; título de eleitor e comprovante da última votação ou certidão de quitação eleitoral; certificado de reservista, quando do sexo masculino; comprovante de escolaridade em conformidade com o cargo pretendido; currículo; documentos hábeis a comprovar a experiência profissional; comprovante de registro no órgão de classe. 
Todos os inscritos no processo seletivo da Prefeitura de Boa Vista serão avaliados por meio de duas etapas: análise de títulos e entrevista. 

Atribuições dos cargos da Prefeitura de Boa Vista


Professor de educação básica (pedagogia) - participar do processo de planejamento, execução monitoramento e avaliação do projeto pedagógico da escola, da proposta curricular municipal e calendário escolar; estabelecer o planejamento da prática pedagógica, propostas metodológicas e recursos necessários para o desenvolvimento amplo do processo ensino e aprendizagem; exercer a docência na educação básica, garantindo a execução do plano de aula e a aplicação dos conteúdos, visando proporcionar aos alunos a integração e a convivência democrática, baseada no respeito e na ética; avaliar e reconhecer os resultados obtidos nas ações pedagógicas, compreendendo os processos de desenvolvimento e aprendizagem dos alunos, considerando as dimensões cognitivas, afetivas e sociais, bem como corrigindo desvios, quando for o caso; participar da elaboração e implementação de projetos e atividades de articulação e integração da escola com as famílias dos alunos e com a comunidade escolar; efetuar registros no diário de classe, bem como produzir relatórios exigidos pela secretaria escolar e coordenação pedagógica, atendendo aos prazos estabelecidos.
Professor de educação física - participar do processo de planejamento, execução monitoramento e avaliação, do projeto pedagógico da escola, da proposta curricular municipal e calendário escolar; estabelecer o planejamento da prática pedagógica, propostas metodológicas, técnicas e recursos necessários para o desenvolvimento da educação física, visando a promoção de atividades esportivas dos alunos; executar atividades de educação física e esportiva junto ao corpo discente, as quais promovam o desenvolvimento de jogos, danças, lutas e ginástica, entre outras; avaliar e reconhecer os resultados obtidos nas ações pedagógicas, compreendendo os processos de desenvolvimento e aprendizagem dos alunos, considerando as dimensões cognitivas, afetivas e sociais, bem como corrigindo desvios, quando for o caso; participar da elaboração e implementação de projetos e atividades que promovam a articulação e integração da escola com as famílias dos alunos e com a comunidade escolar; efetuar registros no diário de classe, bem como produzir relatórios exigidos pela secretaria escolar e coordenação pedagógica, atendendo aos prazos estabelecidos.
Assistente de aluno - orientar aos alunos nos aspectos comportamentais; assistir aos alunos no horário de lazer, zelando pela integridade física dos mesmos, quando houver risco eminente de acidentes; atender ao corpo docente nas unidades didático-pedagógica com os materiais necessários a execução de suas atividades e nos problemas disciplinares e de assistência aos alunos; encaminhar os alunos à assistência médica e odontológica emergenciais; arrecadar e entregar na secretaria da escola, livros, cadernos e outros objetos esquecido pelos alunos; acompanhar os alunos ao refeitório, mantendo a disciplina; zelar pelo cumprimento do horário dos alunos; atender pais ou responsáveis com cordialidade e respeito, prestando informações sobre o alunado; participar ativamente de todas as atividades cívicas, culturais e pedagógicas, realizadas pela comunidade escolar.
Continuar lendo

Atualizado: 18/10/2017 - 12:35

Comissão aprova provas práticas em concursos docentes

Com aprovação na Comissão de Educação, Cultura e Esportes, a proposta já pode seguir para votação no plenário da casa

No Senado

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal aprovou, na última terça-feira, 17 de outubro, o substitutivo do senador Pedro Chaves (PSC/MS) ao projeto de lei do senado 76/2016, que obriga os sistemas educacionais a adotarem provas práticas de docência nos concursos públicos para professores de educação básica
A proposta surgiu de sugestão legislativa do programa Jovem Senador de 2012, e agora deve ser analisada pelo plenário.
O texto aprovado modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para que as provas práticas de docência se juntem às provas escritas e de títulos nos concursos públicos para o magistério em todo o país.
De acordo com informações do senado, a mudança não deve ser imediata, uma vez que a proposta determina que as mudanças sejam implantadas de forma gradativa, de acordo com regulação que deverá ser futuramente estipulada.
Com isto, a regulamentação deve constar as condições e prazos para serem adotados na modalidade prática, e que esteja explícito que a prova deverá tratar especificamente de temas relacionados à docência. 
O projeto também prevê que os sistemas de ensino deverão criar, respeitadas as condições financeiras e jurídicas, incentivos para que os professores cumpram suas jornadas de trabalho em um mesmo estabelecimento de ensino durante toda a carreira, em regime de dedicação exclusiva recomendado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).
O texto aprovado pela comissão também determina que os sistemas de ensino terão o prazo de um ano para se adaptarem às mudanças, em caso de aprovação no Congresso Nacional e sanção presidencial.
Com informações da Agência Senado    
Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2017 - 09:27

Será que vale a pena prestar esse concurso?

A dúvida é bastante comum entre os concurseiros, já que são muitos os fatores em jogo, como atribuições, perfil da vaga, localidade, entre outras questões abordadas nesta matéria especial. Confira!

Especial

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Prestar um concurso sempre foi uma ótima alternativa para ingressar no mercado de trabalho, já que a carreira em órgãos públicos é mais estável comparada com a iniciativa privada e geralmente oferece boa remuneração. Mesmo assim, é grande a quantidade de concurseiros que ficam receosos na hora de efetuar a inscrição e se questionam: vale a pena prestar esse concurso? Afinal, o candidato precisa avaliar se tem o perfil da vaga, facilidade com as atribuições do cargo e ou se demandará mudança de cidade ou Estado. Pensando nisso, o JC Concursos conversou sobre o tema com professor especialista na área e também um concurseiro para ajudar você a esclarecer esses eternos dilemas na vida dos candidatos. Confira!

Antes de fazer a inscrição, Thállius Moraes, professor e coordenador no AlfaCon Concursos Públicos e Oficial de Justiça Federal, explica que o candidato deve avaliar vários fatores. “Primeiramente, deve ser escolhida uma área que se enquadre nos objetivos traçados, lembrando que se trata de um trabalho e que boa parte da vida será no desempenho do mesmo. Outros pontos como a remuneração e o local de trabalho (se é perto ou longe da família), por exemplo, também são bastante importantes na hora de se fazer o planejamento”.

Ás vezes um concurso é bem remunerado e com boas condições de trabalho, mas a localidade é muito distante. Talvez não seja tão atrativo a longo prazo quanto outro certame que possua um salário menor, porém, fica no local onde o candidato pretende morar. Vale lembrar que esta questão varia muito de cada pessoa. “A dica é manter a mente aberta, pois muitas vezes queremos apenas ficar próximos de casa, mas temos muitos lugares maravilhosos para conhecer e talvez a ‘cidade da vida’ da pessoa ainda esteja para ser descoberta”, incentiva Moraes.

Perfil

Quando perguntado sobre um candidato que pretende concorrer a uma vaga fora do seu perfil profissional, Thállius, responde que em alguns casos, o concurso servirá como um mero treinamento para outra seleção que é realmente almejada. Já em outras situações, se o certame for de um setor que foge muito da área pretendida, essa finalidade fica perdida e a tentativa poderá frustrar o candidato. Um exemplo seria o concurseiro que tem por objetivo uma carreira policial, que é bem específica, ser aprovado em outra área. Nesse caso, a ocupação de um cargo administrativo poderia gerar um servidor insatisfeito e infeliz. “Muitos que buscam apenas um trabalho bem remunerado e estável, sem querer um envolvimento muito grande com o cargo, terminam por se frustrar em algumas atividades de caráter mais intenso, com um contato direto com o público (muitas vezes de maneira não agradável) como nas funções de policial, fiscais em geral ou oficiais de justiça”, explica.

Muitas pessoas se inscrevem em seletivas fora do perfil, mas pensando em passos maiores, conhecidos como “concurso trampolim” ou “concurso escada”. Desta forma, podem complementar os estudos e treinar para outro certame. Este é o caso de Sidnei de Oliveira, morador de Indaiatuba, no interior paulista, que prestou o concurso para o cargo de escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo no último mês de julho. “Fiz a prova por causa das questões sobre direito. Sou estudante da área jurídica e queria testar meus conhecimentos, pois acredito que poderá ajudar para outras vagas”, comenta.

Thállius explica que “os concursos usados como escada fazem parte da vida de pessoas que almejam um cargo cuja preparação demanda um prazo maior, mas enquanto isso precisam de algo para se manter. O ponto positivo é que ao ter uma renda, a pressão no estudo fica um pouco mais aliviada. O ponto negativo é justamente o perigo de se acomodar com essa renda e deixar de batalhar por um cargo mais atrativo, além, é claro, da diminuição do tempo disponível para estudar”. Outra orientação é ficar atento aos postos públicos que pagam pouco e exigem muito no trabalho, a chance de ficar preso em uma situação assim poderá colocar em risco o objetivo final.

Ter familiaridade com a função deve ser levada em consideração? Não necessariamente, explica Moraes. “Varia muito de acordo com a área pretendida. Caso a busca seja por uma atribuição mais tranquila e com boa remuneração, os cargos de natureza administrativa são os mais procurados. Mesmo que sejam em órgãos distintos, as atribuições são semelhantes. Contudo, em algumas áreas que possuem atribuições especiais, são também muito buscadas pelos candidatos, que objetivam a remuneração como algo secundário, pois o real desejo é por determinado cargo em particular”.

Pouco tempo

Candidatos com pouco tempo para estudar devem direcionar a preparação de maneira produtiva. “Fazer questões anteriores, simulados e resumos são algumas das ferramentas que irão auxiliar nessa preparação. Com o tempo mais escasso, deve-se priorizar sempre as matérias mais cobradas e os pontos mais importantes, mas essa estratégia também varia um pouco de acordo com a banca e o cargo desejado”, afirma Thállius.

Sidnei acrescenta que sua conduta é sempre a mesma, independente do concurso. “Preciso focar minha atenção na prova e estudar o que for preciso. Posso não ter interesse no cargo, mas se relaxar, não será proveitoso. Se não levar a sério, corro o risco de apenas perder tempo e dinheiro”, diz.

Outro ponto a ser observado é sobre dificuldade com uma ou mais disciplinas do conteúdo programático, fato que geralmente desanima o candidato. Um bom planejamento pode ajudar a encarar esse desafio, contudo, vale ressaltar que raramente alguém tem sintonia com todas as matérias do edital, afinal, é comum uns sentirem mais dificuldades em língua portuguesa, outros em matemática, alguns em determinadas matérias de direito e assim por diante. “A dica é pensar na disciplina como um simples meio para se alcançar um fim. Não precisa gostar, basta apenas aprender a responder a questão”, orienta Moraes. Muitas vezes o bloqueio com determinado tema é criado pelo próprio candidato. “Pensar de forma positiva, esforçar-se mais e manter-se sempre estudando, mesmo que em alguns momentos o resultado pareça não chegar, é fundamental”, complementa o professor do AlfaCon Concursos.

Vale a pena?

Para o indaiatubano Sidnei, de 27 anos, conhecer o cargo e suas atribuições pode incentivar, mas independentemente dessa identificação, o que muitas vezes faz a diferença é o aprendizado. “Acredito que vale muito a pena tentar! Sinto que saio mais fortalecido a cada concurso que tento a sorte. Na dúvida, sempre opto por fazer a prova. Como meu objetivo é maior, acho que é interessante pela preparação. Isso é muito válido”, conta.  

Ainda sobre motivação, Thállius dá a dica. “O estudo é na maior parte do tempo frustrante, cansativo e solitário, por isso tantos desistem no meio do caminho. O importante é aprender com os erros, ter em mente que desistir não é uma opção e manter sempre uma postura positiva. Pode demorar um pouco, pode ser difícil e exaustivo, mas aqueles que não desistem conseguem chegar lá”, finaliza.

Continuar lendo

Atualizado: 30/06/2017 - 10:57

Ministério da Educação: saiu aval para 150 vagas

Oportunidades do concurso do MEC será para profissionais técnicos especializados em linguagem de sinais. Carreira se destina a quem possui ensino superior completo

Temporárias

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Na edição desta sexta-feira (30), do Diário Oficial da União, foi publicada uma portaria na qual o ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, libera a realização de processo seletivo simplificado para o Ministério da Educação (MEC).
Serão contratados 150 profissionais técnicos especializados em linguagem de sinais. Os selecionados atuarão por tempo determinado, cujo prazo será de um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite de dois anos.
Os locais de lotação das vagas não foram revelados, mas podem ser em qualquer uma das Universidades Federais. Consta na portaria que caberá ao ministro de da Educação a distribuição do quantitativo de profissionais por Instituição Federal de Ensino, conforme a necessidade.
O salário equivale ao valor definido para o Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao MEC. Pelo plano de remuneração, na categoria D, os iniciais correspondem a R$ 4.638,66, já com o vale-alimentação de R$ 458.
Para concorrer a uma das ofertas do processo seletivo do MEC será necessário possuir ensino superior completo em determinadas áreas de atuação.
Continuar lendo

Atualizado: 29/05/2017 - 14:31

Bombeiro/RR: concurso inscreve para 157 vagas

As inscrições do processo seletivo simplificado do Corpo de Bombeiro Militar de Roraima serão aceitas somente até o dia 1° de junho

Nível superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do processo seletivo simplificado do Corpo de Bombeiro Militar de Roraima. A seleção visa o preenchimento de 157 vagas temporárias para os cargos de instrutores, monitores e professores de nível superior, para exercerem atividades de docência nos cursos de formação de oficiais e sargentos. 
Segundo o edital, o valor bruto da hora/aula é de R$ 60,00 para instrutores e professores, de R$ 30 para monitores e de R$ 250,00 para conferencista/palestrante, por evento.
Os cursos serão realizados na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago - APICS, ou em outro local previamente indicado e autorizado, segundo a necessidade da disciplina, e ocorrerão nos períodos diurno e/ou noturno, conforme necessidade do Bombeiro-RR, de segunda a domingo, inclusive aos feriados, a critério da coordenação ou conforme o planejamento de cada curso, instrução, palestra e/ou treinamento, sendo informado no quadro de trabalho semanal do curso.

Processo seletivo do Bombeiro-RR


As inscrições presenciais serão aceitas até o dia 1° de junho, das 8h às 12h, na Diretoria de Ensino, Instrução e Operações (DEIOp) do Bombeiro-RR, localizado no município de Boa Vista, na Avenida Venezuela, n° 1.271, Bairro de Pricumã. 
No ato da inscrição o candidato deverá estar munido com cópias e originais dos seguintes documentos: carteira de identidade; CPF; comprovante de inscrição no PIS/PASEP ou  INSS; título de eleitor e certidão de quitação com a Justiça Eleitoral; comprovante de residência; diplomas de graduação, pós-graduação, especialização, mestrado e/ou doutorado, bem como de certificados que comprovem a formação requerida para a área de conhecimento e foco de atuação pretendida; e currículo. 
O processo seletivo do Bombeiro-RR será composto das seguintes etapas: análise documental e curricular para instrutores, professores e monitores; e aula expositiva para instrutores e professores.

Atribuições dos cargos do Bombeiro-RR


A docência no ensino bombeiro militar visa capacitar os discentes nas mais variadas atividades operacionais bombeiro militar, nos ensinamentos básicos, específicos, operacionais, técnicos e táticos, bem como nas várias atividades administrativas desempenhadas pela instituição, com o propósito de qualificar o militar, buscando a excelência no atendimento ao cidadão, nas atividades operacionais ou administrativas.
Continuar lendo

Atualizado: 10/04/2017 - 09:39

Concurso da UFRR inscreve para vagas de professor

Chances no concurso da Universidade Federal de Roraima (UFRR) apresentam vencimentos iniciais de até R$ 9,5 mil. Inscrições devem ser realizadas até 20 de abril, exclusivamente pela internet

Dez postos

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Universidade Federal de Roraima (UFRR) recebe até 20 de abril as inscrições para o concurso público que vai contratar dez professores. Os salários variam de R$ 3.117,22 a R$ 9.570,41.

Destinadas a docentes com ensino superior e, em alguns casos, especialização, mestrado ou doutorado, as chances são para lecionar nas áreas de: contabilidade (1 posto), linguística de língua de sinais (1), língua inglesa (1), artes visuais (2), saúde materno-infantil (4) e medicina veterinária (1).

Os professores contratados por meio do concurso da UFRR cumprirão jornada semanal de 40 horas, em regime de dedicação exclusiva. Além da remuneração, os servidores podem receber auxílios alimentação, saúde e pré-escolar.

Concurso professor UFRR: inscrições e avaliação


As inscrições para o concurso da UFRR devem ser realizadas pelo site http://sis.ufrr.br/concursos. As taxas variam de R$ 100 a R$ 150.

Os candidatos serão avaliados por meio de provas escrita, didática, prática (exclusiva para inscritos na área de linguística de língua de sinais) e de títulos, todas de caráter eliminatório e classificatório. Informações sobre data, local e horário dos exames serão divulgadas, oportunamente, na página eletrônica da universidade.

O concurso da UFRR terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério da universidade, conforme estabelece o edital, disponível para consulta entre os anexos da notícia.
Continuar lendo

Atualizado: 05/04/2017 - 15:35

Confira os principais concursos previstos para 2017

Vários órgãos devem lançar, este ano, editais de concursos públicos para cargos de todos os níveis escolares. Salários iniciais chegam a R$ 22,1 mil. Veja a lista

Diversas áreas de atuação

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Cresce a expectativa para que saiam do papel os concursos que estão previstos para este ano de 2017. São diversos órgãos federais e estaduais que se programam para selecionar milhares de servidores para os seus quadros de pessoal.
Apesar de ainda haver incertezas econômicas para o país, os economistas esperam que em 2017 a economia fique melhor do que a apresentada no ano passado. E, com isso, aumenta a probabilidade para que as novas seleções sejam liberadas.
Como a defasagem de pessoal é grande em diversos órgãos, as vagas aguardadas para este ano são para todos os níveis de escolaridade e com salários entre R$ 1.072 e R$ 22.102,37. 
Confira abaixo mais detalhes.

Concurso Correios


Status: depende de estudo internoCargos: carteiro e operador de triagem e transbordoInformações: Os servidores dos Correios pressionam o órgão pela realização de concurso. Já é confirmado que a estatal tem uma defasagem de pelo menos 20 mil servidores. As oportunidades do novo certame em análise deve ser para as funções de carteiro e operador de triagem e transbordo (OTT), ambas de nível médio e com remuneração de R$ 2.712,98 e R$ 2.376,48, respectivamente. Sindicatos da categoria querem que a empresa retome em breve os preparativos do certame. Leia mais detalhes aqui

Concurso Receita Federal e Ministério da Fazenda 


Status: aguarda autorizaçãoCargos: assistente, analista e auditorInformações: Está previsto no Orçamento Federal um concurso para Receita Federal para os cargos de analista tributária, auditor fiscal, analista administrativo e assistente-técnico administrativo. Os postos administrativos pertencem ao quadro de pessoal do Ministério da Fazenda. Ensino médio é exigência para assistente e formação superior para os demais postos. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Polícia Federal


Status: depende de liberação de verbasCargos: delegado, perito, agente e escrivãoInformações: Quem pretende participar do concurso da Polícia Federal cujo pedido de liberação de verbas tramita no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), pode contar com mais uma boa notícia. O órgão divulgou que também pretender abrir certame para agente e escrivão, e não apenas para delegado e perito. Ao todo, deve ser abertas 1.758 vagas, sendo 600 para escrivão, 600 para agente, 491 para delegado e 67 para perito. Todas as carreiras exigem ensino superior completo e apresentam salários de até R$ 22.102,37. Leia mais detalhes aqui

Concurso Polícia Rodoviária Federal


Status: aguarda autorização e comissão prontaCargo: policial rodoviárioInformações: Embora o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão tenha devolvido para o órgão o pedido de autorização do concurso para o preenchimento de 1.500 vagas no cargo de policial rodoviário, a corporação constituiu, recentemente, um grupo de trabalho para elaboração de um novo edital de concurso, ainda sem data definida para publicação. Para concorrer é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A remuneração é de R$ 9.491,98, com jornada de 40 horas semanais. Leia mais detalhes aqui
Veja também: Concursos que devem sair ainda este ano

Concurso ANTT


Status: aguardando autorizaçãoCargos: diversosInformações: A Agência Nacional de Transportes Terrestres já solicitou ao Ministério do Planejamento 710 vagas para os cargos de analista administrativo, especialista em regulação, técnico em regulação e técnico administrativo. Os postos são de níveis médio, técnico e superior, sendo que os vencimentos ficam entre R$ 5.503,25 e R$ 11.488,90. A categoria pleiteia a realização deste certame devido à alta defasagem de pessoal na agência, já que hoje ela apresenta 40% do seu quadro em aberto. Leia mais detalhes aqui

Concurso Ibama


Status: aguardando autorizaçãoCargos: analista ambiental e analista administrativoInformações: O Ibama deve reencaminhar novo pedido de concurso ao Ministério do Planejamento para cargos de níveis médio e superior. Os salários iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Ministério do Trabalho


Status: aguardando autorizaçãoCargo: auditor-fiscal do trabalhoInformações: O Ministério do Trabalho reencaminhou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) o pedido de realização de concurso para 847 vagas de auditor-fiscal do trabalho. Em 2014, o MPOG encaminhou ao Ministério do Trabalho uma nota, na qual informava que concederia o provimento de 847 vagas para o cargo no decorrer dos próximos três anos, ou seja, até 2017. Apesar dos cortes orçamentários anunciado pelo Governo, é grande a expectativa para que o aval seja liberado em breve, pois o órgão sofre com uma grande defasagem de auditores. A carreira exige formação superior e o salário atual é de R$ 16.201,64. Leia mais detalhes aqui

Concurso Centro Paula Souza


Status: aguardando autorizaçãoCargos: diversosInformações: Com a realização de diversos concursos na área docente, iniciados em 2015, cresce a expectativa pela realização do processo seletivo público para a área administrativa. O órgão conta com pedido de autorização para o preenchimento de 2.596 vagas, sendo 428 para cargos de ensino fundamental, 978 para médio e 1.190 para superior. As remunerações partem de R$ 1.072 e chegam a R$ 3.889,60. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Jucesp


Status: aguardando autorizaçãoCargo: técnico em processamento de registros públicosInformações: A Jucesp aguarda autorização do governador Geraldo Alckmin para realizar concurso com 110 vagas para técnico em processamento de registros públicos. Para concorrer é necessário apenas possuir ensino médio, com inicial de R$ 2.500. O órgão também conta com 141 vagas de nível superior em pauta, sem previsão de edital, uma vez que não estão no pedido, sendo 101 para analista e 40 para especialista, respectivamente, com iniciais de R$ 5.000 e R$ 6.500. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Polícia Civil/SP


Status: aguardando autorizaçãoCargos: diversosInformações: A Polícia Civil de São Paulo encaminhou novo pedido para a Secretaria de Gestão Pública (SGP/SP) para que seja autorizada a contratação de servidores. Embora o pedido anterior fosse de 3.176 oportunidades, a nova solicitação é maior, para 4.438. Destas, 2.074 são para realização de novos concursos e 2.364 para convocação de remanescentes. Das oportunidades para novas seleções, 253 são para cargos de nível médio e 1.821 para carreiras de nível superior, com iniciais que vão de R$ 3.365 a R$ 10.079,28. Porém, independente do pedido, tramita na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar 37/2016, que visa a reestruturar as carreiras policiais, englobando diversos cargos de ensino médio em uma nova carreira, que poderá se chamar agente de polícia. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Câmara dos Deputados


Status: defasagem de pessoalCargos: diversosInformações: Cresce a expectativa para que a Câmara dos Deputados realize em 2017 um novo concurso. Está no Orçamento Federal sancionado a realização de certame para as funções de técnico (nível médio) e analista (superior), com vencimentos respectivos de R$ 13.578,58 e R$ 20.384,43. Leia mais detalhes aqui

Concurso Procon/DF


Status: está no OrçamentoCargos: técnico, analista e fiscalInformações: Consta na lei das diretrizes orçamentárias a realização de novo concurso para o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon/DF). O documento prevê 39 vagas, sendo seis para técnico de atividade de defesa do consumidor (ensino médio), 15 para analista de atividade de defesa do consumidor (superior) e 18 para fiscal de defesa do consumidor (superior). Os iniciais são de R$ 3.919,13 para técnico e R$ 5.293,30 para analista e fiscal. Leia mais detalhes aqui

Concurso Ministério Público/AL


Status: comissão formadaCargos: diversosInformações: Já foi constituído o grupo que ficará responsável pela concretização do concurso do Ministério Público de Alagoas (MP/AL). Não foram revelados os cargos, mas ao que tudo indica boa parte das oportunidades será para as mesmas funções do certame de 2011. Leia mais detalhes aqui.

Concurso PM/BA


Status: banca definidaCargo: soldadoInformações: A Polícia Militar da Bahia (PM/BA) já definiu a banca organizadora do seu próximo concurso com 2.750 vagas para soldado; a escolhida é a IBFC. A carreira exige ensino médio, idade de 18 a 30 anos até a data da matrícula para o curso de formação, carteira de habilitação categoria “B” e altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Os vencimentos atuais correspondem ao valor de R$ 2.197,78. O número de vagas ainda não foi revelado. Leia mais detalhes aqui

Concurso TRE/BA


Status: criada comissãoCargos: técnico e analistaInformações: O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA) definiu a comissão que ficará responsável pelo seu próximo certame para técnico e analista judiciário. A carreira de técnico necessita de nível médio e apresenta inicial de R$ 6.774,52, enquanto o emprego de analista requer formação superior e tem remuneração de R$ 10.548,52. Leia mais detalhes aqui

Concurso PM/AM


Status: depende de verbas orçamentáriasCargos: soldado e oficialInformações: Segue em pauta a abertura do concurso para o quadro de pessoal da Polícia Militar do Amazonas. A expectativa é de que sejam abertas 5.000 vagas para as funções de soldado e oficial, que necessitam de níveis médio e superior, respectivamente. Leia mais detalhes aqui

Concurso TST


Status: em avaliação internaCargos: técnico e analistaInformações: O Tribunal Superior do Trabalho (TST), no Distrito Federal, se programa para realizar concurso público para as funções de técnico e analista, cujos iniciais correspondem a R$ 8.535,24 e a R$ 13.399,17, respectivamente. O próximo passo será a escolha da banca organizadora. Leia mais detalhes aqui.

Concurso ANS


Status: depende de autorizaçãoCargos: analista e especialistaInformações: A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) deve abrir concurso com 231 vagas distribuídas entre os cargos de analista administrativo e especialista em regulação, ambos com exigência de formação superior. Iniciais correspondem a R$ 11.529,29 para analista e a R$ 12.432,49 para especialista, contando com o vale-alimentação de R$ 458. Leia mais detalhes aqui.
Todos os concursos previstos podem ser conferidos aqui.
Continuar lendo

Atualizado: 24/02/2017 - 14:53

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Continuar lendo

Atualizado: 24/02/2017 - 14:52

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Continuar lendo

Atualizado: 24/02/2017 - 14:51

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Continuar lendo

Atualizado: 24/02/2017 - 14:50

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Continuar lendo

Atualizado: 24/02/2017 - 14:49

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Continuar lendo

Atualizado: 20/01/2017 - 11:18

Poder Executivo tem defasagem de 230.283 servidores

Último levantamento do Ministério do Planejamento aponta que há vagas em aberto para todos os níveis de escolaridade. Condsef tenta reverter esta situação e pleitea novos concursos

Para vários cargos em todo o país

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Consta no levantamento de agosto de 2016 que o Poder Executivo apresenta nada menos do que 230.283 postos vagos em todo o país e que precisam ser preenchidos por meio de novos concursos públicos.
Para o secretário-geral da Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), Sérgio Ronaldo da Silva, esta situação é bem crítica. "Um dos problemas já constatados é que há situações em que um servidor faz o serviço de três e isso tem gerado muitos afastamentos por estresse e lesão de esforço repetitivo", explicou Sérgio.
O secretário também enfatizou que ao invés de recompor a força de trabalho, o Governo Federal tem deixado essa situação na "gaveta". Por isso, a confederação sempre pleitea os direitos dos servidores e um dos itens que vem sendo questionando é a abertura de novos concursos públicos para sanar este problema generalizado. Ele explicou que há órgãos com situação crítica em seus quadros e que necessitam contratar profissionais urgentemente.

Dados do levantamento


Pelo documento, um dos órgãos com maior defasagem é a Receita Federal do Brasil (RFB), que tem um déficit de 19.905 profissionais, sendo 10.280 auditores e 9.625 analistas tributários.
Outros órgãos com falta de servidores são as agências reguladoras (2.434), Advocacia-Geral da União - AGU (739), Procuradoria da Fazenda Nacional (706), Ministério do Trabalho (1.121), Comissão de Valores Mobiliários - CVM (37), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT (1.593) e Departamento Nacional de Produção Mineral - DNPM (1.178).
Ainda há chances em aberto na área da diplomacia, sendo 600 para assistente de chancelaria, 325 para diplomata e 1.076 para oficial de chancelaria. Para a docência, o número chega a 27.903.
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Instituto Chico Mendes e Ministério do Meio Ambiente (MMA) somam defasagem de 4.139 funcionários.
Fora tais instituições, integram esta lista a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Hospital das Forças Armadas (HFA), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério da Cultura, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério da Fazenda etc.

Mais detalhes sobre as vagas do Poder Executivo


Para que sejam preenchidas, tais oportunidades em aberto dependem de uma autorização por parte do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Vale ressaltar que alguns órgãos precisam somente de disponibilidade orçamentária.
Como os dados são do final do ano passado, pode ser que este número tenha sofrido alteração. Os motivos são as aposentadorias e os concursos em andamento. 

Pedidos de concurso


A RFB tem a expectativa de que seja liberado um concurso com 400 vagas ainda este ano, já que a realização do certame consta no Orçamento Federal sancionado. Tais chances se referem aos cargos de técnico administrativo, analista administrativo, analista tributário e auditor fiscal. Confira mais detalhes aqui.
O processo seletivo da PRF está em fase de elaboração da minuta do edital, pois o órgão vê a possibilidade de o Planejamento conceder a autorização no decorrer dos próximos meses devido ao grande déficit de pessoal. A instituição quer abrir 1.200 ofertas para policial. Confira mais detalhes aqui.
O DNIT aguarda aval para 1.497 postos distribuídos em cargos com exigência de níveis médio e superior, que são os de técnico de suporte, técnico administrativo, analista administrativo e analista em infraestrutura. Confira mais detalhes aqui.
Para este ano, um dos órgãos que espera pela liberação do MPOG é a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). No Orçamento aprovado está definido que acontecerá um certame com 231 oportunidades para analista administrativo e especialista em regulação. Confira mais detalhes aqui.
No Ministério do Planejamento ainda continuam em trâmite os pedidos do Ministério do Trabalho, Ministério da Fazenda, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), entre outros órgãos.
Continuar lendo

Atualizado: 02/01/2017 - 08:56

Orçamento 2017: previsão de 83 mil vagas neste ano

Entre os órgãos que devem abrir concurso estão Receita Federal, IBGE, Câmara dos Deputados, ANS, EPE, MPT, MPF, tribunais e institutos federais de ensino

Já está sancionado

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Para o ano de 2017 há uma previsão de nada menos do que 83.061 vagas distribuídas dezenas de órgãos federais  a serem preenchidas por meio de concursos públicos.
Acontece que no último dia 27 de dezembro o presidente Michel Temer sancionou o documento que prevê tais oportunidades, que é o Projeto de Lei Orçamentária Federal de 2017
Grande parte dos concursos previstos no Orçamento são para órgãos que não dependem de autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), como no caso dos Institutos Federais, mas tem alguns que assim que sancionado o documento poderão ter o aval liberado pelo ministro do Planejamento. Confira mais detalhes!

Concurso Receita Federal


A previsão é de que sejam abertas 400 vagas para o concurso da Receita Federal do Brasil. As oportunidades estarão distribuídas entre os cargos de assistente administrativo, analista administrativo, auditor-fiscal e analista tributário, com salários que chegam a R$ 16.201,64 por mês. O posto de assistente requer ensino médio, enquanto os demais necessitam de formação superior. Leia mais detalhes aqui

Concurso IBGE


O Censo Agropecuário do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) está em pauta no Orçamento e, com isso, a liberação do concurso para 82.050 chances temporárias que havia sido suspenso este ano. As oportunidades serão para os cargos de analista censitário (250 vagas), analista censitário regional (486), agente censitário administrativo (700), agente censitário municipal (5.500), agente censitário supervisor (12.540), agente censitário de informática (174) e recenseador (62.400). Leia mais detalhes aqui.

Concurso ANS


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é um dos órgãos que podem realizar novo concurso público em 2017. Acontece que o Orçamento apresenta 231 vagas de nível superior para os cargos de analista administrativo e especialista em regulação. Tais oportunidades deverão ter aval do Ministério do Planejamento para que possam sair do papel. Inclusive, há uma projeção de que o certame tenha aproximadamente 57.750 inscritos. Leia mais detalhes aqui.

Concurso EPE


Outro órgão que aguarda pela aprovação do Orçamento e autorização do Planejamento é a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A instituição pretende abrir concurso para cargos de níveis médio e superior que ainda não foram revelados. 

Concurso Câmara dos Deputados


Um dos concursos em pauta para o ano que vem e que está inserido no Orçamento para 2017 é o da Câmara dos Deputados. O certame contemplará oportunidades para os cargos de técnico legislativo e analista legislativo. A projeção do órgão é de que o processo seletivo receba cerca de 70.200 inscrições. Leia mais detalhes aqui.

Outros concursos previstos para 2017


Os adendos do Orçamento também preveem a abertura de concursos para o Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Instituto Federal Goiano (IFGoiano), Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Instituto Federal do Mato Grosso (IFMT), Fundação Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Colégio Pedro II, Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA), Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE/CE), Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE/MS), Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR), Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ), Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE/SC), Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE/TO), Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF 1), Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF 2), Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3), Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF 4) e Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF 5).
Continuar lendo

Shopping