Publicado: 25/09/2018 - 15:54
Publicado: 25/09/2018 - 15:54

Prefeitura de Caruaru PE abre concurso para procurador

Oferta do edital é de dez vagas para candidatos que têm nível superior em direito e dois anos de atividade jurídica

Salário de R$ 4 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Encontram-se abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura de Caruaru, localizada no Estado de Pernambuco. Sob organização da Fundação Carlos Chagas, a seleção visa o provimento de dez postos de procurador do município. 

Para ingressar na carreira é necessário possuir nível superior em direito, registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, no mínimo, dois anos de exercício comprovado da advocacia. A remuneração inicial oferecida é de R$ 4.000. 

Interessados em concorrer a uma das ofertas devem se inscrever no endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br. O valor da taxa de participação é de R$ 136. O prazo para registro das candidaturas se encerrará às 14h do dia 19 de outubro. 

Concurso Prefeitura de Caruaru PE: provas

O certame será constituído das seguintes etapas: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório; prova discursiva, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, unicamente classificatória. 

A prova objetiva será composta por 100 questões do tipo múltipla escolha, sendo 15 de direito constitucional, 15 de direito administrativo, 15 de direito do trabalho e direito processual do trabalho, 15 de direito financeiro e direito tributário, dez de direito civil, dez de direito processual civil, oito de direitos difusos e coletivos, seis de direito ambiental e direito agrário e seis de direito penal e direito processual penal. 

Com cinco horas de duração, a avaliação objetiva será aplicada na cidade de Caruaru/PE no dia 18 de novembro, no período da manhã, em locais e horários a serem divulgados em momento oportuno. 

Serão convocados para a prova discursiva os candidatos habilitados na objetiva, até a 120ª posição, respeitados os empates nesta última colocação. Ela será composta de uma peça processual sobre direito processual civil, direito constitucional, direito administrativo, direitos difusos e coletivos, direito tributário e direito civil, além de duas questões discursivas sobre direito constitucional, direito administrativo e direito tributário. 
 

Vídeos Prefeitura Caruaru

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 01/10/2018 - 09:34

MP PE abre inscrição de concurso para técnico e analista

Oferta do Ministério Público do Estado de Pernambuco é de 23 vagas e cadastro reserva para cargos de níveis médio e superior

Ganhos de até R$ 4,8 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Entra em vigor nesta segunda-feira (1) o prazo de inscrição do concurso do Ministério Público do Estado de Pernambuco (MP/PE) para as carreiras de técnico e analista ministeriais. A seleção visa o preenchimento de 23 vagas, sendo duas reservadas a pessoas com deficiência e quatro aos negros. Haverá, ainda, formação de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades. 

Candidatos que concluíram o ensino médio podem disputar a função de técnico ministerial - área administrativa (13 vagas + CR), cujo salário inicial é de R$ 3.171,52. 

• APOSTILAS MP PE 2018 - TÉCNICO / ANALISTA MINISTERIAL

Para quem tem nível superior, a chance do edital é para o cargo de analista ministerial nas áreas jurídica (7 + CR), auditoria (1 + CR), biblioteconomia (1 + CR), documentação (1 + CR), serviço social (CR), arquitetura (CR), medicina (CR), engenharia civil (CR), comunicação social - jornalismo (CR), informática (CR) e pedagogia (CR). A remuneração é de R$ 4.809,54.

A Fundação Carlos Chagas é a empresa responsável pela organização e execução do certame. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br, até as 14h do dia 26 de outubro. As taxas custam R$ 75 (ensino médio) e R$ 110 (nível superior). 

Concurso MP PE: provas

Todos os participantes serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva (redação). Com duração máxima de quatro horas, os exames serão aplicados na cidade de Recife/PE no dia 2 de dezembro, no período da manhã para o cargo de técnico ministerial e à tarde para analista ministerial. 

• CURSO MP PE 2018 - TÉCNICO /ANALISTA MINISTERIAL

A prova objetiva será composta por 50 questões do tipo múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos básicos (peso 1) e 30 de conhecimentos específicos (peso 3). Já na prova discursiva (redação), o candidato deverá desenvolver texto dissertativo-argumentativo a partir de proposta única, sobre assunto de interesse geral, cuja resposta deverá conter entre 20 e 30 linhas. 

Somente serão avaliadas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados na objetiva, no limite estabelecido no quadro abaixo, mais os empates na última posição de classificação e todos os participantes com deficiência habilitados.

Aqueles que pleiteiam o posto de analista ministerial - todas as áreas ainda serão submetidos à análise de títulos.

Atribuições do técnico ministerial - área administrativa do MP PE

Instruir processos administrativos que lhe sejam distribuídos; redigir, preparar e conferir expedientes, correspondências, documentos e comunicações processuais; organizar e manter controles de arquivos, processos, documentos, bens materiais e patrimoniais; requisitar, conferir, guardar, controlar, transportar, armazenar e distribuir documentos e materiais permanentes e de consumo necessários ao funcionamento do Ministério Público; promover o controle e a tramitação de documentos, expedientes, processos e materiais necessários ao funcionamento do Ministério Público; prestar suporte administrativo e operacional necessários ao desenvolvimento das atividades da unidade, inclusive no que se refere à aquisição de produtos e serviços e registros de pessoal; executar tarefas administrativas e de expediente e realizar diligências de interesse das Promotorias e Procuradorias de Justiça; organizar e manter controle de documentos, processos e arquivos, bem como de bens patrimoniais; acompanhar a compra, conferir, guardar, controlar material permanente, de consumo e de serviço, volumes e equipamentos operacionais; comunicar à chefia imediata qualquer falha, defeito ou avaria detectada em materiais, equipamentos e instalações, visando providenciar seu conserto; organizar, conferir, guardar, controlar, transportar, armazenar e distribuir processos, documentos, material permanente, de consumo e de serviço, volumes e equipamentos operacionais; prestar suporte administrativo e operacional necessários ao desenvolvimento das atividades da unidade, inclusive no que se refere a transporte de documentos, aquisição de produtos e serviços, registros de pessoal e segurança de pessoas; prestar informações sobre o órgão e a localização de unidades e servidores; executar outros trabalhos técnicos ou administrativos inerentes à sua área de atuação, designados por autoridade competente.
 

Continuar lendo

Atualizado: 24/09/2018 - 14:51

Concurso Receita Federal: novo pedido é para 5.000 vagas

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

Analista e auditor

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Foi encaminhado o novo pedido de concurso da Receita Federal do Brasil (RFB) e desta vez é para o preenchimento de nada menos do que 5.000 vagas em seu quadro de pessoal. A informação foi divulgada pelo diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público (Deret/SGP), Paulo de Tarso Cancela Campolina de Oliveira. 

É grande a expectativa de que a autorização seja lançada em breve devido à falta de funcionários. Os dados mostram que a situação da RFB está cada vez mais crítica devido à sua grande defasagem de pessoal, que tem aumentado a cada novo levantamento. A tendência é que a quantidade de servidores fique cada vez mais escassa, caso uma nova seleção não ocorra.

• APOSTILAS CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL|
• CURSO CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL

Sindicatos da categoria demonstraram diversas vezes, ao longo dos últimos meses, a necessidade de um certame urgente e que os serviços prestados à população podem ser seriamente prejudicados se nada for feito pelo governo.

Último levantamento, de agosto de 2018, aponta que a Receita Federal tem 21.237 postos em aberto, número em constante crescimento. Do déficit de servidores, 11.197 são de auditores e 10.040 de analista. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

 

 

Defasagem de pessoal na Receita Federal - Levantamento de agosto/2018

 

 

Pedido do concurso da Receita Federal 2018

A solicitação do concurso da Receita Federal é para 3.000 oportunidades de analista-tributário de 2.000 de auditor-fiscal.

Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. O salário inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso da Receita Federal para a área administrativa

Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.

Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018

Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.

Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último processo seletivo

No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR CONCURSO RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018

 


Ads

Uma das vagas na Receita Federal será sua!

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. Garanta sua vaga e construa uma carreira de sucesso!


 

 

 


Continuar lendo

Atualizado: 13/09/2018 - 15:32

Concurso Previc: pedido em análise é para 121 vagas

Solicitação para a abertura do concurso da Previc é para os cargos de especialista, analista, técnico, administrador e atuário. Oportunidades nos níveis médio e superior de ensino

Pedido no Planejamento

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Está em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido do concurso público da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). No ano passado, o Ministério da Fazenda encaminhou solicitação para 121 vagas distribuídas entre cargos de níveis médio e superior.

O Serviço de Informações ao Cidadão do MPDG chegou a informar que o requerimento refere-se aos cargos de  especialista em previdência social (48 oportunidades), analista administrativo (23), técnico administrativo (39), administrador (11) e atuário (7).

A função de técnico se destina aos participantes que concluíram o ensino médio, enquanto as demais aceitam profissionais com formação superior em diversas áreas de atuação.

O próximo passo para a realização do concurso da Previc é a autorização por parte do ministro do MPDG. Assim que sair o aval será possível iniciar os preparativos da seleção.

Concurso Previc: edital anterior

A Previc lançou, em 2010, um processo seletivo com 100 postos destinados a profissionais com níveis médio e superior. Na ocasião, o Cespe/UnB organizou o certame e as chances foram lotadas no Distrito Federal e em Minas Gerais.

Profissionais com certificado de ensino médio conseguiram se candidatar à colocação de técnico administrativo, que apresentou 20 oportunidades.

Aos candidatos com formação superior foram disponibilizadas vagas para os cargos de analista administrativo/administrativa (14), analista administrativo/contábil (1), analista administrativo/tecnologia da informação (5), especialista em previdência complementar/atuarial (27) e especialista em previdência/finanças e contábil (33).

Na época, as remunerações iniciais oferecidas pela superintendência oscilaram entre R$ 4.582,79 e R$ 10.019,20.

A triagem ocorreu por meio de provas objetivas e testes discursivos para todos os participantes. Depois houve contagem por ponto de títulos para especialista.

Sobre a Previc

Criada pela lei nº 12.154, de 23 de dezembro de 2009, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) é uma autarquia de natureza especial, dotada de autonomia administrativa e financeira e patrimônio próprio, vinculada ao Ministério da Previdência Social e com sede e foro no Distrito Federal.

A Previc atua em todo o território nacional como entidade de fiscalização e de supervisão das atividades das entidades fechadas de previdência complementar. Ela é responsável também pela execução das políticas para o regime de previdência complementar, operado pelas entidades fechadas de previdência complementar (EFPC), observadas as disposições constitucionais e legais aplicáveis.

Os escritórios regionais do órgão estão localizados nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

Continuar lendo

Atualizado: 12/09/2018 - 16:18

Ministério do Trabalho: pedido de concurso em análise

Solicitação para abertura de concurso para o Ministério do Trabalho é para cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino. Iniciais de até R$ 16,2 mil

2.873 vagas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Ainda está em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido de concurso do Ministério do Trabalho, encaminhado este ano. A solicitação é para o preenchimento de 2.873 vagas em seu quadro de pessoal.

Das oportunidades requeridas, 1.309 são para o cargo de auditor fiscal do trabalho e 1.307 para agente administrativo. As demais chances estão distribuídas da seguinte maneira: administrador (93), arquivista (32), bibliotecário (2), contador (58), engenheiro (5), estatístico (5), sociólogo (4), psicólogo (26), técnico em assuntos educacionais (10), técnico em comunicação social (10) e economista (12).

Em julho, o Sinait (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho) teve uma reunião como novo ministro do Trabalho, Caio Luiz. Um dos assuntos discutidos é a autorização urgente de novo concurso para o Ministério do Trabalho.

Com relação ao posto de fiscal, os dados do Sinait apontam que o órgão tem mais de 1.300 cargos vagos e cerca de 500 auditores em condições de se aposentar. O presidente do sindicato, Carlos Silva, ressaltou que “não há fiscalização sem fiscais”.

A expectativa é de que ainda em 2018 seja concedida a autorização para o novo concurso do Ministério do Trabalho.

Concurso Ministério do Trabalho: solicitação anterior

O último pedido enviado ao Ministério do Planejamento solicitou a abertura de 2.595 vagas distribuídas em diversos cargos com exigência de níveis médio e superior. Do total de oportunidades requeridas, 1.163 era para a função de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e apresenta inicial de R$ 3.881,97, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

CURSO ONLINE MTE - AUDITOR FISCAL DO TRABALHO

As outras 1.432 oportunidades foram para para candidatos com formação superior, sendo 1.190 para a função de auditor-fiscal do trabalho, 85 para administrador, 34 para arquivista, 54 para contador, cinco para engenheiro, cinco para estatístico, três para sociólogo, 26 para psicólogo, dez para técnico em assuntos educacionais, dez para técnico em comunicação social e 12 para economista. Os salários oferecidos chegam a  R$ 16.201,64, contando com o benefício de alimentação.

Principais atribuições do agente e do auditor

Cabe ao agente administrativo exercer atividades que envolvam o suporte administrativo ás unidades organizacionais do órgão, com atuação nas áreas finalísticas, de gestão de pessoas, material, patrimônio, orçamento e finanças, compreendendo tarefas de natureza repetitivas ou não, como operar os sistemas corporativos e governamentais, atender ao público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencial, elaborar documentos e correspondências, elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos, elaborar e conferir cálculo, realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos, manter e controlar arquivos, orientar a aplicação de noras internas ou de sua área de atuação, participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho, participar do plano de trabalho institucional de sua unidade, realizar levantamento de dados de natureza técnica e atuar na gestão e fiscalização de contratos e convênios. 

No caso de auditor fiscal, entre as atividades estão o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e emprego, verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando à redução dos índices de informalidade, verificação do recolhimento do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação, e cumprimento de acordos, convênios e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregadores e empregados.

Últimos concursos do Ministério do Trabalho

Para agente, o processo seletivo anterior do Ministério do Trabalho ocorreu em 2014 e foi organizada pelo Cespe/UnB. O exame contou com 120 tópicos, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva de conhecimentos específicos.

Em conhecimentos básicos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo, atualidades, ética no serviço público e noções de administração financeira e orçamentária. Em conhecimentos específicos, legislação específica, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e noções de gestão e fiscalização de contratos e convênios.

Para auditor, o último certame ocorreu em 2013 e também organizado pelo Cespe/UnB. A seleção constou de provas objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 220 perguntas, sendo 100 de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.   

Continuar lendo

Atualizado: 12/09/2018 - 12:42

Ministério da Fazenda planeja concurso com 1.301 vagas

Solicitação para a abertura de concurso do Ministério da Fazenda refere-se a vários cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino

Em avaliação

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

É grande a expectativa para que o concurso do Ministério da Fazenda (MF) seja liberado o mais rápido possível pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). O órgão solicitou autorização de 1.301 vagas.

A seleção precisa realizada devido à grande defasagem de pessoal no MF. Atualmente, existem 3.148 postos vagas, sendo 2.254 referente aos cargos de nível médio e 894 para ensino superior.

As oportunidades do concurso do Ministério da Fazenda requeridas ao Planejamento estão distribuídas da seguinte maneira: assistente técnico administrativo (904), analista técnico administrativo (257), arquiteto (12), arquivista (9), bibliotecário (12), contador (53), engenheiro (15), enfermeiro (5), pedagogo (6), psicólogo (6) e técnico em comunicação social (22).

Para concorrer ao posto de assistente é necessário possuir ensino médio completo, enquanto as demais funções aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. Os salários iniciais atuais oscilam entre R$ 3.953,68 e R$ 6.388,27, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

A solicitação do concurso do Ministério da Fazenda 2018/2019 encaminhada ao MPDG não apresentou as regiões de lotação das oportunidades, mas é bem provável que São Paulo e Distrito Federal sejam os locais com a maior quantidade de oportunidade, e o motivo é que no último certame eles não foram abrangidos.

• CURSO CONCURSO MINISTÉRIO DA FAZENDA 2018 - DIVERSOS

O detalhe do processo seletivo que pode ser dado como certo é a escolha da empresa organizadora, que será a Esaf (Escola de Administração Fazendária), como de costume nos concursos do órgão. Assim, os candidatos podem ir se preparando com as provas e os editais de seleções anteriores, uma vez que a banca se repete.

Concurso Ministério da Fazenda: outras oportunidades

Junto com as vagas para o seu próprio quadro de pessoal, o MF pediu mais 3.040 chances distribuídas entre os seus órgãos vinculados. Os postos são para os níveis médio e superior.

Para a Receita Federal são as 630 vagas para auditor-fiscal e as 1.453 para analista tributário. O quadro do Tesouro Nacional é composto pelas colocações de auditor federal de finanças e controle (30) e técnico de finanças e controle (70), enquanto a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) fica com a função de procurador da Fazenda (240). 

Para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o pedido contempla 16 oportunidades para a carreira de inspetor, 30 para analista e 82 para agente executivo.

Na Superintendência de Seguros Privados (Susep), são 55 chances para analista técnico. Por fim, as demais profissões se destinam ao quadro da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), sendo elas as de especialista em previdência social (48), analista administrativo (23), técnico administrativo (39), administrador (11) e atuário (7).

Esses detalhes foram divulgados pelo Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC). 

Concurso Ministério da Fazenda: edital anterior

No início de 2014, o MF abriu processo seletivo visando a contratar 1.026 profissionais na carreira de assistente. As chances disponibilizadas pelo certame foram distribuídas entre os Estados do Acre (18 vagas), Alagoas (14), Amazonas (28), Amapá (6), Bahia (80), Ceará (53), Espírito Santo (14), Goiás (31), Maranhão (30), Minas Gerais (101), Mato Grosso do Sul (34), Mato Grosso (27), Pará (55), Paraíba (20), Pernambuco (52), Piauí (17), Paraná (97), Rio de Janeiro (61), Rio Grande do Norte (17), Rondônia (13), Roraima (8), Rio Grande do Sul (155), Santa Catarina (74), Sergipe (9) e Tocantins (12).

Todos os candidatos passaram por provas objetivas de conhecimentos básicos e específicos com 70 perguntas de múltipla escolha. Os assuntos abordados nos testes foram língua portuguesa; matemática e raciocínio lógico; conhecimentos de informática; atualidades; gestão de pessoas e do atendimento ao público; ética do servidor na administração pública; administração pública brasileira; e regime jurídico dos agentes públicos.

Concurso Ministério da Fazenda: sobre o órgão

O Ministério da Fazenda é o órgão da estrutura administrativa da República Federativa do Brasil responsável pela formulação e execução da política econômica.

Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2018 - 13:32

Câmara de Jataúba PE divulga concurso com 16 vagas

As inscrições serão recebidas entre os dias 31 de agosto e 30 de setembro. Os salários iniciais oferecidos chegam a R$ 1,8 mil

Todos os níveis

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Câmara Municipal de Jataúba, situada no Estado de Pernambuco, divulgou um novo edital de concurso público para provimento de 16 vagas de todos os níveis escolares. Sob organização da Fundação Vale do Piauí, os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva. 

Aqueles que têm o ensino fundamental podem concorrer para as funções de auxiliar de serviços gerais (2 vagas) e motorista categoria “B” (1). O salário inicial é de R$ 954. 

Para ensino médio, as chances são para os cargos de assistente de contabilidade (4), assistente de controle interno (5), auxiliar administrativo (1) e oficial legislativo (2). Os vencimentos variam de R$ 937 a R$ 1.050. 

O posto de procurador exige nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 1.800. 

As inscrições serão recebidas entre os dias 31 de agosto e 30 de setembro, exclusivamente pela internet, através da página eletrônica www.funvapi.com.br. Os valores da taxa de participação são de R$ 70 para ensino fundamental, R$ 80 para nível médio e R$ 100 para formação superior. 

O certame contará com uma única etapa: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela comtemplará 40 questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico e/ou conhecimentos específicos. 

Com quatro horas de duração, o exame será aplicado no município de Jataúba/PE no dia 4 de novembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser publicado em momento oportuno. 

 

Atribuições do auxiliar administrativo

 

Executar serviços de recebimento, classificação, tramitação, registro, guarda, arquivamento e conservação de documentos em geral; recepcionar pessoas; prestar informações ao público em geral; receber, efetuar e controlar ligações telefônicas; executar serviços de digitação, segundo padrões estabelecidos; executar serviços de reprodução de documentos; executar serviços de entrega e remessa de correspondência e outros documentos da câmara municipal; redigir ofícios, ordens de serviços e outros, segundo orientação de superiores; preencher fichas, formulários, talões, mapas, requisições, tabelas e outros; auxiliar no controle dos bens móveis e imóveis da câmara municipal, efetuando inventário, tombamento, registro e sua conservação; auxiliar na execução de coleta de preços e no acompanhamento dos processos de compras; auxiliar na elaboração de relatórios de atividades desenvolvidas pelo órgão; auxiliar na recepção ao público para encaminhamento aos vereadores; desempenhar outras atribuições que, por suas características, se incluam na sua esfera de competência.

Continuar lendo

Atualizado: 08/08/2018 - 11:21

PGE PE escolhe organizadora de concurso com 88 vagas

Edital da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco terá oportunidades para os cargos de assistente e analista

Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE PE) definiu o Cebraspe, antigo Cespe/UnB, para organizar o seu próximo concurso público com 88 vagas para os cargos de assistente e analista.

Do total de oportunidades a serem contempladas no edital, 20 será para analista judiciário de procuradoria, 28 para analista administrativo de procuradoria e 40 para assistente de procuradoria.

O próximo passo para a realização do certame é a assinatura do contrato de prestação de serviços com a organizadora. Feito isso, a empresa elaborará o cronograma contendo as datas de lançamento do edital, do período de inscrições e da aplicação das provas .

Vale lembrar que a comissão deste processo seletivo foi criada em julho do ano passado.

Sobre os cargos do concurso da PGE PE

O posto de assistente de procuradoria se destina a quem possui certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

A carreira de analista judiciário aceita candidatos com formação superior em direito, enquanto a função de analista administrativo requer nível superior em qualquer área de atuação.

Mais detalhes do concurso da PGE PE

Os futuros servidores deverão trabalhar jornadas de trabalho de oito horas diárias, o que dá 40 horas semanais. As remunerações devem ser de até R$ 5.000 por mês.

O prazo de validade deste concurso será de dois anos, período prorrogável uma única vez e pelo mesmo tempo, a critério da Administração.

Continuar lendo

Atualizado: 26/06/2018 - 09:04

Concurso SEE PE: inscrição para 395 vagas TERMINA hoje

Distribuídas entre diversas regiões do Estado, chances no concurso da Secretaria de Educação de Pernambuco (SEE PE) são destinadas a profissionais de níveis médio e superior. Salários chegam a R$ 4,5 mil

Projovem Urbano

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Terminam nesta terça-feira (26) as inscrições para o processo seletivo da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco (SEE PE) destinado a contratar 395 profissionais para atuação no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano).

 

Com salários entre R$ 1.500 e R$ 4.500, as oportunidades estão distribuídas entre a capital e cidades do interior e litoral (confira aqui o quadro de vagas completo).  

 

O edital disponibiliza chances de ensino médio para técnico e professor - educador qualificador profissional.  

 

As ofertas de nível superior são para assistente jurídico, assistente administrativo, assistente administrativo prisional, assistente pedagógico, assistente pedagógico prisional, intérprete de Libras e professor nas áreas de história, geografia, sociologia, matemática, português, inglês, ciências humanas/participação cidadã e atendimento educacional especializado (AEE).   


Concurso Educação Pernambuco: inscrições e avaliação

 

Gratuitas, as inscrições devem ser efetuadas mediante o preenchimento de formulário disponível no endereço: www.educacao.pe.gov.br.

 

A seleção dos candidatos ocorrerá por meio de análise curricular, tendo como critérios de avaliação: experiência profissional e formação educacional. O resultado final sairá em 5 de julho.  

 

Os contratados terão vínculo inicial de 12 meses, prorrogável por iguais períodos até o limite de seis anos, a critério da SEE PE, de acordo com o edital.

 

Atribuições intérprete de Libras no concurso da SEE PE

 

Atuar em sala de aula para realizar a interpretação por meio de linguagem de sinais; coletar informações sobre conteúdo a ser trabalhado, para facilitar a tradução da língua no momento das aulas; planejar, antecipadamente, junto ao professor responsável pela disciplina, sua atuação no trabalho a ser executado; interpretar a linguagem de forma fiel, não alterando a informação a ser interpretada.
 

Continuar lendo

Atualizado: 29/05/2018 - 14:44

Concurso MPF: segue em análise PL que cria 842 vagas

Proposta tem o objetivo de criar oportunidades para as carreiras de técnico, analista e procurador. Ofertas são para concurso do MPF, além do MPU

Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Ainda está em avaliação na Câmara dos Deputados o projeto de lei (PL) n° 6006/2016, que visa a criar 842 vagas efetivas para o quadro de pessoal do Ministério Público Federal (MPF). As chances são para todo o país e estão distribuídas entre três cargos.

O próximo passo para o avanço da proposta é eleger um novo relator, já que o anterior devolveu o PL sem nenhuma manifestação. O documento se encontra na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP).

Consta no PL que, das oportunidades, 501 são para técnico, 207 para analista e 134 para procurador. Vale ressaltar que os cargos de técnico e analista são preenchidos por meio de concurso do MPU, que depois fica com a responsabilidade de lotar as chances no quadro do MPF.

Para concorrer à carreira de técnico é preciso ter certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, enquanto a colocação de analista aceita profissionais com formação superior em diversas áreas de atuação. As remunerações correspondem a R$ 6.167,99 para técnico e a R$ 10.119,93 para analista, sem incluir os seguintes benefícios: R$ 884 de vale-alimentação, R$ 699 de assistência pré-escolar, R$ 181,77 de auxílio-transporte, além de assistências médica e odontológica.

Já o posto de procurador regional da República exige bacharelado em direito e, no mínimo, três anos de atividade jurídica, exercida após a obtenção da graduação. O salário inicial oferecido é de R$ 28.947,55

O projeto de lei que prevê, consequentemente, a realização de um novo concurso do MPF ainda será avaliado pelas comissões de Finanças e Tributação (CFT) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Após ser aprovado em todas as comissões, o documento irá ser avaliado pelo Plenário e, em seguida, irá para o Senado Federal. Por isso, haverá a sanção por parte do presidente da República.

 

Último concurso do MPF

 

No final de 2016, o MPF lançou edital com 82 vagas para procurador espalhadas pelas seguintes cidades: Maceió/AL (1), Arapiraca/AL (1), Laranjal do Jari/AP (1), Oiapoque/AP (1), Manaus/AM (3), Bom Jesus da Lapa/BA (1), Jequié/BA (1), Paulo Afonso/BA (1), Fortaleza/CE (1), Crateús/CE (1), Maracanaú/CE (1), Brasília/DF (1), Goiânia/GO (1), Anápolis/GO (1), Itumbiara/GO (1), São Luís/MA (1), Imperatriz/MA (1), Juína/MT (1), Campo Grande/MS (1), Belo Horizonte/MG (1), Ituiutaba/MG (1), Janaúba/MG (1), Manhuaçu/MG (1), Poços de Caldas/MG (1), Teófilo Otoni/MG (1), Belém/PA (1), Itaituba/PA (1), Marabá/PA (1), Tucuruí/PA (1), João Pessoa/PB (1), Guarabira/PB (1), Curitiba/PR (2), Campo Mourão/PR (1), Cascavel/PR (1), Guarapuava/PR (1), Recife/PE (1), Cabo de Santo Agostinho/PE (1), Goiana/PE (1), Jaboatão/PE (1), Salgueiro/PE (1), Teresina/PI (1), Corrente/PI (1), São Raimundo Nonato/PI (1), Rio de Janeiro/RJ (4), Macaé/RJ (1), Volta Redonda/RJ (1), Natal/RN (1), Ceará-Mirim/RN (1), Porto Alegre/RS (3), Erechim/RS (1), Novo Hamburgo/RS (1), Palmeiras das Missões/RS (1), Porto Velho/RO (2), Vilhena/RO (1), Boa Vista/RR (1), Florianópolis/SC (1), Blumenau/SC (1), Chapecó/SC (1), Itajaí/SC (1), São Paulo/SP (2), Andradina/SP (1), Bauru/SP (1), Campinas/SP (1), Catanduva/SP (1), Limeira/SP (1), Lins/SP (1), Osasco/SP (1), Registro/SP (1), São José do Rio Preto/SP (1), Lagarto/SE (1), Propriá/SE (1) e Gurupi/TO (1).

Em março deste ano serão aplicadas as provas objetivas com questões de múltipla escolha em todas as capitais do Estado, mais o Distrito Federal. Ainda haverá provas subjetivas, inscrição definitiva, análise de títulos e testes orais.

 

Último concurso do MPU

 

MPU realizou concurso, em 2013, com 263 oportunidades, além de cadastro reserva, para técnico e analista. Sob a organização do Cespe/UnB, o processo seletivo constou de duas provas objetivas (uma com 50 questões de conhecimentos básicos e outra com 70 questões de conhecimentos específicos) para todos os participantes e teste discursivo para analista.

As 35 ofertas de técnico estavam distribuídas entre as especialidades de tecnologia da informação e comunicação, enfermagem e saúde bucal. No caso de analista, as 228 chances envolveram as áreas de arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, educação, estatística, finanças e controle, gestão pública, planejamento e orçamento, clínica médica, psiquiatria, antropologia, arquitetura, contabilidade, economia, engenharia agronômica, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia de segurança do trabalho, engenharia elétrica, engenharia florestal, engenharia mecânica, engenharia sanitária, geografia, medicina, medicina do trabalho, oceanografia, enfermagem, odontologia, psicologia, serviço social, tecnologia da informação e comunicação (desenvolvimento de sistemas ou suporte e infraestrutura. 

O edital do concurso do MPU teve ofertas no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

Continuar lendo

Atualizado: 10/05/2018 - 10:42

Aberto concurso para 375 vagas em Serra Talhada/PE

Destinadas a profissionais de todas as escolaridades, oportunidades no concurso da Prefeitura e da Câmara Serra Talhada oferecem salários de até R$ 4,2 ml. Inscrições começam em 25 de maio

Executivo e Legislativo

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura e a Câmara de Serra Talhada, no interior de Pernambuco, abriram concurso público com 375 vagas. No total, são 359 postos destinados ao Executivo e 16 ao Legislativo. Os salários variam de R$ 937 a R$ 4.206,33.

 

O processo seletivo é organizado pela banca ADM&TEC. As inscrições serão recebidas entre 25 de maio e 3 de agosto, por meio do site http://www.admtec.org.br. As taxas custam R$ 80 (nível fundamental), R$ 90 (médio) e R$ 100 (superior).

 

Composta por 40 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e específicos, a prova objetiva será aplicada em duas datas: 26 de agosto (para cargos no quadro de servidores da câmara) e 2 de setembro (empregos na prefeitura).

 

Vagas no concurso da Câmara de Serra Talhada

 

São disponibilizadas ofertas de nível fundamental para auxiliar de serviços gerais (2 postos) e vigilante (3).

 

Ensino médio é requisito para motorista (1), telefonista (1), digitador (1) e agente administrativo (4).

 

Em nível superior há oportunidades no concurso da Câmara de Serra Talhada para agente de controle interno (2) e procurador jurídico (2).

 

Cargos no concurso da Prefeitura de Serra Talhada

 

Com nível fundamental é possível concorrer como auxiliar de serviços gerais (52) e auxiliar de creche (20).

 

O processo seletivo requer ensino médio para agente administrativo (37), digitador (1), agente social (2), fiscal de tributos (3), agente municipal de trânsito (20) e guarda municipal (20).

 

Além de segundo grau, é necessário possuir formação técnica para disputar as carreiras de técnico agrícola (1), técnico ambiental (2), fiscal de controle urbano (3), técnico em edificações (1), técnico em eletricidade (1), auxiliar de laboratório (4), técnico em enfermagem (15), técnico imobiliário (2) e fiscal de saneamento (2).

 

Estão em disputa no concurso da Prefeitura de Serra Talhada funções de nível superior como procurador municipal (2), arquivista (2), geólogo (1), assistente social (3), psicólogo (1), analista ambiental - biólogo (1), engenheiro agrônomo (1), fiscal ambiental (3), arquiteto (1), engenheiro civil (1), biomédico (2), educador físico (2), enfermeiro (15), farmacêutico (2), veterinário (1), odontólogo (7), agente fazendário (3), analista contábil (1), auditor fiscal (5) e médico para as seguintes especialidades: cabeça e pescoço (1), cardiologista (1), clínico geral (15), dermatologista (1), endocrinologista (1), gastroenterologista (1), geriatra (1), ginecologista (2), infectologista (1), mastologista (1), ortopedista (2), otorrinolaringologista (1), pediatra (3), psiquiatra (1), ultrassonografista (2) e urologista (1),      

 

Também serão selecionados professores com habilitação para lecionar em classes de anos iniciais do ensino fundamental/educação infantil/educação de jovens e adultos (80), geografia (2), letras (1) e matemática (1).

Continuar lendo

Atualizado: 20/04/2018 - 11:29

Aberto concurso para 558 vagas em Passira/PE

Oportunidades no concurso da Prefeitura de Passira estão distribuídas entre postos destinados a profissionais de todas as escolaridades. Inscrições vão de 25 de abril a 14 de maio

Ganhos de até R$ 6,5 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura de Passira, no interior de Pernambuco, recebe entre 25 de abril e 14 de maio as inscrições para o processo seletivo destinado a preencher 558 vagas temporárias. Os salários vão de R$ 954 a R$ 6.500. 

 

São ofertados postos de nível fundamental incompleto para auxiliar de cozinha (3 chances), auxiliar de pedreiro (3), auxiliar de serviços gerais (70), coveiro (2), encanador (1), fressureira (6), gari (35), lavadeira hospitalar (1), magarefe (11), marceneiro (1) e vigia (25). Já quem concluiu tal ciclo escolar tem opções como eletricista (3), maqueiro (1), merendeira (17), pedreiro (5) e pintor (2).  

 

Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de Passira para agente comunitário de saúde (2), agente de desenvolvimento social (2), agente de endemias (6), apoiador físico (1), auxiliar administrativo (15), auxiliar de biblioteca escolar (7), auxiliar de higienização (2), auxiliar de secretaria (3), auxiliar disciplina (10), auxiliar em saúde bucal (3), auxiliar pedagógico (65), digitador (8), instrutor de informática (3), instrutor de músicas (2), intérprete de Libras (10), orientador social (22), recepcionista (17), técnico em enfermagem (20), visitador (5), auxiliar de farmácia (2), técnico em raio X (2), motorista CNH "D" ou "E" (30), operador de máquinas (1) e operador de abastecimento de água (5).

 

Estão em disputa postos de nível superior para advogado (1); assistente social (5); dentista (5); educador físico (4); enfermeiro (13); farmacêutico (1); fisioterapeuta (3); fonoaudiólogo (1); nutricionista (4); psicólogo (4); médico para as seguintes áreas: ambulatório (1), ESF (4), ortopedista (1), plantonista (6) e psiquiatra (1); e professor nas especialidades de educação física (4), geografia (3), história (2), educação infantil do ensino fundamental - séries iniciais (42), língua portuguesa (7), língua inglesa (3), matemática (7), arte (3) e ciência biológicas (4).

 

Concurso Prefeitura Passira 2018: inscrições e avaliação

 

Será possível se inscrever pela internet, acessando www.idhtec.org.br, ou presencialmente, comparecendo à Secretaria de Educação (Rua da Matriz, s/nº, centro), das 8h às 12h e das 13h às 16h. O valor da taxa é de R$ 39.

 

A seleção dos candidatos ocorrerá por meio de análise curricular, que avaliará dois quesitos: qualificação profissional e tempo de experiência. O resultado final saíra em 6 de junho.

 

Os profissionais contratados terão vínculo de até 12 meses, prorrogável por mais 12, a critério da Prefeitura de Passira, de acordo com o edital do concurso.

Continuar lendo

Atualizado: 16/04/2018 - 13:51

Concurso Transpetro: saiu gabarito da prova objetiva

Concurso da Transpetro preencherá 1.806 postos de níveis médio/técnico e superior de ensino, com salários que chegam a R$ 10,7 mil. Os mais de 106 mil inscritos realizaram a avaliação no último domingo (15)

11 Estados e DF

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Destinado a preencher 1.806 vagas, sendo 156 imediatas e 1.650 para cadastro reserva (CR), o concurso da Transpetro (Petrobras Transporte) teve o gabarito da prova objetiva divulgado nesta segunda-feira (16) pela Fundação Cesgranrio. Os concorrentes aos postos de nível médio podem consultá-lo clicando aqui, enquanto os candidatos às carreiras de ensino superior devem acessar este link.  

 

Os participantes realizaram a avaliação no último domingo (15), em 11 Estados e no Distrito Federal. O certame contabilizou, ao todo, 106.781 inscritos, sendo 89.761 para ampla concorrência, 16.411 para chances reservadas a negros e 609 para pessoas com deficiência.

 

A seleção envolveu teste objetivo para todos os cargos, além de exame discursivo para os concorrentes à carreira de advogado. Mais detalhes sobre a estrutura dos exames podem ser conferidos ao longo da matéria.  

 

Com oferta salarial entre R$ 3.745,32 a R$ 10,726,45, o processo seletivo recebeu inscrições até  7 de março. As candidaturas foram registradas pelo site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br).

 

Cargos em disputa no concurso da Transpetro

 

Nível médio foi requisito para técnico de administração e controle júnior (15 postos + 150 CR). Além de segundo grau, era necessário possuir formação técnica para concorrer como técnico ambiental júnior (3 + 30 CR),  técnico de faixa de dutos júnior (2 + 40 CR), técnico de inspeção de equipamentos e instalações júnior (1 + 10 CR), técnico de manutenção júnior - automação (5 + 50 CR), técnico de manutenção júnior - elétrica (2 + 20 CR), técnico de manutenção júnior - mecânica (7 + 140 CR), técnico de operação júnior (8 + 80 CR) e técnico de suprimento de bens e serviços júnior (10 + 100 CR).

 

Profissionais com curso superior encontraram opções no concurso da Transpetro 2018 como administrador júnior (13 + 130 CR), advogado júnior (3 + 30 CR), analista de comercialização e logística júnior - comércio e suprimento (1 + 10 CR), analista de comercialização e logística júnior - transporte marítimo (2 + 20 CR), analista de sistemas júnior - infraestrutura (3 + 30 CR), analista de sistemas júnior - processos de negócio (3 + 30 CR), analista de sistemas júnior - SAP (3 + 30 CR), analista financeiro júnior (2 + 20 CR), contador júnior (5 + 50 CR), economista júnior (2 + 20 CR), enfermeiro do trabalho júnior (1 + 10 CR), médico do trabalho júnior (1 + 10 CR), profissional de comunicação júnior - jornalismo (1 + 10 CR), profissional de meio ambiente júnior (6 + 60 CR) e engenheiro júnior nas seguintes especialidades: automação (11 + 110 CR), civil (3 + 30 CR), elétrica (8 + 80 CR), geotécnica (3 + 30 CR), mecânica (18 + 180 CR), naval (2 + 20 CR), processamento químico (2 + 20 CR), produção (6 + 60 CR) e telecomunicações (4 + 40 CR).

 

APOSTILAS CONCURSO TRANSPETRO 2018 - TÉCNICO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTROLE JUNIOR CURSO CONCURSO TRANSPETRO 2018 - NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

 

As oportunidades estão distribuídas entre os Estados do Rio de Janeiro, Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Maranhão, Espírito Santo, Minas Gerais e Santa Catarina, além de Brasília. 

 

Mais detalhes sobre as provas do concurso da Transpetro 2018

 

A avaliação discursiva trará 60 questões de múltipla escolha para funções de nível médio/técnico e 70 para as de superior. O conteúdo programático inclui língua portuguesa e conhecimentos específicos (todos os empregos), matemática (vagas com exigência de ensino médio) e língua inglesa (postos destinados a profissionais graduados). 

 

Os exames ocorrerão em Manaus/AM, Salvador, BA, Brasília/DF, Vitória/ES, São Luís/MA, Belo Horizonte/MG, Curitiba/PR, Recife/PE, Florianópolis/SC, Santos/SP, São Paulo/SP, Niterói/RJ, Rio de Janeiro/RJ e Porto Alegre/RS e Rio Grande/RS.

 

De acordo com o edital, o concurso da Transpetro 2018 terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério da empresa. 

 

Atribuições do técnico de administração e controle júnior no concurso da Transpetro 2018

 

Executar e participar da preparação de dados, edição de documentos, relatórios, textos, planilhas e gráficos; organizar e atualizar arquivos físicos e de dados; atender clientes e público em geral.

 

Conteúdo programático parcial para cargos de nível médio no concurso da Transpetro 2018

 

Língua portuguesa – 1. Compreensão de textos. 2. Ortografia (acentuação, emprego de s, z, ç, x, ch, ss, sc, cç, j e g). 3. Morfossintaxe (flexão de número) 4. Sintaxe (concordância nominal e verbal, regência verbal e nominal, colocação pronominal, crase e conjugação de verbos irregulares). 5. Semântica (sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos).

 

Matemática – 1. Teoria dos conjuntos. Conjuntos numéricos. Relações. Funções e equações polinomiais e transcendentais (exponenciais, logarítmicas e trigonométricas). 2. Análise combinatória, progressão aritmética, progressão geométrica e probabilidade básica. 3. Matrizes, determinantes e sistemas lineares. 4. Geometria plana: áreas e perímetros. 5. Geometria espacial: áreas e volumes. 6. Estatística básica. 7. Noções básicas de matemática financeira. 8. Aritmética.

 

Confira o conteúdo programático completo para o concurso da Transpetro 2018 

 

Cronograma concurso Transpetro 2018

 
concurso-transpetro

Atualizado: 23/02/2018 - 14:08

Concurso Conter: saiu resultado final para 2.295 vagas

Com oportunidades distribuídas entre 16 Estados e o DF, concurso unificado do Conter ofereceu postos destinados a profissionais de todas as escolaridades

Salários de até R$ 3,8 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O Instituto Quadrix divulgou, em 21 de fevereiro, o resultado final do concurso unificado do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (Conter) e de outros 14 Conselhos Regionais dos Técnicos em Radiologia (CRTRs). A classificação pode ser conferida aqui
Foram oferecidas, ao todo, 2.295 vagas, sendo 78 imediatas e 2.217 para cadastro reserva (CR). Destinadas a profissionais de todas as escolaridades, as carreiras contam com salários entre R$ 937 e R$ 3.800, além de benefícios.
Os contratados por meio do concurso do Conter atuarão em unidades instaladas em Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ, Porto Alegre/RS, Aracaju/SE, Salvador/BA, Goiânia/GO, Florianópolis/SC, Maceió/AL, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Vitória/ES, Recife/PE, Natal/RN, São Luís/MA, Teresina/PI, Porto Velho/RO e Manaus/AM.

Sobre as vagas do concurso do Conter


Profissionais com ensino fundamental puderam se inscrever como auxiliar de serviços gerais (5 vagas imediatas + 184 CR).

APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA CONTER - RECEPCIONISTA / MOTORISTA / AGENTE FISCAL / AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS / AGENTE E ASSISTENTE ADMINISTRATIVO  
Ensino médio foi requisito do concurso do Conter para assistente administrativo jr. (25 CR), assistente financeiro jr. (25 CR), motorista (1 + 34 CR), recepcionista (1 + 127 CR), serviços gerais (1 + 24 CR), agente fiscal (16 + 573 CR), auxiliar administrativo (32 + 457 CR), agente administrativo (4 + 164 CR), recepcionista (2 + 25 CR), assistente administrativo (3 + 102 CR), assistente financeiro (1 + 34 CR), técnico em contabilidade (2 + 68 CR) e técnico em informática (2 + 73 CR) - as duas últimas funções também cobram formação técnica.

Em nível superior foram ofertadas chances como advogado (4 + 141 CR), agente administrativo (1 + 34 CR), contador (2 + 93 CR) e analista administrativo (1 + 34 CR).

Concurso Conter: avaliação e vigência


Os participantes do concurso do Conter realizaram provas objetivas com questões sobre conhecimentos básicos (língua portuguesa, atualidade, informática, raciocínio lógico e ética no serviço público) e conhecimentos específicos.

A aplicação dos testes ocorreu em 17 de setembro e 1º de outubro, nas cidades de Aracaju/SE, Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Florianópolis/SC, Goiânia/GO, Maceió/AL, Manaus/AM, Recife/PE, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Porto Velho/RO, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, São Luís/MA, Teresina/PI e Vitória/ES.

Para os concorrentes aos cargos de nível superior, a seleção incluiu, ainda, análise de títulos e experiência profissional. Os documentos foram recebidos pela banca entre 21 e 23 de novembro.

O concurso do Conter terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão, conforme estabelece o edital.

Atribuições do auxiliar de serviços gerais no concurso do Conter


Promove a limpeza do piso, móveis, paredes, portas, janelas, escadas, tapetes, cortinas, recolhendo lixo e acondicionando-o de forma adequada, zelando pela guarda, conservação e utilização de materiais, equipamentos e produtos de limpeza. Promove a conservação e utilização de materiais, equipamentos e produtos do local. Executa os serviços de recebimento, armazenamento e controle de alimentos e similares, acondicionados em prateleiras e/ou armários, geladeira, freezer, etc., assegurando sua conservação adequada. Prepara e serve café, chá, sucos, água, refeições, lanches, para atender funcionários e visitantes da CRTR/RJ. Executa os serviços de recebimento, armazenamento e controle de material de limpeza e similares, acondicionados em prateleiras e/ou armários, etc., assegurando sua conservação adequada.

Concurso Conter: atribuições do auxiliar administrativo


Executar tarefas auxiliares de apoio administrativo tais como: secretariar diretores; transcrição de dados; classificação de documentos; organização e manutenção de arquivos; redação de minutas de correspondências simples e rotineiras; atendimento e orientação ao público interno/externo; digitação e conferência de serviços; protocolo e despacho de documentos; operação de máquinas de xerox e fax; realização de coletas de preços; elaboração de material para reuniões, palestras; execução de serviços externos (ocasionalmente), assim como outras tarefas semelhantes.

Atribuições do agente fiscal no concurso do Conter


Desenvolver atividades de fiscalização do exercício profissional de Técnico em Radiologia, Tecnólogo em Radiologia e Auxiliar de Radiologia junto a Hospitais, Clínicas Radiológicas, Indústrias, órgãos Públicos e demais entidades que se utilizem de equipamentos radiológicos, em consonância com a legislação vigente; registrar com clareza, precisão e objetividade todos os fatos constatados na atividade de fiscalização; elaborar relatórios técnicos, acompanhar as alterações, avanços e inovações do setor, participar de reuniões técnicas, prestar orientações, responder a quesitos quando solicitado por escrito ou verbalmente em audiências convocadas e prestar assessoramento em assuntos referentes à sua área. Realizar outras atividades correlatas ao cargo, de acordo com as orientações de sua chefia imediata.

Atualizado: 21/02/2018 - 12:14

PEC para concurso de procurador pronto para votação

Proposta, que vem tramitando no Congresso Nacional desde 2003, agora depende apenas de um parecer final

Cria o cargo em todos os municípios

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Foi novamente encaminhada para deliberação no plenário do  Senado Federal, no último dia 8 de fevereiro, para inclusão na ordem do dia, a Proposta de Emenda à Constituição 17/2012, que determina a obrigatoriedade de existência da carreira de procurador em todos os municípios, para preenchimento por meio de concurso público. O projeto já está pronto para votação desde o final do ano passado, mas acabou não sendo avaliado em decorrência do recesso parlamentar.

Caso aprovado, o artigo 132 da Constituição Federal passará a ter a seguinte redação:  “Os procuradores dos estados, municípios e Distrito Federal, organizados em carreira, no qual o ingresso dependerá de concurso público de provas e títulos, com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil em todas as suas fases, exercerão a representação judicial e a consultoria jurídica das respectivas unidades federadas”.

De acordo com a proposta original, apresentada na Câmara dos Deputados, em 2003, “nada justifica excluir os municípios da exigência constitucional de organizarem suas carreiras de procurador. Nada mais justifica a possibilidade de ausência de controle de legalidade ou um controle deficiente, decorrente da falta de mão de obra especializada ou de entrega de tal controle a pessoas estranhas ao quadro efetivo da administração municipal”.

Ainda de acordo com a justificativa do projeto, a ausência de pareceres proferidos por procuradores concursados leva à descredibilidade da administração pública frente aos órgãos externos de controle, tribunais de contas e Ministério Público.

O projeto também determina que em casos de municípios com menor potencial econômico deverão instituir a carreira, porém, de forma proporcional às suas possibilidades.     

Atualizado: 08/02/2018 - 10:47

PGE/PE 2018: concurso prorroga prazo para dez vagas

Carreira de procurador é destinada a bacharéis em direito com registro na OAB. Período para registro de inscrições no concurso da PGE/PE termina às 18h de 9 de fevereiro

 Inicial de R$ 13,6 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE/PE) prorrogou até as 18h de 9 de fevereiro o período de inscrições do concurso para preenchimento de dez vagas de procurador, além de formação de cadastro reserva. Do total de ofertas, uma é destinada a pessoas com deficiência. O prazo inicial estava previsto para terminar no último dia 2.
Os candidatos devem possuir curso superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O salário inicial é de R$ 13.648,64, acrescido de gratificação de produtividade. Os contratados terão jornada semanal de 30 horas.   
Com taxa de R$ 210, as inscrições para o concurso da PGE/PE são recebidas por meio do site do Cebraspe, no endereço: www.cespe.unb.br.

Sobre as provas do concurso da PGE/PE 2018


O concurso da PGE/PE envolverá três fases, todas previstas para ocorrer na capital. Na primeira delas, em 17 de março, os candidatos farão prova objetiva com 100 questões de múltipla escolha.
CURSO CONCURSO PGE/PE 2018 - PROCURADOR DO ESTADO
No dia seguinte (18 de março), haverá aplicação de teste discursivo, que cobrará a elaboração de um parecer e uma peça processual, com limite de 60 e 90 linhas, respectivamente.
O conteúdo programático do concurso da PGE/Pernambuco engloba conhecimentos nas áreas de direito constitucional, administrativo, tributário, processual civil, civil e empresarial, do trabalho, processual do trabalho, penal, financeiro, previdenciário e ambiental.
Os concorrentes habilitados nas duas primeiras etapas serão convocados, em período a ser definido, para avaliação de títulos, válida pela última fase da seleção. 
De acordo com o edital, o concurso da PGE/PE 2018 terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão. 

Estrutura da PGE/PE


De acordo com a PGE/PE, a instituição conta atualmente com 169 procuradores na ativa. Eles estão distribuídos entre as quatro Procuradorias especializadas no Recife (Consultiva, do Contencioso, da Fazenda Estadual e de Apoio Jurídico-Legislativo ao Governador), nas Regionais de Caruaru, Petrolina, Arcoverde e Brasília e nas Sub-Regionais de Garanhuns e Salgueiro.

Atualizado: 26/01/2018 - 11:07

Concurso CRF/PE: inscrições abertas para 104 vagas

Candidatos que têm os níveis médio, técnico e superior poderão se inscrever no concurso do CRF/PE (Conselho Regional de Farmácia do Estado de Pernambuco) até o dia 28 de fevereiro

Salários de até R$ 5,5 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Encontram-se abertas as inscrições do concurso do CRF/PE (Conselho Regional de Farmácia do Estado de Pernambuco). A seleção visa o preenchimento de 104 vagas, sendo 21 para posse imediata e 83 para formação de cadastro reserva (CR) de eventuais oportunidades. 
As ofertas serão lotadas nas cidades de Recife, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina. O regime de contratação será regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Para quem concluiu o ensino médio, as chances são para as funções de assistente administrativo operacional (8 vagas + 29 CR), assistente administrativo financeiro (1 + 5 CR) e assistente administrativo - gestão de pessoas (1 + 5 CR). Os dois primeiros cargos ainda exigem curso técnico. O salário inicial é de R$ 1.200. 
Candidatos que têm o nível superior podem se inscrever para os postos de analista - administrador (1 + 5 CR), analista - gestão de pessoas (1 + 5 CR), advogado (1 + 5 CR) e farmacêutico fiscal (8 + 29 CR). A remuneração é de R$ 5.553,47.
Além dos vencimentos, o CRF/PE ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: vale-alimentação e vale-transporte. 

Como participar do concurso do CRF/PE 2018


A empresa responsável pela organização e execução do processo seletivo é a Inaz do Pará. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico www.paconcursos.com.br, até o dia 28 de fevereiro. 
APOSTILAS CONCURSO CRF/PE 2018 - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO  / CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR
Os valores da taxa de participação do concurso do CRF/PE 2018 são de R$ 65 para ensino médio e R$ 90 para nível superior. O pagamento do boleto bancário deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco. 

Provas concurso do CRF/PE 2018 


Os candidatos serão avaliados por meio de uma única etapa: prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será aplicada no dia 22 de abril, nos horários das 9h e 13h, em locais a serem comunicados no edital de convocação, a ser publicado no site da Inaz do Pará. 
Para todos os inscritos no concurso do CRF/PE 2018, a prova será composta por 35 de questões, sendo 10 de língua portuguesa, cinco de matemática, cinco de noções de informática, cinco de legislação geral e 35 de conhecimentos específicos. 
APOSTILAS CONCURSO CRF/PE 2018 - COMUM AOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

Atualizado: 24/01/2018 - 11:32

Santa Cruz do Capibaribe/PE prorroga prazo de concurso

Há oportunidades para vários cargos, de todos os níveis de escolaridade no edital do concurso da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

526 vagas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Localizada no Estado de Pernambuco, a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe prorrogou até o dia 28 de fevereiro as inscrições do concurso que visa ao preenchimento de 526 vagas em seu quadro de pessoal. Os salários iniciais oferecidos ficam entre R$ 965,11 e R$ 2.500.
A ficha cadastral está disponível no site www.admtec.org.br. As taxas de inscrição custam R$ 60 (nível fundamental), R$ 80 (médio) e R$ 95 (superior).
Todos os concorrentes passarão por uma prova objetiva com questões de múltipla no dia 11 de março, em locais e horários a serem disponibilizados oportunamente no endereço eletrônico da banca organizadora.

Sobre os cargos do concurso da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe/PE


Candidatos que tenham o nível fundamental estão aptos para concorrer aos empregos de auxiliar de lavanderia (1 vaga), coveiro (5), artífice (3) e auxiliar de nutrição hospitalar (5).
O ensino médio torna possível a participação para os postos de operador de máquinas pesadas (2), agente de trânsito (10), agente de vigilância sanitária (5), assistente administrativo (70), assistente técnico de informática (1), auxiliar de consultório odontológico (3), auxiliar de creche (30), auxiliar de farmácia (1), condutor socorrista/ hospitalar (8), fiscal de tributos (7), guarda municipal (70), intérprete de língua brasileira de sinais (2), professor de educação infantil e 1º ao 5º anos do ensino fundamental (87), técnico agrícola (1), técnico de enfermagem hospitalar (30), técnico de imobilização ortopédica hospitalar (1), técnico de laboratório (3), técnico em enfermagem (20), técnico em raio X hospitalar (3), técnico entomológico (1) e fiscal de obras (1).
Quem possui diploma de formação superior tem como opção as colocações de educador em saúde (1), terapeuta ocupacional (1), analista de controle interno (2), analista jurídico (3), arquiteto (1), assistente social (4), auditor de tributos (2), educador físico (1), enfermeiro (20), enfermeiro obstetra hospitalar (6), enfermeiro plantonista hospitalar (18), engenheiro civil (1), farmacêutico (3), farmacêutico bioquímico hospitalar (1), farmacêutico especialista em saúde pública (1), fisioterapeuta (5), fonoaudiólogo (1), cardiologista (1), cirurgião obstetra hospitalar (1), clínico geral hospitalar (7), médico do trabalho (1), endocrinologista (1), gastroenterologista hospitalar (1), ginecologista (1), infectologista (1), neonatologista hospitalar (1), neurologista (1), neurologista pediátrico hospitalar (1), obstetra hospitalar (3), oftalmologista (1), ortopedista (1), pediatra evolucionista (1), pediatra hospitalar (7), médico perito (3), psiquiatra (1), radiologista (1), reumatologista hospitalar (1), médico urgência e emergência hospitalar (3), médico vascular (1), veterinário (2), nutricionista (3), odontólogo (2), procurador municipal (2), professor de ciências (3), professor de educação física (6), professor de geografia (3), professor de história (3), professor de língua inglesa (3), professor de língua portuguesa (6), professor de matemática (4), psicólogo (7) e psicopedagogo (1). 

Atualizado: 29/11/2017 - 09:57

Concurso em Salgueiro/PE reúne 45 oportunidades

A participação no processo seletivo da Autarquia Educacional de Salgueiro deverá ser garantida até o dia 4 de dezembro

Nível superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do processo seletivo simplificado da Autarquia Educacional de Salgueiro, localizada no Estado de Pernambuco. A seleção visa o preenchimento de 45 vagas do seu quadro de temporários. 
Do total de ofertas, 38 são destinadas a professores universitários para ministrarem aulas nos cursos de direito, letras, pedagogia, matemática, história, geografia e ciências biológicas, uma para intérprete de libras, uma para profissional de braile e cinco para advogados orientadores para atuarem no núcleo de prática jurídica da Faculdade de Ciências Humanas do Sertão Central - FACHUSC.
Interessados em concorrer a uma das vagas devem possuir diploma de conclusão de curso de nível superior. Os salários iniciais oferecidos pela Autarquia Educacional de Salgueiro partem de R$ 700 e chegam a R$ 5.700.
De acordo com o edital, contratação será após convocação, para lecionar a partir do ano letivo de 2018, previsto para iniciar-se no dia 5 de fevereiro de 2018, e o contrato será pelo prazo de até 24 meses.

Processo seletivo da Autarquia Educacional de Salgueiro


As inscrições presenciais deverão ser realizadas até o dia 4 de dezembro na sede da Autarquia Educacional de Salgueiro, situada na Rua Antônio Filgueira Sampaio, n º 134, no horário das 8h às 12h, de segunda à quinta-feira. O valor da taxa de participação é de R$ 130.
O processo seletivo da Autarquia Educacional de Salgueiro será constituído de duas etapas: prova prática para os cargos de professor universitário e advogado orientador; e avaliação curricular para todos os candidatos. 
Para o professor universitário, a prova prática contará com uma aula abordando tema relativo à disciplina escolhida. Já para o advogado orientador, ela consistirá na formulação de uma peça processual nos padrões exigidos em segunda fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, de acordo com a área para a qual está concorrendo, sendo o modelo de peça sorteado no momento da realização da prova.
Os candidatos deverão acompanhar no endereço eletrônico www.fachusc.com.br todas as publicações referentes ao processo seletivo, inclusive a convocação para as provas. 

Atualizado: 01/11/2017 - 09:07

Concurso DPE/PE: último dia de inscrição para 50 vagas

Destinada a bacharéis em direito com registro na OAB e experiência mínima de três anos em atividade jurídica, carreira paga R$ 17,4 mil. Prazo termina às 18h de hoje

Defensor público

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco (DPE/PE) encerra às 18h desta quarta-feira (1) as inscrições do concurso público para defensor. A seleção preencherá 50 vagas, sendo duas reservadas a pessoas com deficiência, além de formar cadastro reserva.

O cargo paga R$ 17.400 e pode ser disputado por bacharéis em direito com registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e experiência mínima de três anos em atividade jurídica.  

Os interessados devem se inscrever no concurso para defensor da DPE/PE pelo site do Cespe/UnB (http://www.cespe.unb.br/concursos/dpe_pe_17_defensor), banca que organiza a seleção. A taxa custa R$ 270.

Sobre as provas do concurso da DPE/PE


O processo seletivo envolverá provas objetiva, em 28 de janeiro, escrita, em 18 de março, oral e de títulos, em datas a serem definidas. Todas as etapas ocorrerão em Recife.

Como primeira fase, a avaliação objetiva trará 100 questões de múltipla escolha abordando conteúdos de direito nas seguintes áreas: administrativo; civil; constitucional; da infância e da juventude; execuções penais; do consumidor; institucional; humanos; penal; processual civil; processual penal; e tributário.

De acordo com o edital, o concurso da DPE/PE terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão.

Atribuições do defensor no concurso da DPE/PE


Compete ao defensor público o desempenho de funções de orientação, postulação e defesa dos direitos e interesses dos necessitados, em todos os graus de jurisdição e instâncias administrativas, cabendo-lhe, especialmente; atender as partes e aos interessados; postular a concessão de gratuidade da Justiça para os necessitados; tentar a conciliação das partes, antes de promover a ação cabível; acompanhar e comparecer aos atos processuais e impulsionar os processos; interpor recursos para qualquer grau de jurisdição e promover Revisão Criminal, quando cabível; sustentar, oralmente ou por memorial, os recursos interpostos e as razões apresentadas por intermédio da Defensoria Pública do Estado de Pernambuco; defender os acusados em processo disciplinar.

Atualizado: 21/09/2017 - 12:36

PEC que regulamenta carreira de notário em análise

Proposta, que já tramita nas comissões, garante preenchimento das vagas para a carreira por meio de concursos públicos

Na Câmara dos deputados

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Está em análise, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, da Câmara dos Deputados, a proposta de emenda à constituição (PEC) 255/16, do deputado Roberto de Lucena (PV/SP), que pretende incluir no texto da constituição a regulamentação das funções notariais e de registro como funções essenciais à justiça. A proposta define essas atividades como essenciais para conferir autenticidade, publicidade, segurança e eficácia dos negócios jurídicos. Além disso, o texto garante a obrigatoriedade de ingresso na função por meio de concurso público.

De acordo com o deputado, a falta de regulamentação da carreira tem resultados em interpretações divergentes sobre o limite da competência dos serviços notariais, bem como a forma de provimento de seus cargos. “O presente projeto tem por objetivo o aperfeiçoamento da Constituição,dispondo sobre as funções notariais e de registros públicos, exercidos em caráter privado, por delegação do poder público. Passados mais de 25 anos da vigência da Constituição, continuam a haver as mais dispares interpretações pelos Tribunais estaduais e superiores, bem como pelo Conselho Nacional de Justiça, que precisam ser aclaradas, razão da presente proposta de emenda à constituição, para transpor ao capítulo das funções essenciais à justiça, as funções notariais e de registro”, diz o deputado, na justificativa da proposta.

Caso aprovada pela comissão, a proposta será encaminhada para análise por meio de uma comissão especial criada especialmente para esta finalidade e, em seguida, encaminhada para votação no plenário.   

Shopping