Publicado: 20/08/2018 - 15:07 | Atualizado: 20/08/2018 - 15:14
Publicado: 20/08/2018 - 15:07 | Atualizado: 20/08/2018 - 15:14

Prefeitura de Guarani MG abre concurso com 54 vagas

Edital reúne cargos destinados a profissionais alfabetizados e de níveis fundamental, médio e superior de ensino. Inscrições começam em 15 de outubro

Salários até R$ 7,4 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Guarani, em Minas Gerais, divulgou edital de concurso público destinado a preencher 54 vagas. Os salários variam de R$ 954 a R$ 7.478,22.

A carreira de auxiliar de serviços gerais - cantineira (3 postos) admite profissionais alfabetizados.

Quem possui nível fundamental incompleto pode concorrer como auxiliar de serviços gerais - serviçal (8), enquanto candidatos que concluíram esse ciclo escolar têm opção como fiscal de posturas e tributos (1).  

Ensino médio é requisito para auxiliar de saúde bucal (3), fiscal sanitário (2), monitor de creche (8), técnico administrativo (7), técnico de saúde bucal (1) e técnico de enfermagem (3).     

Há cargos de nível superior para cirurgião dentista (3), enfermeiro (3), médico (3), professor de ensino fundamental (8) e supervisor pedagógico (1).

Cronograma do concurso da Prefeitura Guarani

Com taxas entre R$ 60 e R$ 100, as inscrições serão recebidas a partir das 12h de 15 de outubro, por meio da página concurso.fundacaocefetminas.org.br. O prazo vai até as 23h59 de 15 de novembro.  

A seleção dos candidatos compreenderá prova objetiva (todas as vagas), marcada para 2 de dezembro, e avaliação de títulos (funções de nível superior), com entrega dos documentos em período a ser definido.  

O concurso da Prefeitura de Guarani terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital.

Vídeos Prefeitura Guarani

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 20/08/2018 - 15:07

Prefeitura de Guarani MG abre concurso com 54 vagas

Edital reúne cargos destinados a profissionais alfabetizados e de níveis fundamental, médio e superior de ensino. Inscrições começam em 15 de outubro

Salários até R$ 7,4 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Guarani, em Minas Gerais, divulgou edital de concurso público destinado a preencher 54 vagas. Os salários variam de R$ 954 a R$ 7.478,22.

 

A carreira de auxiliar de serviços gerais - cantineira (3 postos) admite profissionais alfabetizados.

 

Quem possui nível fundamental incompleto pode concorrer como auxiliar de serviços gerais - serviçal (8), enquanto candidatos que concluíram esse ciclo escolar têm opção como fiscal de posturas e tributos (1).  

 

Ensino médio é requisito para auxiliar de saúde bucal (3), fiscal sanitário (2), monitor de creche (8), técnico administrativo (7), técnico de saúde bucal (1) e técnico de enfermagem (3).     

 

Há cargos de nível superior para cirurgião dentista (3), enfermeiro (3), médico (3), professor de ensino fundamental (8) e supervisor pedagógico (1).

 

 

Cronograma do concurso da Prefeitura Guarani

 

 

Com taxas entre R$ 60 e R$ 100, as inscrições serão recebidas a partir das 12h de 15 de outubro, por meio da página concurso.fundacaocefetminas.org.br. O prazo vai até as 23h59 de 15 de novembro.  

 

A seleção dos candidatos compreenderá prova objetiva (todas as vagas), marcada para 2 de dezembro, e avaliação de títulos (funções de nível superior), com entrega dos documentos em período a ser definido.  

 

O concurso da Prefeitura de Guarani terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital.

Continuar lendo

Atualizado: 20/08/2018 - 12:02

AGU: banca do concurso sai nos próximos dias

A autorização do Ministério do Planejamento determina que o edital do novo concurso público da AGU seja publicado até dia 14 de dezembro de 2018. Diversos cargos

100 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Advocacia-Geral da União (AGU)  deve confirmar, no decorrer dos próximos dias, o nome da banca organizadora do seu novo concurso público 2018, autorizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPGD) em 14 de junho.  O órgão também trabalha no processo de distribuição, pelos diversos estados, das 100 vagas que serão oferecidas no concurso. De acordo com a autorização do MPDG, a publicação do edital de abertura de inscrições da AGU deve ocorrer,no mais tardar, até 14 de dezembro.

O concurso da AGU contará com vagas para administrador (48 vagas), analista técnico administrativo (10), arquivista (2), bibliotecário (1), contador (1), técnico em assuntos educacionais (2) e tecnico em comunicação social (5).

Para todos estes cargos é necessário possuir formação de nível superior, com remuneração inicial de R$ 6.200, considerando vencimentos básicos e gratificações.

“A realização deste concurso é um passo importante no processo de fortalecimento do quadro de servidores da AGU. Todos nós sabemos que as vitórias obtidas pela nossa instituição somente serão possíveis graças, também, à incansável dedicação diária de nossos servidores”, disse, quando do envio do pedido do concurso, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça.

Concurso AGU - Novas vagas

  Vale ressaltar que tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 6788/17, que cria mais 3.000 vagas na AGU, sendo 2.000 de analista técnico de apoio à atividade jurídica e 1.000 de técnico de apoio à atividade jurídica.   No caso de técnico, para concorrer será exigido apenas ensino médio, com inicial de R$ 4.669,35, com gratificações; e para analistas, nível superior, com inicial de R$ 6.985,34.  

Mais informações sobre este projeto podem ser obtidas aqui

 

AGU - Concurso Anterior

O último concurso da AGU  na área de apoio operacional ocorreu em 2014, quando foram oferecidas 100 oportunidades, para preenchimento para a sede, em Brasília, bem como para a Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP/PR), pelo regime jurídico únicos dos servidores civis da união, autarquias e fundações públicas federais.

No quadro de nível superior da AGU foram oferecidas oportunidades para os cargos de analista de sistemas (10 postos), analista técnico administrativo (34), bibliotecário com registro profissional (3) e técnico em comunicação social (3). Em caso de formação técnica, a oferta foi de dez vagas para a carreira de técnico em contabilidade.

Já na Secretaria dos Portos, em nível médio, a AGU ofereceu dez vagas para agente administrativo e sete para técnico em contabilidade. Em nível superior, a oferta foi para os cargos de administrador (4), analista técnico administrativo (15), contador (2) e economista (2).

A banca organizadora do concurso da AGU, na ocasião, foi o Idecan.

Antes disso, a seleção anterior para a área técnica ocorreu em 2006, quando foram registrados 25 mil inscritos para a oferta de 336 vagas, somente para candidatos de nível superior, para os cargos de administrador, contador, economista e engenheiro. Neste caso, a banca organizadora foi o Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade do Rio de Janeiro (NCE/UFRJ).

 

Sobre a AGU

Cabe à Advocacia Geral da União (AGU) representar a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo-lhe, nos termos da lei complementar que dispuser sobre sua organização e funcionamento, as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo. Em termos de representação judicial, sua atividade é exercida em defesa dos interesses dos referidos entes nas ações judiciais em que a União figura como autora, ré ou, ainda, terceira interessada. A representação extrajudicial é exercida perante entidades não vinculadas à justiça, como órgãos administrativos da própria união, estados ou municípios.


Ads

Quartas das Carreiras. Inscreva-se!

Toda quarta-feira, às 18 horas, serão entrevistados servidores públicos das mais diversas carreiras de órgãos municipais, estaduais e federais. É a oportunidade que você tem de conhecer melhor sua futura profissão!


 

 

Continuar lendo

Atualizado: 20/08/2018 - 09:14

Concurso Iphan: locais de provas são divulgados

Com ofertas distribuídas entre todo o Brasil, seleção preencherá postos em cargos auxiliar, técnico e analista. Salários chegam a R$ 5,4 mil

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Os inscritos para o concurso do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) já podem consultar aqui os locais de aplicação das provas objetiva e discursiva, que ocorrem no próximo domingo (26). A seleção preencherá 411 vagas distribuídas em todo o Brasil, além de formar cadastro reserva.


O processo seletivo oferece 131 postos para auxiliar institucional (R$ 3.877,97), 176 para técnico (R$ 5.493,29) e 104 para analista (R$ 5.493,29). A primeira posição requer ensino médio completo, enquanto as demais cobram formação superior. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$ 458.

• APOSTILAS CONCURSO IPHAN 2018 - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR
• CURSO ONLINE CONCURSO IPHAN 2018 - TÉCNICO E ANALISTA

As oportunidades estão distribuídas entre a sede do órgão, em Brasília, e superintendências/escritórios técnicos em todos os Estados brasileiros. Para São Paulo, foram disponibilizados 18 postos.  

As inscrições para o concurso do Iphan foram recebidas até 16 de julho, por meio do site http://www.cespe.unb.br/concursos. As taxas custaram R$ 84 (nível médio) e R$ 117 (superior). 

 

Concurso Iphan: distribuição das vagas por área de formação


Parte das chances para auxiliar institucional é destinada a candidatos que possuem, além de segundo grau, formação técnica em conservação e restauração de bens culturais móveis; edificações; e agronomia ou jardinagem.  

 

As oportunidades para técnico no concurso do Iphan atendem profissionais formados em ciências sociais ou antropologia; arqueologia; arquitetura e urbanismo; arquivologia; biblioteconomia; ciências biológicas; engenharia agronômica; engenharia civil; história; e educação, pedagogia ou ciências humanas. 

 


Ads

Curso Intensivo Gratuito para Concurso IPHAN

Para ajudar na preparação dos que realmente desejam passar nesse concurso, transmitiremos ao vivo e gratuitamente a partir de 18 de junho, o Curso Intensivo IPHAN. O conteúdo engloba desde português a história. São várias matérias de relevância com conteúdo de qualidade. Confira.

 

Já para analista, as opções são voltadas a participantes com graduação em qualquer área; comunicação social, jornalismo ou relações públicas; engenharia cartográfica, geografia ou geociências; e relações internacionais.

Sobre as provas do concurso do Iphan 2018


O processo seletivo envolverá provas objetiva e discursiva para todos os cargos, com aplicação nas capitais dos 26 Estados, além do Distrito Federal.

 

A primeira avaliação trará 120 questões de múltipla escolha, enquanto a segunda cobrará a elaboração de um texto dissertativo com até 30 linhas abordando tema da atualidade. 

 

O conteúdo programático inclui conhecimentos básicos (língua portuguesa, fundamentos da preservação do patrimônio cultura, noções de gestão/administração pública e atualidades) e específicos.

 

Haverá também análise de títulos para funções de nível superior, em período a ser definido. Os candidatos convocados poderão apresentar diplomas de especialização, mestrado e doutorado, bem como documentos que comprovem experiência profissional nos setores público e privado. 


De acordo com o edital, o concurso do Iphan terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da instituição. 

 

Atribuições do auxiliar institucional no concurso do Iphan

 

Desenvolver atividades de nível intermediário de suporte às áreas administrativa e finalística, que compreendam a execução de atividades rotineiras de cunho administrativo e logístico; dar suporte às atividades que compõem o ciclo de gestão documental; dar suporte à análise, diagnóstico e intervenção em bens culturais móveis; dar apoio às atividades técnicas relativas à elaboração e análise de projetos e orçamentos e fiscalização de obras; dar suporte às atividades de fiscalização; realizar atividades de conservação e manutenção dos jardins históricos sob a gestão do Iphan; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Concurso Iphan 2018: atribuições do técnico

 

Desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, que compreendam elaborar estudos, análises, pareceres, laudos, notas, relatórios e avaliações técnicas para instrução e acompanhamento de processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; avaliar o impacto ao patrimônio cultural em projetos e empreendimentos, inclusive no âmbito do licenciamento ambiental; realizar vistorias, levantamentos e avaliações de campo; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; integrar conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; acompanhar e fiscalizar intervenções e(ou) serviços; realizar intervenções conservativas e(ou) restaurativas de bens culturais e acervos sob a gestão do Iphan; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Atribuições do analista no concurso do Iphan


Desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; participar em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Conteúdo programático parcial para o concurso do Iphan

 

Língua portuguesa - 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

 

Fundamentos da preservação do patrimônio cultura - Noções sobre história política, econômica e social do Brasil. 1.1 Noções sobre história e institucionalização do patrimônio cultural no Brasil e no mundo, com ênfase na trajetória do IPHAN. 2 Marcos internacionais da preservação: Convenção relativa à Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural (1972); Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial (2003). 3 Legislação brasileira sobre preservação de bens culturais. 3.1 Constituição Federal (artigos 20, 23, 24, 30, 215 e 216). 3.2 Decreto-Lei nº 25/1937, e suas alterações. 3.3 Lei nº 3.924/1961. 3.4 Lei nº 11.483/2007, e suas alterações (art. 9º). 3.5 Decreto nº 3.551/2000. 3.6 Decreto nº 9.238/2017. 4 Legislação aplicada ao patrimônio cultural. 4.1 Portaria IPHAN nº 187/2010; Portaria IPHAN nº 420/2010; Portaria IPHAN nº 127/2009; Portaria IPHAN nº 137/2016.

 

Noções de gestão e administração pública - 2.1 Princípios e normas referentes à administração direta e indireta. 2.2 Lei nº 8.666/1993, e suas alterações (Licitações e contratos administrativos). 3 Legislação administrativa. 3.1 Lei nº 8.112/1990, e suas alterações. 3.2 Lei nº 9.784/1999, e suas alterações (Processo Administrativo). 3.3 Lei nº 12.527/2011 (Lei de acesso à informação). 3.4 Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, instituído pelo Decreto nº 1.171/1994, e suas alterações. 4 Gestão de pessoas no setor público. 4 Gestão de processos. 4.1 Conceitos da abordagem por processos. 4.2 Técnicas de mapeamento, análise e melhoria de processos.

 

Atualidades - (somente para a prova discursiva): 1 Tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como: política, economia, sociedade, educação, cultura, desenvolvimento sustentável e meio ambiente, relacionados ao patrimônio cultural.

 

Confira o conteúdo programático completo para o concurso do Iphan 2018

Continuar lendo

Atualizado: 20/08/2018 - 07:47

MPU assina contrato com banca do novo concurso

Oportunidades do concurso MPU 2018 serão destinadas a candidatos de níveis médio e superior. Cargos de técnico e analista apresentam salários iniciais de até R$ 10,1 mil

Edital iminente

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Mais um passo para a realização do aguardado concurso MPU (concurso público do Ministério Público da União) para técnico e analista. Após anunciar a escolha do Cebraspe (Cespe/UnB), como organizadora do certame, o órgão divulgou, nesta segunda-feira, 20 de agosto, por meio de publicação em diário oficial, a assinatura do contrato com a empresa. Com isto, o próximo passo é a publicação do edital do concurso MPU 2018, o que deve ocorrer nas próximas semanas. Resta apenas ao órgão concluir o concurso interno de remoção, para que possam ser pontuadas as vagas que permanecerão em aberto para o concurso. O próprio secretário-geral do MPU, Alexandre Camanho, havia anunciado a intenção de publicar o edital em outubro, mas com a assinatura do contrato, a tendência é de que a liberação seja antecipada e ocorra nas próximas semanas, provavelmente até meados de setembro. .

O concurso público MPU terá oportunidades para as carreiras de analistas e técnicos administrativos. A tendência é de que sejam oferecidas oportunidades de analistas em direito e, no caso de técnicos, além da área administrativa, possivelmente também para a especialidade de segurança. 

No dia 15 de agosto foi publicado o edital do concurso interno de remoção do MPU. Normalmente, este processo ocorre antes de algum novo concurso público, pois possibilita que servidores já em atividade possam efetuar eventuais transferências de locais de trabalho, permitindo, assim, pontuar as vagas que serão oferecidas na seleção de ingresso. De acordo com informações divulgadas pelo próprio MPU, em geral, o concurso deverá ser basicamente para formar cadastro reserva de pessoal, no sentido de suprir eventuais necessidades que forem surgindo durante o prazo de validade

• CURSO ONLINE TÉCNICO E ANALISTA DO MPU 2018
• APOSTILAS CONCURSO MPU 2018 - TÉCNICO E ANALISTA

A contratação da empresa reforça a recente decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de liberar a utilização do valor recolhido pelas taxas, no sentido de custear o concurso. Inicialmente, em decisão divulgada em 18 de julho, o Tribunal havia advertido que  o concurso deveria contar com previsão orçamentárias para ocorrer. No entanto, novo parecer divulgado pelo TCU atesta que o MPU pode solicitar crédito especial, tendo como justificativa a utilização do valor da taxa. A decisão foi publicada no diário oficial de 27 de julho.

O item 9.2.5 do documento publicado em diário oficial diz o seguinte: " é possível editar créditos suplementares ou especiais para fazer frente às despesas com a realização de concursos para o provimento de cargos públicos decorrentes de vagas não onerosas, lastreados na arrecadãção das taxas de inscrição, que somente poderão ser executados na medida da efetiva arrecadação da receita que lhe confere lastro"

Com isto, o MPU agora deve recorrer à Secretaria de Orçamento Federal, ligada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), no sentido de solicitar o crédito especial, com base no parecer do TCU.  

Além disso, o órgão possui outras opções que ainda permitem agilizar a contratação de pessoal. A primeira é incluir os custos no orçamento de 2019, que ainda não foi votado. O MPU também pode requerer crédito suplementar ao governo. Outra opção é requerer  orçamento junto aos quatro ramos do órgão, que são o Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Militar (MPM) e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). 

O MPU divulgou, em agosto de 2017, a portaria 84, que fixa as atribuições e requisitos das carreiras de analistas e técnicos, que serão oferecidas no certame. 

Para concorrer ao cargo de técnico basta possuir ensino médio, com remuneração inicial de R$ 6.862,73. No caso de analista, com necessidade de nível superior, o salário corresponde a R$ 11.259,81.

 

Concurso MPU 2018: Melhorias salariais


É importante ressaltar que as carreiras contarão com mais dois reajustes salariais nos próximos meses. No caso de técnico, os valores básicos passarão a ser de  R$ 7.080,21 em novembro e R$ 7.591,37 em janeiro de 2019.

Para o analista, R$ 11.616,61 em novembro  e R$ 12.455,30 em janeiro de 2019.

A comissão do concurso do MPU, instituída dede março de 2017, é presidida pelo servidor Blal Yassine Dalloul e conta, ainda, com os seguintes participantes: Eloá Todarelli Junqueira, Denise Costa Recedive, Sandra Roberta de Souza Oliveira, Tatiane Diniz da Silva e Rayza Madlum de Paula.

 

Concurso MPU: Atribuições dos cargos

   De acordo com a portaria, as atribuições do técnico são as seguintes: Auxiliar, dentro ou fora do ambiente da sede de trabalho, os membros e as chefias em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; atuar em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; auxiliar os membros e as chefias em eventos oficiais, audiências e diligências; elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos congêneres; elaborar minutas de atos administrativos e normativos; atuar em planos, programas, projetos e convênios; atuar na gestão de contratos quando formalmente designado; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados; participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho; participar do planejamento estratégico institucional e dos planos da sua unidade de atuação; observar e zelar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação; atender o público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencialmente; prestar informações sobre a localização e tramitação de processos e documentos; orientar quanto à aplicação das normas internas ou de sua área de atuação; contribuir para a melhoria contínua dos processos e rotinas de trabalho; orientar e supervisionar estagiários e aprendizes; inserir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos; observar e zelar pelo cumprimento dos prazos; realizar tarefas de expediente; realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos, procedimentos e documentos; manter e controlar o arquivo setorial; e executar demais atividades necessárias ao desempenho do cargo ou outras que eventualmente venham a ser determinadas pela autoridade competente, sempre respeitando, quando for o caso, os limites impostos pelos órgãos de classe    

Para os técnicos em administração: Auxiliar na prática de atos em processos judiciais e na instrução e acompanhamento de processos administrativos e procedimentos extrajudiciais; desempenhar atividades de apoio técnico-administrativo; atuar na elaboração, execução e avaliação de planos, programas e projetos; realizar atividades, estudos, pesquisas e levantamentos de dados inerentes às atividades de suporte administrativo do órgão, dentre elas, as relacionadas a orçamento, finanças e controle interno; atuar na fiscalização, instrução e acompanhamento de contratos e convênios; atuar nas atividades de compras e de contratação de bens e serviços; registrar e controlar dados e informações cadastrais; emitir certidões, declarações e atestados; expedir e/ou anexar documentos e correspondências oficiais; elaborar atas, estatísticas setoriais e minutas de expedientes e de atos; organizar eventos, ações e atividades institucionais; preparar malotes; publicar documentos oficiais; realizar atividades de gestão de bens materiais e patrimoniais; realizar diligências; realizar serviços técnicos e especializados; manter atualizado o conteúdo de páginas virtuais na internet e na intranet; e analisar a conformidade documental.   Para analista: Assessorar, dentro ou fora do ambiente da sede de trabalho, os membros e as chefias em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; atuar em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; assessorar os membros e as chefias em eventos oficiais, audiências e diligências; realizar avaliações e vistorias; realizar perícias quando formalmente designado pelo órgão competente; acompanhar o desenvolvimento de trabalhos periciais; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados; elaborar e analisar informações, certidões, declarações, laudos, pareceres, relatórios e documentos congêneres; elaborar minutas de atos administrativos e normativos; propor planos, projetos, programas, diretrizes e políticas de atuação; atuar em planos, programas, projetos e convênios; atuar na gestão de contratos quando formalmente designado; participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho; participar do planejamento estratégico institucional e dos planos da sua unidade de atuação; observar e zelar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação; atender o público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencialmente; prestar informações sobre a localização e tramitação de processos e documentos; orientar quanto à aplicação das normas internas ou da sua área de atuação; contribuir para a melhoria contínua dos processos e rotinas de trabalho; orientar e supervisionar estagiários e aprendizes; inserir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos; observar e zelar pelo cumprimento dos prazos; realizar tarefas de expediente; realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos, procedimentos e documentos; manter e controlar o arquivo setorial; e executar demais atividades necessárias ao desempenho do cargo ou outras que eventualmente venham a ser determinadas pela autoridade competente, sempre respeitando, quando for o caso, os limites impostos pelos órgãos de classe.   Para analistas em direito: Assessorar os membros e chefias na coordenação e supervisão das atividades de processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais; planejar e executar tarefas relativas à análise jurídica de atos, documentos, processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais, produzindo os atos e documentos pertinentes; elaborar minutas de petições, denúncias, recursos, acordos judiciais ou extrajudiciais, termos de ajustamento de conduta, decisões, despachos, pareceres, notas técnicas, notificações, votos e atos congêneres, bem como manifestações jurídicas para subsidiar decisão administrativa; receber, analisar, acompanhar e dar andamento a processos e a outros documentos; auxiliar na instrução de processos, procedimentos e inquéritos civis e analisar inquéritos policiais; controlar prazos prescricionais; proceder à oitiva de vítimas, testemunhas e quaisquer outras pessoas que possam, direta ou indiretamente, colaborar com a instrução processual, reduzindo a termo suas declarações; realizar análise prévia e triagem de representações, denúncias, processos e procedimentos; realizar pesquisa, seleção, indexação e estudo de legislação, doutrina e jurisprudência; acompanhar a atualização legislativa; observar os prazos processuais e de conclusão de investigações; conferir atos e andamentos processuais; providenciar o cumprimento de decisões e despachos; atuar na manualização de processos e na elaboração de instrumentos normativos; e acompanhar a tramitação de processos judiciais e administrativos e de procedimentos extrajudiciais Último concurso do MPU.  

MPU: concurso anterior de técnico e analista


No concurso MPU de 2013, o edital contou com 263 vagas para níveis médio e superior. As oportunidades foram para os cargos de técnico do MPU, técnico administrativo com especialidade em tecnologia da informação e comunicação, técnico em saúde – enfermagem e técnico na área de saúde – saúde bucal.

No caso de analista, as opções foram para analista do MPU, analista técnico-administrativo – especialidade arquivologia, analista técnico administrativo – biblioteconomia, analista na área técnico administrativa – comunicação social, analista na área técnico administrativa – educação, analista técnico administrativo – estatística, analista na área técnico especializado – finanças e controle, analista técnico especializado – gestão pública, analista técnico especializado - planejamento e orçamento, analista na área de clínica médica, analista área de medicina – psiquiatria, analista de perícia – (antropologia, arquitetura, contabilidade, perícia, economia, engenharia agronômica, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia segurança do trabalho, engenharia elétrica, engenharia florestal, engenharia mecânica, engenharia sanitária, geografia, medicina, medicina do trabalho, oceanografia) analista de saúde – enfermagem, analista de saúde – odontologia, analista de saúde – psicologia, analista de saúde – serviço social, analista de tecnologia da informação e comunicação – desenvolvimento de sistemas e analista na área de tecnologia da informação e comunicação – suporte e infraestrutura.

Na ocasião, o edital concurso MPU contou com oportunidades para o Distrito Federal e Eestados de Pernambuco, São Paulo, Amazonas, Rondônia, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Acre, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais,Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba e Tocantins.

A banca que publicou o edital na ocasião foi o Cespe/UnB.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 


Ads

Quer agarrar uma vaga no MPU?

Para alcançar a aprovação em um dos concursos mais disputados do país, você precisa ser Imparável! Confira os cursos completos com PDFs, videoaulas e orientação de estudos para você! 


 

 

Continuar lendo

Atualizado: 17/08/2018 - 14:47

São João do Paraíso MG abre concurso com 41 vagas

Oportunidades são para agente comunitário de saúde e agente de combate a endemias, ambas com exigência de ensino médio. Inscrições começam em 28 de agosto

Dois cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de São João do Paraíso, em Minas Gerais, abriu processo seletivo destinado a preencher 41 vagas, sendo 40 imediatas e uma para cadastro reserva (CR).

 

Há chances para agente comunitário de saúde (36 postos + 1 CR) e agente de combate a endemias (4). Ambas as carreiras pagam R$ 1.014 e cobram ensino médio

 

No caso das oportunidades para agente comunitário, os candidatos devem residir na área de abrangência da unidade de saúde em que pretendem atuar (as localidades podem ser consultadas aqui).  

 

Com taxa de R$ 75, as inscrições para o concurso da Prefeitura de São João do Paraíso poderão ser registradas entre 28 de agosto e 21 de setembro, mediante a realização de cadastro no site http://www.cotec.fadenor.com.br/.

 

A seleção envolverá duas etapas: prova objetiva, marcada para 21 de outubro, e avaliação de títulos, com entrega dos documentos no período de 30 de outubro a 5 de novembro.

 

O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da Prefeitura de São João do Paraíso, de acordo com o edital.  

 

 

O que estudar para a prova do concurso de São João do Paraíso

 

 

Língua portuguesa - Leitura, compreensão e interpretação de textos de natureza diversa: descritivo, narrativo, dissertativo, e de diferentes gêneros, como, por exemplo, crônica, notícia, reportagem, editorial, artigo de opinião, texto argumentativo, informativo, normativo, charge, propaganda, ensaio, etc. As questões de texto verificarão as seguintes habilidades: identificar informações no texto; relacionar uma informação do texto com outras informações oferecidas no próprio texto ou em outro texto; relacionar uma informação do texto com outras informações pressupostas pelo contexto; analisar a pertinência de uma informação do texto em função da estratégia argumentativa do autor; depreender de uma afirmação explícita outra afirmação implícita; identificar a ideia central de um texto; estabelecer relações entre ideia principal e ideias secundárias; inferir o sentido de uma palavra ou expressão, considerando: o contexto e/ou universo temático e/ou a estrutura morfológica da palavra (radical, afixos e flexões); relacionar, na análise e compreensão do texto, informações verbais com informações de ilustrações ou fatos e/ou gráficos ou tabelas e/ou esquemas; relacionar informações constantes do texto com conhecimentos prévios, identificando situações de ambiguidade ou de ironia, opiniões, valores implícitos e pressuposições. Habilidade de produção textual. Conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua. As questões de gramática serão baseadas em texto(s) e abordarão os seguintes conteúdos: Fonética: acento tônico, sílaba, sílaba tônica; ortoépia e prosódia. Ortografia: divisão silábica; acentuação gráfica; correção ortográfica. Morfologia: estrutura dos vocábulos: elementos mórficos; processos de formação de palavras: derivação, composição e outros processos; classes de palavras: classificação, flexões nominais e verbais, emprego. Sintaxe: teoria geral da frase e sua análise: frase, oração, período, funções sintáticas; concordância verbal e nominal; regência nominal e verbal, crase; colocação de pronomes: próclise, mesóclise, ênclise (em relação a um ou a mais de um verbo). Semântica: antônimos, sinônimos, homônimos e parônimos. Denotação e conotação. Figuras de linguagem. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA ABAURRE, Maria Luíza; PONTARA, Marcela Nogueira. Coleção base: português – volume único. São Paulo: Moderna. CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Nacional. FIORIN, José Luiz; SAVIOLI, Francisco Platão. Para entender o texto: leitura e redação. São Paulo: Ática. INFANTE, Ulisses. Curso de gramática aplicada aos textos. São Paulo: Scipione. ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática normativa da língua portuguesa. Rio de Janeiro: José Olympio. Observação: Para o conteúdo gramatical, a bibliografia indicada serve como sugestão, podendo o candidato recorrer a outras gramáticas que lhe forem mais acessíveis. O candidato poderá recorrer também a livros didáticos adotados nas escolas de Ensino Médio (2.º grau).

 

Matemática - 1. Sistemas de numeração. Número primo, algoritmo da divisão. Critérios de divisibilidade; Máximo divisor comum (entre números inteiros); Mínimo múltiplo comum (entre números inteiros). 2. Conjuntos Numéricos: operações: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação nos conjuntos numéricos; Propriedades dessas operações; Médias (aritmética simples e ponderada). Módulo; Desigualdades; Intervalos; Sistemas de medida. 3. Proporcionalidade: razões e proporções: propriedades; Regra de três simples e composta; Percentagem; Juros simples. 4. Relações e Funções: relações binárias; Domínio, contradomínio, imagem direta de funções; Gráficos de relações; Funções: definição e representação; Funções crescentes, decrescentes e periódicas; Função inversa. 5. Funções afins, lineares e quadráticas – propriedades, raízes, gráficos. 6. Exponenciais e Logaritmos: funções exponenciais e logarítmicas; propriedades e gráficos. Mudança de base; Equações e inequações exponenciais e logarítmicas. 7. Trigonometria no triângulo retângulo; Funções trigonométricas: seno, cosseno, tangente, cotangente; propriedades e gráficos; Equações trigonométricas. 8. Sequências: progressões aritméticas: termo geral, soma dos termos, relação entre dois termos, propriedades; Progressões geométricas: termo geral, relação entre dois termos, soma e produto dos termos, propriedades. 9. Análise Combinatória: princípio fundamental da contagem; Arranjos, permutações e combinações simples e com repetições; Binômio de Newton; Triângulo de Pascal. 10. Matrizes e Sistemas Lineares: operações com matrizes: adição, subtração e multiplicação; Propriedades dessas operações; Sistemas lineares e matrizes; Resolução, discussão e interpretação geométrica de sistemas lineares. 11.Geometria Plana: curvas. Ângulos. Triângulos e quadriláteros; Igualdade e semelhança de triângulos. Relações métricas nos triângulos. Círculos e discos; Polígonos regulares e relações métricas; Feixes de retas; Áreas e perímetros. 12. Geometria Espacial: retas e planos no espaço: paralelismo e perpendicularidade entre retas, entre retas e planos e entre planos; Prismas e pirâmides; Cálculo de áreas e volumes; Cilindro, cone, esfera e bola: cálculo de áreas e volumes; Poliedros e relação de Euler. 13. Geometria Analítica: coordenadas cartesianas. Equações e gráficos. Distância entre dois pontos; Estudo da equação da reta: interseções de duas ou mais retas (no plano); Retas paralelas e perpendiculares, feixes de retas; Distância de um ponto a uma reta, áreas de triângulos, circunferências e círculos. 14. Números Complexos: módulo, argumento, forma algébrica; Operações com números complexos: adição subtração, multiplicação, divisão e potenciação. 15. Polinômios: conceitos; Adição e multiplicação de polinômio; Algoritmos de divisão; Fatoração. Equações polinomiais; Relações entre coeficientes e raízes. Raízes reais e complexas; Raízes racionais e polinômios com coeficientes inteiros. 16. Estatística básica: conceito, coleta de dados, amostra; Gráficos e tabelas: interpretação. Média (aritmética simples e ponderada), moda e mediana; Desvio padrão. 17. Probabilidades: espaço amostral; Experimentos aleatórios; Probabilidades. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA KÁTIA & ROKO. Matemática. V. 1, 2, 3. São Paulo: Saraiva, 1995. PAIVA, Manoel Rodrigues. Matemática. V. 1, 2, 3, São Paulo. 1995. Livros Didáticos do Ensino Fundamental e Médio.

 

Conhecimentos na área da saúde - 1. Sistema Único de Saúde (SUS): Constituição Federal 1988 (Artigos 196 a 200); Princípios e diretrizes. 2. Portaria n° 2.436, de 21 de setembro de 2017; Estratégia Saúde da Família (ESF): Conceitos, princípios e diretrizes operacionais (normas); Atribuições do agente comunitário de saúde. Lei Federal 11.350/2006 e Lei Federal 12.994/2014; Portaria n° 2.121, de 18 de dezembro de 2015. BIBLIOGRAFIA SUGERIDA BRASIL. Constituição Federal 1988. Capítulo da Saúde. Artigo 196 a 200. Brasília, DF, 1988. BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria 2.436 de 21 de setembro de 2017. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 2017. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Portaria 2.121 de 18 de Dezembro de 2015. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 2015. BRASIL. Lei Federal 11.350 de 05 de outubro de 2006. Brasília, DF, 2006. BRASIL. Lei Federal 12.994 de 17 de junho de 2014. Brasília, DF, 2014.
 

Continuar lendo

Atualizado: 16/08/2018 - 15:18

TJ MG: banca em breve para oficiais e técnicos

Oportunidades serão para os cargos de oficial de justiça avaliador e técnicos nas áreas de assistente social e psicólogo, com vencimentos básicos de até R$ 4,2 mil

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Geras (TJ/MG) deve divulgar, em breve, o nome da banca organizadora do seu novo concurso público, que contará com oportunidades para os cargos de oficial e técnico judiciário para a primeira instância, para quem possui, respectivamente, níveis médio e superior. As remunerações básicas iniciais são de R$ 2.683,58 para oficiais e R$ 4.202,59 para técnicos. Embora o número inicial de vagas ainda não tenha sido confirmado, já está certo que, além de vagas imediatas, a seleção também será destinada para formar cadastro reserva de pessoal. A expectativa é de que o edital de abertura de inscrições seja publicado ainda neste semestre, mas a data precisa somente será confirmada após a contratação da empresa.


No caso de oficial judiciário, que exige apenas ensino médio para concorrer, as oportunidades serão para a área de oficial de justiça avaliador.


Para os técnicos, o concurso contará com oportunidades para as áreas de assistente social judicial e psicólogo judicial, ambos com necessidade de formação nas respectivas áreas.


De acordo com o edital de licitação para a escolha da banca, as taxas já estão definidas e serão de R$ 70 para o cargo de oficial e R$ 90 para os técnicos.


Provas
Um ponto já definido pelo edital de licitação é a forma como serão aplicadas as provas do concurso. Para todos os cargos, a prova objetiva contará com 60 questões.


No caso de oficial serão 20 de língua portuguesa, cinco de noções de informática, 15 de noções de direito e 20 de conhecimentos específicos.
Para os técnicos, 15 de língua portuguesa, cinco de noções de informática, 15 de noções de direito e 25 de conhecimentos específicos.


Para todos os cargos, o exame também contará com uma redação.
A duração dos exames será de 4h30 e aplicação deverá ocorrer nas cidades de Belo Horizonte, Diamantina, Govenador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha.    

 
A estimativa do órgão é de que o concurso conte com aproximadamente 85 mil inscritos.

 

Atribuições dos Cargos

1. CARGOS/ESPECIALIDADES DE NÍVEL SUPERIOR:
1.1. Cargo: Técnico Judiciário (Classe C)
Especialidade: Assistente Social Judicial– JPI-GS
a) Elaborar estudos sociais, laudos, pareceres, relatórios e outros documentos técnicos compatíveis com sua área de atuação, relacionados a processos judiciais;
b) Realizar intervenções técnicas em audiências de conciliação e mediação, e em situações processuais, quando determinado por autoridade judicial;
c) Substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico;
d) Participar de comissões e grupos de trabalho;
e) Realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação;
f)Executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico, relacionadas com a atividade fim, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico em suas variadas formas.

1.2. Cargo: Técnico Judiciário (Classe C)
Especialidade: Psicólogo Judicial – JPI-GS:
a) Elaborar laudos, pareceres, relatórios e outros documentos técnicos, compatíveis com sua área de atuação, relacionados a processos judiciais;
b) Realizar intervenções técnicas em audiências de conciliação e mediação, e em outras situações processuais, quando determinado por autoridade judicial;
c) Substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico;
d) Participar de comissões e grupos de trabalho;
e) Realizar viagens a comarcas do interior do Estado para executar atividades relativas à sua área de atuação;
f) Executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico, relacionadas com a atividade fim, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico em suas variadas formas.

2. CARGO/ESPECIALIDADE DE NÍVEL MÉDIO:
2.1. Cargo: Oficial Judiciário (Classe D)
Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador – JPI-SG:
a) Realizar citações, intimações, notificações e demais diligências próprias do seu ofício, ordenadas em processos judiciais e lavrar termos e certidões respectivas;
b) Promover as avaliações judiciais nos casos indicados em lei;
c) Fazer hasta pública, onde não houver leiloeiro público ou designado para esse fim;
d) Dar suporte às audiências ou sessões do Tribunal do Júri, quando necessário e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem;
e) Substituir a chefia no seu impedimento ou afastamento, quando indicado pelo superior hierárquico;
f) Participar de comissões e grupos de trabalho;
g) Executar outras atividades identificadas pelo superior hierárquico, relacionadas com a atividade fim, inclusive no que concerne ao processo judicial eletrônico, em suas variadas formas

Continuar lendo

Atualizado: 16/08/2018 - 11:56

Câmara de Mesquita MG realiza concurso para três cargos

Seleção tem oportunidades para os níveis fundamental (completo e incompleto) e superior. Inscrições começam em setembro

Até R$ 2,8 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Situada no Estado de Minas Gerais, a Câmara Municipal de Mesquita promove concurso público que visa a contratar três profissionais em seu quadro de pessoal. As oportunidades estão distribuídas igualmente entre os cargos contemplados no edital.

Candidatos com ensino fundamental incompleto, que vai da 1ª a 5º série, podem concorrer à função de auxiliar de serviços gerais. A remuneração inicial corresponde a R$ 895,01, com complementação até chegar o piso nacional, para jornadas de 30 horas semanais.

A colocação de agente administrativo destina-se a quem concluiu o nível fundamental, ou seja, que fez até a 9ª série. O órgão municipal paga R$ 1.050,50 para o servidor e a carga semanal é de 30 horas.

Os profissionais que tenham curso superior em ciências contábeis e registro no conselho de classe estão aptos para pleitear a colocação de contador, cujo salário é de R$ 2.883,55 para jornadas de 30 horas por semana.

As inscrições do concurso serão aceitas a partir das 12h de 25 de setembro até as 18h de 24 de outubro. A ficha cadastral estará disponível na página eletrônica da Máxima Auditores (www.maximaauditores.com.br), a banca organizadora.

Depois de preencher o formulário de participação, será necessário realizar o pagamento de uma taxa no valor de R$ 38 (auxiliar), R$ 42 (agente) ou R$ 115 (contador).

Triagem dos participantes

A banca organizadora aplicará, em 25 de novembro, uma prova objetiva com 40 questões de múltipla escolha para todos os concorrentes. A partir de 19 de novembro, serão divulgados, no quadro de avisos da câmara e no site da Máxima Auditore,s o horário e o local do teste.

Para auxiliar, a avaliação terá 20 perguntas de português e 20 de matemática, enquanto os candidatos à carreira de agente terão de responder 20 de português, dez de noções de administração pública e dez de noções de informática. O exame para contador compreenderá 20 itens específicos e 20 de português.

Principais atribuições dos cargos

Agente administrativo - Executar serviços de digitação, redigir diferentes tipos de correspondências e de documentos; responsabilizar-se pelo arquivamento e a manutenção dos arquivos e documentos; confeccionar processos de compras e realizar a respectiva cotação de preços, auxiliar nas licitações e pregões; elaborar previsões de estoque e providenciar pedidos de reposição; entre outras tarefas.

Auxiliar de serviços gerais - Trabalhos de limpeza e conservação das instalações do Poder Legislativo e da mobília que guarnece a sede; polir objetos, peças e placas metálicas; preparar e servir café, chá, água etc; exercer o serviço de copa, inclusive durante as reuniões do Plenário.

Contador - Preparar e elaborar o Orçamento Público dentro do prazo antecipado e estabelecido pela Administração; registrar e escriturar sistemática e diariamente todas as despesas da câmara; realizar, acompanhar, revisar e corrigir todos os atos relativos aos estágios da despesa; classificar e registrar as despesas conforme plano de contas orçamentário; entre outras tarefas.
 

Continuar lendo

Atualizado: 15/08/2018 - 13:13

Concurso da Prefeitura de Coromandel MG reúne 29 vagas

Edital tem chances para agente comunitário de saúde, agente de combate a endemias, técnico de enfermagem e técnico de saúde bucal. Inscrições vão de 20 a 26 de agosto

Área da saúde

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Coromandel, em Minas Gerais, abriu processo seletivo destinado a preencher 29 vagas, além de formar cadastro reserva (CR), em cargos de nível médio.

 

Há ofertas para agente comunitário de saúde (11 postos e salário de R$ 1.189,12), agente de combate a endemias (9 - R$ 1.189,12), técnico de enfermagem (7 - R$ 1.134,29) e técnico de saúde bucal (2 - R$ 1.080) - as duas últimas carreiras também cobram formação técnica. 

 

As inscrições serão recebidas entre 20 e 26 de agosto, mediante a realização de cadastro no site www.reisauditores.com.br. O valor da taxa é de R$ 30 para todas as funções.

 

Prevista para 16 de setembro, a prova objetiva cobrará a resolução de 25 questões sobre língua portuguesa, informática e conhecimentos gerais, específicos e de saúde pública.

 

A seleção terá validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério da Prefeitura de Coromandel, conforme estabelece o edital

 

 

Conteúdo programático parcial

 


Língua portuguesa - Procedimentos de leitura: habilidades necessárias à leitura de textos de gêneros textuais variados. Implicações do suporte, gênero e/ou enunciador na compreensão do texto: habilidades linguísticas de interpretar textos e reconhecer sua finalidade/função social. Relação entre textos: habilidades linguísticas de comparar textos, analisando a relação entre o modo de tratamento do tema e as condições de produção, recepção e circulação dos textos. Coerência e coesão no processamento do texto: habilidades de estabelecer relações entre as partes de um texto, identificando marcas que contribuem para a sua continuidade e relações lógico-discursivas. Relação entre os recursos expressivos e efeitos de sentido: habilidades de explorar textos, percebendo como os recursos expressivos constroem a significação, na situação comunicativa em que se apresentam. Norma padrão e variação linguística: habilidades de utilizar normas da gramática da Língua Portuguesa, de reconhecer variedades linguísticas e a adequação da linguagem às diferentes situações de comunicação. Ortografia: habilidades linguísticas relacionadas à correção ortográfica, acentuação gráfica, divisão silábica e pontuação de textos. Bibliografia Sugerida: BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. Ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2009. CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: IBEP-Nacional, 2009.CEREJA, William Roberto e MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português Linguagens. São Paulo: Atual, 2009. 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. CUNHA, Celso e CINTRA, Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. FARACO, Carlos; MOURA, Francisco; MARUXO JR. Gramática. São Paulo: Ática, 2009. FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar Gramática. São Paulo: FTD, 2011.

 

Informática - - Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS - Office 2010. Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcado ressimbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objeto, campos predefinidos, caixas de texto. Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. MS. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Internet: navegação na Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.
 

Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2018 - 15:12

UNIFEI MG abre inscrições de concurso com cinco vagas

A Universidade Federal de Itajubá oferece cinco vagas e salários de até R$ 4,1 mil. Participação deverá ser garantida até 13 de setembro

Níveis técnico e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado de Minas Gerais, encontram-se abertas as inscrições do concurso da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) para cargos técnico-administrativos em educação. A seleção visa o preenchimento de cinco vagas, sendo uma reservada a pessoas com deficiência e uma aos negros. 

Quem tem curso técnico pode se inscrever para as funções de técnico em contabilidade (1 vaga), técnico em eletrônica (1), técnico de laboratório - química (1) e técnico em edificações (1). O salário inicial é de R$ 2.446,96. 

O cargo de publicitário (1) exige nível superior em comunicação social com habilitação em publicidade e propaganda. A remuneração é de R$ 4.180,66.

A universidade ainda oferece para os seus servidores os benefícios de alimentação, transporte, pré-escolar e ressarcimento do plano de saúde. 

Para participar basta preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico https://sigrh.unifei.edu.br/sigrh/public/home.jsf e efetuar o pagamento da taxa, nos valores de R$ 80 para curso técnico e R$ 120 para formação superior. O prazo para registro das candidaturas se encerrará no dia 13 de setembro. 

Todos os candidatos serão submetidos à prova objetiva, composta de 50 questões de múltipla escolha, sendo 15 de língua portuguesa e 35 de conhecimentos específicos. Com duração máxima de quatro horas, ela será aplicada na data prevista de 21 de outubro. 

Aqueles que pleiteiam os cargos de técnico em edificações, técnico de laboratório - química e técnico em eletrônica ainda realizarão uma prova prática. 

 

Atribuições dos cargos

 

Técnico em contabilidade - identificar documentos e informações, atender à fiscalização e proceder à consultoria. Executará contabilidade geral, operacionalizar a contabilidade de custos e efetuar contabilidade gerencial. Realizar controle patrimonial. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Técnico de laboratório (química) - executar trabalhos técnico de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de materiais e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Técnico em edificações - realizam levantamentos topográficos e planialtimétricos. Desenvolvem e legalizam projetos de edificações sob supervisão de um engenheiro civil; planejam a execução, orçam e providenciam suprimentos e supervisionam a execução de obras e serviços. Treinam mão-de-obra e realizam o controle tecnológico de materiais e do solo. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Técnico em eletrônica - executar sob a supervisão superior trabalho técnico de manutenção e de produção, aperfeiçoamento e instalações de máquinas, aparelhos e equipamentos eletrônicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão

Publicitário - estruturar estratégias de projeto; desenvolver propaganda e promoções; implantar ações de relações públicas e assessoria de imprensa. No desenvolvimento das atividades é mobilizado um conjunto de capacidades comunicativas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2018 - 14:29

Prefeitura de Arcos MG reabre concurso com 356 vagas

As chances no certame estão distribuídas entre funções destinadas a profissionais de todos os níveis de escolaridade. Os salários oferecidos chegam a R$ 3,3 mil

Diversos cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Arcos, no interior de Minas Gerais, reabrirá o prazo de inscrição do edital de concurso público destinado a preencher 356 vagas, sendo 22 reservadas a pessoas com deficiência. A oferta salarial varia de R$ 992,47 e R$ 3.327,81.

 

Profissionais com nível fundamental incompleto podem concorrer como ajudante de serviço público (20 postos), faxineira (52), merendeira (18), motorista CNH "D" (10), bombeiro (1), borracheiro (1), lubrificador de veículos e máquinas (1), pedreiro (2), pintor (2), eletricista (2), mecânico (1) e operador de máquinas pesadas (6). Já quem completou tal ciclo escolar está apto a disputar as funções de atendente (21) e monitor de transporte escolar (5).

 

Ensino médio é requisito para assistente (10), assistente de administração (3), auxiliar de farmácia (4), auxiliar de laboratório (2), fiscal de vigilância sanitária (1), fiscal municipal de obras (1), fiscal municipal de posturas (1), fiscal municipal de tributação (1), monitor escolar (12), orientador social (1), secretário escolar (2) e telefonista (3).

• APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE ARCOS/MG 2018 - PROFESSOR

 

Além de segundo grau, as carreiras de fiscal agropecuário (1), técnico de enfermagem (33), técnico de segurança do trabalho (1), técnico em informática (1) e técnico em radiologia (4) cobram formação técnica.

 

Em nível superior há opções para advogado (1), analista contábil (1), analista de finanças (1), analista de patrimônio (1), assistente social (5), biomédico (3), contador (1), enfermeiro (8), farmacêutico (1), fisioterapeuta (4), veterinário (1), nutricionista (2), profissional de educação física (4), psicólogo (5), supervisor pedagógico (2), terapeuta ocupacional (1), tradutor e intérprete de Libras (1) e professor nas áreas de apoio à comunicação, linguagem e tecnologias assistivas (10), educação básica para atuar em Atendimento Educacional Especializado (2), Libras (1), intérprete de Libras (1), anos iniciais do ensino fundamental (32) e educação infantil (45).  

 

Inscrições e provas

 

Com taxas entre R$ 50 e R$ 85, as inscrições serão recebidas entre os dias 27 de agosto e 27de setembro, por meio do site www.imam.org.br

 

O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos) e de redação (professor), em 17 e/ou 18 de novembro, além de avaliações prática (operador de máquinas) e de títulos (todas as vagas), em datas a serem definidas.

 

Com relação ao teste objetivo, o número de questões (20, 25 ou 30) e as disciplinas (português, matemática, conhecimentos específicos, Sistema único de Saúde (SUS), conhecimentos básicos de administração pública, ética e cidadania e teoria e prática da educação) variam de acordo com a função em disputa.

 

O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital.

 

Atribuições do ajudante de serviço público

 

Executar atividades manuais não-qualificadas em oficinas vias públicas e similares de: Executar serviços relativos ao abate de animais, bem como o carregamento e descarga aos pontos de distribuição. Executar a abertura de sepultura dentro das normas de higiene e saúde pública; Executar trabalhos de conservação e limpeza de cemitério. Efetuar limpeza de ruas, parques, jardins e outros logradouros públicos, varrendo e recolhendo detritos; Transportar o lixo aos depósitos apropriados. Executar serviços de plantio, poda, coleta de mudas e conservação de parques e jardins municipais. Executar serviços de lavagem de veículos e máquinas. Coletar lixo acumulado em logradouros públicos e outros locais, despejando-os em veículos e depósitos apropriados; Executar trabalhos braçais pertinentes a obras e serviços urbanos e rurais; Auxiliar na operação de veículos, máquinas equipamentos; Executar serviços de limpeza de local de trabalho e conservação de equipamentos; Atender as normas e segurança e higiene do trabalho; Executar outras atividades correlatas que lhe forem atribuídas.

Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2018 - 12:12

Santa Bárbara MG tem concurso com vagas imediatas e CR

Oportunidades do edital são para as carreiras de auxiliar, motorista, técnico, recepcionista, contador e controlador. Iniciais de até R$ 2,9 mil

Câmara Municipal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Situada no Estado de Minas Gerais, a Câmara Municipal de Santa Bárbara oferece concurso público com sete oportunidades imediatas e formação de cadastro reserva (CR) de pessoal.

O ensino fundamental habilita a participação para as carreiras de auxiliar de serviços gerais (1 vaga; salário de R$ 1.300) e motorista (CR; R$ 1.700) - neste último caso ainda é exigida CNH mínimo “B”.

Candidatos que concluíram o nível médio podem concorrer às ocupações de técnico administrativo (3 ; R$ 1.500) e recepcionista (1; R$ 1.500).

O diploma de formação superior específica é imprescindível para pleitear os cargos de contador (1; R$ 2.950) e controlador interno (2; R$ 2.950).

Consta no edital que todos os servidores deverão cumprir jornadas de trabalho de 30 horas semanais para fazer jus às remunerações.

Participação e triagem

As inscrições do concurso ficarão abertas a partir das 9h de 24 de setembro até as 20h de 26 de outubro na página eletrônica da Fundep (www.gestaodeconcursos.com.br). É cobrada uma taxa no valor de R$ 60 (ensino fundamental), R$ 80 (médio) ou R$ 100 (superior).

Os concorrentes terão de prestar uma prova objetiva com 30, 40 ou 50 questões de múltipla escolha, conforme o nível de escolaridade. Ainda haverá análise de títulos para os postos de ensino superior.

Com duração máxima de três ou quatro horas, a avaliação objetiva está marcada para o dia 9 de dezembro, em locais e horários a serem divulgados com antecedência pela banca organizadora.

O teste para nível fundamental terá 15 itens de português, dez de atualidades e cinco de matemática, enquanto o para médio apresentará 15 de português, 15 de conhecimentos de informática, cinco de matemática e cinco de legislação pública.

Já para as funções que exigem ensino médio serão 15 perguntas de português, dez de legislação pública, cinco de conhecimentos de informática e 20 de conhecimentos específicos.

Continuar lendo

Atualizado: 13/08/2018 - 15:27

Concurso em Santa Rita de Caldas MG paga até R$ 9,8 mil

Chances são destinadas ao quadro de servidores da área da saúde. Inscrições serão recebidas entre 8 de outubro e 9 de novembro

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Santa Rita de Caldas, em Minas Gerais, abriu processo seletivo destinado a preencher 16 vagas. O município oferece salários acima de R$ 9.800, de acordo com o edital

 

Há oportunidades de nível fundamental para auxiliar de consultório odontológico (1 posto e salário de R$ 1.025,85), auxiliar de enfermagem (2 - R$ 1.02,85) e auxiliar de farmácia (1 - R$ 1.025,85).

 

A função de agente comunitário de saúde (4 - R$ 1.110,31) é destinada a profissionais com ensino médio

 

Estão em disputa cargos de nível superior para assistente social (3 - R$ 1.463,70), dentista (1 - R$ 2.872,72), enfermeiro (1 - R$ 3.429,24), médico (1 - R$ 9.861,66) e psicólogo (2 - R$ 1.463,70). 

 

 

Inscrição e etapas

 

 

As inscrições abrem às 10h de 8 de outubro e se encerram às 19h de 9 de novembro, devendo ser efetuadas pelo site www.imamconcursos.org.br. As taxas custam R$ 55 (ensino fundamental), R$ 60 (médio) e R$ 90 (superior). 

 

A seleção envolverá prova objetiva para todos os cargos, com aplicação em 8 e/ou 9 de dezembro, além de curso de formação inicial e continuada para agente comunitário de saúde, em período a ser definido.  

 

O processo seletivo terá validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério da Prefeitura de Santa Rita de Caldas, conforme estabelece o edital.

 

 

Conteúdo programático parcial

 

 

Língua portuguesa - Texto: Interpretação e compreensão (informativo, jornalístico ou literário). Ortografia: emprego das letras; acentuação gráfica. Classes gramaticais: emprego e flexão do substantivo, adjetivo, pronome e verbo. Sintaxe de concordância; sintaxe de regência. Ocorrência de crase. Pontuação.

 

Sistema Único de Saúde (SUS) - ESTRUTURA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE: legislação fundamental e normas operacionais do sistema, princípios, estrutura administrativa e financeira, responsabilidades dos três níveis Federativos. O MODELO DE ASSISTÊNCIA NO SUS: Níveis de assistência (primário, secundário e terciário), escopo da assistência: promoção da saúde, prevenção, terapêutica e reabilitação, estrutura em rede regionalizada e hierarquizada, responsabilidade sanitária, humanização do cuidado, características e funções da atenção primária à saúde, estratégia da saúde da família, gestão da assistência e gestão da clínica, organização da rede de urgência e emergência, regulação da assistência, e planejamento em saúde pública. EPIDEMIOLOGIA: Epidemiologia das doenças transmissíveis (cadeia causal e mecanismos de prevenção para as principais patologias transmissíveis no país). HUMANIZAÇÃO E SAÚDE.
 

Continuar lendo

Atualizado: 13/08/2018 - 14:45

Rio Manso MG divulga edital de concurso para 30 vagas

Oportunidades estão distribuídas entre funções destinadas a profissionais de todas as escolaridades. Inscrições começam em 18 de outubro

Diversos cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Rio Manso, no interior de Minas Gerais, publicou edital de concurso destinado a preencher 30 vagas imediatas em cargos de todas as escolaridades.

 

Profissionais com nível fundamental incompleto podem concorrer como motorista (2 postos e salário de R$ 1.220), operador de máquinas pesadas (1 - R$ 1.270) e operário (1 - R$ 970), enquanto candidatos que concluíram esse ciclo escolar têm opções nas seguintes funções: auxiliar de comunicação (2 - R$ 970), auxiliar de enfermagem (1 - R$ 1.070), auxiliar de saúde (2 - R$ 970), monitor escolar (1 - R$ 1.070) e servente escolar (1 - R$ 954).

 

Ensino médio é requisito para agente administrativo (1 - R$ 954), agente de endemias e vigilância sanitária (2 - R$ 1.014), agente social/orientador social (1 - R$ 954), monitor educacional (2 - R$ 954), professor de educação básica (1 - R$ 1.281,93), secretário escolar (1 - R$ 1.216,96), técnico de enfermagem (3 - R$ 1.120) e técnico em administração (1 - R$ 1.120).   

 

Estão em disputa carreiras de nível superior para enfermeiro (1 - R$ 1.670), enfermeiro PSF (2 - R$ 1.670), fisioterapeuta (2 - R$ 1.570), professor de educação física (1 - R$ 1.666,48) e psicólogo (1 - R$ 1.620).

 

 

Inscrições e etapas

 

 

Será possível se inscrever entre 9h de 18 de outubro e 23h59 de 18 de novembro, mediante a realização de cadastro no site www.exameconsultores.com.br. As taxas variam de R$ 48 a R$ 81.  

 

A seleção envolverá provas objetiva (todos os cargos) e prática (operador de máquinas pesadas), em 16 de dezembro, além de avaliação de títulos (vagas de nível superior), com entrega dos documentos em 16 de janeiro. 

 

O processo seletivo terá validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério da Prefeitura de Rio Manso, conforme estabelece o edital.

 

 

Atribuições de alguns cargos

 

 

Monitor escolar - Apoiar a criança e o adolescente em seu processo de desenvolvimento, fortalecendo sua autoestima, em estreita relação com a família, a escola e a comunidade; Constatar necessidades e carências da criança e do adolescente, propor o seu encaminhamento a setores específicos de atendimento; Cooperar com a coordenação pedagógica e orientação educacional; Manter conduta profissional compatível com os princípios reguladores da Administração Pública; Acompanhar os estudantes no transporte escolar; Tratar o público com zelo e urbanidade; Seguir as normas e rotinas existentes no órgão educacional; Executar outras tarefas correlatas.

 

Auxiliar de comunicação - Receber, prestar informações ao público; Receber, protocolar e encaminhar expedientes; Efetuar ligações telefônicas internas e externas; Providenciar ligações interurbanas; Prestar informações relacionadas com a unidade; Identificar defeitos nos aparelhos telefônicos, ou na mesa; Organizar listas de endereços telefônicos de interesse da Prefeitura; Zelar pela limpeza e conservação da mesa telefônica e do trabalho; Receber/expedir malas; Preparar objetos para expedição; Preparar objetos em serviços internos; Arquivar documentos inerentes às atividades junto à Agência dos Correios; Manter a unidade em condições de organização e limpeza; Devolver malas vazias; Transportar mala entre a unidade e o local de onde a carga é recebida/expedida (parada de ônibus, por exemplo), ou Agência Vinculadora na inexistência de Linha regular; Receber e tratar objetos previamente selados, cujos selos não tenham sido adquiridos na AGC; Dispor dos produtos: selos ordinários e comemorativos e aerograma nacional, internacional e social, na agência; Distribuir os objetos em Caixa Postal Comunitária e/ou Posta Restante; Retirar objetos de Caixa de Coleta; Distribuir objetos de correspondência em domicílio, conforme a necessidade e viabilidade da localidade; Desempenhar tarefas afins.

 

Servente escolar - Varrer, raspar e encerar assoalhos; lavar ladrilhos, azulejos, pisos, vidraças e vasilhame; Manter a higiene das instalações sanitárias; Limpar as salas antes do início das aulas; Zelar pela boa ordem e limpeza do material didático; Colaborar na disciplina dos escolares nos corredores, nos recreios e na entrada e saída das aulas; Prestar assistência especial aos alunos que durante o período de aulas se ausentarem das classes; Colaborar na limpeza e ornamentação do estabelecimento, em dias de festa; Dar sinal para início e término das aulas; Comparecer a reuniões, quando convocado pelo diretor; Receber e transmitir recados; Cuidar de hortas, jardins, quadras de esportes e demais dependências da escola; desempenhar tarefas afins.
 

Continuar lendo

Atualizado: 13/08/2018 - 11:53

CRECI MG abre concurso para níveis médio e superior

Oferta é de nove vagas e cadastro reserva para os cargos de profissional de fiscalização, profissional de suporte administrativo e advogado

Ganhos de até R$ 4,1 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do concurso do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de Minas Gerais (CRECI/MG). A seleção visa o preenchimento de nove vagas imediatas, além de cadastro reserva (CR). Ofertas serão lotadas nas cidades de Belo Horizonte, Patos de Minas, Sete Lagoas, Viçosa, Divinópolis, Pouso Alegre e Uberaba.

Quem tem o ensino médio completo pode se inscrever para as funções de profissional de fiscalização (3 vagas + CR) e profissional de suporte administrativo (6 + CR). O primeiro posto ainda exige carteira de habilitação categoria “B” e paga R$ 3.028,88 e o segundo conta com salário de R$ 1.633,75. 

O cargo de profissional de suporte técnico - advogado pleno (CR) requer nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 4.175,35. 

O órgão ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: vale-refeição no valor diário de R$ 40 e vale-alimentação no valor diário de R$ 20 (por dia trabalhado); assistência médica; assistência odontológica; e vale-transporte.

 

Inscrições e provas

 

Interessados em concorrer a uma das vagas devem preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico do Instituto Nosso Rumo (www.nossorumo.org.br), organizador do processo de seleção. Os valores da taxa são de R$ 38 para profissional de suporte administrativo, R$ 50 para profissional de fiscalização e R$ 70 para advogado. O prazo para registro das candidaturas se encerrará no dia 10 de setembro. 

Os candidatos serão avaliados por meio de duas etapas: prova objetiva de múltipla escolha para todos os cargos e análise de títulos apenas para nível superior. 

A prova objetiva terá duração máxima de três horas e será aplicada nas cidades vinculadas ao cargo na data prevista de 21 de outubro, em locais e horários a serem comunicados, oportunamente, através de edital de convocação, a ser divulgado no site do Instituto Nosso Rumo. 

Para os empregos de ensino médio, a avaliação será composta por 40 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de legislação específica. Já para nível superior serão 50 questões, sendo 12 de língua portuguesa, seis de matemática e raciocínio lógico, cinco de conhecimentos de informática, 12 de legislação específica e 15 de conhecimentos específicos. 

 

Atribuições

 

Profissional de fiscalização - organizar, controlar e elaborar diariamente a programação dos serviços de fiscalização a serem executados; executar as atividades de fiscalização do exercício da profissão de corretor de imóveis no município sede da delegacia regional de lotação e municípios cuja distância não ultrapasse duzentos e cinquenta quilômetros (não considerada a volta), a fim de cumprir um dos objetivos institucionais da autarquia, mediante planos de ação fiscal determinados e aprovados pela diretoria executiva; pesquisar e coligir anúncios em jornais, painéis, panfletos, faixas, cartazes ou stand de vendas de construtoras, incorporadoras ou loteamentos e incorporações, verificando neles ou em razão deles, o cumprimento das formalidades inerentes ao exercício da profissão de corretor de imóveis; executar outras tarefas. 

Profissional de suporte administrativo - atender ao corretor de imóveis e ao público em geral, na recepção do órgão, por contato pessoal e/ou por telefone, primando pela eficiência e urbanidade dos serviços prestados; proceder, caso necessário, ao encaminhamento das pessoas recepcionadas para as unidades organizacionais competentes; responder a e-mails direcionados ao setor; atender às ligações externas e repassá-las ao seu destino de competência; emitir listagem das ligações telefônicas realizadas, encaminhando-as à chefia imediata para exame e demais providências; realizar serviços de digitação em geral, tais como: relatórios, ofícios, correspondências e outros documentos administrativos; entre outras.

Profissional de suporte técnico (advogado) - consultar legislações, jurisprudências e doutrinas das diversas especialidades jurídicas, estudando-as, a fim de assessorar e assistir juridicamente o CRECI/MG; prestar e/ou obter informações relacionadas à área jurídica, contatando instituições jurídicas, públicas ou privadas e/ou de pessoas físicas; emitir pareceres jurídicos sobre as matérias de competência, consultando doutrinas, legislações e jurisprudências aplicáveis, a fim de resguardar, prevenir ou reivindicar direitos; entre outras.

Continuar lendo

Atualizado: 10/08/2018 - 09:06

Último dia de inscrição para o concurso da Emater MG

Com ofertas na capital e em outras 11 regiões do Estado, seleção preencherá postos com salários de até R$ 5,6 mil, além de benefícios

97 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) encerra às 13h desta sexta-feira (10) as inscrições para o concurso destinado a preencher 97 vagas, além de formar cadastro reserva. 

 

As ofertas de ensino médio/técnico são para assistente administrativo (22 postos), produtor de VT e audiovisuais - cinegrafista e editor de imagens (1), auxiliar técnico - suporte em informática (1) e extensionista agropecuário I (21). Os salários ficam entre R$ 2.330,61 e R$ 2.907,23. 

 

Há cargos de nível superior para extensionista agropecuário - engenharia agronômica (20), extensionista agropecuário - zootecnia (2), extensionista bem-estar social (9), analista de sistemas (2), assessor jurídico (3), auditor (2) e assistente técnico nas áreas de administração de empresas (1), arquitetura e urbanismo (1), ciências contábeis (5), comunicação social (1), designer gráfico (1), engenharia de alimentos (1), engenharia de produção (1), ciência e tecnologia de laticínios (1), geografia (1) e psicologia (1). Os vencimentos variam de R$ 4.273,44 a R$ 5.671,67. 

 

Como benefícios, a Emater concede aos servidores: plano de saúde, plano odontológico, previdência privada, seguro de vida e vale alimentação e/ou vale refeição.

• APOSTILA CONCURSO EMATER/MG 2018 - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO II

As oportunidades estão distribuídas entre a capital e as macrorregiões de Alfenas, Belo Horizonte, Curvelo, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba e Viçosa.

 

Como participar do concurso da Emater MG 2018

 

As inscrições devem ser registradas por meio do endereço eletrônico da banca Gestão Concurso (www.gestaoconcurso.com.br). As taxas custam R$ 60 (ensino médio) e R$ 90 (superior).

• APOSTILA CONCURSO EMATER/MG 2018 - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO II

Candidatos que se inscreveram entre março e abril de 2016, antes da suspensão do certame, permanecem com o registro de participação válido. Esses concorrentes devem apenas atualizar os dados cadastrais no site da empresa organizadora. 

 

Prova do concurso Emater MG 2018

 

Marcada para 23 de setembro, a prova objetiva trará 50 questões de múltipla escolha para funções de nível médio e 60 para postos com exigência de curso superior. Os participantes terão quatro horas para concluir o exame.

 

Haverá aplicação nos municípios de Belo Horizonte, Alfenas, Curvelo, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba e Viçosa.

 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico, informática e conhecimentos específicos, variando as disciplinas conforme o cargo em disputa.

 

De acordo com o edital, o concurso da Emater terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da instituição.

 

Atribuições do assistente administrativo no concurso da Emater MG

 

Exercer atividade de suporte administrativo às unidades organizacionais, elaborando e controlando prestação de contas, balancetes e demais atividades administrativas da Unidade, promovendo a organização, funcionamento, manutenção e controle na área de material, patrimônio, transporte, finanças, pessoal e áreas afins.

 

Concurso Emater 2018: atribuições do extensionista agropecuário

 

Atuar como técnico de nível médio em agropecuária e de acordo com sua habilitação legal na prestação de serviços aos clientes da Empresa; participar da elaboração, execução e acompanhamento dos programas municipais de assistência técnica e extensão rural dos municípios atendidos pela Empresa; Auxiliar na elaboração de projetos, realizando levantamentos, orçamentos e avaliações necessárias a sua conclusão; prestar assistência técnica aos clientes, acompanhando-os e orientando-os nos projetos elaborados.

Continuar lendo

Atualizado: 09/08/2018 - 10:31

Santa Rita de Caldas MG divulga concurso com 71 vagas

Oportunidades na prefeitura são para candidatos de todos os níveis de escolaridade. Os salários iniciais oferecidos chegam a R$ 4,3 mil

Vários cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O município de Santa Rita de Caldas, localizado no Estado de Minas Gerais, divulgou um novo edital de concurso público para preenchimento de 71 vagas do quadro de pessoal da prefeitura. Do total de ofertas, seis são reservadas a pessoas com deficiência. 

Candidatos alfabetizados podem concorrer para as funções de faxineiro (2 vagas), gari (8), lavador de carros (1), lixeiro - coletor de lixo (2), trabalhador braçal (5), pronto atendimento (2) e vigia (1). O salário inicial é de R$ 1.025,85.

Para ensino fundamental, as chances são para motorista (5), operador de máquinas (3), auxiliar de serviços educacionais I (1), agente administrativo I (8) e auxiliar administrativo I do pronto atendimento (2). Os vencimentos oscilam entre R$ 1.025,85 e R$ 1.117,54. 

Aqueles que têm o ensino médio estão aptos às carreiras de monitor de creche (5) e técnico de enfermagem de pronto atendimento (4), cujo ganho é de R$ 1.025,85. O segundo posto ainda exige curso técnico na área. 

Nível superior é requisito para os cargos de fisioterapeuta (1), médico pediatra (1), enfermeiro do pronto atendimento (4), supervisor escolar (1), farmacêutico do pronto atendimento (1), médico plantonista do pronto atendimento (8), nutricionista (1), professor da educação básica II (1) e professor da educação básica II nas especialidades de apoio a crianças especiais (1), artes musicais (1), educação física (1) e inglês (1). As remunerações variam de R$ 1.418,90 a R$ 4.315,99. 

 

Inscrições e provas

 

O IMAM Concursos é o responsável pela organização e execução do processo de seleção. Interessados deverão se inscrever no endereço eletrônico www.imamconcursos.org.br a partir das 10h do dia 8 de outubro até as 19h de 9 de novembro. As taxas oscilam entre R$ 40 e 100. 

Os participantes serão avaliados por meio das seguintes etapas: prova objetiva para todos os cargos; prova de redação para professores; e análise de títulos para nível superior. 

A prova objetiva será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de português, matemática, informática, SUS/saúde pública, teoria e prática da educação e/ou conhecimentos específicos. Ela será aplicada nos dias 8 e/ou 9 de dezembro, sendo confirmadas as datas e informados os locais e horários no cartão de inscrição, a ser publicado em momento oportuno.

Continuar lendo

Atualizado: 09/08/2018 - 09:12

Concurso MRE: prova para diplomata será aplicada dia 26

Carreira paga R$ 18 mil e é destinada profissionais com curso superior em qualquer área de conhecimento

26 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O concurso do Ministério das Relações Exteriores (MRE) para a carreira de diplomata no Instituto Rio Branco tem a prova da primeira fase prevista para 26 de agosto. Estão em disputa 26 vagas, sendo cinco reservadas a negros e duas a pessoas com deficiência.

 

Podem participar da seleção profissionais com diploma de curso superior (em qualquer área) emitido por instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Com salário inicial de R$ 18.059,83, o cargo de diplomata tem como principais atribuições atividades de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional.

 

• CURSO PARA O CONCURSO MRE 2018 - DIPLOMATA

 

As inscrições foram recebidas até 16 de julho, por meio do site www.cespe.unb.br. A taxa de participação custou R$ 230.

 

 

Etapas do concurso do MRE para diplomata 2018

 

 

O concurso para diplomata será iniciado com a aplicação de prova objetiva contendo 73 questões de múltipla escolha, marcada para 26 de agosto. 

 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, língua inglesa, história mundial, história do Brasil, política internacional, geografia, noções de economia e noções de direito e direito internacional público. 

 

A segunda etapa compreenderá exames escritos de língua portuguesa e língua inglesa, previstos para ocorrer em 22 e 23 de setembro, respectivamente. 

 

Na sequência, entre 28 e 30 de setembro, os inscritos no concurso de diplomata serão submetidos a provas escritas sobre história do Brasil, política internacional, geografia, noções de economia, noções de direito e direito internacional público e línguas espanhola e francesa. 

 

A avaliação da primeira etapa ocorrerá nas capitais dos 26 Estados brasileiros e em Brasília. Nas demais fases, haverá aplicação nas cidades onde houver candidatos convocados.

 

O resultado está previsto para ser divulgado em 21 de dezembro. Os aprovados no concurso para diplomata do MRE ingressarão na classe inicial de terceiro secretário e deverão se matricular no curso de formação do Instituto Rio Branco, na capital federal, de acordo com o edital
 

 

Conteúdo programático parcial para o concurso de diplomata 2018

 

 

Língua portuguesa (primeira e segunda fases) - 1 Língua portuguesa: modalidade culta usada contemporaneamente no Brasil. 1.1 Sistema gráfico: ortografia, acentuação e pontuação; legibilidade. 1.2 Morfossintaxe. 1.3 Semântica. 1.4 Vocabulário. 2 Leitura e produção de textos. 2.1 Compreensão, interpretação e análise crítica de textos escritos em língua portuguesa. 2.2 Conhecimentos de linguística, literatura e estilística: funções da linguagem; níveis de linguagem; variação linguística; gêneros e estilos textuais; textos literários e não literários; denotação e conotação; figuras de linguagem; estrutura textual. 2.3 Redação de textos dissertativos dotados de fundamentação conceitual e factual, consistência argumentativa, progressão temática e referencial, coerência, objetividade, precisão, clareza, concisão, coesão textual e correção gramatical. 2.3.1 Defeitos de conteúdo: descontextualização, generalização, simplismo, obviedade, paráfrase, cópia, tautologia, contradição. 2.3.2 Vícios de linguagem e estilo: ruptura de registro linguístico, coloquialismo, barbarismo, anacronismo, rebuscamento, redundância e linguagem estereotipada.


Língua inglesa (primeira e segunda fases) - Primeira Fase: 1 Compreensão de textos escritos em língua inglesa. 2 Itens gramaticais relevantes para compreensão dos conteúdos semânticos. Segunda Fase: 1 Redação em língua inglesa: expressão em nível avançado; domínio da gramática; qualidade e propriedade no emprego da linguagem; organização e desenvolvimento de ideias. 2 Tradução do Inglês para o Português: fidelidade ao texto-fonte; respeito à qualidade e ao registro do texto-fonte; correção morfossintática e lexical. 3 Versão do Português para o Inglês: fidelidade ao texto-fonte; respeito à qualidade e ao registro do texto-fonte; correção morfossintática e lexical. 4 Resumo: capacidade de síntese e de reelaboração em Inglês correto.

 

Política internacional (primeira e terceira fases) - 1 Relações internacionais: conceitos básicos, atores, processos, instituições e principais paradigmas teóricos. 2 A política externa brasileira: evolução desde 1945, principais vertentes e linhas de ação. 3 O Brasil e a América do Sul. 3.1 Integração na América do Sul. 3.2 O MERCOSUL: origens do processo de integração no Cone Sul. 3.3 Objetivos, características e estágio atual de integração. 3.4 A Iniciativa de Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (IIRSA). 3.5 A União Sul-Americana de Nações: objetivos e estrutura. 3.6 O Conselho de Defesa da América do Sul. 4 A política externa argentina; a Argentina e o Brasil. 5 A política externa norte-americana e relações com o Brasil. 6 Relações do Brasil com os demais países do hemisfério. 7 A Política externa francesa e relações com o Brasil. 8 Política externa inglesa e relações com o Brasil. 9 Política externa alemã e relações com o Brasil. 10 A União Europeia e o Brasil. 11 Política externa russa e relações com o Brasil. 12 A África e o Brasil. 13 A política externa da China, da Índia e do Japão; relações com o Brasil. 14 Oriente Médio: a questão palestina; Síria, Iraque, Irã e outras situações nacionais relevantes. 15 A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. 16 A agenda internacional e o Brasil: 16.1 O multilateralismo de dimensão universal: a ONU; as Conferências Internacionais; os órgãos multilaterais. 16.2 Desenvolvimento. 16.3 Pobreza e ações de combate à fome. 16.4 Meio ambiente. 16.5 Direitos Humanos. 16.6 Comércio internacional e Organização Mundial do Comércio (OMC). 16.7 Sistema financeiro internacional. 16.8 Desarmamento e não-proliferação. 16.9 Conflito étnico, sectário e nacionalismo: os casos do Bálcãs e do Oriente Médio (por exemplo: Síria, Líbano, Iraque). 16.10 Crimes de guerra e crimes contra a humanidade: genocídio, holocausto e a Corte Penal Internacional. 16.11 Políticas de identidade: gênero, raça e religião como vetores da política mundial. 16.12 Terrorismo. 16.13 Narcotráfico. 16.14 A reforma das Nações Unidas. 17 O Brasil e o sistema interamericano. 18 O Brasil e a formação dos blocos econômicos. 19 A dimensão da segurança na política exterior do Brasil. 20 O Brasil e as coalizões internacionais: o G-20, o IBAS e o BRICS. 21 O Brasil e a cooperação sul-sul.

 

Geografia (primeira e terceira fases) -1 História da Geografia. 1.1 Expansão colonial e pensamento geográfico. 1.2 A Geografia moderna e a questão nacional na Europa. 1.3 As principais correntes metodológicas da Geografia. 2 A Geografia da População. 2.1 Distribuição espacial da população no Brasil e no mundo. 2.2 Os grandes movimentos migratórios internacionais e intranacionais. 2.3 Dinâmica populacional e indicadores da qualidade de vida das populações. 3 Geografia Econômica. 3.1 Globalização e divisão internacional do trabalho. 3.2 Formação e estrutura dos blocos econômicos internacionais. 3.3 Energia, logística e reordenamento territorial pós-fordista. 3.4 Disparidades regionais e planejamento no Brasil. 4 Geografia Agrária. 4.1 Distribuição geográfica da agricultura e pecuária mundiais. 4.2 Estruturação e funcionamento do agronegócio no Brasil e no mundo. 4.3 Estrutura fundiária, uso da terra e relações de produção no campo brasileiro. 5 Geografia Urbana. 5.1 Processo de urbanização e formação de redes de cidades. 5.2 Conurbação, metropolização e cidades-mundiais. 5.3 Dinâmica intraurbana das metrópoles brasileiras. 5.4 O papel das cidades médias na modernização do Brasil. 6 Geografia Política. 6.1 Teorias geopolíticas e poder mundial. 6.2 Temas clássicos da Geografia Política: as fronteiras e as formas de apropriação política do espaço. 6.3 Relações Estado e território. 6.4 Formação territorial do Brasil. 7 Geografia e gestão ambiental. 7.1 O meio ambiente nas relações internacionais: avanços conceituais e institucionais. 7.2 Macro divisão natural do espaço brasileiro: biomas, domínios e ecossistemas. 7.3 Política e gestão ambiental no Brasil.
 

Continuar lendo

Atualizado: 07/08/2018 - 15:46

Concurso IBGE: cresce expectativa para 1.800 vagas

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística encaminhou solicitação para oportunidades nos níveis médio e superior de ensino. Salários de até R$ 8,2 mil

Técnico e analista

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Ainda está em avaliação no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Getão (MPDG) o pedido do novo concurso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O órgão solicitou autorização para o preenchimento de 1.800 vagas efetivas em seu quadro de pessoal

 O presidente do instituto, Roberto Olinto, já reconheceu diversas vezes a necessidade urgente para a realização deste certame. Ele chegou a ressaltar que "é prioridade absoluta dessa direção concurso e plano de carreira. Sem concurso e sem carreira a história do IBGE pode se encerrar de forma melancólica. A nossa preocupação é comunicar ao Ministério do Planejamento essa situação de forma incisiva. O impacto disso vai trazer sérios danos ao IBGE”.

Em dezembro do ano passado, o instituto solicitou o aval para 1.200 chances de técnico em informações geográficas e estatísticas e outras 600 para a carreira de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas.

Atualmente, a solicitação está em trâmite na Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento. Desde que foi encaminhada, ela sofreu várias movimentações dentro da Pasta.

Sobre as carreiras do concurso IBGE 2018

A função de técnico destina-se aos candidatos com certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). O salário vigente corresponde a R$ 3.890,87 contando com o vale-alimentação.

Já o posto de analista exige formação superior completa, sendo que diversos cursos são aceitos. Consta na tabela de remuneração dos servidores federais que o vencimento atual é de R$ 8.213,07.

Último concurso IBGE para efetivos

No final de 2015, o órgão lançou dois editais que, juntos, apresentaram um total de 600 oportunidades. A banca organizadora do certame, na ocasião, foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Um edital ofereceu 460 chances para a carreira de técnico distribuídas entre diversos Estados. A validade dele encerra no dia 30 de maio de 2018, já contando com a prorrogação.

O outro teve 90 chances para analista e 50 para tecnologista, também com lotação em vários Estados. O prazo dele vai terminar em 14 de junho de 2016, com o acréscimo da prorrogação.

Continuar lendo

Atualizado: 07/08/2018 - 10:56

Concurso Ibama: aguardada AUTORIZAÇÃO para 1.888 vagas

O Ibama tem o intuito de abrir concurso com oportunidades para técnico e analista, com exigência de níveis médio e superior. Os salários iniciais oferecidos pelo órgão chegam a R$ 7,7 mil

Três cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) ainda analisa o pedido para a realização de novo concurso do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). A solicitação foi enviada recentemente e há uma grande expectativa para que a autorização seja liberada ainda este ano
 
O requerimento encaminhado solicita um total de 1.888 vagas, e não mais 1.529 como anteriormente. De tais oportunidades, 759  são para técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para analista administrativo.
 
As carreiras de analista ambiental e analista administrativo do concurso do Ibama exigem nível superior, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com ensino médio.
 
As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458. 
 

Últimos concursos do Ibama para analista


 
A seleção anterior para analista ambiental do Ibama foi aberto em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 para a área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 para licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 para monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 para gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.
 
Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.
 
Os dois processos seletivos foram organizados pelo Cespe/UnB.
Continuar lendo

Atualizado: 06/08/2018 - 14:38

Concurso em Turvolândia MG tem vagas na área da saúde

Oferta no concurso da Prefeitura Municipal de Turvolândia é de duas vagas para os cargos de enfermeiro e psicólogo. Inscrições serão recebidas entre 8 e 17 de agosto

Nível superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado de Minas Gerais, a Prefeitura Municipal de Turvolândia divulgou um novo edital de concurso público que selecionará dois profissionais da área da saúde para atender o Programa Saúde da Família (PSF) e o Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF). 

Ofertas estão distribuídas entre os cargos de enfermeiro e psicólogo, que requerem nível superior e registro no órgão de classe. Os respectivos salários iniciais são de R$ 2.063 e R$ 1.595. 

Para participar basta preencher o formulário de inscrição na página eletrônica www.jcmconcursos.com.br e efetuar o pagamento da taxa, nos valores de R$ 75 para psicólogo e R$ 100 para enfermeiro. As candidaturas deverão ser registradas entre os dias 8 e 17 de agosto. 

Todos os inscritos no concurso da Prefeitura de Turvolândia serão avaliados por meio de uma única etapa: prova objetiva. Ela contemplará 40 questões de múltipla escolha, sendo dez de português (peso 2), dez de raciocínio lógico (peso 2), dez de conhecimentos gerais (peso 2) e dez de conhecimentos específicos (peso 4). 

Com duração máxima de três horas, a avaliação será aplicada no município de Turvolândia/MG no dia 2 de setembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser publicado em momento oportuno. 

 

Atribuições dos cargos da Prefeitura de Turvolândia MG

 

Enfermeiro - realizar cuidados diretos de enfermagem nas urgências e emergências clínicas, fazendo a indicação para a continuidade da assistência prestada; planejar, gerenciar, coordenar; executar e avaliar a unidade de saúde; executar as ações de assistência integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto e idoso; realizar ações de saúde em diferentes ambientes, na unidade de saúde e, quando necessário, no domicílio; realizar as atividades correspondentes às áreas prioritárias de intervenção na atenção básica, definidas na Norma Operacional da Assistência à Saúde NOAS - 2001; aliar a atuação clínica à prática da saúde coletiva; organizar e coordenar a criação de grupos de patologias específicas, como de hipertensos, de diabéticos, etc; supervisionar e coordenar ações para capacitação dos de técnicos de enfermagem, com vistas ao desempenho de suas funções; organização e direção dos serviços de enfermagem e de suas atividades técnicas e auxiliares; planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços da assistência de enfermagem; entre outras. 

Psicólogo - fornecer, a quem de direito, na prestação de serviços psicológicos, informações concernentes ao trabalho a ser realizado e ao seu objetivo profissional; orientar a quem de direito sobre os encaminhamentos apropriados, a partir da prestação de serviços psicológicos, e fornecer, sempre que solicitado, os documentos pertinentes ao bom termo do trabalho; promover o reconhecimento dos usuários como sujeitos de direito e o fortalecimento de políticas públicas, promovendo ainda o fortalecimento de vínculos sócio - afetivos; buscar a autonomia, independência e transformação da realidade de sujeitos em situação de risco e vulnerabilidade social, como uma atuação comprometida com a promoção de direitos, de cidadania, da saúde e da própria vida; realizar atividades voltadas para a atenção e prevenção a situações de risco, objetivando atuar nas situações de vulnerabilidade por meio do fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários; promover e favorecer o desenvolvimento da autonomia dos indivíduos, oportunizando o empoderamento da pessoa, dos grupos e das comunidades; entre outras. 

Continuar lendo

Shopping