Edital retificado

Guarda-Mor MG reabre inscrição de concurso com 207 vagas

Novo prazo vai até 2 de janeiro. Distribuídas entre carreiras de todas as escolaridades, chances têm salários acima de R$ 11,4 mil

Samuel Peressin
Publicado em 07/12/2018, às 15h43

O município mineiro de Guarda-Mor, a cerca de 600 km da capital, reabriu as inscrições para o concurso público destinado a preencher 207 vagas imediatas no quadro de servidores da prefeitura.

O edital teve alterações nos salários e requisitos para alguns cargos. Além disso, o número de postos reservados a pessoas com deficiência foi alterado, passando de seis para 11.  

Com nível fundamentalincompleto é possível concorrer às carreiras de faxineira (8 postos e salário de R$ 956,30), gari (6 - R$ 956,30), operário de serviços gerais (18 - R$ 956,30), vigia (5 - R$ 956,30), operador de máquinas pesadas N1 (1 - R$ 1.453,12), operador de máquinas pesadas N2 (6 - R$ 1.695,31), sepultador (1 - R$ 1.065), faxineira (2 - R$ 956,30), cozinheira (2 - R$ 956,30), auxiliar de serviços gerais (4 - R$ 956,30), faxineira de apoio da Saúde (2 - R$ 956,30), vigia de apoio da Saúde (3 - R$ 956,30), motorista N1 (7 - R$ 1.065), motorista N2 (19 - R$ 1.453,12), motorista de apoio da Saúde (4 - R$ 1.065) e motorista de apoio da Educação (1 - R$ 1.453,12). Já quem concluiu tal ciclo escolar está apto a disputar o cargo de zelador escolar (1 - R$ 974,24).

Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de Guarda-Mor para assistente administrativo (4 - R$ 1.016,59), fiscal municipal de obras (1 - R$ 1.016,59), fiscal municipal de posturas (1 - R$ 1.016,59), fiscal municipal de tributos (1 - R$ 1.016,59), fiscal municipal sanitário (1 - R$ 1.016,59), fiscal municipal de meio ambiente (1 - R$ 1.016,59), auxiliar técnico administrativo de apoio da Saúde (4 - R$ 1.016,58), auxiliar técnico de apoio da Educação (3 - R$ 1.016,59) e secretário escolar (4 - R$ 1.227,87).

Docentes com habilitação de nível médio para o magistério têm chances como professor de educação infantil - creche (13 - R$ 1.228). Candidatos com formação técnica, por sua vez, encontram opções como técnico de saúde bucal (1 - R$ 1.300), técnico de enfermagem (12 - R$ 1.300) e auxiliar de saúde bucal (1 - R$ 1.300).

As oportunidades que cobram curso superior são para analista jurídico (3 - R$ 2.978,88), assistente social (4 - R$ 2.232,87), educador físico (3 - R$ 2.232,87), fonoaudiólogo (1 - R$ 2.232,87), nutricionista (1 - R$ 2.232,87), psicólogo (3 - R$ 2.232,87), bioquímico (1 - R$ 2.232,87), enfermeiro (6 - R$ 2.978,88), farmacêutico (2 - R$ 2.232,87), fisioterapeuta (1 - R$ 1.488,58), fonoaudiólogo NASF (1 - R$ 3.315,21), nutricionista (1 - R$ 1.488,58), nutricionista NASF (1 - R$ 3.315,21), historiador (1 - R$ 1.488,59), médico plantonista (14 - R$ 1.343,35), médico PSF (3 - R$ 11.443,95), médico cardiologista (1 - R$ 6.007,59), médico generalista (1 - R$ 5.721,97), médico ginecologista (1 - R$ 6.007,59), médico ortopedista (1 - R$ 6.007,59), médico pediatra (1 - R$ 6.007,59), odontólogo (2 - R$ 3.388,65), pedagogo (1 - R$ 2.232,87), professor de apoio em educação especial (3 - R$ 1.228), professor de educação física (2 - R$ 1.576,14), professor P1 (9 - R$ 1.576,14), professor de língua estrangeira (1 - R$ 1.576,14) e psicólogo de apoio da Saúde (1 - R$ 2.232,87).

Concurso Prefeitura Guarda-Mor 2018: inscrições e provas

As inscriçõesserão recebidas até 2 de janeiro, por meio do site do Instituto Nosso Rumo (www.nossorumo.org.br), banca que organiza o processo seletivo. As taxas vão de R$ 31 a R$ 53.

A seleção envolverá provas objetiva (todos os cargos), em 17 de fevereiro; prática (sepultador, operador de máquinas e motorista), em 23 ou 24 de março; e de títulos (professor e analisa jurídico), com envio dos documentos durante o período para registro de candidaturas.

De acordo com o edital, oconcurso da Prefeitura de Guarda-Mor terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Atribuições do operário de serviços gerais no concurso da Prefeitura de Guarda Mor

Executar a limpeza de ruas, parques, praças, jardins e demais logradouros públicos, executar atividades de capinação e retirada de mato, transporte e arrumação de material de construção, inclusive, carregando e descarregando veículos, lavar e limpar veículos, executar serviços de jardinagem, podas de árvores, limpeza de pátios, calçamento, colocação de meio-fio, sarjetas e paralelepípedos em vias públicas, realizar todos os tipos de movimentação de móveis, efetuar a limpeza de galerias e boca de lobo, preparo de terrenos, compactação, preparo de madeira para construção, instalação de bombas e aparelhos para rede e reservatórios de água, executar serviços de limpeza e/ou manutenção em geral nas unidades públicas bem como no auxílio a limpeza urbana, providenciando produtos e materiais necessários para manter as condições de conservação e higiene, verificar a existência de material de limpeza e outros itens relacionados com o seu trabalho, comunicando o superior quando da necessidade de reposição.

Concurso Prefeitura Guarda-Mor: atribuições do assistente administrativo

Efetua diversas tarefas burocráticas, conferindo documentos, preparando correspondências, atualizando registro, manipulando máquinas de escritório e microcomputador e atendendo ao público em geral, seguindo as rotinas estabelecidas, bem como procede a pesquisa e planejamento referentes a administração de pessoal, material, orçamento, organização e métodos, e apresentando soluções para situações novas, a fim de contribuir para implementação de leis, regulamentos e normas referentes a administração geral e específica, e para compatibilização dos programas administrativos com as demais medidas em execução.

Sobre Prefeitura Guarda-Mor

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Comentários

Mais Lidas