Publicado: 23/10/2018 - 12:10 | Atualizado: 23/10/2018 - 13:05
Publicado: 23/10/2018 - 12:10 | Atualizado: 23/10/2018 - 13:05

Prefeitura de Linhares ES oferece 230 vagas em concurso

Inscrições serão recebidas até 6 de novembro. Editais têm chances para pedagogo, instrutor de Libras, tradutor/intérprete de Libras e professor

Educação

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Linhares, no Espírito Santo, divulgou dois editais de processo seletivo para preenchimento de 230 vagas temporárias na área da educação, além de formação de cadastro reserva.

As oportunidades estão distribuídas entre os cargos de pedagogo, instrutor de Libras, tradutor/intérprete de Libras e professor (bilíngue; educação especial - deficiência intelectual; educação infantil e anos iniciais; artes; ciências; educação física; ensino religioso; geografia; história; inglês; matemática; e língua portuguesa).

Todas as funções têm carga horária semanal de 25 horas e remuneração inicial de R$ 1.534,59. Os pré-requisitos mínimos de escolaridade variam conforme o cargo e podem ser consultados nos editais.  

As inscrições ficam abertas até 6 de novembro, devendo ser efetuadas pelo site do Instituto de Desenvolvimento e Capacitação (Idcap), no endereço: http://www.idcap.org.br/. O valor da taxa é o mesmo para todas as vagas: R$ 60. 

Etapas do concurso da Prefeitura de Linhares ES

Marcada para 18 de novembro, a prova objetiva cobrará a resolução de 40 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, legislação e conhecimentos gerais, pedagógicos e específicos. 

A seleção inclui, ainda, avaliação prática para os concorrentes a instrutor, tradutor/intérprete e professor bilíngue, com aplicação prevista para ocorrer em 9 de dezembro. 

O concurso da Prefeitura de Linhares terá validade de um ano, a contar do início do ano letivo de 2019. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, a critério do governo municipal, de acordo com os editais. 

Concurso Prefeitura Linhares: conteúdo programático parcial

Língua portuguesa - Leitura e interpretação de texto. Estruturação do texto e dos parágrafos. Linguagem. Espaço, tempo e foco na ficção narrativa. Coerência e Coesão. Separação de sílabas. Acentuação gráfica. Pontuação. Morfossintaxe. Classe, Estrutura, Formação e significação de vocábulos. Estrutura de Palavras. Formação de Palavras. Significado de Palavras. Sintaxe. As Classes de Palavras: Adjetivo, Advérbio, Artigo, Preposição, Conjunção, Interjeição, Numeral, Pronomes, Substantivos, Verbos, Linguagem Figurada, Pontuação, Crase. Ortografia (atualizada conforme as regras do novo Acordo Ortográfico). Fonética e Grafema. Encontros vocálicos. Encontros Consonantais. Dígrafos. Período: classificação. Termo da oração: essenciais, integrantes e acessórios. Orações: coordenadas e subordinadas, Concordância nominal, Concordância verbal. Regência verbal. Emprego da crase. Colocação dos pronomes átonos. Semântica. Sinônimos. Antônimos. Homônimos. Parônimos. Denotação e conotação. Figura de linguagem. Figura de palavras: comparação, metáfora, Metonímia, Catacrese. Figura de construção: Elipse, Hipérbole, Pleonasmo, Silepse. Figuras de pensamento: Antítese, Eufemismo e Prosopopeia.

Conhecimentos gerais - Lei Orgânica do município de Linhares. Política, economia, geografia sociedade, cultura e História de Linhares. Atualidades - Fatos e notícias locais, nacionais e internacionais sobre diversos assuntos veiculados nos meios de comunicação de massa, como jornais, revistas, rádios, televisão e internet. Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, segurança, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade socioambiental e ecologia e suas vinculações históricas.

Vídeos Prefeitura Linhares

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 22/10/2018 - 16:06

Serra ES: concurso inscreve para 1.000 vagas até quinta

Todas as oportunidades são para professor. Prefeitura oferece salários iniciais que chegam a R$ 3,2 mil

Educação

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Encerra-se nesta quinta-feira (25), às 23h59, o prazo para inscrições no processo seletivo da Prefeitura da Serra, no Espírito Santo, destinado a preencher 1.000 vagas temporárias de professor, além de formar cadastro reserva. 

Há oportunidades para docente de educação infantil, séries iniciais, educação especial (altas habilidades/superdotação; deficiência intelectual/mental; deficiência visual; e deficiência auditiva), bilíngue, língua portuguesa, matemática, ciências, geografia, história, inglês, educação física, arte, ensino religioso e assessoramento pedagógico. 

Os salários variam conforme a formação acadêmica de cada professor. Os vencimentos começam em R$ 2.115 (licenciatura plena) e alcançam R$ 3.280,84 (doutorado). Os contratados também receberão auxílio alimentação proporcional à carga horária de trabalho. 

Concurso Serra ES: inscrições e etapas

Os interessados devem acessar o site da banca Projeta Concursos (https://projetaconcursos.com.br) para realizar a inscrição. A taxa custa R$ 30 e pode ser paga até 29 de outubro. 

A seleção envolverá duas fases: prova objetiva, marcada para ocorrer em 25 de novembro, e análise curricular, com entrega dos documentos em período a ser definido.

O concurso da Prefeitura da Serra terá validade até 31 de dezembro de 2019 ou até que se encerre o quantitativo de candidatos do cadastro reserva, de acordo com o edital.

Cronograma do concurso de professor da Prefeitura da Serra ES  


 

Continuar lendo

Atualizado: 08/10/2018 - 15:16

Iases ES: formada comissão para 53 vagas

Do total de postos autorizados, 16 são para cargos com exigência de ensino médio e 37 para nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 4,4mil. Edital em breve

Diversos cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases/ES) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta segunda-feira, 8 de outubro, a comissão organizadora do seu  novo concurso público, autorizado pelo governador Paulo Hartung em 26 de junho. Ao todo serão oferecidas 53 vagas, sendo 16 para quem possui ensino médio e 37 para carreiras com exigência de nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 4.443,60. Agora, o próximo passo é definir a banca responsável pela aplicação das provas, para que a  publicação do edital  possa ocorrer ainda neste semestre.

De acordo com o governador, o novo concurso deve reforçar áreas estratégicas do poder Executivo. “São recomposições importantes para que o estado evolua na capacidade de dar respostas aos cidadãos. Os concursos vão permitir reforçar, com um conjunto de profissionais, áreas estratégicas do governo e, no Iases, no trabalho de ressocialização de jovens que precisam ser recuperados”, disse.  

O governador ainda afirmou que o Poder Público precisa equilibrar a arrecadação de custeio com investimentos. “Para cuidar das pessoas precisamos estar com as contas organizadas. Precisamos dar um passo de cada vez e do tamanho da perna. Temos que ter muito equilíbrio e fazer contas e, com isso, estamos conseguindo aumentar o nível de investimentos em relação ao ano passado”, analisou.

A comissão do concurso  será presidida pela servidora Ana Claudia Passos Santos Silva (Seger) e contará, ainda, com os seguintes membros: Claudine Horta (Seger), Ana Maria F. Henrique Deorce (Seger), Kamilla Mota Neiva (Seger), Taisa Andrade Soares (Seger), Ticiana Lilian Zaupa (Seger), Heloiza da Rocha Rodrigues (Seger), Jorge Eduardo Francisco Cardoso (Iases), Joseani Martins Cardoso (Iases), Marleide Rodrigues da Silva (ARSP), Alieda Alves Coutinho (ARSP),  Chander Rian de Castro Freitas (Iema), Jacqueline Miceli Chicralla (Iema), Carlos Lourenço Danielli Nogueira (Ipem), Indiana Nascimento Silva de Oliveira (Ipem), Rodrigo Borges Ramalho (IOPES), Camila Rodrigues Lobo (IOPES), Tamara Matos de Moura (Detran) e Paula Mageski Cardoso (Detran). 

Ensino Médio

Todas as 16 vagas destinadas para quem possui ensino médio serão para o cargo de assistente de suporte socioeducativo. Neste caso, a remuneração inicial é de R$ 1.825,82. Além disso, os aprovados também contarão com auxílio-alimentação de R$ 300.

 

Nível Superior
Para nível superior, das 37 vagas, 15 serão destinadas para o cargo de analista de suporte socioeducativo, dez para assistente social socioeducativo, cinco para pedagogo socioeducativo e sete para psicólogo socioeducativo.

Para todas as carreiras, o inicial é de R$ 4.443,60, mas os aprovados também contarão com auxílio-alimentação de R$ 300.      

No caso de analista de suporte socioeducativo, a formação deverá ser nas áreas de administração, ciências contábeis, direito, economia e jornalismo.
Para assistente social, nível superior em serviço social e registro no conselho.

Para pedagogo socioeducativo, bacharelado em pedagogia, com registro no conselho

Por fim, para psicólogo socioeducativo, bacharelado em psicologia e registro no conselho.
   

Continuar lendo

Atualizado: 27/09/2018 - 11:15

Concurso Sedu ES: banca deve ser escolhida em breve

Novo concurso da Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo (Sedu) preencherá postos de professor e agente de suporte educacional. Níveis médio e superior

1.200 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O próximo passo para a realização do concurso da Sedu ES (Secretaria de Estado de Educação do Espírito Santo) deve ser a escolhida a banca organizadora. A seleção já recebeu autorização, em 27 de agosto, do governador Paulo Hartung para o preenchimento de 1.200 vagas distribuídas entre dois cargos. 

As oportunidades do novo certame se destinarão às carreiras de professor (1.000 postos) e agente de suporte educacional (200). A primeira função requer licenciatura em áreas específica, enquanto a outra aceitará profissionais com apenas ensino médio completo.

O órgão ainda não divulgou as especialidades do emprego de professor. Vale ressaltar que na seleção anterior havia chances em diversas áreas.

Em breve, deve ser iniciado o processo de escolha da banca organizadora do concurso da Sedu ES. Assim que definidaa empresa, será elaborado o cronograma contendo as datas de lançamento do edital, do período de inscrições e da aplicação das provas.

Concurso Sedu ES: último edital

Em 5 de fevereiro de 2018, foi encerrada as inscrições do concurso que contemplou 1.025 oportunidades. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).

A carreira de pedagogo apresentou 87 vagas e para a função de professor havia ofertas de ensino fundamental e médio nas áreas de arte (58 chances), biologia/ciências (108), educação física (73), espanhol (1), filosofia (3), física (67), geografia (117), história (58), língua inglesa (10), língua portuguesa (170), matemática (227), química (44) e sociologia (2).

Tais postos tinham como lotação os municípios de Afonso Cláudio (20); Água Doce do Norte (11); Águia Branca (3); Alegre (16); Alfredo Chaves (4); Alto Rio Novo (4); Anchieta (4); Apiacá (1), Aracruz (33); Atílio Vivácqua (1); Baixo Guandu (6); Barra de São Francisco (11); Boa Esperança (7); Bom jesus do Norte (1), Brejetuba (13); Cachoeiro de Itapemirim (40); Cariacica (180); Castelo (2); Colatina (24); Conceição da Barra (9); Conceição do Castelo (3); Divino de São Lourenço (4); Domingos Martins (5); Dores do Rio Preto (2); Ecoporanga (26); Fundão (4); Governador Lindenberg (7); Guaçuí (5); Guarapari (25); Ibatiba (4); Ibiraçu (5); Ibitirama (4); Iconha (5); Irupi (7); Itaguaçu (4); Itapemirim (5); Itarana (4); Iúna (5); Jaguaré (3); Jerônimo Monteiro (5); João Neiva (2); Laranja da Terra (2); Linhares (51); Mantenópolis (6); Marataízes (1); Marechal Floriano (3); Marilândia (6); Mimoso do Sul (1); Montanha (7); Mucurici (4); Muniz Freire (4); Muqui (5); Nova Venécia (7); Pancas (9); Pedro Canário (14); Pinheiros (7); Piúma (2); Ponto Belo (4); Presidente Kennedy (3); Rio Bananal (5); Rio Novo do Sul (8); Santa Leopoldina (3); Santa Maria de Jetibá (19); Santa Teresa (8); São Domingos do Norte (9); São Gabriel da Palha (1); São José do Calçado (1); São Mateus (12); São Roque do Canãa (5); Serra (187); Sooretama (10); Vargem Alta (1); Venda Nova do Imigrante (2); Viana (27); Vila Pavão (1); Vila Valério (4); Vila Velha (45) e Vitória (17).

Os participantes do concurso da Sedu ES foram submetidos a uma prova objetiva com 70 questões de múltipla escolha (língua portuguesa, informática e conhecimentos pedagógicos e específicos) e dois estudos de caso. O exame ocorreu nas cidades de Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, São Mateus e Vila Velha.

Concurso Sedu ES: atribuições do professor

Preparar e ministrar aulas; avaliar e acompanhar o aproveitamento do corpo discente de Ensino Fundamental e Ensino Médio, no respectivo campo de atuação, em conformidade com a previsão do anexo III da Lei nº 5.580, de 13 de janeiro de 1998 e alterações (Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério), bem como em conformidade com o artigo 13 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; zelar pela aprendizagem dos alunos; estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento; cumprir os dias letivos e horas/aula estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, a avaliação e ao desenvolvimento profissional; colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade.
 

Continuar lendo

Atualizado: 28/08/2018 - 10:58

Conceição da Barra ES realiza concurso com 131 vagas

Inscrições serão recebidas até 17 de setembro. Edital tem chances para auxiliar, motorista, agente de serviços administrativos, contador, médico, professor, entre outros cargos

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Conceição da Barra, no Espírito Santo, abriu concurso público destinado a preencher 131 vagas. A oferta salarial varia de R$ 954 a R$ 1.436,42. 

 

As carreiras de operador de serviços de apoio - administrativo (6 postos) e operador de serviços sociais/cuidador (12) são opções para candidatos com nível fundamental.

 

Ensino médio é requisito para auxiliar de secretaria escolar (7), motorista (20), secretário escolar (3), agente de serviços administrativos (17) e técnico de fiscalização de meio ambiente (1). 

 

Em nível superior há chances no concurso da Prefeitura de Conceição da Barra para contador (1), fiscal de tributos municipais (2), fiscal de obras e posturas públicas (2), biólogo (1), assistente social (7), fisioterapeuta (1), psicólogo (3) e médico nas seguintes especialidades: clínico geral (16), ortopedista (1), pediatra (1), cardiologista (1) e psiquiatra (2).

 

Também serão selecionados professores com formação nas áreas de ciências (5), arte (1), educação física (4), geografia (1), história (2), inglês (5), língua portuguesa (5) e matemática (4). 

 

 

Concurso Prefeitura Conceição da Barra: inscrições e etapas

 

 

Será possível se inscrever até as 23h59 de 17 de setembro, mediante a realização de cadastro no site www.gualimp.com.br. As taxas custam R$ 50 (nível fundamental), R$ 70 (médio) e R$ 100 (superior).  

 

A seleção envolverá provas objetiva (todas as funções) e discursiva (cargos de nível superior), em 21 de outubro, avaliação prática (motorista), em 22 de novembro, e análise de títulos (vagas com exigência de curso superior), com envio dos documentos entre 13 e 21 de dezembro. 

 

O concurso da Prefeitura de Conceição da Barra terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital

 

 

Concurso Prefeitura Conceição da Barra: conteúdo programático parcial para vagas de nível fundamental

 

 

Língua portuguesa - Leitura e Interpretação de texto. Concordância Verbal. Concordância Nominal. Regência Verbal. Orações Coordenadas. Orações Subordinadas. Colocação Pronominal: Próclise, Ênclise e Mesóclise. Locuções verbais. Crase. Verbos. Pontuação. Sintaxe de Regência. Figuras de Linguagem. Classes de Palavras. Termos da Oração. Ortografia. Processos de formação de palavras. Encontros Vocálicos, Consonantais e dígrafos. Acentuação Gráfica. Sugestões Bibliográficas: BECHARA, Evanildo. Gramática escolar da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001. MATTOS E SILVA, R. V. Tradição gramatical e gramática tradicional. 5. ed. São Paulo: Contexto, 2002. CUNHA, C. & CINTRA, L. Nova gramática do português contemporâneo, 6ª edição 2013. TERRA, Ernani, Gramática, Ed. Scipione Outros livros didáticos de língua portuguesa do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.

 

Matemática - Números relativos inteiros e fracionários, operações e suas propriedades (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação); Múltiplos e divisores, MDC e MMC; Frações ordinárias e decimais, números decimais, propriedades e operações; Expressões numéricas; Equações do 1° e 2° graus; Sistemas de equações do 1° e 2° graus; Estudo do triângulo retângulo; relações métricas no triângulo retângulo; relações trigonométricas; Teorema de Pitágoras; Ângulos; Geometria - Área e Volume; Sistema de medidas de tempo, sistema métrico decimal; Números e grandezas proporcionais, razões e proporções; Regra de três simples e composta; Porcentagem; Juros simples - juros, capital, tempo, taxas e montante; Média Aritmética simples e ponderada; Conjunto de Números Reais e Conjunto de Números Racionais; Problemas envolvendo os itens do programa; porcentagem e juros simples. Sugestões Bibliográficas: BIGODE, A. J. L. Matemática. Hoje é feito Assim. 5ª a 8ª séries. São Paulo: Editora FTD.STIENECKER, David L. Problemas, Jogos e enigmas (coleção). São Paulo: Moderna, 2000. BIANCHINI, E. Matemática, 6º, 7º, 8º e 9º ano. Editora Moderna, 2010. DANTE, R, L. Tudo é Matemática, 6º, 7º, 8º e 9º ano. Editora Ática, 2008. GIOVANNI, José Rui e outros. A Conquista da Matemática. 5ª, 6ª, 7ª, 8ª séries. Ed. renovada, São Paulo: FTD. Outros livros didáticos de língua portuguesa do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.
 

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 16:01

Presidente Kennedy ES divulga concurso com 44 vagas

Ofertas do concurso da Prefeitura Municipal de Presidente Kennedy são para candidatos de nível superior. A participação deverá ser garantida entre os dias 19 de junho e 16 de julho

Para professores

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Serão abertas no dia 19 de junho as inscrições do concurso da Prefeitura Municipal de Presidente Kennedy, localizada no Estado do Espírito Santo. A seleção é destinada ao provimento de 44 vagas na área da educação, sendo duas reservadas a pessoas com deficiência. 

Candidatos que têm o nível superior podem concorrer para os cargos de professor MAMPA - séries iniciais do ensino fundamental (10 vagas), professor MAMPA - educação infantil (19), professor MAMPP - pedagogo (2), professor de MAMPB nas disciplinas de artes (1), ciências (2), educação física (2), geografia (1), história (1), inglês (1), língua portuguesa (2) e matemática (3). Os salários iniciais variam de R$ 2.184,83 a R$ 3.495,72. 

O Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo - IBADE é o responsável pela organização e execução do processo de seleção. A ficha cadastral estará disponível no endereço eletrônico www.ibade.org.br até o dia 16 de julho. O valor da taxa de participação é de R$ 73. 

O concurso da Prefeitura de Presidente Kennedy será constituído das seguintes avaliações: prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório; prova escrita de redação, classificatória e eliminatória; e análise de títulos, unicamente classificatória.

A prova objetiva contemplará 50 questões, sendo dez de língua portuguesa, cinco de informática básica, 15 de conhecimentos pedagógicos e 20 de conhecimentos específicos. Já a redação deverá ser desenvolvida em texto dissertativo, sobre tema a ser enunciado no caderno de questões.

Com duração total de quatro horas, as provas objetiva e de redação serão aplicadas na cidade de Presidente Kennedy/ES no dia 19 de agosto, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site do IBADE em momento oportuno.

 

Atribuições do professor MAMPA

 

Ministrar aula, ensinando o conteúdo de forma integrada e compreensível, zelando pela aprendizagem dos alunos; participar do processar do processo de elaboração e execução do projeto político pedagógico da escola; participar de reuniões e outros eventos promovidos pela unidade escolar; participar efetivamente do conselho de classe; comprometer-se com o sucesso de sua ação educativa na escola, garantindo a todos os alunos o direito de aprendizagem; promover a saudável interação na sala de aula, estimulando o desenvolvimento de auto imagem positiva, de autoconfiança, autonomia e respeito entre os alunos; elaborar/selecionar/utilizar materiais pedagógicos visando estimular o interesse dos alunos; propor, executar e avaliar alternativas que contribuam para o desenvolvimento do processo educativo; planejar, executar, acompanhar e avaliar o desenvolvimento do educacional dos alunos, proporcionando-lhes oportunidades para o seu melhor aproveitamento na aprendizagem; buscar, numa perspectiva de formação profissional continuada, o aprimoramento de seu desempenho através de participação de grupos de estudos, cursos, eventos e programas educacionais; manter todos os documentos pertinentes à sua área de atuação devidamente atualizados, registrando os conteúdos ministrados, os resultados da avaliação dos alunos e efetuar os registros administrativos adotados pelo sistema de ensino; registrar e fazer o acompanhamento da frequência do aluno; empenhar-se pelo desenvolvimento global do educando, articulando-se com os pedagogos e com a comunidade escolar; participar e/ ou empreender atividade de enriquecimento curricular; responsabilizar-se pela recuperação paralela e periódica dos alunos visando o seu sucesso; executar e cumprir a carga horária estabelecida pela escola dentro do calendário letivo aprovado para realização das aulas e outras atividades; propor e realizar projetos específicos na sua ação pedagógica; executar outras tarefas. 

Continuar lendo

Atualizado: 17/05/2018 - 12:58

MEC recebe autorização para 1.205 vagas

Ministro do Planejamento liberou o preenchimento de oportunidades para professor e cargos técnico-administrativos

Institutos federais

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Na edição do último dia 16 de maio, saiu no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria que autoriza a contratação de 1.205 servidores para o Ministério da Educação (MEC), que ocorrerá por meio de novos concursos e seleções em andamento. Do total de oportunidades, 810 são para professor e 395 para técnico administrativo em educação.

As vagas para técnico estão distribuídas entre os seguintes cargos: técnico de laboratório, técnico de tecnologia da informação, fonoaudiólogo, nutricionista, analista de tecnologia da informação, técnico em assuntos educacionais, técnico em agropecuária, administrador, tecnólogo, auditor, engenheiro, relações públicas, médico, engenheiro agrônomo, enfermeiro, estatístico, arquivista, assistente social, bibliotecário-documentalista, contador, jornalista, pedagogo, programador visual, técnico em alimentos e laticínios, técnico em edificações, técnico em enfermagem, técnico em química, técnico em audiovisual, arquiteto e urbanista, odontólogo e médico veterinário.

Consta na portaria que as oportunidades serão lotadas nas unidades do Colégio Pedro II (36 vagas); Cefet/RJ (29); Cefet/MG (34); Instituto Federal do Acre - Ifac (40); Instituto Federal do Amazonas - Ifam (43); Instituto Federal do Espírito Santo - Ifes (72); Instituto Federal Goiano - IFGoiano (76); Instituto Federal do Maranhão - IFMA (12); Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG (97); Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG (37); Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - IFSudesteMG (67); Instituto Federal do Sul de Minas - IFSULDEMINAS (38); Instituto Federal do Triângulo Mineiro - IFTM (21); Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT (60); Instituto Federal de Mato Grosso do Sul - IFMS (8); Instituto Federal do Pará - IFPA (20); Instituto Federal da Paraíba - IFPB (101); Instituto Federal de Pernambuco - IFPE (40); Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS (89); Instituto Federal Farroupilha - IFFarroupilha (25); Instituto Federal de Rondônia - IFRO (8); Instituto Federal Catarinense - IFC (11); Instituto Federal de Sergipe - IFS (4); Instituto Federal do Tocantins - IFTO (31); Instituto Federal do Amapá - Ifap (30); Instituto Federal de Brasília - IFB (7); Instituto Federal de Goiás - IFG (34); Instituto Federal de Sergipe - IFS (9); IFRJ (3); Instituto Federal Fluminense - IFFluminense (13); Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN (9); Instituto Federal Sul-rio-grandense - IFSul (38); Instituto Federal de Roraima - IFRR (22); Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC (9); e Instituto Federal de São Paulo - IFSP (28).

Mais detalhes do concurso do MEC

As oportunidades para professor para candidatos com formação superior completa. Já as demais chances se destinam a profissionais que tenham ensino médio, curso técnico e nível superior.

De acordo com o ministro da Educação, Rossieli Soares, as novas vagas são importantes porque garantem a continuidade da oferta e a qualidade do ensino nas instituições da Rede Federal. “Como nós temos o processo de expansão da Rede Federal e da oferta do ensino técnico, precisamos garantir que essa oferta seja 100% executada”, explica. “Então, a cada ano, os institutos vão pedir novas contratações porque eles ampliaram a quantidade de matrículas, ou porque aquele curso começou com um número de professores, e para continuar precisa contratar professores”, disse o ministro.

A secretária de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eline Nascimento, reforçou as contratações e destacou que os técnicos administrativos em educação têm um papel muito específico dentro da educação profissional. “Por isso, é importante não só garantir o quadro de professores, mas também o quadro de técnicos para atendimento à população. Isso é fundamental para melhorar a qualidade do ensino”, diz Eline Nascimento.

Oportunidades para São Paulo

Do total de vagas para o Instituto Federal de São Paulo (IFSP), três são para técnico de tecnologia da informação, 12 para técnico de laboratório, uma para administrador, uma para nutricionista, quatro para técnico em assuntos educacionais e sete para tecnólogo.

Continuar lendo

Atualizado: 19/04/2018 - 11:24

Sedu/ES inscreve para 1.000 vagas de estágio

Ofertas na Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo (Sedu/ES) são para alunos do ensino superior matriculados a partir do 4º período de curso de licenciatura plena

Até 27 de abril

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado do Espírito Santo, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu/ES) receberá até o dia 27 de abril as inscrições no programa bolsa estágio formação docente, visando a ocupação de 1.000 vagas de estágio nos estabelecimentos públicos estaduais de ensino. O estágio se iniciará no mês de junho de 2018.

 

As vagas de estágio são para alunos do ensino superior que deverão, no início do contrato, estar matriculados e frequentando efetivamente a partir do 4º período de curso de licenciatura plena, em instituição pública ou privada devidamente regularizada no âmbito do sistema de ensino a que pertencem e conveniada com a Sedu, por meio do programa bolsa estágio formação docente.

 

Do total de ofertas no programa bolsa estágio da Sedu/ES, 290 são destinadas ao curso de licenciatura em pedagogia, 312 em letras, 248 em matemática, 83 em biologia, 30 em física e 39 em química.

 

 

Participação no programa bolsa estágio da Sedu/ES

 

 

Interessados devem realizar as inscrições no Centro de Integração Empresa Escola - CIEE (www.ciee-es.org.br) e anexar no portal os seguintes documentos: declaração escolar atualizada emitida pela instituição de ensino que comprove que o candidato está devidamente matriculado e frequentando o curso para o ano de 2018; e histórico escolar com o coeficiente de rendimento obtido até o último período ou ano escolar concluído (2017/2) pelo candidato de ensino superior e com comprovação caso tenha cumprido o estágio curricular obrigatório.

 

O processo de seleção do programa bolsa estágio da Sedu/ES utilizará como indicador o coeficiente de rendimento escolar obtido no curso de licenciatura plena indicada no histórico escolar, considerando: média mínima acumulada de 50%, considerando até centésimos de aproveitamento escolar até o último período ou ano escolar concluído; e classificação dos estudantes em ordem decrescente de pontuação, segundo a Superintendência Regional de Educação - SRE e área de licenciatura indicados na ficha de inscrição.

 

De acordo com o edital, os estudantes classificados além do número de vagas disponíveis constituirão cadastro reserva. Os integrantes do cadastro reserva poderão ser chamados no prazo máximo de 12 meses, contados a partir da data de divulgação do resultado do processo de seleção.

Continuar lendo

Atualizado: 04/04/2018 - 12:41

Ministério da Educação: autorizadas 1.700 vagas

Oportunidades são para diversos estados, para realização de novos concursos públicos e convocação de remanescentes

Professores e Técnicos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quarta-feira, 4 de abril, a portaria interministerial 60, de 29 de março, que amplia o banco de professores e cargos técnicos-administrativos do Ministério da Educação, com a criação de 1.700 vagas, que poderão ser preenchidas pelas respectivas instituições, por meio de realização de novos concursos públicos ou pela convocação de remanescentes de concursos públicos ainda em validade.


Do total de oportunidades, 500 são para cargos técnicos-administrativos de ensino médio dos Institutos Federais e centros federais de educação tecnológica. Do total, 453 são para os institutos federais vinculados ao Ministério da Educação, sendo 85 para a classe “D” e 368 para a classe “E”. As 47 restantes são para o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), no Rio de Janeiro, e Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), sendo 15 para a classe “D” e 32 para a “E”.


No caso de professores são 1.044 para os institutos federais e 156 para os Cefets do Rio de Janeiro e Minas Gerais.  Para os institutos federais são 870 para professores de magistério do ensino básico, técnico e tecnológico e 174 para professores equivalentes, referente ao limite para contratação de professores substitutos e visitantes. No caso dos Cefets são 130 para professor de magistério de ensino básico, técnico e tecnológico e 26 para professores equivalentes, referente ao limite para contratação de professores substitutos e visitantes.


Distribuição das vagas
As 453 vagas de técnicos para os institutos federais estão distribuídas da seguinte forma: Instituto Federal Catarinense (8), Instituto Federal da Paraíba (19), Instituto Federal de Brasília (11), Instituto Federal de Goiás (9), Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (8), Instituto Federal de Minas Gerais (19), Instituto Federal de Rondônia (10), Instituto Federal de Roraima (12), Instituto Federal de Santa Catarina (10), Instituto Federal de São Paulo (29), Instituto Federal de Sergipe (25), Instituto Federal do Acre (20), Instituto Federal do Amapá (11), Instituto Federal do Amazonas (8), Instituto Federal do Espírito Santo (20), Instituto Federal do Maranhão (12), Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (17),Instituto Federal do Pará (20), Instituto Federal do Rio de Janeiro (23), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (9), Instituto Federal do Rio Grande do Sul (14), Instituto Federal do Sertão Pernambucano (9), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (12), Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (11), Instituto Federal do Tocantins (10), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (12),Instituto Federal Farroupilha (30), Instituto Federal Fluminense (13), Instituto Federal Goiano (24) e Instituto Federal Sul Rio-Grandense (18).             


Para as 870 de professores dos institutos federais: Instituto Federal Catarinense (8), Instituto Federal da Paraíba (85), Instituto Federal de Goiás (30), Instituto Federal de Mato Grosso (60), Instituto Federal de Minas Gerais (80), Instituto Federal de Pernambuco (85), Instituto Federal de Roraima (13), Instituto Federal do Acre (25), Instituto Federal do Amapá (43), Instituto Federal do Amazonas (35), Instituto Federal do Espirito Santo (55), Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (25),Instituto Federal do Rio Grande do Sul (80), Instituto Federal do Sertão de Pernambuco (11), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (60), Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (30), Instituto Federal do Tocantins (22), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (12), Instituto Federal Fluminense (34), Instituto Federal Goiano (55) e Instituto Federal Sul Rio Grandense (22)

 

Continuar lendo

Atualizado: 08/02/2018 - 11:52

Concurso em Ecoporanga/ES inscreve para 90 vagas

Edital do concurso da Prefeitura de Ecoporanga apresenta oportunidades para motorista, auxiliar administrativo, enfermeiro, contador, professor, entre outros cargos

Até 12/2

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Ecoporanga, no Espírito Santo, está com inscrições abertas para um concurso público destinado a preencher 90 vagas. A oferta salarial varia de R$ 937 a R$ 1.979,59.
Quem possui nível fundamental pode concorrer como motorista (4 postos), operador de máquinas (2) e berçarista (4).
Ensino médio é requisito para auxiliar administrativo (6), auxiliar de consultório dentário (2), operador de computador (2) e técnico em meio ambiente (1).
Em nível superior há oportunidades no concurso da Prefeitura de Ecoporanga para assistente social (4), contador (2), enfermeiro (2), engenheiro civil (2), nutricionista (2), farmacêutico (1), psicólogo (3), fonoaudiólogo (1), auditor em saúde (1) e professor nas áreas de educação física (5), arte (3), função pedagógica - MMPP (8) e função docência - MMPA (35).

Concurso Prefeitura Ecoporanga: inscrições e provas


Com taxas de R$ 40 a R$ 70, as inscrições para o concurso da Prefeitura de Ecoporanga devem ser realizadas pelo site www.institutoibdo.com.br. O prazo termina em 12 de fevereiro.
O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos), em 11 de março, e prática (motorista e operador de máquinas), em 6 de maio.
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Ecoporanga terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Principais atribuições do auxiliar administrativo no concurso da Prefeitura de Ecoporanga


Execução de serviços de digitação; Preencher fichas, formulários, talões, mapas, tabelas, requisições, e outros; Executar serviços relacionados ao recebimento, registro, classificação, arquivamento, guarda e conservação de documentos em geral; Auxiliar na preparação de guias de acidentes de trabalho, benefícios e aposentadoria, efetuando os cálculos necessários; Auxiliar na elaboração na folha de pagamento de pessoal; Auxiliar na elaboração de declaração e certidão por tempo de serviço; Executar os serviços de recebimento, classificação, separação e distribuição de correspondências e volumes; Executar a devolução quando as correspondências e volumes não forem procurados até o prazo estipulado; Auxiliar no controle de bens móveis e imóveis da prefeitura, efetuando inventário, tombamento, registro e sua conservação; Auxiliar na execução de coleta de preços e no acompanhamento dos processos de compras; Executar serviços de reprodução de documentos; Atender e prestar informações ao público nos assuntos referentes a sua área de atuação; Fiscalizar o transporte coletivo e de veículos de aluguel, sob responsabilidade da Prefeitura, observando o cumprimento das disposições legais; Entre outras atividades. 
Continuar lendo

Atualizado: 10/01/2018 - 13:32

Semed de Aracruz/ES abre inscrições para 734 vagas

A participação no processo seletivo da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Aracruz deverá ser garantida somente entre os dias 10 e 11 de janeiro

Níveis fundamental e médio

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado do Espírito Santo, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Aracruz receberá entre os dias 10 e 11 de janeiro as inscrições de seu novo processo seletivo simplificado. A seleção visa o preenchimento de 734 vagas temporárias, além de formação de cadastro reserva (CR) de eventuais oportunidades. 
Candidatos que têm o ensino fundamental podem se inscrever para as funções de auxiliar de serviços gerais (210 vagas + CR), manipulador de alimentos (155 + CR), motorista (3 + CR) auxiliar de serviços gerais - educação indígena (16 + CR) e manipulador de alimentos - educação indígena (9 + CR).
Aqueles que têm o ensino médio estão aptos às carreiras de assistente de turno (40 + CR), assistente técnico de química (1 + CR), auxiliar de professor da educação básica (270 + CR), instrutor de libras (1 + CR), monitor de transporte escolar (6 + CR), motorista de transporte escolar (6 + CR), tradutor e intérprete de libras - língua portuguesa/libras (3 + CR), assistente de turno - educação indígena (3 + CR), auxiliar de biblioteca - educação indígena (2 + CR), auxiliar de professor da educação básica - educação indígena (6 + CR) e agente administrativo - educação indígena (3 + CR).  
Os salários iniciais oferecidos pela Semed de Aracruz oscilam entre R$ 954 e R$ 1.212,97.

Processo seletivo da Semed de Aracruz


As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico da Prefeitura de Aracruz (www.pma.es.gov.br). A ficha de cadastro deverá ser impressa no ato da inscrição online e apresentada pelo candidato quando convocado, devendo ser anexada em um envelope contendo toda documentação exigida no edital.
O processo seletivo da Semed de Aracruz será constituído de uma única etapa: análise de títulos. O candidato deverá apresentar documentos relacionados à experiência e qualificação profissional. 
Continuar lendo

Atualizado: 05/01/2018 - 10:24

Ufes inscreve para concurso com 13 vagas de professor

Concurso da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) selecionará docentes para postos nos campi de Vitória e São Mateus. Salários iniciais chegam a R$ 9,5 mil

Até 10/1

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) recebe até 10 de janeiro as inscrições para o concurso público destinado a preencher 13 vagas de professores doutores.
Serão selecionados docentes para as seguintes áreas: química (1 posto), ciência da informação (1), direito (1), economia (1), serviço social (1), engenharias (2), enfermagem (1), engenharia mecânica (1), medicina (3) e desenho industrial (1).
Distribuídas entre os campi de Vitória e São Mateus, as oportunidades contam com vencimentos iniciais de R$ 3.377,45 a R$ 9.585,67, a depender do regime de trabalho.

Sobre as inscrições e provas do concurso da Ufes


Presenciais, as inscrições têm taxa de R$ 250 e devem ser realizadas no departamento de origem de cada vaga. Os endereços e horários de atendimento podem ser consultados aqui.
O processo seletivo envolverá as seguintes provas: escrita, prevista para 26 de fevereiro; didática, em 28 de fevereiro; de títulos, em 1 de março; e de plano de trabalho, em 22 de março.
O concurso da Ufes terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da universidade, conforme estabelece o edital.

Atribuições do professor no concurso da Ufes


Atividades pertinentes à pesquisa, ensino e extensão que, indissociáveis, visem a aprendizagem, a produção do conhecimento, a ampliação e transmissão do saber e da cultura; as inerentes ao exercício de direção, assessoramento, chefia, coordenação e assistência na própria instituição, além de outras previstas na legislação vigente.
Continuar lendo

Atualizado: 15/12/2017 - 14:27

Seduc/ES: edital em breve para 1.025 vagas

Seleção contará com oportunidades para docentes em diversas áreas de atuação, para substituir pessoal contratado em caráter temporário. Remunerações de até R$ 6,2 mil

Em fase de elaboração

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Inicialmente previsto para ser publicado em outubro, o edital do novo concurso público da Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo (Seduc/ES) continua em fase de elaboração e deve ser liberado até o início de 2018. A seleção, anunciada em 24 de outubro pelo governador Paulo Hartung, juntamente com os secretários de Educação, Haroldo Rocha, e de recursos humanos, Dayse Lemos, durante entrevista coletiva no Palácio Anchieta, contará com uma oferta de 1.025 vagas de professores. “Estamos reorganizando as redes do estado e dos municípios. Estamos abrindo este concurso com mais de mil vagas para professores e, com isto, vamos trocar profissionais de designação temporária por efetivos. Esta medida dá mais estabilidade na rede de ensino estadual. O concurso está dentro da peça orçamentária de 2018 e, nas próximas semanas, vamos anunciar novos concursos, para a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil”, disse o governador. “Assim complementaremos um conjunto de contratações que queremos realizar em 2018”, ressaltou. Inicialmente, a publicação do edital estava prevista para ocorrer em 20 de novembro, com provas em 28 de janeiro. Porém, um novo prazo deve ser anunciado em breve.

A remuneração inicial deve variar de R$ 1.982,55, para docentes com licenciatura plena, a R$ 3.554,92, para candidatos com doutorado, para 25 horas semanais, além de acréscimo de auxílio-alimentação.
No plano de carreira do magistério, a jornada pode ser estendida para 44 horas semanais, possibilitando remuneração de até R$ 3.489,28 para docentes com licenciatura plena e R$ 6.256,65 para aqueles com doutorado.

Vagas

A distribuição das vagas por disciplinas será a seguinte: pedagogo (87 vagas), arte (58), biologia/ciências (108), educação física (73), espanhol (1), filosofia (3), física (67), geografia (117), história (58), língua inglesa (10), língua portuguesa (170), matemática (227), química (44) e sociologia (2). 

Provas

De acordo com o secretário de educação, “realizar um concurso na educação é uma tarefa trabalhosa, mas muito importante para melhorar a qualidade do ensino na rede pública estadual”. Segundo ele, a seleção contará com duas novidades. A primeira é a abertura de 87 vagas para pedagogos e a segunda, a aplicação de provas didáticas. “Essa etapa será aplicada para os candidatos das disciplinas de matemática, física e química, que em sua maioria possuem complementação pedagógica. Estamos aprimorando o concurso público para o magistério para que possamos atrair os melhores profissionais para a rede”, disse.
A seleção será feita por meio de três etapas, incluindo provas objetivas, avaliação discursiva e prova didática. A última, que é novidade, será aplicada por meio de sorteio de um tema, em que o candidato terá de 15 a 20 minutos para ministrar uma aula para a banca examinadora. O objetivo do concurso é oferecer vagas atualmente ocupadas por professores com contrato de designação temporária, para que sejam substituídos por efetivos. 
Continuar lendo

Atualizado: 07/12/2017 - 10:57

Aberto concurso com 129 vagas em São Roque do Canaã/ES

Presenciais, inscrições para o concurso da Prefeitura de São Roque do Canaã vão de 11 a 13 de dezembro. Seleção preencherá postos em carreiras destinadas a profissionais de todas as escolaridades

Salários de até R$ 4,1 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de São Roque do Canaã, no Espírito Santo, divulgou quatro editais de um processo seletivo destinado a preencher 129 vagas, além de formar cadastro reserva (CR). Os salários variam de R$ 689,13 a R$ 4.186,33. 
Quem possui ensino fundamental incompleto pode concorrer como agente de serviços operacionais (16 postos + CR) e operador de máquinas pesadas (6 + CR).
As carreiras de agente de limpeza e alimentação (31 + CR), agente de portaria (2 + CR), motorista CNH "D" (9 + CR), pedreiro (CR), operador de trator de pneus (CR) e agente comunitário de saúde (28 + CR) admitem profissionais que completaram o nível fundamental.    
Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de São Roque do Canaã para auxiliar administrativo (CR), auxiliar de mecânico (CR), educador social (2 + CR), mecânico de máquinas leves e pesadas (CR), recepcionista (CR), agente de combate a endemias (3 + CR), agente fiscal sanitário (1 + CR) e auxiliar de enfermagem (5 + CR).
Além de segundo grau, as funções de técnico de processamento de dados (2 + CR), técnico em edificações (CR), auxiliar técnico de laboratório (1 + CR) e auxiliar de consultório dentário (CR) requerem formação técnica.    
Em nível superior há oportunidades no concurso da Prefeitura de São Roque do Canaã para pedagogo (CR), inspetor escolar - educação básica (CR), assistente social (1 + CR), engenheiro civil (CR), nutricionista (CR - R$ 2.719,36), psicólogo (1 + CR), engenheiro ambiental (1 + CR), enfermeiro (2 + CR), farmacêutico (CR), fisioterapeuta (1 + CR), veterinário (CR), odontólogo (CR), biólogo (CR), médico auditor em saúde pública (1 + CR), clínico geral (2 + CR), ginecologista (1 + CR), pediatra (1 + CR), médico plantonista (12 + CR) e professor nas áreas de educação infantil e anos iniciais (CR), educação especial (CR), inglês (CR), ciências (CR), educação física (CR), geografia (CR), história (CR), língua portuguesa (CR) e matemática (CR).

Concurso Prefeitura São Roque do Canaã: inscrições e avaliação


Presenciais e gratuitas, as inscrições serão recebidas entre os dias 11 e 13 de dezembro, das 8h às 11h e das 12h às 16h30, no setor de protocolo geral da Prefeitura de São Roque do Canaã.
A seleção dos candidatos ocorrerá em etapa única, por meio de análise de títulos, que devem ser entregues no ato da inscrição. Serão considerados dois critérios: qualificação profissional e tempo de experiência. 
De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de São Roque do Canaã terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do governo municipal.

Atribuições do agente de limpeza e alimentação no concurso da Prefeitura de São Roque do Canaã


Ajudar na remoção ou arrumação de móveis e utensílios; Fazer o serviço de faxina em geral: remover o pó dos móveis, paredes, tetos, portas, janelas e equipamentos; Limpar escadas, pisos, passadeiras, tapetes e utensílios; Arrumar banheiros e toaletes; Auxiliar na arrumação e troca de roupa de cama; Lavar e encerar assoalhos; Lavar e passar vestuários e roupas de cama e mesa; Coleta lixo nos depósitos colocando-os nos recipientes apropriados; Lavar vidros, espelhos e persianas; Varrer e manter a limpeza de pátios e jardins; Cortar grama, manter e renovar as folhagens; Fazer café, chá e servir; Preparar a merenda escolar: limpar e preparar cereais, vegetais, carnes, peixes, etc., observando métodos de cocção e padrões de qualidade dos alimentos conforme orientação e acompanhar os recreios para servir os alunos bem como estimular na alimentação; Auxiliar nos banhos dos alunos; Fechar portas, janelas e vias de acesso; Participar, cooperar e auxiliar nas festas e outras datas comemorativas promovidas pela escola; Executar tarefas afins; Cooperar para um trabalho integrado.
Continuar lendo

Atualizado: 24/11/2017 - 13:41

Aracruz/ES: concurso inscreve só até 26/11

Ofertas no concurso da Prefeitura de Aracruz são destinadas a professores, com salários que chegam a R$ 2,3 mil. Candidatos serão avaliados por meio de análise de títulos e experiência profissional

174 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Aracruz, no Estado do Espírito Santo, encerra às 18h de 26 de novembro o período de inscrições para o processo seletivo com oferta de 174 vagas para professores temporários, além de formação de cadastro reserva (CR). Os salários variam de R$ 1.205,26 a R$ 2.313,42. 
Serão selecionados docentes com formação superior para as áreas de educação infantil (30 postos + CR), anos iniciais (60 + CR), língua portuguesa (8 + CR), matemática (7 + CR), língua inglesa (3 + CR), história (5 + CR), geografia (2 + CR), ciências (4 + CR), educação física (4 + CR), artes (CR), suporte pedagógico (17 + CR), educação especial - deficiência mental (2 + CR) e educação especial - deficiência visual (CR).
O edital também traz chances para docentes com habilitação em educação indígena (ou curso superior) nas áreas de educação infantil (7 + CR), ensino fundamental/anos iniciais (12 + CR), língua portuguesa (3 + CR), história (1 + CR), matemática (1 + CR), geografia (CR), ciências (1 + CR), educação física (1 + CR), língua inglesa (CR), língua indígena tupi (2 + CR), suporte pedagógico (3 + CR) e educação especial - deficiência mental (1 + CR).     Gratuitas, as inscrições devem ser registradas pelo site www.pma.es.gov.br. A seleção dos candidatos ocorrerá por meio de avaliação de títulos e de experiência profissional.
O concurso da Prefeitura de Aracruz terá validade de 12 meses, prorrogável por mais 12, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital. 

Principais atribuições do professor no concurso da Prefeitura de Aracruz


Colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade; Colaborar com a direção da escola na organização e execução de atividades extraclasse; Participar da elaboração da proposta pedagógica e do regimento interno da escola; Participar da elaboração do plano de desenvolvimento e do calendário escolar de acordo com a proposta pedagógica da escola; Planejar, acompanhar, avaliar e registrar as atividades desenvolvidas pelo educando; Atender aos alunos na execução de suas tarefas, zelando pela sua aprendizagem; Sugerir alterações nos currículos, tendo em vista melhor ajustá-los à realidade local; Contribuir para a elaboração de diagnósticos e estatísticas educacionais; Elaborar planos e projetos educacionais; entre outras atividades.
Continuar lendo

Atualizado: 24/11/2017 - 09:19

Aeronáutica: inscrições para 917 vagas terminam hoje

São oferecidas vagas temporárias em diversas áreas de atuação nos editais da Aeronáutica. Carreiras são para profissionais no nível superior

Em diversos Estados

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Aeronáutica lançou três editais que, juntos, somam 917 vagas temporárias distribuídas entre diversos cargos. Todas as oportunidades são para profissionais com nível superior e serão lotadas entre diversos Estados do país.
Para técnicos, há chances nas especialidades de administração, análise de sistemas I, análise de sistemas II, arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, economia, educação física, enfermagem I, enfermagem II, engenharia cartográfica, engenharia civil, engenharia da computação, engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia mecânica, engenharia de metalurgia, engenharia de produção, engenharia química, engenharia de telecomunicações, estatística, fisioterapia, fonoaudiologia, história, jornalismo, museologia, nutrição, pedagogia I, pedagogia II, pedagogia III, pedagogia IV, pedagogia V, psicologia clínica, psicologia educacional, psicologia organizacional, relações públicas, serviço social, serviços jurídicos e terapia ocupacional.
O edital parara magistério tem ofertas para magistério do ensino superior em administração, educação física, língua espanhola, língua inglesa, física; magistério do ensino médio em história, filosofia, língua inglesa, língua portuguesa, artes plásticas, biologia, educação física, sociologia, língua espanhola; e magistério do ensino básico em educação religiosa.
E, por fim, na área da saúde, o concurso da Aeronáutica dispõe de postos nas seguintes especialidades: anestesiologia, cancerologia, cardiologia, cirurgia de cabeça e pescoço, clínica geral, clínica médica, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica, cirurgia vascular periférica, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, geriatria, ginecologia e obstetrícia, hematologia, hemoterapia, infectologia, medicina intensiva, mastologia, medicina de família e comunidade, neurocirurgia, nefrologia, neurologia, oftalmologia, oncologia, otorrinolaringologia, ortopedia, pediatria, pneumologia, proctologia, psiquiatria, radiologia, reumatologia, urologia, cirurgia e traumatologia bucomaxilofaciais, clínica geral odontológica, dentística, endodontia, estomatologia, implantodontia, odontogeriatria, odontologia para pacientes com necessidades especiais, odontopediatria, ortodontia, prótese dentária, periodontia, prótese dental, radiologia odontológica e imaginologia, farmácia bioquímica, farmácia hospitalar, farmácia industrial e medicina veterinária.

Mais detalhes do concurso da Aeronáutica


Os interessados deverão se inscrever até o dia 24 de novembro pessoalmente, ou por intermédio de procurador, nos locais apresentados nos editais em anexo.
A triagem dos participantes ocorrerá por meio de avaliação curricular, concentração inicial, inspeção de saúde inicial, avaliação didática, concentração final e habilitação à incorporação.
Mais informações podem ser conferidas no site da Aeronáuticawww3.fab.mil.br/quadro_de_oficiais_temporarios.php.
Continuar lendo

Atualizado: 18/10/2017 - 12:35

Comissão aprova provas práticas em concursos docentes

Com aprovação na Comissão de Educação, Cultura e Esportes, a proposta já pode seguir para votação no plenário da casa

No Senado

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal aprovou, na última terça-feira, 17 de outubro, o substitutivo do senador Pedro Chaves (PSC/MS) ao projeto de lei do senado 76/2016, que obriga os sistemas educacionais a adotarem provas práticas de docência nos concursos públicos para professores de educação básica
A proposta surgiu de sugestão legislativa do programa Jovem Senador de 2012, e agora deve ser analisada pelo plenário.
O texto aprovado modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para que as provas práticas de docência se juntem às provas escritas e de títulos nos concursos públicos para o magistério em todo o país.
De acordo com informações do senado, a mudança não deve ser imediata, uma vez que a proposta determina que as mudanças sejam implantadas de forma gradativa, de acordo com regulação que deverá ser futuramente estipulada.
Com isto, a regulamentação deve constar as condições e prazos para serem adotados na modalidade prática, e que esteja explícito que a prova deverá tratar especificamente de temas relacionados à docência. 
O projeto também prevê que os sistemas de ensino deverão criar, respeitadas as condições financeiras e jurídicas, incentivos para que os professores cumpram suas jornadas de trabalho em um mesmo estabelecimento de ensino durante toda a carreira, em regime de dedicação exclusiva recomendado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).
O texto aprovado pela comissão também determina que os sistemas de ensino terão o prazo de um ano para se adaptarem às mudanças, em caso de aprovação no Congresso Nacional e sanção presidencial.
Com informações da Agência Senado    
Continuar lendo

Atualizado: 25/09/2017 - 09:16

Colatina/ES inscreve para concurso com 67 vagas

Concurso da Prefeitura de Colatina selecionará para funções de procurador, auditor, professor, inspetor escolar e pedagogo, com salários que alcançam R$ 4,5 mil. Inscrições seguem disponíveis até 9 de outubro

Nível superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do concurso da Prefeitura de Colatina, no Espírito Santo, destinado a preencher 67 vagas em cargos de nível superior, além de formar cadastro reserva.

Há oportunidades para procurador (2 postos e salário de R$ 4.582,41); auditor para áreas de ciências contábeis (1), ciências jurídicas (1) e administração (1), com vencimentos de R$ 4.370,07; inspetor escolar (1 - R$ 1.469,65), pedagogo (2 - R$ 1.348,65);  e professor para as áreas de educação infantil (15), anos iniciais do ensino fundamental (15), anos iniciais do ensino fundamental - escolas multisseriadas (2), ciências (5), língua inglesa (5), matemática (7), língua portuguesa (2), educação física (1), história (1), geografia (1), linguagens (3), ciências da natureza (1) e ciências agropecuárias (1), com remuneração de R$ 1.348,65.

Concurso Prefeitura Colatina: inscrições e provas


As inscrições para o concurso da Prefeitura de Colatina devem ser efetuadas pelo site www.gualimp.com.br até 9 de outubro. O valor da taxa de participação é de R$ 100.

A seleção compreenderá prova objetiva com 50 questões de múltipla escolha para todos os cargos e avaliação discursiva apenas para procurador, ambas em 19 de novembro, além de análise de títulos para todas as vagas, entre 8 e 14 de dezembro.

O conteúdo programático para o teste objetivo engloba língua portuguesa, informática e conhecimentos gerais, específicos e pedagógicos, variando as disciplinas de acordo com a função.

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Colatina terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

Atribuições do procurador no concurso da Prefeitura de Colatina


Executar intervenções judiciárias, em todas as instâncias; assistir em assuntos jurídicos ao Prefeito; representar e defender em juízo, ou fora dele, por designação do Prefeito, em todo e qualquer processo de interesse da Municipalidade; promover ou auxiliar pesquisas e estudos sobre doutrina, legislação e jurisprudência; opinar sobre interpretação de texto legais; elaborar minuta de contratos, convênios, acordos, ajustes e outros; redigir petições iniciais, contestações e outros expedientes de ordem jurídica; efetuar a cobrança da dívida ativa e outros créditos da Municipalidade; dar pareceres em assuntos de sua especialidade; e Executar outras tarefas correlatas; executar outras tarefas correlatas.

Concurso Prefeitura Colatina: principais atribuições do auditor (todas as áreas)


Fiscalizar o cumprimento das metas previstas no Plano Plurianual e a execução dos planos orçamentários; Comprovar a legalidade e avaliar os resultados quanto à eficácia e eficiência das gestões orçamentárias, financeiras, patrimoniais e operacionais do Poder Executivo; zelar pela obediência das formalidades legais e avaliar os resultados de atos administrativos em geral, acompanhando especialmente a admissão de pessoal, contratos e licitações promovidas pelo Poder Executivo; apoiar as unidades do Poder Legislativo no exercício institucional do Controle Externo, especialmente emitindo pareceres sobre os balanços e balancetes a serem remetidos pelo Poder Executivo e pela Administração Direta e Indireta do Município ao Poder Legislativo; Analisar a prestação de contas anual do Poder Executivo a ser enviada ao Tribunal de Contas; Entre outras atividades.
Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2017 - 09:27

Será que vale a pena prestar esse concurso?

A dúvida é bastante comum entre os concurseiros, já que são muitos os fatores em jogo, como atribuições, perfil da vaga, localidade, entre outras questões abordadas nesta matéria especial. Confira!

Especial

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Prestar um concurso sempre foi uma ótima alternativa para ingressar no mercado de trabalho, já que a carreira em órgãos públicos é mais estável comparada com a iniciativa privada e geralmente oferece boa remuneração. Mesmo assim, é grande a quantidade de concurseiros que ficam receosos na hora de efetuar a inscrição e se questionam: vale a pena prestar esse concurso? Afinal, o candidato precisa avaliar se tem o perfil da vaga, facilidade com as atribuições do cargo e ou se demandará mudança de cidade ou Estado. Pensando nisso, o JC Concursos conversou sobre o tema com professor especialista na área e também um concurseiro para ajudar você a esclarecer esses eternos dilemas na vida dos candidatos. Confira!

Antes de fazer a inscrição, Thállius Moraes, professor e coordenador no AlfaCon Concursos Públicos e Oficial de Justiça Federal, explica que o candidato deve avaliar vários fatores. “Primeiramente, deve ser escolhida uma área que se enquadre nos objetivos traçados, lembrando que se trata de um trabalho e que boa parte da vida será no desempenho do mesmo. Outros pontos como a remuneração e o local de trabalho (se é perto ou longe da família), por exemplo, também são bastante importantes na hora de se fazer o planejamento”.

Ás vezes um concurso é bem remunerado e com boas condições de trabalho, mas a localidade é muito distante. Talvez não seja tão atrativo a longo prazo quanto outro certame que possua um salário menor, porém, fica no local onde o candidato pretende morar. Vale lembrar que esta questão varia muito de cada pessoa. “A dica é manter a mente aberta, pois muitas vezes queremos apenas ficar próximos de casa, mas temos muitos lugares maravilhosos para conhecer e talvez a ‘cidade da vida’ da pessoa ainda esteja para ser descoberta”, incentiva Moraes.

Perfil

Quando perguntado sobre um candidato que pretende concorrer a uma vaga fora do seu perfil profissional, Thállius, responde que em alguns casos, o concurso servirá como um mero treinamento para outra seleção que é realmente almejada. Já em outras situações, se o certame for de um setor que foge muito da área pretendida, essa finalidade fica perdida e a tentativa poderá frustrar o candidato. Um exemplo seria o concurseiro que tem por objetivo uma carreira policial, que é bem específica, ser aprovado em outra área. Nesse caso, a ocupação de um cargo administrativo poderia gerar um servidor insatisfeito e infeliz. “Muitos que buscam apenas um trabalho bem remunerado e estável, sem querer um envolvimento muito grande com o cargo, terminam por se frustrar em algumas atividades de caráter mais intenso, com um contato direto com o público (muitas vezes de maneira não agradável) como nas funções de policial, fiscais em geral ou oficiais de justiça”, explica.

Muitas pessoas se inscrevem em seletivas fora do perfil, mas pensando em passos maiores, conhecidos como “concurso trampolim” ou “concurso escada”. Desta forma, podem complementar os estudos e treinar para outro certame. Este é o caso de Sidnei de Oliveira, morador de Indaiatuba, no interior paulista, que prestou o concurso para o cargo de escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo no último mês de julho. “Fiz a prova por causa das questões sobre direito. Sou estudante da área jurídica e queria testar meus conhecimentos, pois acredito que poderá ajudar para outras vagas”, comenta.

Thállius explica que “os concursos usados como escada fazem parte da vida de pessoas que almejam um cargo cuja preparação demanda um prazo maior, mas enquanto isso precisam de algo para se manter. O ponto positivo é que ao ter uma renda, a pressão no estudo fica um pouco mais aliviada. O ponto negativo é justamente o perigo de se acomodar com essa renda e deixar de batalhar por um cargo mais atrativo, além, é claro, da diminuição do tempo disponível para estudar”. Outra orientação é ficar atento aos postos públicos que pagam pouco e exigem muito no trabalho, a chance de ficar preso em uma situação assim poderá colocar em risco o objetivo final.

Ter familiaridade com a função deve ser levada em consideração? Não necessariamente, explica Moraes. “Varia muito de acordo com a área pretendida. Caso a busca seja por uma atribuição mais tranquila e com boa remuneração, os cargos de natureza administrativa são os mais procurados. Mesmo que sejam em órgãos distintos, as atribuições são semelhantes. Contudo, em algumas áreas que possuem atribuições especiais, são também muito buscadas pelos candidatos, que objetivam a remuneração como algo secundário, pois o real desejo é por determinado cargo em particular”.

Pouco tempo

Candidatos com pouco tempo para estudar devem direcionar a preparação de maneira produtiva. “Fazer questões anteriores, simulados e resumos são algumas das ferramentas que irão auxiliar nessa preparação. Com o tempo mais escasso, deve-se priorizar sempre as matérias mais cobradas e os pontos mais importantes, mas essa estratégia também varia um pouco de acordo com a banca e o cargo desejado”, afirma Thállius.

Sidnei acrescenta que sua conduta é sempre a mesma, independente do concurso. “Preciso focar minha atenção na prova e estudar o que for preciso. Posso não ter interesse no cargo, mas se relaxar, não será proveitoso. Se não levar a sério, corro o risco de apenas perder tempo e dinheiro”, diz.

Outro ponto a ser observado é sobre dificuldade com uma ou mais disciplinas do conteúdo programático, fato que geralmente desanima o candidato. Um bom planejamento pode ajudar a encarar esse desafio, contudo, vale ressaltar que raramente alguém tem sintonia com todas as matérias do edital, afinal, é comum uns sentirem mais dificuldades em língua portuguesa, outros em matemática, alguns em determinadas matérias de direito e assim por diante. “A dica é pensar na disciplina como um simples meio para se alcançar um fim. Não precisa gostar, basta apenas aprender a responder a questão”, orienta Moraes. Muitas vezes o bloqueio com determinado tema é criado pelo próprio candidato. “Pensar de forma positiva, esforçar-se mais e manter-se sempre estudando, mesmo que em alguns momentos o resultado pareça não chegar, é fundamental”, complementa o professor do AlfaCon Concursos.

Vale a pena?

Para o indaiatubano Sidnei, de 27 anos, conhecer o cargo e suas atribuições pode incentivar, mas independentemente dessa identificação, o que muitas vezes faz a diferença é o aprendizado. “Acredito que vale muito a pena tentar! Sinto que saio mais fortalecido a cada concurso que tento a sorte. Na dúvida, sempre opto por fazer a prova. Como meu objetivo é maior, acho que é interessante pela preparação. Isso é muito válido”, conta.  

Ainda sobre motivação, Thállius dá a dica. “O estudo é na maior parte do tempo frustrante, cansativo e solitário, por isso tantos desistem no meio do caminho. O importante é aprender com os erros, ter em mente que desistir não é uma opção e manter sempre uma postura positiva. Pode demorar um pouco, pode ser difícil e exaustivo, mas aqueles que não desistem conseguem chegar lá”, finaliza.

Continuar lendo

Atualizado: 26/07/2017 - 15:44

Colatina/ES: 103 vagas abertas

A cidade de Colatina, no estado do Espírito Santo, abriu hoje (26) as inscrições para concurso público. As ofertas são para diversas áreas de atuação

Diversos cargos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Colatina, no Espírito Santo, está com concurso público aberto. O processo seletivo tem como intuito o preenchimento de 103 vagas disponíveis para níveis fundamental, médio e técnico de escolaridade.
Quem tiver nível fundamental pode se candidatar a auxiliar de serviços gerais (até a 4ª série), auxiliar de creche (completo) e auxiliar de consultório dentário (completo e curso de auxiliar de saúde bucal). Os vencimentos são de R$ 983,85.
Pessoas com ensino médio completo disputam para guarda municipal, auxiliar de escriturário, fiscal do Procon, escriturário, auxiliar de secretaria escolar, mestre de obras, fiscal sanitário, fiscal de transportes, auxiliar de saúde bucal, cuidador e educador social. Os salários variam de R$ 983,85 a R$ 1.143,05.
Nível médio de escolaridade e curso técnico específico é requisito para concorrer às funções de técnico em informática, fiscal de urbanismo, técnico em edificações, técnico em edificações – cadista, técnico em topografia, técnico em contabilidade, técnico em estatística, técnico agrícola, técnico de laboratório, técnico em enfermagem, técnico em segurança no trabalho e tecnólogo em meio ambiente. A remuneração vai de R$ 983,85 a R$ 1.143,05.

Concurso da Prefeitura de Colatina: participação


As inscrições para o concurso público da Prefeitura de Colatina já estão abertas e serão recebidas pela internet. Os interessados devem acessar o site www.gualimp.com.br e preencher formulário eletrônico até o dia 14 de agosto. O valor da taxa de participação vai de R$ 50 a R$ 80.
Os candidatos executarão uma prova objetiva, composta por 40 questões de múltipla escolha. A avaliação será aplicada no dia 17 de setembro, com início às 8h30 ou às 13h30, dependendo do cargo. 
Os resultados e demais informações a respeito do concurso público da Prefeitura de Colatina/ES serão divulgados nos endereços eletrônicos www.gualimp.com.br e www.colatina.es.gov.br
Continuar lendo

Atualizado: 30/06/2017 - 10:57

Ministério da Educação: saiu aval para 150 vagas

Oportunidades do concurso do MEC será para profissionais técnicos especializados em linguagem de sinais. Carreira se destina a quem possui ensino superior completo

Temporárias

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Na edição desta sexta-feira (30), do Diário Oficial da União, foi publicada uma portaria na qual o ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, libera a realização de processo seletivo simplificado para o Ministério da Educação (MEC).
Serão contratados 150 profissionais técnicos especializados em linguagem de sinais. Os selecionados atuarão por tempo determinado, cujo prazo será de um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite de dois anos.
Os locais de lotação das vagas não foram revelados, mas podem ser em qualquer uma das Universidades Federais. Consta na portaria que caberá ao ministro de da Educação a distribuição do quantitativo de profissionais por Instituição Federal de Ensino, conforme a necessidade.
O salário equivale ao valor definido para o Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao MEC. Pelo plano de remuneração, na categoria D, os iniciais correspondem a R$ 4.638,66, já com o vale-alimentação de R$ 458.
Para concorrer a uma das ofertas do processo seletivo do MEC será necessário possuir ensino superior completo em determinadas áreas de atuação.
Continuar lendo

Shopping