Todos os níveis

Prefeitura de Ourém/PA: concurso reúne 351 vagas

Oportunidades no concurso da Prefeitura Municipal de Ourém são para os cargos de auxiliar de serviços gerais, vigia, motorista, agente administrativo, professor, enfermeiro, entre outros

Patricia Lavezzo
Publicado em 06/07/2017, às 15h58

Serão abertas no dia 10 de julho as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Ourém, localizada no Estado do Pará. A seleção visa o preenchimento de 351 vagas imediatas e formação de cadastro reserva para futuras oportunidades. 
Aqueles que têm o ensino fundamental incompleto podem se inscrever para as funções de auxiliar de serviços gerais (83 vagas), auxiliar de serviços urbanos (15) e vigia (52). O salário inicial é de R$ 937. 
Quem concluiu o ensino fundamental está apto às carreiras de motorista de veículos pesados (18) e operador de máquinas pesadas (1), cujo vencimento é de R$ 1.100, além de operador de equipamentos leves (5), com ganhos de R$ 937.
Profissionais que têm o ensino médio completo podem concorrer para os empregos de agente de vigilância sanitária (2), merendeira (5), agente administrativo (20) e agente de fiscalização (2). Os iniciais chegam a R$ 1.110.
Já para os cargos de técnico agropecuário (2), técnico em enfermagem (10), técnico em higiene bucal (2), técnico em meio ambiente (1), técnico em patologia clínica (2) e técnico em radiologia (2), a exigência no concurso da Prefeitura de Ourém é de ensino médio e curso técnico e ganhos de R$ 1.100. 
Nível superior é requisito para os postos de analista ambiental (1), assistente social (5), enfermeiro (6), engenheiro civil (1), farmacêutico/bioquímico (1), fonoaudiólogo (1), médico nas especialidades de clínico geral (2), cardiologista (1), cirurgião (1), dermatologista (1), ginecologista (1), pediatra (1) e veterinário (1), nutricionista (2), odontólogo (2), psicólogo (2) e professor de educação básica II pedagogo (100). As remunerações oscilam entre R$ 1.436,75 e R$ 2.500.

Participação no concurso da Prefeitura de Ourém


As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico da Fundação Cetap (www.fundacaocetap.com.br). A ficha de cadastro estará disponível no site até o dia 5 de setembro. Os valores da taxa de participação são de R$ 50 para ensino fundamental, R$ 65 para nível médio/técnico e R$ 85 para formação superior. 
Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva. Ela será composta por 50 questões de múltipla escolha sobre as matérias de língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico, informática, atualidades, legislação, história do município e/ou conhecimentos específicos. 
Com duração máxima de 3h30, a avaliação será aplicada na cidade de Ourém na data prevista de 1° de outubro, em locais e horários a serem divulgados no site da Fundação Cetap, em momento oportuno. 
A etapa final do concurso da Prefeitura de Ourém será a análise de títulos, exclusiva para a profissão de professor. 

Sobre Prefeitura Ourém

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Comentários

Mais Lidas