Vazante/MG retifica e reabre concurso com 358 vagas

Oportunidades são para diversos cargos, de todos os níveis de escolaridade. As inscrições serão recebidas entre os dias 29 de outubro e 10 de dezembro

Salários de até R$ 9 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro
Publicado: 13/09/2018 - 14:56 | Atualizado: 13/09/2018 - 14:57

No Estado de Minas Gerais, a Prefeitura Municipal de Vazante retificou o edital de concurso público destinado ao provimento de 358 vagas de todos os níveis escolares. Foram alterados: número de ofertas, requisitos, carga horária, valores da taxa e cronograma. 

O Instituto Nosso Rumo é o organizador do processo de seleção. O formulário de inscrição estará disponível na página eletrônica www.nossorumo.org.br entre os dias 29 de outubro e 10 de dezembro. Os valores da taxa de participação variam de R$ 33 a R$ 68.

O certame será constituído das seguintes etapas: prova objetiva para todos os cargos; análise de títulos para advogado, procurador municipal e professores; e prova prática para motorista.

A prova objetiva será aplicada no município de Vazante/MG no dia 10 de fevereiro de 2019. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as matérias de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais, noções de informática, políticas de saúde, conhecimentos pedagógicos e legislação e/ou conhecimentos específicos.

Vagas do concurso da Prefeitura de Vazante/MG

Para ensino fundamental, as chances são para as funções de auxiliar de lavanderia (7 vagas), auxiliar de mecânico (1), auxiliar de operador de máquinas (1), auxiliar de serviços gerais administrativo (5), auxiliar de serviços gerais/serviço social (3), auxiliar de serviços gerais de apoio da educação (15), auxiliar de serviços gerais de apoio da saúde (7), auxiliar de serviços de saúde (5), bombeiro hidráulico encanador (2), borracheiro (1), cantineiro (10), capturador de animais (2), carpinteiro (1), eletricista (1), frentistas (2), gari (15), jardineiro (4), mecânico de máquinas pesadas (1), motorista (14), operador de máquinas (4), operador de patrol (3), operário (5), operário de apoio da educação (3), operário de apoio da saúde (3), operário de obras e serviços e gerais (2), pedreiro (2), pintor (2), sepultador (2), zelador (6), zelador de unidade de apoio da saúde (5), zelador de unidades de ensino (1), cuidador social (2), monitor de práticas esportivas (8), monitor de práticas esportivas de apoio da ação social (3), monitor de práticas esportivas de apoio da educação (3), recepcionista (8) e recepcionista de apoio da saúde (5). Os salários iniciais oscilam entre R$ 980 e R$ 1.500.

Quem tem o ensino médio e/ou curso técnico está apto às carreiras de assistente técnico (10), assistente técnico de apoio a educação (1), assistente técnico de apoio da saúde (8), auxiliar de saúde bucal (6), orientador social (2), secretário escolar (3), técnico agropecuária (1), técnico de enfermagem (15), técnico de laboratório em análise clínica (1), técnico de saúde bucal (2), técnico em informática (1), técnico em meio ambiente (1), técnico em radiologia (2), técnico em topografia (1) e técnico de segurança do trabalho (1). Os vencimentos variam de R$ 1.040 e R$ 1.200.

Nível superior é requisito para os cargos de administrador (1), advogado (2), advogado Creas (1), analista de tecnologia da informação (1), arquiteto (1), assistente social (2), assistente social de apoio da educação (1), assistente social de apoio da saúde (1), bibliotecário (3), biólogo (1), biomédico (2), bioquímico (3), contador (1), enfermeiro (10), engenheiro civil (1), especialista da educação (4), farmacêutico (5), fiscal municipal de meio ambiente (1), fiscal municipal de obras e posturas (1), fiscal municipal de tributos (1), fiscal municipal sanitário (1), fisioterapeuta (2), fonoaudiólogo (1), médico em diversas especialidades (13), médico do trabalho (1), médico plantonista (18), médico programa saúde da família (6), médico veterinário (1), nutricionista (1), nutricionista de apoio da educação (1), odontólogo de PSF (5), odontólogo N-1 (1), pedagogo de apoio da assistência social (2), procurador municipal (1), professor de educação básica I (20), professor de educação básica II (12), professor de educação física (4), psicólogo (4), psicólogo de apoio da educação (1) e terapeuta ocupacional (1). As remunerações partem de R$ 800 e chegam a R$ 9.000.

Vídeos Prefeitura Vazante

O que fazer quando a banca não divulga o resultado?


Continuar lendo

Atualizado: 05/09/2018 - 11:14

Concurso IBGE: nova autorização já está confirmada

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística encaminhou solicitação para oportunidades nos níveis médio e superior de ensino. Salários de até R$ 8,2 mil

Técnico e analista

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O concurso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está entre os confirmados para 2019. O presidente do órgão, Roberto Olinto, divulgou em reunião com a ASSIBGE - Sindicato Nacional que o ministro do Planejamento prevê a autorização de 1.900 vagas distribuídas entre o próprio instituto, ANA (Agência Nacional de Águas) e saúde.

Vale lembrar que o pedido encaminhado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) refere-se a 1.800 oportunidades. Ainda não se sabe quantas chances serão liberadas ao IBGE, mas deve ser um número inferior ao solicitado.

Das ofertas requeridas, 1.200 são para técnico em informações geográficas e estatísticas e outras 600 para a carreira de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas.

Olinto já reconheceu diversas vezes a necessidade urgente para a realização deste certame. Ele chegou a ressaltar que "é prioridade absoluta dessa direção concurso e plano de carreira. Sem concurso e sem carreira a história do IBGE pode se encerrar de forma melancólica. A nossa preocupação é comunicar ao Ministério do Planejamento essa situação de forma incisiva. O impacto disso vai trazer sérios danos ao IBGE”.

Atualmente, a solicitação está em trâmite na Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento. Desde que foi encaminhada, ela sofreu várias movimentações dentro da Pasta.

Sobre as carreiras do concurso IBGE 2018

A função de técnico destina-se aos candidatos com certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). O salário vigente corresponde a R$ 3.890,87 contando com o vale-alimentação.

Já o posto de analista exige formação superior completa, sendo que diversos cursos são aceitos. Consta na tabela de remuneração dos servidores federais que o vencimento atual é de R$ 8.213,07.

Último concurso IBGE para efetivos

No final de 2015, o órgão lançou dois editais que, juntos, apresentaram um total de 600 oportunidades. A banca organizadora do certame, na ocasião, foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Um edital ofereceu 460 chances para a carreira de técnico distribuídas entre diversos Estados. A validade dele encerra no dia 30 de maio de 2018, já contando com a prorrogação.

O outro teve 90 chances para analista e 50 para tecnologista, também com lotação em vários Estados. O prazo dele vai terminar em 14 de junho de 2016, com o acréscimo da prorrogação.

Continuar lendo

Atualizado: 04/09/2018 - 15:34

Concurso Receita Federal: cresce expectativa por aval

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

2.083 vagas solicitadas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Cresce a expectativa de que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) autorize a realização do concurso da Receita Federal do Brasil (RFB). O órgão solicitou autorização para preencher 2.083 vagas em seu quadro de pessoal.

Dados indicam que a falta de servidores na RFB está cada vez mais crítica, ainda mais que a cada novo levantamento cresce o número de postos vagos. A tendência é que a quantidade de servidores fique cada vez mais escassa, caso uma nova seleção não ocorra.

APOSTILAS CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR

CURSO ONLINE PARA CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL

Último levantamento, de dezembro de 2017, aponta que a Receita Federal tem 20.830 postos em aberto, número em constante crescimento. Do déficit de servidores, 10.922 são de auditores e 9.908 de analista. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

Pedido do concurso da Receita Federal 2018

Em maio de 2017, o Ministério da Fazenda encaminhou ao Ministério do Planejamento pedido para que sejam liberadas à Receita Federal 2.083 oportunidades para auditor-fiscal e analista tributário.

Do total de ofertas requeridas para o concurso da Receita Federal, 630 são para auditor e 1.453 para analista. Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. A remuneração inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso da Receitra Federal para a área administrativa

Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.

Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018

Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.

Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último concurso da Receita Federal

No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR CONCURSO RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018

 


Ads

Uma das vagas na Receita Federal será sua!

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. Garanta sua vaga e construa uma carreira de sucesso!

 

 

 


Continuar lendo

Atualizado: 04/09/2018 - 12:58

Ponte Nova MG tem concurso com salários de até R$ 3,6 mi

A remuneração mais baixa, que é para cargo de ensino médio, apresenta inicial de R$ 2,7 mil. Inscrições do concurso da Câmara de Ponte Nova ficarão abertas a partir de outubro

Oito cargos

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Câmara Municipal de Ponte Nova, em Minas Gerais, promove concurso público que visa ao preenchimento de nove vagas e cadastro reserva (CR) de pessoal. A remuneração inicial fica entre R$ 2.784,13 e R$ 3.669,02 por mês.

Candidatos com ensino médio completo podem concorrer ao emprego de assistente administrativo (1 oportunidade), enquanto os que ainda possuem curso técnico em informática estão aptos para assistente administrativo de informática (1).

Já os profissionais que possuem nível médio concluído e certificado de habilitação como tradutor e intérprete de libras na forma da legislação especial têm a chance de pleitear a carreira de assistente administrativo de libras (1).

Os cargos que exigem formação superior são os de agente administrativo analista (3), agente administrativo especialidade contabilidade (CR), agente administrativo especialidade educacional (1), agente administrativo especialidade comunicação social (1) e agente administrativo controle interno (1).

As inscrições do concurso da Câmara de Ponte Nova ficarão abertas a partir das 9h de 8 de outubro até as 20h de 6 de novembro. O formulário cadastral estará disponível no site da Fundep (www.gestaodeconcursos.com.br), a banca organizadora.

Para efetivar a participação no certame, os interessados devem realizar o pagamento de uma taxa no valor de R$ 60 (níveis médio e técnico) ou R$ 100 (superior).

Concurso Câmara Ponte Nova: provas objetivas

Todos os participantes serão submetidos a uma prova objetiva com questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, noções de informática, legislação municipal e/ou conhecimentos específicos. Ainda haverá uma redação para todos os cargos.

O exame objetivo e a redação acontecerão, na cidade de Ponta Nova, em 9  de novembro de 2018. A organizadora divulgará oportunamente, em sua página eletrônica, os horários e locais de aplicação.

Concurso Câmara Ponte Nova: conteúdo programático para cargos de níveis médio e técnico

Língua portuguesa - Compreensão e interpretação de textos. Gêneros e tipos de texto. Articulação textual: operadores sequenciais, expressões referenciais. Coesão e coerência textual. Identificação, definição, classificação, flexão e emprego das classes de palavras; formação de palavras. Verbos: flexão, conjugação, vozes, correlação entre tempos e modos verbais. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Crase. Colocação pronominal. Estrutura da oração e do período: aspectos sintáticos e semânticos. Acentuação gráfica. Ortografia. Pontuação. Variação linguística.

Matemática - Conjunto dos números naturais: operações, divisibilidade, decomposição de um número natural nos seus fatores primos, múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum de dois ou mais números naturais. Conjunto dos números inteiros: operações. Conjunto dos números racionais: propriedades, operações, valor absoluto de um número, potenciação e radiciação. O conjunto dos números reais: números irracionais, a reta real, intervalos. Sistema de medida, sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, razões, proporções, grandezas direta e inversamente proporcionais, regra de três simples e composta, porcentagem, juros, equações de 1º grau, sistema de equações. Cálculo de área e perímetros de figuras planas. Leitura e identificação de dados apresentados em gráficos de colunas e tabela, análise combinatória e probabilidade.

Raciocínio lógico - Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; dedução de novas informações das relações fornecidas e avaliação das condições usadas para estabelecer a estrutura destas relações. Conhecimentos de matemática elementar necessários para resolver questões que envolvam estruturas lógicas, lógica de argumentação, lógica das proposições, relações, gráficos e diagramas. Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos e geométricos com sequências numéricas: Teoria dos Conjuntos (união e intersecção, diagrama de Venn).

Legislação municipal - Constituição da República: Títulos I a IV. Lei Orgânica do Município de Ponte Nova. Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Ponte Nova. Regimento Interno da Câmara de Vereadores do Município de Ponte Nova.
 

Continuar lendo

Atualizado: 04/09/2018 - 09:31

Concurso TCE MG: inscrições para 39 vagas encerram hoje

Todas as chances do edital do Tribunal de Contas de Minas Gerais são para o cargo de analista, que exige nível superior em diversas áreas

Salário de R$ 8,1 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Chega ao fim às 18h desta terça-feira (4) o prazo de inscrição do concurso público para o cargo de analista de controle externo do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG). A seleção visa o provimento de 39 vagas, sendo quatro reservadas a pessoas com deficiência.

 

As ofertas estão distribuídas entre as especialidades de administração (2), ciências atuariais (2), ciências contábeis (14), ciência da computação (2), ciências econômicas (4), direito (10) e engenharia (5). Interessados devem possuir diploma de curso de nível superior na área específica a que pretende concorrer.

 

A remuneração inicial é de R$ 8.106,87, já incluso o auxílio-alimentação no valor de R$ 941, para jornada de trabalho de 30 horas semanais. Após o primeiro ano de efetivo exercício, o servidor será submetido a avaliação de desempenho, tendo direito a perceber adicional de desempenho, no montante de até R$ 3.500.

• CURSO PARA CONCURSO TCE MG 2018 - ANALISTA DE CONTROLE EXTERNO

De acordo com o edital, os candidatos nomeados exercerão suas funções na sede do Tribunal de Contas, em Belo Horizonte, ou em unidades descentralizadas regionais que vierem a ser criadas, sem prejuízo da realização de auditorias e inspeções no âmbito do território estadual.

 

 

Como participar do concurso do TCE MG 2018

 

 

O processo de seleção será organizado e executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As inscrições devem ser realizadas no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/tce_mg_18.

Será cobrada uma taxa de participação, no valor de R$ 140, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite de 5 de outubro, observado o horário de funcionamento da rede bancária.

 

 

Provas do concurso do TCE MG 2018

 

 

Todos os inscritos serão submetidos a duas avaliações: prova objetiva e prova discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Elas serão aplicadas na cidade de Belo Horizonte/MG no dia 18 de novembro, em turnos distintos

A prova objetiva será composta por 100 questões do tipo múltipla escolha que versarão sobre conhecimentos gerais (língua portuguesa), conhecimentos específicos e conhecimentos especializados.

 

Já a prova discursiva contará com duas questões, sendo uma sobre controle externo e uma acerca dos conhecimentos especializados de cada especialidade, a serem respondidas em até 60 linhas, cada uma. Serão avaliados: o domínio do conteúdo dos temas abordados, demonstração de conhecimento técnico aplicado; e o domínio da modalidade escrita da língua portuguesa.


Ads

Revisão Presencial para TCE-MG - Inscreva-se!

No dia 17 de novembro, acontecerá um aulão presencial em Belo Horizonte com dicas de reta final para o concurso TCE-MG de Analista de Controle Externo. É a sua oportunidade de revisar os principais temas de cada disciplina, e, assim, garantir aqueles pontos necessários para que você seja nomeado no concurso!       


 

 

   
Continuar lendo

Atualizado: 04/09/2018 - 07:42

AGU define banca para abrir concurso ainda em 2018

A autorização do Ministério do Planejamento determina que o edital do novo concurso público da AGU seja publicado até dia 14 de dezembro de 2018. Diversos cargos

100 vagas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Mais um passo para que a Advocacia-Geral da União (AGU) possa publicar o edital do seu novo concurso público 2018, autorizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPGD) em 14 de junho.  Acontece que o nome da banca organizadora foi divulgado nesta terça-feira, 4 de setembro, por meio de publicação em diário oficial. A escolhida é o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional Nacional (Idecan).

Além disso, o órgão trabalha no processo de distribuição, pelos diversos estados, das 100 vagas que serão oferecidas no concurso. De acordo com a autorização do MPDG, a publicação do edital de abertura de inscrições da AGU deve ocorrer,no mais tardar, até 14 de dezembro.

O concurso da AGU contará com vagas para administrador (48 vagas), analista técnico administrativo (10), arquivista (2), bibliotecário (1), contador (32), técnico em assuntos educacionais (2) e tecnico em comunicação social (5).

• CURSO CONCURSO AGU 2018 - CONTADOR / ANALISTA E TÉCNICO
• CURSO CONCURSO AGU 2018 - DIVERSOS CARGOS

Para todos estes cargos é necessário possuir formação de nível superior, com remuneração inicial de R$ 6.200, considerando vencimentos básicos e gratificações.

“A realização deste concurso é um passo importante no processo de fortalecimento do quadro de servidores da AGU. Todos nós sabemos que as vitórias obtidas pela nossa instituição somente serão possíveis graças, também, à incansável dedicação diária de nossos servidores”, disse, quando do envio do pedido do concurso, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça.

Concurso AGU - Novas vagas

  Vale ressaltar que tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 6788/17, que cria mais 3.000 vagas na AGU, sendo 2.000 de analista técnico de apoio à atividade jurídica e 1.000 de técnico de apoio à atividade jurídica.   No caso de técnico, para concorrer será exigido apenas ensino médio, com inicial de R$ 4.669,35, com gratificações; e para analistas, nível superior, com inicial de R$ 6.985,34.  

Mais informações sobre este projeto podem ser obtidas aqui

 

AGU - Concurso Anterior

O último concurso da AGU  na área de apoio operacional ocorreu em 2014, quando foram oferecidas 100 oportunidades, para preenchimento para a sede, em Brasília, bem como para a Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP/PR), pelo regime jurídico únicos dos servidores civis da união, autarquias e fundações públicas federais.

No quadro de nível superior da AGU foram oferecidas oportunidades para os cargos de analista de sistemas (10 postos), analista técnico administrativo (34), bibliotecário com registro profissional (3) e técnico em comunicação social (3). Em caso de formação técnica, a oferta foi de dez vagas para a carreira de técnico em contabilidade.

Já na Secretaria dos Portos, em nível médio, a AGU ofereceu dez vagas para agente administrativo e sete para técnico em contabilidade. Em nível superior, a oferta foi para os cargos de administrador (4), analista técnico administrativo (15), contador (2) e economista (2).

A banca organizadora do concurso da AGU, na ocasião, foi o Idecan.

Antes disso, a seleção anterior para a área técnica ocorreu em 2006, quando foram registrados 25 mil inscritos para a oferta de 336 vagas, somente para candidatos de nível superior, para os cargos de administrador, contador, economista e engenheiro. Neste caso, a banca organizadora foi o Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade do Rio de Janeiro (NCE/UFRJ).

 

Sobre a AGU

Cabe à Advocacia Geral da União (AGU) representar a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo-lhe, nos termos da lei complementar que dispuser sobre sua organização e funcionamento, as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo. Em termos de representação judicial, sua atividade é exercida em defesa dos interesses dos referidos entes nas ações judiciais em que a União figura como autora, ré ou, ainda, terceira interessada. A representação extrajudicial é exercida perante entidades não vinculadas à justiça, como órgãos administrativos da própria união, estados ou municípios.


Ads

Quartas das Carreiras. Inscreva-se!

Toda quarta-feira, às 18 horas, serão entrevistados servidores públicos das mais diversas carreiras de órgãos municipais, estaduais e federais. É a oportunidade que você tem de conhecer melhor sua futura profissão!


 

 

Continuar lendo

Atualizado: 03/09/2018 - 15:16

Banco do Brasil: expectativa por novos concursos

Cargo conta com necessidade de contratação de pessoal em diversos estados. Exigência de ensino médio, com inicial de R$ 4 mil

Escriturário

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Após o concurso realizado no início deste ano para o preenchimento de 60 vagas (sendo 30 imediatas) em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, cresce a expectativa pelo início de novos concursos públicos para o cargo de escriturário do Banco do Brasil em diversos outros estados. Embora ainda não exista uma confirmação de quando um novo edital possa ser publicado, a carência de servidores é grande, inclusive nos estados contemplados na última seleção, como São Paulo.


Tanto que, no final do primeiro semestre, os bancários realizaram protesto em favor da contratação de mais servidores. De acordo com o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, nos últimos 12 meses, o banco fechou 1.983 postos de trabalho e 270 agências.


Há pelo menos dois anos é aguardada a realização de novo concurso não só para São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, como também para os estados de Minas Gerais, Amazonas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará e Tocantins.


O Cargo


Destinada a profissionais de nível médio, a carreira conta com vencimentos de R$ 4.036,56, já considerando os valores do salário-base (R$ 2.718,73), da ajuda alimentação/refeição (R$ 737) e da cesta alimentação (R$ 580,83).

 

O BB concede ainda outros benefícios, entre eles: participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência; previdência privada; e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

 

Atribuições


Comercialização de produtos e serviços do Banco do Brasil, atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados; execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do Banco do Brasil.


Conteúdo Programático


Língua portuguesa – Emprego do acento indicativo de crase; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise); Emprego dos sinais indicativos de pontuação: vírgula, ponto, ponto e vírgula, dois-pontos, reticências, aspas, travessão e parênteses.

 

Língua inglesa – Conhecimento de um vocabulário fundamental e dos aspectos gramaticais básicos para a interpretação de textos técnicos.

Matemática – Lógica proposicional; Noções de conjuntos; Relações e funções; Funções polinomiais; Funções exponenciais e logarítmicas; Matrizes; Determinantes; Sistemas lineares; Sequências; Progressões aritméticas e progressões geométricas; Matemática financeira.

Atualidades do mercado financeiro – Sistema Financeiro Nacional. Dinâmica do mercado. Mercado bancário.

Probabilidade e estatística – Análise combinatória; Noções de probabilidade; Teorema de Bayes; Probabilidade condicional; Noções de estatística; População e amostra; Análise e interpretação de tabelas e gráficos; Regressão, tendências, extrapolações e interpolações; Tabelas de distribuição empírica de variáveis e histogramas; Estatística descritiva (média, mediana, variância, desvio padrão, percentis, quartis, outliers, covariância).

Conhecimentos bancários – Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; COPOM –Comitê de Política Monetária. Banco Central do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários. Produtos Bancários: Noções de cartões de crédito e débito, crédito direto ao consumidor, crédito rural, caderneta de poupança, capitalização, previdência, investimentos e seguros. Noções de Mercado de capitais. Noções de Mercado Câmbio: Instituições autorizadas a operar e operações básicas. Garantias do Sistema Financeiro Nacional: aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias. Crime de lavagem de dinheiro: conceito e etapas. Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro: Lei nº 9.613/98 e suas alterações, Circular Bacen 3.461/2009 e suas alterações e Carta-Circular Bacen 3.542/12. Autorregulação Bancária.

Informática – Linguagens de programação: Java (SE 8 e EE 7), Phyton 3.6, JavaScript/EcmaScript 6, Scala 2.12 e Pig 0.16; Estruturas de dados e algoritmos: busca sequencial e busca binária sobre arrays, ordenação (métodos da bolha, ordenação por seleção, ordenação por inserção, lista encadeada, pilha, fila, noções sobre árvore binária), noções de algoritmos de aprendizado supervisionados e não supervisionados; Banco de dados: conceitos de banco de dados e sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBD), modelagem conceitual de dados (a abordagem entidade-relacionamento), modelo relacional de dados (conceitos básicos, normalização), banco de dados SQL (linguagem SQL (SQL2008), linguagem HiveQL (Hive 2.2.0)), banco de dados NoSQL (conceitos básicos, bancos orientados a grafos, colunas, chave/valor e documentos), data Warehouse (modelagem conceitual para data warehouses, dados multidimensionais); Tecnologias web: HTML 5, CSS 3, XML 1.1, Json (ECMA-404), Angular.js 1.6.x, Node.js 6.11.3, REST; Manipulação e visualização de dados: linguagem R 3.4.2 e R Studio 5.1, OLAP, MS Excel 2013; Sistema de arquivos e ingestão de dados: conceitos de MapReduce, HDFS/Hadoop/YARN 2.7.4, Ferramentas de ingestão de dados (Sqoop 1.4.6, Flume 1.7.0, NiFi 1.3.0 e Kafka 0.11.0).   

 

Continuar lendo

Atualizado: 03/09/2018 - 12:54

Concurso Caixa: STF é favorável à terceirização

Processo diz respeito à convocação de remanescentes do último concurso público da instituição

Técnico bancário

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou, no último dia 30 de agosto, parecer sobre o julgamento da ação civil pública impetrada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) sobre a convocação dos aprovados no concurso público realizado pela Caixa Econômica Federal (CEF) em 2014.  De acordo com o parecer do STF, é considerada lícita a terceirição de todas as atividades da instituição, inclusive aquelas consideradas fins.

De acordo com a decisão, a terceirização de trabalhos não viola a dignidade do trabalho, havendo, para isto, o poder judiciário para impedir eventuais abusos. A decisão deve influenciar a expectativa de convocação dos remanescentes, bem como a realização de novo concurso.

A Ação Civil Pública impetrada pelo MPG do Distrito Federal cobra a convocação de aprovados no último  concurso para os cargos de técnico bancário, engenheiro e médico do trabalho.

A alegação dos candidatos era de que a instituição contraou terceirizados, mesmo havendo aprovados aguardando convocação.

 

Carência de pessoal

A contratação de pessoal é uma das maiores reivindicações dos servidores da Caixa. Em 2017, representantes do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, durante encontro mensal com diversas áreas do banco, entregaram aos representantes das superintendências regionais as demandas da categoria por mais empregados em diversas agências.

De acordo com o diretor do sindicato, Francisco Pugliesi, a falta de pessoal e a consequente sobrecarga de trabalho são condições gerais na instituição e, durante o evento, foram destacadas algumas unidades em São Paulo que apresentam maior urgência de pessoal.

Ainda segundo dados do sindicato, no período de junho de 2015 a junho de 2016, a Caixa eliminou 2.235 postos de trabalho.   

Mesmo com a prorrogação do prazo de validade do concurso de 2014, caso o banco resolvesse abrir nova seleção, seria permitido, desde que priorizada a nomeação dos aprovados no concurso prorrogado.

O motivo que levou à decisão judicial é que a instituição ainda conta com nada menos do que 29.689 remanescentes do certame aguardando convocação.

Por enquanto, a Caixa chamou apenas 2.501 técnicos bancários aprovados no concurso, que contou com mais de um milhão de candidatos, sendo 33 mil classificados para o cargo. Do total, 2.299 são para oportunidades de ampla concorrência e 202 portadores de deficiências físicas.
 

Técnico bancário

O cargo de técnico bancário, um dos mais procurados do funcionalismo, exige apenas ensino médio, com remuneração de R$ 2.932,32, incluindo salário base de R$ 2.025 e R$ 907,32 de benefícios  - isso no concurso Caixa Econômica de 2014.

A grande procura se deve, ainda, aos benefícios oferecidos pela instituição, como possibilidade de evolução salarial ao longo da trajetória profissional, possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, possibilidade de participação em plano de saúde de previdência complementar, auxílio refeição-alimentação, auxílio cesta-alimentação, possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento e programas de preservação da saúde, qualidade de finda e prevenção de acidentes.

Atribuições

Cabe ao técnico bancário da Caixa Econômica prestar atendimento e fornecer informações solicitadas por clientes e público, efetuar atividades administrativas necessárias ao bom andamento do trabalho da unidade, operar computador, terminais e outros equipamentos,instruir e relatar processos administrativos e operacionais, efetuar cálculos diversos referentes às operações, programas e serviços da Caixa, elaborar e redigir correspondências, preparar o movimento diário,manter atualizadas as operações, programas e serviços implantados eletronicamente, dar andamento em processos e documentos tramitados na unidade, realizar trabalho relativo à edição de textos e planilhas eletrônicas, arquivos, pesquisa cadastral, controle de protocolo e demais atividades operacionais e elaborar e preparar mapas, gráficos, relatórios e outros documentos.  

Embora o último concurso Caixa Econômica tenha sido apenas para formar cadastro reserva de pessoal, a seleção contou com nada menos do que 1.156.744 inscritos em todo o país. A organizadora foi o Cespe/UnB.

Concurso Caixa Econômica

No edital da Caixa Econômica de 2014, constou que a prova objetiva teve 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 14 de língua portuguesa, com peso dois, e 36 sobre matemática, raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação específica, com peso um. Conhecimentos específicos contou com peso dois. Os candidatos também foram submetidos a uma prova discursiva de conhecimentos específicos, com peso um.

Continuar lendo

Shopping