Até 8/1

Votorantim SP inscreve para concurso com cinco vagas

Todas as oportunidades são para agente de controle de endemias. Cargo requer ensino médio e oferece salário de R$ 1,7 mil

Samuel Peressin
Publicado em 19/12/2018, às 14h30

A Prefeitura de Votorantim, no interior paulista, está com inscrições abertas para processo seletivo destinado a preencher cinco vagas temporárias de agente de controle de endemias.

O cargo exige ensino médio e tem jornada semanal de 40 horas. A remuneração inicial é de R$ 1.737,49, composta pelo salário-base (R$ 1.345,05) e o adicional de insalubridade (R$ 392,44). 

As inscrições para o certame serão recebidas até 8 de janeiro, somente via internet, por meio da página http://www.publiconsult.com.br/. O valor da taxa de participação é de R$ 17,76.

Em 27 de janeiro, a partir das 9h30, os candidatos realizarão prova objetiva com 25 questões sobre língua portuguesa, matemática, atualidades e conhecimentos gerais e específicos.  

O concurso da Prefeitura de Votorantim terá validade de um ano, a contar da homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital.  

Concurso Prefeitura Votorantim: atribuições do agente de controle de endemias

Realizar o cadastro de imóveis, por intermédio do reconhecimento geográfico, cadastro de imóveis especiais e o cadastro de pontos estratégicos (PE) e mantê-los atualizados; Realizar levantamento de índices de densidade larvária; Realizar identificação de larvas em microscópio óptico; Realizar pesquisa larvária, tratamento perifocal (residual) e focal (larvicida) em pontos estratégicos e imóveis especiais para dengue ou outros imóveis, quando indicado, como medida complementar ao controle mecânico além de orientar o responsável para melhoria das condições sanitárias dos mesmos, conforme orientação técnica; Identificar criadouros contendo formas imaturas (larvas) de mosquito; Orientar os munícipes a realizar controle mecânico de criadouros (casa a casa) através da remoção, destruição, mudança de posição ou de localização, vedação desses criadouros; Realizar controle mecânico de criadouros (casa a casa) através da remoção, destruição, mudança de posição ou de localização; vedação desses criadouros com o auxílio do morador; Realizar controle químico, biológico e mecânico de animais vetores de doenças, através de aplicação de inseticidas, raticidas ou outras medidas técnicas que sejam indicadas para a situação; Atuar junto aos domicílios, informando os seus moradores sobre dengue e outras doenças conforme a necessidade, seus sintomas e riscos, o agente transmissor e medidas de prevenção; Reunir-se sistematicamente com a equipe de Atenção Primária em Saúde, para trocar informações sobre febris suspeitos de dengue, a evolução dos índices de infestação por Aedes aegypti da área de abrangência, os índices de pendências e as medidas que estão sendo, ou deverão ser adotadas para melhorar a situação; Promover reuniões com a comunidade com o objetivo de mobilizá-la para as ações de prevenção e controle da dengue e outras doenças, sempre que possível em conjunto com a equipe de APS da sua área; Preparar soluções padronizadas de inseticidas e abastecer pulverizadores e/ou nebulizadores; Limpar e reparar instrumentos de trabalho; Utilizar corretamente os equipamentos de proteção individual indicados para cada situação; Encaminhar aos serviços de saúde os casos suspeitos de dengue identificados durante as atividades realizadas; Realizar pesquisa e coleta de insetos e outros animais sinantrópicos de interesse à Saúde Pública; Orientação aos munícipes sobre medidas de controle de zoonoses e de população de animais domésticos; Participar de atividades educativas referentes ao seu serviço, dirigidas a diferentes segmentos da comunidade, auxiliando no empoderamento e participação popular da comunidade; Preenchimento de formulários específicos via papel ou meio eletrônico de acordo com a necessidade e demanda; Trabalho administrativo vinculado a interesses do departamento; Digitação de boletins diários de trabalho e relatórios;Realizar ações educativas relacionadas às zoonoses; Repassar ao superior da área, os problemas detectados durante sua rotina de trabalho, de maior grau de complexidade, não solucionados; Utilização, conservação e zelo dos equipamentos de proteção individual, máquinas e equipamentos; Realizar busca ativa de casos suspeitos de Dengue e encaminhar à Atenção Primária em Saúde (APS); Executar outras atividades compatíveis com a função determinada pelo superior imediato, quando necessário; Acatar recomendações técnicas proveniente de médicos veterinários (acompanhantes das atividades executadas); Realizar aplicação de vacina antirrábica em cães e gatos; Limpeza e manutenção das instalações, principalmente canis e baias; Participação de Campanhas promovidas pela Secretaria da Saúde.

Concurso Prefeitura Votorantim: conteúdo programático parcial

Língua portuguesa - Leitura e interpretação de textos literários e não literários – descrição, narração, dissertação, etc. Novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa. Fonética: Encontros vocálicos – ditongo, tritongo, hiato. Encontros consonantais. Dígrafos. Classificação das palavras quanto ao número de sílabas - monossílabas, dissílabas, trissílabas, polissílabas. Divisão silábica. Sílaba tônica. Classificação das palavras quanto ao acento tônico - oxítonas, paroxítonas, proparoxítonas. Ortoepia. Prosódia. Ortografia. Acentuação Gráfica. Crase. Notações léxicas. Abreviatura, siglas e símbolos. Morfologia: Estrutura das palavras – raiz, radical, palavras primitivas e derivadas, palavras simples e compostas. Formação das palavras – derivação, composição, redução, hibridismos. Sufixos. Prefixos. Radicais. Classificação e flexão das palavras - substantivo, artigo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição, conjunção, interjeição, etc. Semântica: Significação das palavras – sinônimos e antônimos. Análise sintática - frase, oração e período. Termos Essenciais da Oração - sujeito, predicado. Termos integrantes e acessórios da oração - objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, agente da passiva, adjunto adnominal, adjunto adverbial, aposto, vocativo, etc. Classificação das orações: principal, coordenadas, subordinadas, reduzidas, etc. Sinais de Pontuação – emprego da vírgula, ponto-e-vírgula, dois-pontos, ponto final, ponto de interrogação, ponto de exclamação, reticências, parênteses, travessão, aspas, colchetes, asterisco, parágrafo. Sintaxe de concordância – nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Sintaxe de colocação. Modos e tempos verbais, infinitivo, gerúndio e particípio. Bibliografia referencial: BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. Nova Fronteira, 2015. CEGALLA, D. P. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. Companhia Editora Nacional, 2007. HOUAISS, Antonio. Dicionário Houaiss de Sinônimos e Antônimos. Publifolha, 2011. MICHAELIS Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa (http://michaelis.uol.com.br). ROCHA LIMA. Gramática Normativa da Língua Portuguesa. José Olympio, 53ª ed. 2017. SENADO FEDERAL. Acordo ortográfico da Língua Portuguesa, 2013 (https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/508145/000997415.pdf?sequence=1). Sites para estudo do conteúdo: http://brasilescola.uol.com.br/portugues, http://portugues.uol.com.br/, http://www.soportugues.com.br, https://www.conjugacao.com.br/.

Conhecimentos específicos - Noções básicas sobre normas regulamentares e procedimentos operacionais inerentes aos trabalhos de rotina das atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do Sistema Único de Saúde. Pesquisa de campo, visitas domiciliares e outras. Noções de controle de proliferação e desenvolvimento do mosquito. Noções sobre a dengue. Biologia dos vetores. Organização das operações de campo. Reconhecimento geográfico. Visita domiciliar. Criadouros. Pesquisa entomológica. Tratamento. Controle da dengue e da leishmaniose. Serão elaboradas questões tendo em vista a descrição das atribuições relativas à função. Bibliografia referencial: Lei Federal nº 11.350/2006 e suas atualizações - Dispõe sobre as atividades de Agente de Controle às Endemias (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11350.htm). Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue (http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_nacionais_prevencao_controle_dengue.pdf). Manual de Normas Técnicas: Dengue - Instruções para Pessoal de Combate ao Vetor (http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/funasa/man_dengue.pdf). Controle de Vetores – Procedimentos de Segurança (http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/funasa/controle_vetores.pdf). Cadernos de Atenção Básica nº 21 – Vigilância em Saúde (http://dab.saude.gov.br/portaldab/biblioteca.php). Guia de Vigilância Epidemiológica. MS/SVS – 2ª ed., 2017 (http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2017/outubro/06/Volume-Unico-2017.pdf). Leishmaniose: sintomas, transmissão e prevenção (https://www.bio.fiocruz.br/index.php/43-produtos/reativos/450-leishmaniose-sintomas-transmissao-e-prevencao-ifi-humana).
 

Orgão: Prefeitura Votorantim
Nº vagas: 5
Taxa de inscrição: R$ 17,76
Cargos: Agente
Áreas de Atuação: Operacional
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: Até R$ 1737,49
Organizadora: Publiconsult
Estados com Vagas: SP
Cidades: Votorantim - SP

Mais Lidas