Publicado: 20/04/2018 - 09:02 | Atualizado: 20/04/2018 - 09:02
Publicado: 20/04/2018 - 09:02 | Atualizado: 20/04/2018 - 09:02

Termina hoje prazo para 410 vagas no concurso da SEE/AC

Concurso da SEE/AC selecionará 410 bolsistas alfabetizadores para atuação no programa Quero Ler. Presenciais, inscrições são gratuitas

Em três cidades

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Terminam nesta sexta-feira (20) as inscrições do processo seletivo da Secretaria de Estado de Educação e Esporte do Acre (SEE/AC) para concessão de 410 bolsas para alfabetizadores do programa Quero Ler.

Os contratados atuarão na alfabetização de jovens e adultos, dedicando 15 horas semanais para interação direta com os alunos e oito horas mensais para planejamento didático e pedagógico. O valor da bolsa é de R$ 800.

As oportunidades em disputa no concurso da SEE/AC estão distribuídas entre as zonas rural e urbana de três municípios: Cruzeiro do Sul (100 postos), Rio Branco (210) e Sena Madureira (100).

Para participar, os interessados devem possuir escolaridade a partir de nível médio, além de formar uma turma para alfabetizar e providenciar o espaço para realização das aulas. O número mínimo de estudantes para classes rurais e urbanas é de 10 e 15 alunos, respectivamente.

Concurso SEE/AC: inscrições e seleção

Presenciais e gratuitas, as candidaturas podem ser registradas nas três cidades com oferta de vagas (confira os endereços aqui). As unidades funcionam das 7h30 às 12h e das 14h às 17h30. 

Os candidatos serão selecionados por meio de análise curricular, com base nas informações apresentadas no formulário de inscrição. Os critérios de avaliação incluem: formação da turma para alfabetização, qualificação acadêmica e experiência profissional. 

O resultado final sairá em 9 de maio. O concurso da SEE/AC terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da pasta, de acordo com o edital.

Concurso SEE/AC 2018: atribuições do alfabetizador

Realizar atividade de alfabetização de turmas de jovens e adultos, por um período de até seis meses; participar, obrigatoriamente, da formação inicial e continuada e das atividades de planejamento e avaliação do processo de ensino e aprendizagem, com a Coordenação Pedagógica; registrar, sistematicamente, em formulários próprios do Programa, os conteúdos das aulas ministradas e a frequência diária dos alfabetizandos, bem como os resultados da aprendizagem obtidos por cada aluno, ao longo do processo de alfabetização; elaborar relatórios mensais de diagnóstico de avanço e de frequência dos alfabetizandos; cumprir quinze horas aulas semanais, destinadas à função de alfabetizador e oito horas mensais para o planejamento didáticopedagógico; realizar avaliação final que consiste na escrita e leitura de textos em conformidade com o estabelecido pela Equipe Técnica e Coordenação Pedagógica do Programa Quero Ler; realizar outras atividades correlatas a função.

Vídeos Educação

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 20/04/2018 - 09:02

Termina hoje prazo para 410 vagas no concurso da SEE/AC

Concurso da SEE/AC selecionará 410 bolsistas alfabetizadores para atuação no programa Quero Ler. Presenciais, inscrições são gratuitas

Em três cidades

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Terminam nesta sexta-feira (20) as inscrições do processo seletivo da Secretaria de Estado de Educação e Esporte do Acre (SEE/AC) para concessão de 410 bolsas para alfabetizadores do programa Quero Ler.

 

Os contratados atuarão na alfabetização de jovens e adultos, dedicando 15 horas semanais para interação direta com os alunos e oito horas mensais para planejamento didático e pedagógico. O valor da bolsa é de R$ 800.

 

As oportunidades em disputa no concurso da SEE/AC estão distribuídas entre as zonas rural e urbana de três municípios: Cruzeiro do Sul (100 postos), Rio Branco (210) e Sena Madureira (100).

 

Para participar, os interessados devem possuir escolaridade a partir de nível médio, além de formar uma turma para alfabetizar e providenciar o espaço para realização das aulas. O número mínimo de estudantes para classes rurais e urbanas é de 10 e 15 alunos, respectivamente.

 

Concurso SEE/AC: inscrições e seleção

 

Presenciais e gratuitas, as candidaturas podem ser registradas nas três cidades com oferta de vagas (confira os endereços aqui). As unidades funcionam das 7h30 às 12h e das 14h às 17h30. 

 

Os candidatos serão selecionados por meio de análise curricular, com base nas informações apresentadas no formulário de inscrição. Os critérios de avaliação incluem: formação da turma para alfabetização, qualificação acadêmica e experiência profissional. 

 

O resultado final sairá em 9 de maio. O concurso da SEE/AC terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da pasta, de acordo com o edital.

 

Concurso SEE/AC 2018: atribuições do alfabetizador

 

Realizar atividade de alfabetização de turmas de jovens e adultos, por um período de até seis meses; participar, obrigatoriamente, da formação inicial e continuada e das atividades de planejamento e avaliação do processo de ensino e aprendizagem, com a Coordenação Pedagógica; registrar, sistematicamente, em formulários próprios do Programa, os conteúdos das aulas ministradas e a frequência diária dos alfabetizandos, bem como os resultados da aprendizagem obtidos por cada aluno, ao longo do processo de alfabetização; elaborar relatórios mensais de diagnóstico de avanço e de frequência dos alfabetizandos; cumprir quinze horas aulas semanais, destinadas à função de alfabetizador e oito horas mensais para o planejamento didáticopedagógico; realizar avaliação final que consiste na escrita e leitura de textos em conformidade com o estabelecido pela Equipe Técnica e Coordenação Pedagógica do Programa Quero Ler; realizar outras atividades correlatas a função.

Continuar lendo

Atualizado: 04/04/2018 - 12:41

Ministério da Educação: autorizadas 1.700 vagas

Oportunidades são para diversos estados, para realização de novos concursos públicos e convocação de remanescentes

Professores e Técnicos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quarta-feira, 4 de abril, a portaria interministerial 60, de 29 de março, que amplia o banco de professores e cargos técnicos-administrativos do Ministério da Educação, com a criação de 1.700 vagas, que poderão ser preenchidas pelas respectivas instituições, por meio de realização de novos concursos públicos ou pela convocação de remanescentes de concursos públicos ainda em validade.


Do total de oportunidades, 500 são para cargos técnicos-administrativos de ensino médio dos Institutos Federais e centros federais de educação tecnológica. Do total, 453 são para os institutos federais vinculados ao Ministério da Educação, sendo 85 para a classe “D” e 368 para a classe “E”. As 47 restantes são para o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), no Rio de Janeiro, e Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), sendo 15 para a classe “D” e 32 para a “E”.


No caso de professores são 1.044 para os institutos federais e 156 para os Cefets do Rio de Janeiro e Minas Gerais.  Para os institutos federais são 870 para professores de magistério do ensino básico, técnico e tecnológico e 174 para professores equivalentes, referente ao limite para contratação de professores substitutos e visitantes. No caso dos Cefets são 130 para professor de magistério de ensino básico, técnico e tecnológico e 26 para professores equivalentes, referente ao limite para contratação de professores substitutos e visitantes.


Distribuição das vagas
As 453 vagas de técnicos para os institutos federais estão distribuídas da seguinte forma: Instituto Federal Catarinense (8), Instituto Federal da Paraíba (19), Instituto Federal de Brasília (11), Instituto Federal de Goiás (9), Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (8), Instituto Federal de Minas Gerais (19), Instituto Federal de Rondônia (10), Instituto Federal de Roraima (12), Instituto Federal de Santa Catarina (10), Instituto Federal de São Paulo (29), Instituto Federal de Sergipe (25), Instituto Federal do Acre (20), Instituto Federal do Amapá (11), Instituto Federal do Amazonas (8), Instituto Federal do Espírito Santo (20), Instituto Federal do Maranhão (12), Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (17),Instituto Federal do Pará (20), Instituto Federal do Rio de Janeiro (23), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (9), Instituto Federal do Rio Grande do Sul (14), Instituto Federal do Sertão Pernambucano (9), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (12), Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (11), Instituto Federal do Tocantins (10), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (12),Instituto Federal Farroupilha (30), Instituto Federal Fluminense (13), Instituto Federal Goiano (24) e Instituto Federal Sul Rio-Grandense (18).             


Para as 870 de professores dos institutos federais: Instituto Federal Catarinense (8), Instituto Federal da Paraíba (85), Instituto Federal de Goiás (30), Instituto Federal de Mato Grosso (60), Instituto Federal de Minas Gerais (80), Instituto Federal de Pernambuco (85), Instituto Federal de Roraima (13), Instituto Federal do Acre (25), Instituto Federal do Amapá (43), Instituto Federal do Amazonas (35), Instituto Federal do Espirito Santo (55), Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (25),Instituto Federal do Rio Grande do Sul (80), Instituto Federal do Sertão de Pernambuco (11), Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (60), Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (30), Instituto Federal do Tocantins (22), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (12), Instituto Federal Fluminense (34), Instituto Federal Goiano (55) e Instituto Federal Sul Rio Grandense (22)

 

Continuar lendo

Atualizado: 27/02/2018 - 11:49

Aberto concurso para 278 vagas em Itaguaru/GO

Destinadas a profissionais de níveis fundamental, médio e superior de ensino, oportunidades no concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru oferecem salários de até R$ 2,6 mil. Inscrições começam em 29 de março

Executivo e Legislativo

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O município de Itaguaru, em Goiás, divulgou edital de concurso público destinado a preencher 278 vagas nos quadros de servidores da prefeitura e da câmara, sendo 77 chances imediatas e 201 para cadastro reserva (CR). A oferta salarial varia de R$ 954 a 2.668,44. 
Quem possui ensino fundamental incompleto pode concorrer como auxiliar de serviços gerais (11 + 15 CR), borracheiro (1 + 5 CR), copeira (1 + 5 CR), coveiro (1 + 5 CR), mecânico (1 + 5 CR), operário de serviços gerais (11 + 11 CR), pedreiro (1 + 5 CR), porteiro servente (5 + 5 CR) e vigilante (2 + 4 CR).
Já profissionais que concluíram o nível fundamental encontram opções como agente de combate às endemias (2 + 4 CR), recepcionista (1 + 5 CR), motorista (5 + 5 CR), operador de máquinas leves (1 + 5 CR) e operador de máquinas pesadas (1 + 5 CR).
Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru para agente administrativo (2 + 4 CR), almoxarife (1 + 5 CR), avaliador (1 + 5 CR), auxiliar de contabilidade (2 + 4 CR), coletor de tributos (1 + 5 CR), datilógrafo/digitador (1 + 5 CR), fiscal da vigilância sanitária (1 + 5 CR), fiscal de obras, posturas e meio ambiente (1 + 5 CR), fiscal de tributos (2 + 4 CR), recepcionista (3 + 6 CR), técnico em enfermagem (2 + 4 CR), tesoureiro (1 + 5 CR), técnico em radiologia (1 + 5 CR) secretário geral da Câmara de Itaguaru (1 + 5 CR).
Em nível superior há oportunidades para assistente social (1 + 5 CR), biólogo (1 + 5 CR), enfermeiro (2 + 4 CR), engenheiro agrônomo (1 + 5 CR), farmacêutico (1 + 5 CR), fisioterapeuta (1 + 5 CR), gestor ambiental (1 + 5 CR), odontólogo (1 + 5 CR), professor (3 + 6 CR) e psicólogo (1 + 5 CR).

Concurso Prefeitura e Câmara de Itaguaru: inscrições e provas


Será possível se inscrever no concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru entre 29 de março e 20 de abril, por meio do site da banca Itame (www.itame.com.br). As taxas variam de R$ 50 a R$ 100.
O processo seletivo prevê apenas prova objetiva. Marcada para 20 de maio, a avaliação terá duração de três horas. O número de perguntas (20, 30 ou 40) e as disciplinas variam conforme a vaga.  
O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática, legislação, história do município, informática e conhecimentos específicos.
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura e da Câmara de Itaguaru será válido por dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério do Executivo e do Legislativo.

Atribuições do auxiliar de serviços gerais na Prefeitura de Itaguaru


Fazer limpeza em geral, varrendo, lavando, removendo o pó, encerando dependências e limpando moveis, janelas, equipamentos e outros; executar atividades de remoção, montagem e desmontagem de mobiliários, equipamentos e seus componentes, bem como auxiliar na execução de qualquer serviço braçal, quando necessário; executar trabalho de carregamento e descarregamento, auxiliando no transporte de materiais em geral; executar serviços de preparação, lavagem, secagem de roupas hospitalares; efetuar serviços auxiliares no preparo de refeições e lanches, lavando, descascando e cortando os alimentos a serem utilizados; executar outras tarefas correlatas.

Atribuições do auxiliar de serviços gerais na Câmara de Itaguaru


Manter limpos os móveis e arrumados os locais de trabalho; manter arrumado o material sob sua guarda; solicitar requisição de material de limpeza, de açúcar e café, e outros materiais, quando necessário; fazer e servir café, sucos e água; lavar copos, xícaras, cafeteiras, coadores e demais utensílios pertinentes; executar outras atividades afins.
Continuar lendo

Atualizado: 21/12/2017 - 11:57

Rio Branco/AC abre concurso com 291 oportunidades

Destinadas à Secretaria Municipal da Educação, maioria das vagas do concurso de Rio Branco, no Acre, estão distribuídas entre áreas da carreira de professor

Até R$ 3 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado do Acre, a capital Rio Branco está com um concurso aberto para preenchimento de 291 vagas no quadro de servidores da Secretaria Municipal de Educação.
Candidatos com ensino médio completo podem se candidatar aos 42 postos de cuidador pessoal, desde que possuam também curso de noções básicas em saúde. O salário base inicial é de R$ 910.
Em nível superior, há oportunidades para nutricionista (1), professor de educação especial de libras (8), professor de ensino fundamental do 1º ao 5º ano (77), professor de educação especial mediador (81), professor de educação especial atendimento educacional especializado (1), professor da educação infantil pré-escola (77) e professor de educação especial bilíngue (4). As remunerações, nestes casos, oscilam entre R$ 1.865,16 e R$ 3.064,32.

Inscrição no concurso da Prefeitura de Rio Branco/AC


O prazo para se candidatar no concurso já está aberto e vai até o dia 14 de janeiro de 2018. É possível se inscrever por meio do site do Ibade (Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo), organizador do processo seletivo, que é o www.ibade.org.br, pagando taxas de R$ 47 para cuidador social e de R$ 55 para os demais cargos.

Etapas do concurso da Prefeitura de Rio Branco/AC


Todos os candidatos serão submetidos a provas objetivas em 28 de janeiro, mesmo dia em que serão recebidos títulos - exceto para a função de cuidador social.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA RIO BRANCO/AC - CUIDADOR PESSOALAPOSTILAS ONLINE E IMPRESSA RIO BRANCO / AC - PROF DE EDUCAÇÃO ESPECIAL
No dia 18 de fevereiro, candidatos a professor de educação especial libras e professor de educação especial bilíngue passarão por uma avaliação prática, etapa final do concurso da Prefeitura de Rio Branco.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA RIO BRANCO / AC - PROF DE EDUCAÇÃO INFANTILAPOSTILAS ONLINE E IMPRESSA RIO BRANCO / AC - PROF DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL



Continuar lendo

Atualizado: 19/10/2017 - 15:41

MEC recebe autorização de concurso para 1.900 vagas

Ministro do Planejamento liberou o preenchimento de oportunidades para professor e cargos técnico-administrativos

Universidades federais

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Nesta quinta-feira (19), o ministro do Planejamento, Dyogo Henrique Oliveira, autorizou a criação de 1.900 vagas para o Ministério da Educação (MEC). As oportunidades serão para as universidades federais e preenchidas por meio de novos concursos públicos ou que estão em andamento.
Um total de 1.200 chances se destinará às funções de professor-equivalente da carreira do magistério superior e do cargo isolado de professor titular-livre do magistério superior; e professor-equivalente da carreira do magistério do ensino básico, técnico e tecnológico. Tais postos exigem nível superior completo, além de especialização, mestrado e/ou doutorado, dependendo da área.
O ministro ainda liberou 700 oportunidades para cargos técnico-administrativos, que estão distribuídos em diversas colocações nos níveis fundamental, médio, técnico e superior.
"Essa liberação é importante para que as universidades federais continuem oferecendo seus cursos de graduação com a qualidade já reconhecida pela sociedade brasileira. Também reafirmamos nosso compromisso e do governo federal com o ensino superior", destacou o ministro da Educação, Mendonça Filho.


Ads

Leis em áudio grátis 
Escute as leis em áudio e baixe as mais cobradas em concursos públicos, Arquivo mp3! Confira!


Distribuição das vagas do concurso do MEC


As chances serão para as seguintes unidades: Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet/MG), Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet/MG), Colégio Pedro II, Fundação Universidade de Brasília (UNB), Fundação Universidade do Amazonas (Ufam), Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Fundação Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Fundação Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Fundação Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir), Fundação Universidade Federal de Roraima  (UFRR), Fundação Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Fundação Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), undação Universidade Federal de Sergipe  (UFS), Fundação Universidade Federal de Viçosa (UFV), Fundação Universidade Federal do ABC (UFABC), Fundação Universidade Federal do Acre (Ufac), Fundação Universidade Federal do Amapá (Unifap), Fundação Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Fundação Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Fundação Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Federal do Oeste da Banhia (Ufob), Fundação Universidade Federal do Rio Grande (Furg), Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT), Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (univasf),Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Universidade Federal da Integração Latino Americana (Unila), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Universidade Federal de Alfenas (Unifal), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Federal de Goiás  (UFG), Universidade Federal de Itajubá (Unifei), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Universidade Federal de Lavras (Ufla), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Cariri (UFCA), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Universidade Federal do Oeste do Pará  (Ufopa),Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Federal do Rio de Janeiro  (UFRJ), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal Rural da Amazônia  (UFRA), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro  (UFRRJ), Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UFTPR).
Confira a distribuição das vagas por instituição de ensino

Atualizado: 04/09/2017 - 11:21

SEE/AC abre inscrição de concurso com 987 ofertas

As chances no processo seletivo da Secretaria de Estado da Educação e Esporte (SEE) do Acre são para bolsistas alfabetizadores do Programa Quero Ler

Até 29 de setembro

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Entra em vigor nesta segunda-feira (4) o prazo de inscrição do processo seletivo simplificado da Secretaria de Estado da Educação e Esporte (SEE) do Estado do Acre. Oportunidade é de 987 vagas para bolsistas alfabetizadores do Programa Quero Ler, cujo objetivo é a escolarização de alunos com idade igual ou superior a 15 anos que não tiveram acesso à educação básica na faixa etária adequada. 
As ofertas estão distribuídas entre as cidades de Acrelândia (5 vagas), Assis Brasil (5), Bujari (9), Capixaba (40), Cruzeiro do Sul (210), Epitaciolândia (24), Feijó (69), Jordão (20), Mâncio Lima (23), Manoel Urbano (17), Marechal Thaumaturgo (30), Porto Acre (22), Porto Walter (28), Plácido De Castro (11), Rio Branco (305), Rodrigues Alves (70), Santa Rosa (13), Sena Madureira (36), Senador Guiomard (20) e Xapuri (30).  
Interessados devem possuir certificado de nível médio, ou diploma de nível médio na modalidade magistério, ou ser graduando em cursos de licenciatura plena ou bacharelado a partir do 3º período, ou possuir diploma de conclusão de curso superior fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). 
Segundo o edital, a bolsa, no valor de R$ 800, destina-se ao alfabetizador que dedicará 15 horas semanais voltadas para a interação direta com os alunos e 8 horas mensais de planejamento didático pedagógico, no período de até seis meses.

Processo seletivo SEE/AC


Para concorrer à bolsa alfabetizador o candidato deverá formar uma turma para alfabetizar e localizar o espaço para funcionamento dessa turma, preferencialmente em escola ou espaços alternativos. As turmas urbanas deverão ser formadas por no mínimo 15 alunos e as rurais com 10 alunos.
As inscrições presenciais são gratuitas e aceitas no horário das 7h30 às 12h e das 14h às 17hh30 nos locais estabelecidos no edital. O candidato deverá apresentar o formulário de inscrição, as fichas de matrícula dos alunos e os documentos exigidos no edital até o dia 29 de setembro. 
O processo seletivo da SEE/AC será realizado por meio de análise curricular, através das informações prestadas no formulário de inscrição com a devida comprovação por documentos.

Atribuições do cargo da SEE/AC


Bolsista alfabetizador - realizar atividade de alfabetização de turmas de jovens e adultos. Participar, obrigatoriamente, da formação inicial e continuada e das atividades de planejamento e avaliação do processo de ensino e aprendizagem, com a coordenação pedagógica. Registrar, sistematicamente, em formulários próprios do programa, os conteúdos das aulas ministradas e a frequência diária dos alfabetizandos, bem como os resultados da aprendizagem obtidos por cada aluno, ao longo do processo de alfabetização. Elaborar relatórios mensais de diagnóstico de avanço e de frequência dos alfabetizandos. Realizar avaliação final que consiste na escrita e leitura de textos em conformidade com o estabelecido pela equipe técnica e coordenação pedagógica do Programa Quero Ler. Realizar outras atividades correlatas a função.

Atualizado: 14/08/2017 - 09:27

Será que vale a pena prestar esse concurso?

A dúvida é bastante comum entre os concurseiros, já que são muitos os fatores em jogo, como atribuições, perfil da vaga, localidade, entre outras questões abordadas nesta matéria especial. Confira!

Especial

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Prestar um concurso sempre foi uma ótima alternativa para ingressar no mercado de trabalho, já que a carreira em órgãos públicos é mais estável comparada com a iniciativa privada e geralmente oferece boa remuneração. Mesmo assim, é grande a quantidade de concurseiros que ficam receosos na hora de efetuar a inscrição e se questionam: vale a pena prestar esse concurso? Afinal, o candidato precisa avaliar se tem o perfil da vaga, facilidade com as atribuições do cargo e ou se demandará mudança de cidade ou Estado. Pensando nisso, o JC Concursos conversou sobre o tema com professor especialista na área e também um concurseiro para ajudar você a esclarecer esses eternos dilemas na vida dos candidatos. Confira!

Antes de fazer a inscrição, Thállius Moraes, professor e coordenador no AlfaCon Concursos Públicos e Oficial de Justiça Federal, explica que o candidato deve avaliar vários fatores. “Primeiramente, deve ser escolhida uma área que se enquadre nos objetivos traçados, lembrando que se trata de um trabalho e que boa parte da vida será no desempenho do mesmo. Outros pontos como a remuneração e o local de trabalho (se é perto ou longe da família), por exemplo, também são bastante importantes na hora de se fazer o planejamento”.

Ás vezes um concurso é bem remunerado e com boas condições de trabalho, mas a localidade é muito distante. Talvez não seja tão atrativo a longo prazo quanto outro certame que possua um salário menor, porém, fica no local onde o candidato pretende morar. Vale lembrar que esta questão varia muito de cada pessoa. “A dica é manter a mente aberta, pois muitas vezes queremos apenas ficar próximos de casa, mas temos muitos lugares maravilhosos para conhecer e talvez a ‘cidade da vida’ da pessoa ainda esteja para ser descoberta”, incentiva Moraes.

Perfil

Quando perguntado sobre um candidato que pretende concorrer a uma vaga fora do seu perfil profissional, Thállius, responde que em alguns casos, o concurso servirá como um mero treinamento para outra seleção que é realmente almejada. Já em outras situações, se o certame for de um setor que foge muito da área pretendida, essa finalidade fica perdida e a tentativa poderá frustrar o candidato. Um exemplo seria o concurseiro que tem por objetivo uma carreira policial, que é bem específica, ser aprovado em outra área. Nesse caso, a ocupação de um cargo administrativo poderia gerar um servidor insatisfeito e infeliz. “Muitos que buscam apenas um trabalho bem remunerado e estável, sem querer um envolvimento muito grande com o cargo, terminam por se frustrar em algumas atividades de caráter mais intenso, com um contato direto com o público (muitas vezes de maneira não agradável) como nas funções de policial, fiscais em geral ou oficiais de justiça”, explica.

Muitas pessoas se inscrevem em seletivas fora do perfil, mas pensando em passos maiores, conhecidos como “concurso trampolim” ou “concurso escada”. Desta forma, podem complementar os estudos e treinar para outro certame. Este é o caso de Sidnei de Oliveira, morador de Indaiatuba, no interior paulista, que prestou o concurso para o cargo de escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo no último mês de julho. “Fiz a prova por causa das questões sobre direito. Sou estudante da área jurídica e queria testar meus conhecimentos, pois acredito que poderá ajudar para outras vagas”, comenta.

Thállius explica que “os concursos usados como escada fazem parte da vida de pessoas que almejam um cargo cuja preparação demanda um prazo maior, mas enquanto isso precisam de algo para se manter. O ponto positivo é que ao ter uma renda, a pressão no estudo fica um pouco mais aliviada. O ponto negativo é justamente o perigo de se acomodar com essa renda e deixar de batalhar por um cargo mais atrativo, além, é claro, da diminuição do tempo disponível para estudar”. Outra orientação é ficar atento aos postos públicos que pagam pouco e exigem muito no trabalho, a chance de ficar preso em uma situação assim poderá colocar em risco o objetivo final.

Ter familiaridade com a função deve ser levada em consideração? Não necessariamente, explica Moraes. “Varia muito de acordo com a área pretendida. Caso a busca seja por uma atribuição mais tranquila e com boa remuneração, os cargos de natureza administrativa são os mais procurados. Mesmo que sejam em órgãos distintos, as atribuições são semelhantes. Contudo, em algumas áreas que possuem atribuições especiais, são também muito buscadas pelos candidatos, que objetivam a remuneração como algo secundário, pois o real desejo é por determinado cargo em particular”.

Pouco tempo

Candidatos com pouco tempo para estudar devem direcionar a preparação de maneira produtiva. “Fazer questões anteriores, simulados e resumos são algumas das ferramentas que irão auxiliar nessa preparação. Com o tempo mais escasso, deve-se priorizar sempre as matérias mais cobradas e os pontos mais importantes, mas essa estratégia também varia um pouco de acordo com a banca e o cargo desejado”, afirma Thállius.

Sidnei acrescenta que sua conduta é sempre a mesma, independente do concurso. “Preciso focar minha atenção na prova e estudar o que for preciso. Posso não ter interesse no cargo, mas se relaxar, não será proveitoso. Se não levar a sério, corro o risco de apenas perder tempo e dinheiro”, diz.

Outro ponto a ser observado é sobre dificuldade com uma ou mais disciplinas do conteúdo programático, fato que geralmente desanima o candidato. Um bom planejamento pode ajudar a encarar esse desafio, contudo, vale ressaltar que raramente alguém tem sintonia com todas as matérias do edital, afinal, é comum uns sentirem mais dificuldades em língua portuguesa, outros em matemática, alguns em determinadas matérias de direito e assim por diante. “A dica é pensar na disciplina como um simples meio para se alcançar um fim. Não precisa gostar, basta apenas aprender a responder a questão”, orienta Moraes. Muitas vezes o bloqueio com determinado tema é criado pelo próprio candidato. “Pensar de forma positiva, esforçar-se mais e manter-se sempre estudando, mesmo que em alguns momentos o resultado pareça não chegar, é fundamental”, complementa o professor do AlfaCon Concursos.

Vale a pena?

Para o indaiatubano Sidnei, de 27 anos, conhecer o cargo e suas atribuições pode incentivar, mas independentemente dessa identificação, o que muitas vezes faz a diferença é o aprendizado. “Acredito que vale muito a pena tentar! Sinto que saio mais fortalecido a cada concurso que tento a sorte. Na dúvida, sempre opto por fazer a prova. Como meu objetivo é maior, acho que é interessante pela preparação. Isso é muito válido”, conta.  

Ainda sobre motivação, Thállius dá a dica. “O estudo é na maior parte do tempo frustrante, cansativo e solitário, por isso tantos desistem no meio do caminho. O importante é aprender com os erros, ter em mente que desistir não é uma opção e manter sempre uma postura positiva. Pode demorar um pouco, pode ser difícil e exaustivo, mas aqueles que não desistem conseguem chegar lá”, finaliza.

Atualizado: 28/07/2017 - 11:32

Prefeitura de Mâncio Lima/AC: concurso com 154 ofertas

As inscrições no processo seletivo da Prefeitura Municipal de Mâncio Lima deverão ser realizadas no período entre 31 de julho a 11 de agosto

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado do Acre, a Prefeitura Municipal de Mâncio Lima abrirá no dia 31 de julho as inscrições de seu novo processo seletivo. A seleção visa o preenchimento de 154 vagas, sendo 52 imediatas e 102 para formação de cadastro reserva (CR). Ofertas serão lotadas nas Secretarias Municipais de Saúde e Assistência Social.
Aqueles que concluíram o ensino fundamental estão aptos às carreiras de agente de combate às endemias (10 vagas + 20 CR) e auxiliar de laboratório (2 + 4 CR). 
Para ensino médio, as chances são para os cargos de auxiliar de saúde bucal (3 + 6 CR), microscopista (2 + 4 CR), orientador social (3 + 8 CR) e técnico em enfermagem (8 + 8 CR). 
Nível superior é requisito para os postos de assistente social (3 + 10 CR), educador físico (1 + 2 CR), enfermeiro (4 + 8 CR), farmacêutico (1 + 2 CR), fisioterapeuta (1 + 2 CR), médico nas especialidades de clínico geral (2 + 9 CR), ginecologista (1 + 2 CR) e pediatra (1 + 2 CR), nutricionista (1 + 2 CR), odontólogo (5 + 6 CR), pedagogo (1 + 2 CR) e psicólogo (3 + 5 CR). 
Os salários iniciais oferecidos pela Prefeitura de Mâncio Lima partem de R$ 937 e chegam a R$ 3.600. 

Processo seletivo da Prefeitura de Mâncio Lima


O formulário de inscrição e a guia de pagamento da taxa de participação deverão ser retirados na página eletrônica www.manciolima.ac.gov.br, preenchido em caneta esferográfica de cor azul ou preta, e entregue até o dia 11 de agosto no posto de atendimento na Casa de Cultura Márcia Alencar, situada na Avenida Japiim, s/n, bairro Cobal, em dias úteis, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h. 
Os valores da taxa são de R$ 25 para ensino fundamental, R$ 40 para nível médio e R$ 60 para formação superior. O seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo. 
O processo seletivo da Prefeitura de Mâncio Lima contará com uma única etapa: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será aplicada na data prevista de 27 de agosto, em locais e horários a serem divulgados no site do órgão, a partir do dia 23 desse mesmo mês. 
Com duração máxima de quatro horas, a avaliação será composta por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e atualidades e/ou conhecimentos específicos. 

Atualizado: 05/06/2017 - 14:41

Concurso em Assis Brasil/AC oferece 162 vagas

Chances no concurso da Prefeitura de Assis Brasil estão distribuídas entre carreiras destinadas a profissionais de todas as escolaridades. Inscrições vão até 11 de junho

Iniciais a partir de R$ 4,5 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Assis Brasil, no Acre, divulgou dois editais de processo seletivo com um total de 162 vagas temporárias. As inscrições já começaram e vão até 11 de junho.

Quem possui ensino fundamental pode concorrer como agente comunitário de saúde (18 postos e salário de R$ 1.114).

Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de Assis Brasil para agente administrativo (15 - R$ 1.104,94), auxiliar de saúde bucal (3 - R$ 937), entrevistador social (1 - R$ 1.104,94), facilitador de oficina (2 - R$ 1.104,94), orientador social (4 - R$ 1.104,94), agente social - equipe volante ( 1 - R$ 1.104,94), microscopista (1 - R$ 1.215,43), técnico agropecuário (1 - R$ 1.215,43) e técnico em enfermagem (7 - R$ 1.215,43). As últimas três carreiras também cobram formação específica na área de atuação.

Em nível superior há chances para professor - zona urbana (45 - R$ 1.360,30), professor - zona rural (40 - R$ 1.360,30), assistente social (3 - R$ 2.500), enfermeiro (4 - R$ 2.500), engenheiro florestal (1 - R$ 2.500), engenheiro civil (1 - R$ 2.500), farmacêutico/bioquímico (1 - R$ 2.500), fisioterapeuta (1 - R$ 2.500), médico clínico geral (1 - R$ 4.500), nutricionista (2 - R$ 2.500), dentista (3 - R$ 2.500), pedagogo (1 - R$ 2.500), psicólogo (4 - R$ 2.500), veterinário (1 - R$ 2.500) e educador físico (1 - R$ 2.500).

Concurso Prefeitura Assis Brasil: inscrições e provas


A ficha para inscrição no concurso da Prefeitura de Assis Brasil deve ser preenchida no site da Fundape (http://fundape.ufac.br). A taxa para participar custa R$ 25 (nível fundamental), R$ 35 (médio) e R$ 60 (superior).

Composta por 25 questões de múltipla escolha, a prova objetiva será aplicada em 25 de junho. O conteúdo programático engloba língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais/atualidades e conhecimentos específicos.

O concurso da Prefeitura de Assis Brasil terá, ainda, análise de títulos para os cargos de nível superior. A documentação deverá ser anexada ao formulário de registro de candidatura.

Atribuições do agente comunitário de saúde no concurso da Prefeitura de Assis Brasil


Exercício de atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde, mediante ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob supervisão de gestor municipal, distrital, estadual ou federal; utilização de instrumentos para diagnóstico demográfico e sociocultural da comunidade; a promoção de ações de educação para a saúde individual e coletiva; registro, para fins exclusivos de controle e planejamento das ações de saúde, nascimento, óbitos, doenças e outros agravos; estímulo à participação da comunidade nas políticas voltadas para a área da saúde; realização de visitas domiciliares periódicas para monitoramento de situações de risco à família; participação em ações que fortaleçam os elos entre a saúde e outras políticas que promovam a qualidade de vida.

Concurso Prefeitura Assis Brasil: atribuições do agente administrativo


Dar suporte administrativo e técnico nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística; atender usuários, fornecer e receber informações; Registro, conferência e outras atividades relacionadas ao arquivo de documentos variados; Acompanhamento de processos administrativos como controle de prazos, localização, encaminhamentos e atualizações; Controle do fluxo de materiais de expediente como protocolos. Elaboração, redação e digitação de correspondências, e-mails, ofícios, memorandos e outros documentos; preparar relatórios e planilhas em geral; executar serviços nas áreas de escritório; utilizar máquinas comuns em escritório (impressoras, máquinas copiadoras, computadores, etc.). Assessorar nas demais atividades correlatas.

Atualizado: 04/05/2017 - 11:34

Educação/AC abre concurso com 1.127 vagas

Concurso da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) do Acre selecionará profissionais para postos de educador e coordenador do Programa Quero Ler, com salários de R$ 800 e R$ 1 mil, respectivamente. Inscrições até 15 de maio

Nível médio

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Secretaria de Educação e Esporte (SEE) do Acre abriu processo seletivo com oferta de 1.127 vagas para educadores (1.069 postos) e coordenadores (58) bolsistas do Programa Quero Ler, destinado à escolarização de estudantes com 15 anos ou mais que não tiveram acesso à educação básica na faixa etária adequada.

Podem participar da seleção candidatos que possuem, no mínimo, ensino médio. O valor da bolsa é de R$ 800 para educador e R$ 1 mil para coordenador. Os contratos terão duração de até seis meses.

As oportunidades no concurso da SEE estão distribuídas entre zonas rural e urbana de 17 municípios: Acrelândia, Assis Brasil, Bujari, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro, Porto Acre, Porto Walter, Rodrigues Alves, Santa Rosa, Sena Madureira e Senador Guiomard.

Concurso SEE/AC: inscrições e avaliação


Gratuitas, as inscrições para o concurso da SEE serão recebidas até 15 de maio. O atendimento ocorre nas cidades em que há oferta de vagas, das 7h30 às 12h e das 14h às 17h30. Os endereços podem ser conferidos no edital, entre os anexos da notícia.

A seleção dos candidatos consistirá em análise curricular, de 16 a 26 de maio, tendo como critérios de avaliação: formação acadêmica, títulos obtidos, experiência profissional e participação em cursos de aperfeiçoamento e/ou formação continuada.

Previsto para sair em 7 de junho, o resultado final será publicado no Diário Oficial do Estado e divulgado no site da SEE (www.see.ac.gov.br).

O concurso da Secretaria da Educação do Acre terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da pasta, conforme estabelece o edital.

Concurso Secretaria Educação Acre: atribuições do educador e coordenador


Realizar atividade de alfabetização de turmas de jovens e adultos, por um período de até seis meses; participar, obrigatoriamente, da formação inicial e continuada e das atividades de planejamento e avaliação do processo de ensino e aprendizagem, com a Coordenação Pedagógica; registrar, sistematicamente, em formulários próprios do Programa, os conteúdos das aulas ministradas e a frequência diária dos alfabetizandos, bem como os resultados da aprendizagem obtidos por cada aluno, ao longo do processo de alfabetização; elaborar relatórios mensais de diagnóstico de avanço e de frequência dos alfabetizandos; cumprir quinze horas aulas semanais, destinadas à função de alfabetizador e oito horas mensais para o planejamento didático pedagógico; realizar avaliação final que consiste na escrita e leitura de textos em conformidade com o estabelecido pela Equipe Técnica e Coordenação Pedagógica do Programa Quero Ler; realizar outras atividades correlatas a função. Do bolsista coordenador de turmas: acompanhar o processo de alfabetização de jovens e adultos nos locais em que ele ocorra, fazendo a supervisão do funcionamento de vinte turmas; identificar e relatar ao coordenador pedagógico as dificuldades de implantação do Programa; supervisionar e articular, junto com o coordenador pedagógico, o encaminhamento dos jovens, adultos e idosos já alfabetizados para a matrícula na Educação de Jovens e Adultos; controlar e supervisionar a frequência dos alfabetizadores nas turmas sob sua coordenação, encaminhando as informações ao coordenador pedagógico no final do mês; controlar e supervisionar a frequência dos alfabetizandos, consolidando mensalmente as informações no relatório de frequência; inserir nos relatórios de acompanhamento do Programa Quero Ler o resultado da avaliação parcial e final dos alfabetizandos das turmas sob sua supervisão; encaminhar à Coordenação Geral do Quero Ler a relação dos bolsistas aptos e não aptos a recebê-la, até o dia quinze de cada mês; realizar outras atividades correlatas.

Atualizado: 05/04/2017 - 15:35

Confira os principais concursos previstos para 2017

Vários órgãos devem lançar, este ano, editais de concursos públicos para cargos de todos os níveis escolares. Salários iniciais chegam a R$ 22,1 mil. Veja a lista

Diversas áreas de atuação

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Cresce a expectativa para que saiam do papel os concursos que estão previstos para este ano de 2017. São diversos órgãos federais e estaduais que se programam para selecionar milhares de servidores para os seus quadros de pessoal.
Apesar de ainda haver incertezas econômicas para o país, os economistas esperam que em 2017 a economia fique melhor do que a apresentada no ano passado. E, com isso, aumenta a probabilidade para que as novas seleções sejam liberadas.
Como a defasagem de pessoal é grande em diversos órgãos, as vagas aguardadas para este ano são para todos os níveis de escolaridade e com salários entre R$ 1.072 e R$ 22.102,37. 
Confira abaixo mais detalhes.

Concurso Correios


Status: depende de estudo internoCargos: carteiro e operador de triagem e transbordoInformações: Os servidores dos Correios pressionam o órgão pela realização de concurso. Já é confirmado que a estatal tem uma defasagem de pelo menos 20 mil servidores. As oportunidades do novo certame em análise deve ser para as funções de carteiro e operador de triagem e transbordo (OTT), ambas de nível médio e com remuneração de R$ 2.712,98 e R$ 2.376,48, respectivamente. Sindicatos da categoria querem que a empresa retome em breve os preparativos do certame. Leia mais detalhes aqui

Concurso Receita Federal e Ministério da Fazenda 


Status: aguarda autorizaçãoCargos: assistente, analista e auditorInformações: Está previsto no Orçamento Federal um concurso para Receita Federal para os cargos de analista tributária, auditor fiscal, analista administrativo e assistente-técnico administrativo. Os postos administrativos pertencem ao quadro de pessoal do Ministério da Fazenda. Ensino médio é exigência para assistente e formação superior para os demais postos. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Polícia Federal


Status: depende de liberação de verbasCargos: delegado, perito, agente e escrivãoInformações: Quem pretende participar do concurso da Polícia Federal cujo pedido de liberação de verbas tramita no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), pode contar com mais uma boa notícia. O órgão divulgou que também pretender abrir certame para agente e escrivão, e não apenas para delegado e perito. Ao todo, deve ser abertas 1.758 vagas, sendo 600 para escrivão, 600 para agente, 491 para delegado e 67 para perito. Todas as carreiras exigem ensino superior completo e apresentam salários de até R$ 22.102,37. Leia mais detalhes aqui

Concurso Polícia Rodoviária Federal


Status: aguarda autorização e comissão prontaCargo: policial rodoviárioInformações: Embora o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão tenha devolvido para o órgão o pedido de autorização do concurso para o preenchimento de 1.500 vagas no cargo de policial rodoviário, a corporação constituiu, recentemente, um grupo de trabalho para elaboração de um novo edital de concurso, ainda sem data definida para publicação. Para concorrer é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A remuneração é de R$ 9.491,98, com jornada de 40 horas semanais. Leia mais detalhes aqui
Veja também: Concursos que devem sair ainda este ano

Concurso ANTT


Status: aguardando autorizaçãoCargos: diversosInformações: A Agência Nacional de Transportes Terrestres já solicitou ao Ministério do Planejamento 710 vagas para os cargos de analista administrativo, especialista em regulação, técnico em regulação e técnico administrativo. Os postos são de níveis médio, técnico e superior, sendo que os vencimentos ficam entre R$ 5.503,25 e R$ 11.488,90. A categoria pleiteia a realização deste certame devido à alta defasagem de pessoal na agência, já que hoje ela apresenta 40% do seu quadro em aberto. Leia mais detalhes aqui

Concurso Ibama


Status: aguardando autorizaçãoCargos: analista ambiental e analista administrativoInformações: O Ibama deve reencaminhar novo pedido de concurso ao Ministério do Planejamento para cargos de níveis médio e superior. Os salários iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Ministério do Trabalho


Status: aguardando autorizaçãoCargo: auditor-fiscal do trabalhoInformações: O Ministério do Trabalho reencaminhou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) o pedido de realização de concurso para 847 vagas de auditor-fiscal do trabalho. Em 2014, o MPOG encaminhou ao Ministério do Trabalho uma nota, na qual informava que concederia o provimento de 847 vagas para o cargo no decorrer dos próximos três anos, ou seja, até 2017. Apesar dos cortes orçamentários anunciado pelo Governo, é grande a expectativa para que o aval seja liberado em breve, pois o órgão sofre com uma grande defasagem de auditores. A carreira exige formação superior e o salário atual é de R$ 16.201,64. Leia mais detalhes aqui

Concurso Centro Paula Souza


Status: aguardando autorizaçãoCargos: diversosInformações: Com a realização de diversos concursos na área docente, iniciados em 2015, cresce a expectativa pela realização do processo seletivo público para a área administrativa. O órgão conta com pedido de autorização para o preenchimento de 2.596 vagas, sendo 428 para cargos de ensino fundamental, 978 para médio e 1.190 para superior. As remunerações partem de R$ 1.072 e chegam a R$ 3.889,60. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Jucesp


Status: aguardando autorizaçãoCargo: técnico em processamento de registros públicosInformações: A Jucesp aguarda autorização do governador Geraldo Alckmin para realizar concurso com 110 vagas para técnico em processamento de registros públicos. Para concorrer é necessário apenas possuir ensino médio, com inicial de R$ 2.500. O órgão também conta com 141 vagas de nível superior em pauta, sem previsão de edital, uma vez que não estão no pedido, sendo 101 para analista e 40 para especialista, respectivamente, com iniciais de R$ 5.000 e R$ 6.500. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Polícia Civil/SP


Status: aguardando autorizaçãoCargos: diversosInformações: A Polícia Civil de São Paulo encaminhou novo pedido para a Secretaria de Gestão Pública (SGP/SP) para que seja autorizada a contratação de servidores. Embora o pedido anterior fosse de 3.176 oportunidades, a nova solicitação é maior, para 4.438. Destas, 2.074 são para realização de novos concursos e 2.364 para convocação de remanescentes. Das oportunidades para novas seleções, 253 são para cargos de nível médio e 1.821 para carreiras de nível superior, com iniciais que vão de R$ 3.365 a R$ 10.079,28. Porém, independente do pedido, tramita na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar 37/2016, que visa a reestruturar as carreiras policiais, englobando diversos cargos de ensino médio em uma nova carreira, que poderá se chamar agente de polícia. Leia mais detalhes aqui.

Concurso Câmara dos Deputados


Status: defasagem de pessoalCargos: diversosInformações: Cresce a expectativa para que a Câmara dos Deputados realize em 2017 um novo concurso. Está no Orçamento Federal sancionado a realização de certame para as funções de técnico (nível médio) e analista (superior), com vencimentos respectivos de R$ 13.578,58 e R$ 20.384,43. Leia mais detalhes aqui

Concurso Procon/DF


Status: está no OrçamentoCargos: técnico, analista e fiscalInformações: Consta na lei das diretrizes orçamentárias a realização de novo concurso para o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon/DF). O documento prevê 39 vagas, sendo seis para técnico de atividade de defesa do consumidor (ensino médio), 15 para analista de atividade de defesa do consumidor (superior) e 18 para fiscal de defesa do consumidor (superior). Os iniciais são de R$ 3.919,13 para técnico e R$ 5.293,30 para analista e fiscal. Leia mais detalhes aqui

Concurso Ministério Público/AL


Status: comissão formadaCargos: diversosInformações: Já foi constituído o grupo que ficará responsável pela concretização do concurso do Ministério Público de Alagoas (MP/AL). Não foram revelados os cargos, mas ao que tudo indica boa parte das oportunidades será para as mesmas funções do certame de 2011. Leia mais detalhes aqui.

Concurso PM/BA


Status: banca definidaCargo: soldadoInformações: A Polícia Militar da Bahia (PM/BA) já definiu a banca organizadora do seu próximo concurso com 2.750 vagas para soldado; a escolhida é a IBFC. A carreira exige ensino médio, idade de 18 a 30 anos até a data da matrícula para o curso de formação, carteira de habilitação categoria “B” e altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Os vencimentos atuais correspondem ao valor de R$ 2.197,78. O número de vagas ainda não foi revelado. Leia mais detalhes aqui

Concurso TRE/BA


Status: criada comissãoCargos: técnico e analistaInformações: O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA) definiu a comissão que ficará responsável pelo seu próximo certame para técnico e analista judiciário. A carreira de técnico necessita de nível médio e apresenta inicial de R$ 6.774,52, enquanto o emprego de analista requer formação superior e tem remuneração de R$ 10.548,52. Leia mais detalhes aqui

Concurso PM/AM


Status: depende de verbas orçamentáriasCargos: soldado e oficialInformações: Segue em pauta a abertura do concurso para o quadro de pessoal da Polícia Militar do Amazonas. A expectativa é de que sejam abertas 5.000 vagas para as funções de soldado e oficial, que necessitam de níveis médio e superior, respectivamente. Leia mais detalhes aqui

Concurso TST


Status: em avaliação internaCargos: técnico e analistaInformações: O Tribunal Superior do Trabalho (TST), no Distrito Federal, se programa para realizar concurso público para as funções de técnico e analista, cujos iniciais correspondem a R$ 8.535,24 e a R$ 13.399,17, respectivamente. O próximo passo será a escolha da banca organizadora. Leia mais detalhes aqui.

Concurso ANS


Status: depende de autorizaçãoCargos: analista e especialistaInformações: A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) deve abrir concurso com 231 vagas distribuídas entre os cargos de analista administrativo e especialista em regulação, ambos com exigência de formação superior. Iniciais correspondem a R$ 11.529,29 para analista e a R$ 12.432,49 para especialista, contando com o vale-alimentação de R$ 458. Leia mais detalhes aqui.
Todos os concursos previstos podem ser conferidos aqui.

Atualizado: 24/02/2017 - 14:53

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Atualizado: 24/02/2017 - 14:52

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Atualizado: 24/02/2017 - 14:51

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Atualizado: 24/02/2017 - 14:50

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Atualizado: 24/02/2017 - 14:49

Expectativa por PL que cria 8.922 oportunidades

Há postos na ANS, Anvisa, Fiocruz, SISP, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no Ministério da Educação (MEC), que concentra a maior parte das vagas

Senado Federal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Continua em pauta, para ser votado no plenário do Senado Federal, o projeto de lei da câmara 99/2015 (PLC 99/2015), que cria 8.922 vagas junto ao serviço público federal, além da criação de oportunidades em alguns cargos para substituição de outros que estão sendo extintos. A proposta está desde 11 de julho na ordem do dia do plenário aguardando um parecer final dos senadores. 


De acordo com o projeto, o preenchimento das vagas, por meio de concursos públicos, será feito de  forma gradual, conforme autorização em anexo próprio da lei orçamentária anual, com um impacto estimado em R$ 958 milhões por ano.Do total de vagas que estão sendo criadas, 7.328 são somente para o Ministério da Educação, sendo 5.320 para professores e 2.008 para cargos técnico administrativos.

Prepare-se para concursos federais

Videoaulas para concursos federais Provas Anteriores de concursos federais CURSOS ONLINE PARA CONCURSOS FEDERAIS

Educação

Ainda para o Ministério da Educação, além das 7.328 vagas, também está prevista a transformação de mais 1.977 no plano de carreiras dos cargos técnico administrativos em educação dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES), com o objetivo de criar o mesmo número de vagas para carreiras com perfis mais adequados às necessidades da instituição.Uma vez aprovado o projeto e sancionado pela presidência da república, o preenchimento das vagas deverá ser feito por meio de concursos públicos.

Outros órgãos

Além das 7.328 vagas para o Ministério da Educação, o projeto prevê a criação de 214 vagas para a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 180 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 1.200 para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto também determina a transformação de 85 vagas na Polícia Federal, bem como criação de 44 para a Polícia Rodoviária Federal, com extinção de 50.

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE POLICIAL *

APOSTILA CONCURSO PF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

A proposta contempla, ainda, a criação de cargos para os departamentos da Polícia Federal e de Polícia Rodoviária Federal, sem aumento de despesas, pela contrapartida de extinção de cargos  vagos. Para a Polícia Federal, o Executivo propõe criar 44 cargos de engenheiro, 5  de arquitetos e 36 de psicólogo. Já para a Polícia Rodoviária Federal, a previsão é de 19 cargos de administrador, 17 de engenheiro, 5 de estatístico e 3 de técnico de comunicação social.

O projeto também cria 500 gratificações temporárias no Sistema de Administração de Recursos da Informação e Informática (SISP), de nível superior.

APOSTILA CONCURSO PRF - AGENTE ADMINISTRATIVO *

APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO *

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

Atualizado: 13/02/2017 - 09:49

Senac/AC: concurso inscreve para 177 vagas

Período de inscrições para o concurso do Senac Acre termina em 14 de fevereiro. Com vencimentos de até R$ 4,2 mil, oportunidades são para atuação nas unidades de Rio Branco

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Seguem abertas até esta terça-feira (14) as inscrições para o concurso do Senac Acre (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial). O processo seletivo reúne 177 vagas para atuação nas unidades de Rio Branco, sendo 42 para contratação imediata e 135 para formação de cadastro reserva (CR).

Quem possui ensino médio pode concorrer aos cargos de assistente de atendimento e vendas (6 CR - R$ 1.695,75), assistente de marketing (1 + 5 CR - R$ 1.695,75), monitor de aluno (6 CR - R$ 1.270,50), motorista (5 CR - R$ 1.270,50), operador de caixa (2 + 6 CR - R$ 1.270,50), orientador educacional - cabeleireiro (1 + 4 CR - R$ 116,55 fixos, mais R$ 19,43 por hora/aula), orientador educacional - manicure/pedicure (1 + 4 CR - R$ 116,55 fixos, mais R$ 19,43 por hora/aula), orientador educacional - gastronomia (4 CR - R$ 116,55 fixos, mais R$ 19,43 por hora/aula) e orientador educacional - costureiro (2 + 4 CR - R$ 116,55 fixos, mais R$ 19,43 por hora/aula).

Formação técnica é requisito da seleção do Senac Acre para assistente de suporte em TI (1 + 4 CR - R$ 1.695,75) e orientador educacional - técnico em segurança no trabalho (1 + 4 CR - R$ 116,55 fixos, mais R$ 19,43 por hora/aula).

As chances de nível superior são para analista de comunicação social (1 + 4 CR - R$ 2.258,48), contador (5 CR - R4 3.559,50), orientador educacional - análise clínica (2 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - enfermagem (6 + 10 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - estética (2 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - gastronomia (1 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - gestão (10 + 12 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - secretariado executivo (2 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - informática (3 + 8 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - nutrição (1 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - odontologia (2 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - radiologia (2 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - segurança do trabalho (1 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), orientador educacional - segurança do trabalho (1 + 4 CR - R$ 147 fixos, mais R$ 24,50 por hora/aula), supervisor educacional - moda e beleza (4 CR - R$ 3.559,50), supervisor educacional - saúde (4 CR - R$ 3.559,50) e supervisor pedagógico (4 - R$ 4.256,70).

Além do salário, o Senac Acre concederá benefícios aos novos servidores. Os contratos serão regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), portanto, sem estabilidade aos aprovados, exceto em casos previstos em lei.

Concurso Senac Acre: inscrições e avaliação


As inscrições para o concurso do Senac devem ser efetuadas exclusivamente pela internet, no endereço: http://portal.ac.senac.br/processo-seletivo/. As taxas custam R$ 35 para nível médio e R$ 50 para superior.

Os candidatos serão avaliados, em 12 de março, por meio de prova objetiva (composta por 40 questões sobre português, matemática, informática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos), além de análise curricular e teste prático (apenas para orientador educacional e supervisor educacional e pedagógico).

O concurso do Senac Acre terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do órgão, conforme estabelece o edital.

Atualizado: 20/01/2017 - 11:18

Poder Executivo tem defasagem de 230.283 servidores

Último levantamento do Ministério do Planejamento aponta que há vagas em aberto para todos os níveis de escolaridade. Condsef tenta reverter esta situação e pleitea novos concursos

Para vários cargos em todo o país

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Consta no levantamento de agosto de 2016 que o Poder Executivo apresenta nada menos do que 230.283 postos vagos em todo o país e que precisam ser preenchidos por meio de novos concursos públicos.
Para o secretário-geral da Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), Sérgio Ronaldo da Silva, esta situação é bem crítica. "Um dos problemas já constatados é que há situações em que um servidor faz o serviço de três e isso tem gerado muitos afastamentos por estresse e lesão de esforço repetitivo", explicou Sérgio.
O secretário também enfatizou que ao invés de recompor a força de trabalho, o Governo Federal tem deixado essa situação na "gaveta". Por isso, a confederação sempre pleitea os direitos dos servidores e um dos itens que vem sendo questionando é a abertura de novos concursos públicos para sanar este problema generalizado. Ele explicou que há órgãos com situação crítica em seus quadros e que necessitam contratar profissionais urgentemente.

Dados do levantamento


Pelo documento, um dos órgãos com maior defasagem é a Receita Federal do Brasil (RFB), que tem um déficit de 19.905 profissionais, sendo 10.280 auditores e 9.625 analistas tributários.
Outros órgãos com falta de servidores são as agências reguladoras (2.434), Advocacia-Geral da União - AGU (739), Procuradoria da Fazenda Nacional (706), Ministério do Trabalho (1.121), Comissão de Valores Mobiliários - CVM (37), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT (1.593) e Departamento Nacional de Produção Mineral - DNPM (1.178).
Ainda há chances em aberto na área da diplomacia, sendo 600 para assistente de chancelaria, 325 para diplomata e 1.076 para oficial de chancelaria. Para a docência, o número chega a 27.903.
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Instituto Chico Mendes e Ministério do Meio Ambiente (MMA) somam defasagem de 4.139 funcionários.
Fora tais instituições, integram esta lista a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Hospital das Forças Armadas (HFA), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério da Cultura, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério da Fazenda etc.

Mais detalhes sobre as vagas do Poder Executivo


Para que sejam preenchidas, tais oportunidades em aberto dependem de uma autorização por parte do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Vale ressaltar que alguns órgãos precisam somente de disponibilidade orçamentária.
Como os dados são do final do ano passado, pode ser que este número tenha sofrido alteração. Os motivos são as aposentadorias e os concursos em andamento. 

Pedidos de concurso


A RFB tem a expectativa de que seja liberado um concurso com 400 vagas ainda este ano, já que a realização do certame consta no Orçamento Federal sancionado. Tais chances se referem aos cargos de técnico administrativo, analista administrativo, analista tributário e auditor fiscal. Confira mais detalhes aqui.
O processo seletivo da PRF está em fase de elaboração da minuta do edital, pois o órgão vê a possibilidade de o Planejamento conceder a autorização no decorrer dos próximos meses devido ao grande déficit de pessoal. A instituição quer abrir 1.200 ofertas para policial. Confira mais detalhes aqui.
O DNIT aguarda aval para 1.497 postos distribuídos em cargos com exigência de níveis médio e superior, que são os de técnico de suporte, técnico administrativo, analista administrativo e analista em infraestrutura. Confira mais detalhes aqui.
Para este ano, um dos órgãos que espera pela liberação do MPOG é a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). No Orçamento aprovado está definido que acontecerá um certame com 231 oportunidades para analista administrativo e especialista em regulação. Confira mais detalhes aqui.
No Ministério do Planejamento ainda continuam em trâmite os pedidos do Ministério do Trabalho, Ministério da Fazenda, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), entre outros órgãos.

Atualizado: 12/01/2017 - 11:00

Rio Branco/AC inscreve para concurso com 299 ofertas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Rio Branco deverá ser garantida até o dia 22 de janeiro. Os salários iniciais oferecidos chegam a R$ 3 mil

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado do Acre, a Prefeitura Municipal de Rio Branco abriu inscrições de concurso público para provimento de 299 vagas temporárias, sendo 19 reservadas às pessoas com deficiência. A lotação ocorrerá na Secretaria Municipal de Educação. 
O cargo de cuidador pessoal (51 vagas) exige o ensino médio completo e curso de noções básicas em saúde, devidamente registrado pelo órgão competente. O salário inicial é de R$ 910. 
Nível superior é requisito para os empregos de nutricionista (1), professor da educação especial libras (15), professor da educação especial mediador (81), professor de ensino fundamental ao 5º ano (58), professor de educação especial atendimento educacional especializado (1), professor de educação especial bilíngue (6) e professor da educação infantil pré-escola (86). As remunerações variam de R$ 1.865,16 a R$ 3.064,32. 

Participação no concurso da Prefeitura de Rio Branco


Aqueles que pretendem participar do certame devem se inscrever até o dia 22 de janeiro. A ficha de cadastro está disponível no endereço eletrônico do Ibade (www.ibade.org.br), organizador do concurso
Haverá, ainda, uma taxa de inscrição, nos valores de R$ 47 para a função que requer o ensino médio e R$ 55 para formação superior. O candidato deverá efetuar o pagamento do boleto bancário até o dia 23 de janeiro. 

Avaliações da Prefeitura de Rio Branco


A prova objetiva será composta por 40 questões de múltipla escolha para ensino médio e 50 para nível superior, que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, informática básica, ética e legislação, conhecimentos pedagógicos e/ou conhecimentos específicos. 
A aplicação do exame objetivo ocorrerá no dia 5 de fevereiro, na cidade de Rio Branco. Os dias e locais da avaliação serão divulgados no site do Ibade, em momento oportuno. 
O concurso da Prefeitura de Rio Branco ainda será constituído de análise de títulos para as profissões de nível superior; e teste prático apenas para os empregos de professor da educação especial libras e professor de educação especial bilíngue. 

Atualizado: 02/01/2017 - 08:56

Orçamento 2017: previsão de 83 mil vagas neste ano

Entre os órgãos que devem abrir concurso estão Receita Federal, IBGE, Câmara dos Deputados, ANS, EPE, MPT, MPF, tribunais e institutos federais de ensino

Já está sancionado

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Para o ano de 2017 há uma previsão de nada menos do que 83.061 vagas distribuídas dezenas de órgãos federais  a serem preenchidas por meio de concursos públicos.
Acontece que no último dia 27 de dezembro o presidente Michel Temer sancionou o documento que prevê tais oportunidades, que é o Projeto de Lei Orçamentária Federal de 2017
Grande parte dos concursos previstos no Orçamento são para órgãos que não dependem de autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), como no caso dos Institutos Federais, mas tem alguns que assim que sancionado o documento poderão ter o aval liberado pelo ministro do Planejamento. Confira mais detalhes!

Concurso Receita Federal


A previsão é de que sejam abertas 400 vagas para o concurso da Receita Federal do Brasil. As oportunidades estarão distribuídas entre os cargos de assistente administrativo, analista administrativo, auditor-fiscal e analista tributário, com salários que chegam a R$ 16.201,64 por mês. O posto de assistente requer ensino médio, enquanto os demais necessitam de formação superior. Leia mais detalhes aqui

Concurso IBGE


O Censo Agropecuário do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) está em pauta no Orçamento e, com isso, a liberação do concurso para 82.050 chances temporárias que havia sido suspenso este ano. As oportunidades serão para os cargos de analista censitário (250 vagas), analista censitário regional (486), agente censitário administrativo (700), agente censitário municipal (5.500), agente censitário supervisor (12.540), agente censitário de informática (174) e recenseador (62.400). Leia mais detalhes aqui.

Concurso ANS


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é um dos órgãos que podem realizar novo concurso público em 2017. Acontece que o Orçamento apresenta 231 vagas de nível superior para os cargos de analista administrativo e especialista em regulação. Tais oportunidades deverão ter aval do Ministério do Planejamento para que possam sair do papel. Inclusive, há uma projeção de que o certame tenha aproximadamente 57.750 inscritos. Leia mais detalhes aqui.

Concurso EPE


Outro órgão que aguarda pela aprovação do Orçamento e autorização do Planejamento é a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A instituição pretende abrir concurso para cargos de níveis médio e superior que ainda não foram revelados. 

Concurso Câmara dos Deputados


Um dos concursos em pauta para o ano que vem e que está inserido no Orçamento para 2017 é o da Câmara dos Deputados. O certame contemplará oportunidades para os cargos de técnico legislativo e analista legislativo. A projeção do órgão é de que o processo seletivo receba cerca de 70.200 inscrições. Leia mais detalhes aqui.

Outros concursos previstos para 2017


Os adendos do Orçamento também preveem a abertura de concursos para o Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Instituto Federal Goiano (IFGoiano), Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Instituto Federal do Mato Grosso (IFMT), Fundação Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Colégio Pedro II, Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA), Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE/CE), Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE/MS), Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR), Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ), Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE/SC), Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE/TO), Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF 1), Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF 2), Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3), Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF 4) e Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF 5).

Shopping