Tudo Sobre

Concurso TJ

TJ/PR forma comissão para novo concurso

O próximo passo para a abertura do concurso do TJ/PR (Tribunal de Justiça do Paraná) é definir a banca organizadora do concurso. Vagas para profissionais com nível superior e experiência



Camila Diodato
Publicado em 29/09/2017, às 16h03

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ/PR) começou os preparativos para a realização de novo concurso com oportunidades para notário de cartórios. O órgão definiu, recentemente, a comissão organizadora do certame.


Pelo documento publicado no Diário da Justiça Eletrônico, a equipe é comandada pelo presidente desembargador Vitor Roberto Silva, sendo suplente o desembargador Espedito Reis do Amaral.
Os integrantes da comissão são os seguintes: doutor Marco Antonio Massaneiro, juiz de direito substituto em segundo grau; doutor Carlos Maurício Ferreira, juiz de direito substituto em segundo grau; e doutora Vania Maria da Silva Kramer, juíza de direito substituta em segundo grau. Na condição de suplentes, estão: doutor Luiz Henrique Miranda, juiz de direito substituto em segundo grau; doutora Leticia Marina Conte, juíza de direito do 4º juizado especial da fazenda pública do foro central da comarca da região metropolitana de Curitiba; e doutor Lucas Cavalcanti da Silva, juiz de direito substituto da 1ª seção judiciária da comarca da região metropolitana de Curitiba.
Ainda participam da equipe representantes do Ministério Público do Estado do Paraná, da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Paraná, dos Notários do Estado do Paraná e dos Registradores do Estado do Paraná.
A abertura do concurso do TJ/PR para notários de cartório deve-se ao fato que já foi concluído o processo seletivo anterior e, no momento, ainda há postos vagos a serem preenchidos.
O próximo passo será a escolha da banca que ficará com a responsabilidade de elaborar, organizar e executar todas as etapas do certame. Ainda não foi definido o número de vagas

Sobre as oportunidades do concurso do TJ/PR


Para concorrer as vagas notários, os interessados precisam ter ensino superior em direito com diploma registrado, ou ter exercido, por dez anos, completados antes da publicação do primeiro edital, função em serviços notariais e de registro. Também é exigida a comprovação de conduta condigna para o exercício da atividade delegada.
A triagem dos participantes ocorrerá por meio de provas objetivas, testes escritos e práticos, avaliação oral e análise de títulos.

+ Resumo do Concurso TJ

TJ
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: notário
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: PR

+ Agenda do Concurso

29/09/2018 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas