Nível superior

DF: Governo autoriza seleção para auditor fiscal

A oferta será de 100 oportunidades imediatas, com possibilidade de formação de cadastro reserva. Publicação do edital é prevista para o segundo semestre. Remuneração inicial é de R$ 12.296

0,00(0.0%)0 voto(s)

Fernando Cezar Alves
Publicado em 13/05/2014, às 11h45

Há 13 anos sem contratações para o cargo, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, autorizou, neste dia 13 (terça-feira), a realização de concurso público para a carreira de auditor fiscal da receita da carreira de auditoria tributária para a Secretaria da Fazenda do Distrito Federal. O cargo, um dos mais almejados do funcionalismo público estadual, conta com remuneração inicial de R$ 12.296, podendo chegar a R$ 19.173 para o servidor veterano, após aproximadamente 15 anos de exercício.

A oferta será de 100 vagas e a expectativa é de que a publicação do edital ocorra no decorrer do segundo semestre. Para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação.

Além das vagas iniciais, a autorização determina a possibilidade de manter um cadastro reserva de pessoal, que deverá ser definido conforme a elaboração do edital. No concurso anterior, realizado em 2001, a oferta imediata foi de 200 vagas, com complementação de cadastro para mais 20% do total de classificados durante o prazo de validade.

As atribuições da carreira correspondem a atividades de lançamento, cobrança e fiscalização, com relação aos tributos diretos; bem como mercadorias em trânsito, levantamento físico de estoque em estabelecimentos inscritos ou não no cadastro fiscal do Distrito Federal, e microempresas e empresas de pequeno porte, definidas em lei.

O último concurso foi organizado pela Fundação Carlos Chagas. A seleção contou com provas objetivas sobre conhecimentos gerais (com peso 1) e conhecimentos específicos (com peso 2).  No primeiro foram abordados temas sobre língua portuguesa, matemática, contabilidade comercial, contabilidade pública, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, noções de direito comercial, noções de direito penal e noções de informática.  Já em conhecimentos específicos, os temas foram sobre direito tributário e legislação tributária do Distrito Federal.

APOSTILA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CLIQUE AQUI.

Comentários

Mais Lidas