Nível superior

MCTI publica 75 vagas de até R$ 10 mil para o Cemaden

Centro voltado a monitoramento de desastres naturais admitirá pesquisadores, tecnologistas e analistas em diversas áreas de atuação

Pâmela Lee Hamer
Publicado em 02/01/2014, às 14h13

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação irá contratar 75 servidores públicos para o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).
As vagas são para os municípios de São José dos Campos e Cachoeira Paulista, no Estado de São Paulo. Porém, a lotação dos novos pesquisadores, tecnologistas e analistas em ciência e tecnologia poderá ser feita em outras localidades do território nacional em que o Cemaden desenvolva atividades (o centro monitora municípios de todas as regiões brasileiras).
Interessados só poderão realizar a inscrição pessoalmente, por procuração ou pelos Correios (via SEDEX ou Correio Expresso Internacional). Os prazos são 3 de fevereiro a 14 de março (pesquisador); 3 de fevereiro a 11 de março (tecnologista); e 10 de fevereiro a 17 de março (analista). A taxa de participação é de R$ 150 e precisa ser recolhida por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU) – isenções poderão ser solicitadas por pessoas listadas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e integrantes de família de baixa renda até 28 de fevereiro (tecnologista) e 3 (analista) e 7 (pesquisador) de março.
Os formulários de participação serão recebidos, juntamente com a documentação necessária e especificada no edital de abertura, em dois endereços do Cemaden: Parque Tecnológico de São José dos Campos (Estrada Doutor Altino Bondesan, 500 - Distrito de Eugênio de Melo - Rodovia Presidente Dutra, km 137,8 - CEP 12247-016 - São José dos Campos/SP), ou no campus do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Rodovia Presidente Dutra, km 39 - Cachoeira Paulista/SP - CEP 12630-000 – Prédio da DGI). Para inscrição presencial, o atendimento é feito das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30, em dias úteis.
A avaliação dos participantes se dará por provas objetivas e discursivas; avaliação de títulos e currículo; e perícia médica. Todas as fases ocorrerão em São José dos Campos (SP).
As jornadas semanais serão de 36 ou 40 horas. As cargas de trabalho menores são exclusividade da função de tecnologista para as áreas de geodinâmica ou geologia de desastres naturais, extremos hidrológicos, extremos meteorológicos e desastres naturais.
As contratações serão pelo Regime Jurídico Único dos Servidores Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais, com direito a auxílios para alimentação e transporte, além do salário.
Analista – O cargo detém 20 postos nas especialidades de comunicação social em desastres naturais (1), gestão e articulação interinstitucional (5), gestão administrativa (4), recursos humanos (4), gestão orçamentária e financeira (4) e administração e serviços de infraestrutura (2). Duas colocações são para pessoas com necessidades especiais (PNEs).
Para se candidatar é preciso ter completado o nível superior na área pretendida e possuir título de mestre ou três anos de experiência, após a graduação, em atividades do ramo de atuação voltadas a ciência e tecnologia, além de ter participado em trabalhos interdisciplinares e na elaboração de relatórios e projetos correlacionados na área de ciência e tecnologia.
A seleção dos candidatos será feita por prova escrita de conhecimentos específicos na provável data de 27 de abril, com três horas de duração. Serão apresentadas 20 questões de múltipla escolha e uma pergunta discursiva. Outras etapas serão a análise de títulos e currículo (de 12 a 14 de maio) e o exame de aptidão física e mental (em 26 de maio).
Aprovados contarão com salários de R$ 5.841,33, juntando o vencimento básico de R$ 4.206,33 e a Gratificação de Desempenho de Atividade de Ciência e Tecnologia (GDACT) de R$ 1.635. A remuneração pode aumentar com a retribuição por titulação, que eleva os vencimentos para R$ 6.778,33 (aperfeiçoamento ou especialização), R$ 7.666,33 (mestrado) ou R$ 9.490,33 (doutorado).
Pesquisador - Reserva 15 oportunidades – uma para PNEs – para quem tem doutorado e pesquisa aplicada a desastres naturais nos setores de geodinâmica ou geologia (3); hidrologia (3); meteorologia (2); desastres naturais (3); agrometeorologia (1); fogo, vegetação e desastres naturais (1); e modelagem de desastres naturais (2).
A avaliação dos pretendentes às carreiras acontecerá no dia 13 de abril por meio de exame com quatro questões discursivas. Também haverá prova de títulos e currículo de 23 a 29 de abril e perícia médica na data de 12 de maio.
Quem encontrar o nome entre os listados no resultado final do concurso terá remuneração mensal de R$ 10.716,04, composta por vencimento básico de R$ 4.773,04, retribuição por titulação no valor de R$ 4.161 e GDACT de R$ 1.782.
Tecnologista - Há 40 posições, sendo duas para PNEs, nos ramos de geodinâmica ou geologia de desastres naturais (8), extremos hidrológicos (8), extremos meteorológicos (8), desastres naturais (8), tecnologia da informação (5) e engenharia (2).
Para disputar os empregos é necessário diploma de graduação em áreas específicas e título de mestre ou três anos de experiência, após a graduação, em atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, além de ter participado de projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico na área de especialidade da carreira.
Interessados com o perfil enfrentarão teste escrito de conhecimentos específicos com 20 questões de múltipla escolha e uma pergunta discursiva em 6 de abril. A aplicação de exame de títulos e currículo e de perícia médica ocorrerão, respectivamente de 29 de abril a 5 de maio e na data de 21 de maio.
Nomeados terão salário de R$ 5.841,33 (vencimento básico de R$ 4.206,33 e GDACT de R$1.635). O valor pode subir para R$ 6.778,33 (aperfeiçoamento ou especialização), R$ 7.666,33 (mestrado) ou R$ 9.490,33 (doutorado) conforme o grau de instrução. Também há o adicional noturno de R$ 612,07 (aumento de 25% de remuneração para 1/3 das horas trabalhadas).
Mais informações: www.cemaden.gov.br.

Comentários

Mais Lidas