Tudo Sobre

Empregos MDA

Desenvolvimento Agrário reabre prazo para 150 vagas

Podem se candidatar no processo seletivo os concursandos que tenham curso técnico ou formação de nível superior. Aprovados contarão com remunerações mensais de R$ 3,8 mil a R$ 8,3 mil



Pâmela Lee Hamer
Publicado em 09/01/2014, às 15h52

Até as 20h do dia 13 de janeiro, o Ministério do Desenvolvimento Agrário recebe inscrições para 150 oportunidades temporárias em carreiras de nível intermediário e superior, com 5% do total reservados a pessoas com necessidades especiais. 
Os postos são para atuação no desenvolvimento de atividades inerentes ao processo de regularização fundiária na Amazônia Legal e estão disponíveis nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além do Distrito Federal.
Para candidatos com formação técnica são oferecidas 40 colocações. Desse total, 27 se aplicam a serviços de georreferenciamento e exigem registro profissional e técnico em agrimensura, geoprocessamento, cartografia ou na área agrícola, com salários de R$ 1.700. As outras 13 posições se destinam a pessoas com curso técnico em informática, que desempenharão tarefas de geoprocessamento, ganhando R$ 2.250 por mês.
Concursandos com nível superior em qualquer área podem disputar 78 chances com vencimentos de R$ 3.800 (sem experiência na área), R$ 6.130 (com vivência superior a três anos) ou R$ 8.300 (mais de cinco anos de experiência no ramo).
Para cursos superiores específicos há cinco ofertas em tecnologia da informação, sete para engenharia de agrimensura ou cartográfica, duas para ciências contábeis e 18 em engenharia agronômica, com salários de R$ 6.130 ou R$ 8.300. As vagas para agrimensura ou cartografia, dependendo do setor de desempenho de atividades, pedem registro profissional e experiência superior a cinco ou três anos na área ou qualificação diferenciada, como mestrado ou doutorado. Para ciências contábeis e engenharia agronômica é preciso ter registro no conselho da categoria e experiência superior a três anos.
Inscrição - Interessados devem registrar a participação no endereço eletrônico da Fundação Universa, organizadora do concurso: www.universa.org.br, informando a localidade desejada e a cidade em que deseja realizar provas. As taxas variam de R$ 35 a R$ 65 e podem ser pagas até o dia 14 de janeiro.
Candidatos que não desejem continuar no processo seletivo podem requerer a devolução da taxa de inscrição até as 17h do dia 10 de janeiro. A solicitação deve ser feita pelo e-mail devolucao_mda@universa.org.br. É necessário informar nome completo, número de inscrição, CPF, atividade profissional/código pretendida, lotação desejada e dados bancários.
Triagem - A prova objetiva terá duração de quatro horas e será aplicada na data provável de 2 de fevereiro, no turno vespertino. Receberão os candidatos as cidades de Altamira (PA), Belém (PA), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Humaitá (AM), Macapá (AP), Manaus (AM), Marabá (PA), Palmas (TO), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Santarém (PA) e São Luís (MA). Locais e horários de exame serão divulgados a partir de 27 de janeiro.
Também será realizada análise de títulos e currículo para funções de nível superior, com exceção das 44 vagas que não requerem graduação específica ou experiência na área.
Aprovados cumprirão contrato de um ano, com jornadas semanais de 40 horas. O período de trabalho pode ser prorrogado até cinco anos.

+ Resumo Empregos MDA

MDA
Vagas: 150
Taxa de inscrição: R$ 35 a R$ 65
Cargos: diversos cargos
Áreas de Atuação: Operacional
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1700,00 Até R$ 8300,00
Organizadora: Fundação Universa
Estados com Vagas: AC, AM, AP, DF, MA, MT, PA, RO, RR, TO

+ Agenda

09/01/2015 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas