Tudo Sobre

Concurso Minas Gerais Administração e Serviços

Minas Gerais Administração preencherá 209 postos

Empresa inscreve até o dia 24 de novembro para oportunidades nos níveis fundamental (completo e incompleto), médio e superior. Remunerações mensais chegam a R$ 5,9 mil



Pâmela Lee Hamer
Publicado em 12/11/2013, às 11h50

Setenta municípios do Estado de Minas Gerais, no Sudeste brasileiro, receberão os 209 profissionais que ingressarão na Minas Gerais Administração e Serviços (MGS), por meio do concurso público recém-lançado. Desse total, 10% são reservados a pessoas com necessidades especiais.
As ofertas estão em Belo Horizonte, Betim, Caeté, Contagem, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, Vespasiano, Além Paraíba, Andrelândia, Araçuaí, Araguari, Araxá, Arcos, Baependi, Barbacena, Boa Esperança, Bom Despacho, Brasília, Camanducaia, Campo Belo, Capelinha, Caratinga, Caxambu, Conceição do Mato Dentro, Conselheiro Lafaiete, Coronel Fabriciano, Corinto, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Extrema, Frutal, Gouveia, Grão Mogol, Ipatinga, Itabira, Itajubá, Ituiutaba, Iturama, Janaúba, Januária, Juiz de Fora, Lavras, Manhuaçu, Montes Claros, Nova Era, Ouro Preto, Paracatu, Pará de Minas, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Ponte Nova, Presidente Olegário, Santa Maria do Suaçuí, Santa Rita do Sapucaí, São João Del Rei, São Sebastião do Paraíso, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Três Corações, Três Pontas, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Unaí, Varginha e Viçosa.
Quem quiser participar da seleção deve se inscrever no site www.legitimusassessoria.com.br até o dia 24 de novembro. As taxas são de R$ 25 (fundamental), R$ 40 (médio) ou R$ 65 (superior).
A forma de avaliação será a prova objetiva de 12 de janeiro de 2014, com duração de três horas. Também haverá exame prático – em 16 de fevereiro, às 16h – para técnico em serviços de digitação.
Os testes ocorrem nos municípios de Belo Horizonte, Leopoldina, Caxambú, Araçuaí, Uberlândia, Araxá, Bambuí, Barbacena, Varginha, Divinópolis, Brasília, Pouso Alegre, Lavras, Teófilo Otoni, Ipatinga, Ouro Preto, Curvelo, Frutal, Diamantina, Montes Claros, Itabira, Ituiutaba, Janaúba, Januária, Juiz De Fora, Manhuaçu, Montes Claros, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Ponte Nova, Capelinha, São João Del Rei, Varginha, Ubá, Uberaba, Uberlândia e Unaí.
Aprovados serão contratados em regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), com direito a salários entre R$ 737,88 e R$ 5.960,99 e benefícios como vale-alimentação, vale-transporte e seguro de vida em grupo. Empregos - As funções se dividem entre sexo e nível de escolaridade. Para quem não completou o ensino fundamental estão abertas as oportunidades de auxiliar. Homens disputam os serviços de apoio a movimentação de cargas, capina e poda, limpeza veicular, apoio a obras civis e apoio à operação de cargas. As áreas de limpeza e conservação de ambientes, copa, cozinha, manutenção de viveiros, jardinagem e mensageria são unissex. Serviços de apoio, capina, copa e cozinha pedem experiência de três meses; para jardinagem são requisitados seis meses.
Nível fundamental concluído habilita para a profissão de auxiliar técnico, exclusivamente masculina. Quem tem seis meses de vivência na função se candidata nos departamentos de almoxarifado, carpintaria, garçonaria, manutenção elétrica (com curso de formação), manutenção geral, marcenaria, obras civis e pintura. Também há vagas em limpeza de vidros, vigilância desarmada e vigilância motorizada (com carteira de habilitação na categoria “A” ou “B”). As duas últimas requerem experiência de três meses.
Técnico em serviços de recepção (mulheres); mecânica de máquinas e equipamentos e mecânica veicular (homens); digitação – com habilitação –, atendimento telefônico, suporte operacional, teledigifonia e segurança do trabalho (unissex) são empregos públicos para quem possui ensino médio. Também estão nessa categoria a carreira masculina de condutor em serviços de transporte de pessoas e/ou expedientes (CNH “B”), transporte de cargas (CNH “D”), transporte de pacientes (CNH “D”) e operação de máquinas agrícolas (CNH “D”). Algumas exigem experiência, curso especializado e/ou registro no órgão competente (veja edital ao lado).
Para quem possui graduação superior é oferecido o cargo de técnico superior especializado em tecnologia de suporte e infraestrutura ou medicina do trabalho. O primeiro pede superior em ciência da computação ou sistema de informação, registro profissional e experiência de seis meses. Já para o segundo é preciso ter registro, superior em medicina e especialização em medicina do trabalho.
As jornadas de trabalho semanal variam entre 30, 36 e 44 horas. 

+ Resumo do Concurso Minas Gerais Administração e Serviços

Minas Gerais Administração e Serviços
Vagas: 209
Taxa de inscrição: R$ 25 a R$ 65
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa, Saúde, Operacional
Escolaridade: Alfabetizado, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 737,88 Até R$ 5960,99
Organizadora: Legitimus Assessoria
Estados com Vagas: MG

+ Agenda do Concurso

25/10/2013 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
24/11/2013 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
12/01/2014 Prova Adicionar no Google Agenda
12/01/2015 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas