Tudo Sobre

Empregos AASP

PRF aguarda aval do Planejamento para nomear aprovados

O intuito era contar com os profissionais já na realização da Copa do Mundo no Brasil, que ocorreu de 12 de junho a 13 de julho. O salário dos polícias rodoviários nomeados será de R$ 6,4 mil



Pâmela Lee Hamer
Publicado em 01/08/2014, às 10h50

Embora tenha adiantado a formação dos políciais rodoviários, em turma única, e divulgado o resultado da seleção pública para 1.000 ofertas antes do prazo que, pela legislação eleitoral, restringiria nomeações, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) aguarda a autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para a convocação de servidores.
O pedido para a nomeação de 950 profissionais foi encaminhado ao MPOG simultaneamente com o término do curso de formação e a homologação do concurso, realizados em 23 de maio. Segundo a Lei Eleitoral, para que a PRF pudesse contar com novos concursados atuando ainda em 2014, os processos precisariam ser concluídos até 5 de julho, três meses antes do pleito eleitoral.
A Polícia Rodoviária Federal informa, por meio de rede social, que “continua acompanhando o processo junto ao governo, aguardando a autorização da nomeação pelo MPOG. A entrada de novos policiais, certamente, garantirá à sociedade brasileira a prestação de um serviço cada vez mais eficiente”.
O intuito era contar com o trabalho dos aprovados já durante a Copa do Mundo, promovida de 12 de junho a 13 de julho deste ano.
Saiba mais – Lançado em 12 de junho de 2013, o processo seletivo para o preenchimento de 1.000 oportunidades e a formação de cadastro reserva na profissão de policial rodoviário federal, com 50 posições destinadas a pessoas com necessidades especiais, teve dificuldades para chegar ao resultado final.
APOSTILA CONCURSO PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO
Apesar de ter divulgado até mesmo o gabarito das provas objetivas aplicadas em 11 de agosto de 2013, o concurso foi suspenso em 27 de dezembro daquele ano por suspeita de fraude. A denúncia partiu do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF/RJ), que apontou benefício a candidatos durante os exames médicos.
A seleção foi retomada no dia 7 de janeiro de 2014, quando o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) acatou os argumentos da Advocacia-Geral da União (AGU) de que a paralisação afetaria a reposição do quadro de servidores, gerando prejuízos à União e, principalmente, à sociedade.
No total, 109.769 profissionais se inscreveram no processo seletivo e passaram por etapas de provas objetivas e discursivas; teste físico; exames médico e psicológico; investigação social; avaliação de títulos; e curso de formação. As condições para disputar o posto são diploma de graduação em qualquer área e carteira de habilitação a partir da categoria “B”.
A remuneração inicial da carreira é de R$ 6.479, 81 para jornada de 40 horas semanais. O valor inclui subsídio de R$ 6.106,81 e vale-refeição de R$ 373.
APOSTILA POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL

+ Resumo Empregos AASP

AASP
Vagas: 1000
Taxa de inscrição: 150
Cargos: policial rodoviário
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 6479,81 Até R$ 6479,81
Organizadora: CESPE/UnB
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda

01/08/2015 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas