Concursos públicos passam a utilizar notas do Enem

Alguns órgãos já começaram a considerar a nota da prova objetiva do Enem como critério de classificação em concursos públicos

Patricia Lavezzo
Publicado em 07/11/2016, às 12h15

Nesta quarta-feira (9) foram divulgados os gabaritos das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, realizado por milhões de candidatos nos últimos sábado (5) e domingo (6).
A nota obtida na avaliação pode ser aproveitada de diversas formas: para ingressar em um curso de nível superior; para disputar uma das vagas oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu); para concorrer a uma vaga no Programa Universidade Para Todos (Prouni); para as seleções do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec); para solicitar o Fundo de Financiamento do Estudante do Ensino Superior (Fies); para disputa por bolsas do programa Ciência sem Fronteiras.
Nos últimos anos, além de todas as portas que o Enem já abria aos estudantes do ensino médio, mais uma começou a ser destrancada: a dos concursos públicos.
Isso porque alguns órgãos já estão considerando a nota da prova objetiva do Enem como critério de classificação em concursos. Um exemplo disso é a Polícia Militar da Paraíba (PM/PB), que utiliza o critério de avaliação teórica do Enem desde 2013 como forma de classificação dos candidatos para as fases seguintes. 
Este ano, a PM/PB lançou edital de concurso público para o curso de formação de oficiais, com provimento de 30 vagas para o cargo de oficial da Polícia Militar ao final do curso, e, para participar do certame, além de diversos outros requisitos, era necessário estar inscrito no Enem.
Veja também: prova do Enem é adiada para 240 mil candidatos
Outro órgão que já utilizou a nota do Enem este ano é a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), situada no município de Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais. Em um concurso para preenchimento de 40 vagas de especialista em políticas públicas e gestão governamental, a Seplag/MG substituiu a aplicação das provas objetivas e de redação pela utilização da nota do Enem 2015, além de aplicar uma avaliação dissertativa
Portanto, fique atento: se com a publicação do gabarito do Enem 2016 você perceber que se saiu muito bem na prova é sinal de que portas já devem estar abertas, esperando por você.

Comentários

Mais Lidas