Tudo Sobre

Concurso Finep

Especialistas dão orientações para realização da prova

Confira o que professores e especialistas recomendam para quem vai prestar a prova, marcada para 31 de julho



Redação
Publicado em 22/06/2011, às 14h30

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) lançou, recentemente, edital para o preenchimento de vagas em cadastro de reserva para cargos de analista, com formação em diversas áreas de nível superior e salários de até R$ 6.295,35, e de técnico, com exigência de nível médio e vencimento de R$ 1.728,00. As inscrições estão abertas até 3 de julho e devem ser feitas no site da banca organizadora, a Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). Na ocasião, o candidato ao cargo de analista terá de optar por português ou inglês. As taxas de inscrição custam R$ 42 (nível médio) e R$ 80 (nível superior).

De acordo com Paulo Estrella, diretor pedagógico da Academia do Concurso, estão disponíveis 17 cargos de analista, cada uma exigência de formação diferente, administradores, engenharia de produção, ciências contábeis, biblioteconomia, comunicação social, entre outros e 3 cargos técnicos.

“Os cargos de analista de projetos I e II são abertos a qualquer formação, apesar de não oferecerem o maior número de vagas, devem possuir a maior relação candidato vaga. O mesmo podemos dizer do técnico de apoio administrativo, que não exige formação técnica, somente nível médio completo.. Os dois outros cargos de técnico exigem curso de secretariado ou de técnico em tecnologia da informação’, explica.

Segundo o especialista, “os conteúdos estão divididos em conhecimentos básicos e conhecimentos específicos, cada um com 25 questões, mas as questões de conhecimentos específicos possuem peso 2, fazendo com que a prova tenha 75 pontos possíveis. Sendo assim, 1/3 dos pontos da prova são de conhecimentos básicos e 2/3 de conhecimentos específicos”.

Estrella alerta que “quem já esta estudando há algum tempo deve iniciar essa fase de estudos medindo o conhecimento, com questões de provas anteriores das disciplinas que já estudou de forma a sentir o quanto de estudo adicional esses conteúdos exigirão para melhor desempenho na prova”.

Para os cargos de analista os conhecimentos básicos são língua portuguesa, inglês ou espanhol, ética no serviço publico e inovação. “As disciplinas específicas, como o nome já diz, são específicas para cada um dos cargos e dependem da formação exigida e as funções a serem desempenhadas em cada um deles.”

Para os cargos de técnico, as disciplinas básicas são língua portuguesa, matemática - com conteúdos de matemática básica, matemática financeira, estatística e ética no serviço público. Para o cargo de técnico em suporte, que exige curso técnico em TI, há a disciplina de matemática no conteúdo programático.

O especialista do Concurseiro Urbano, Alexandre Prado, destaca que “um pouco de atenção e bom senso permitem ao candidato responder as questões de ética sem problema, exceto em relação à Comissão de Ética, que é composta por três membros e três suplentes, bem como o tempo do mandato dela e a punição aplicável que se restringe à censura”.

Prado aconselha o candidato a estar “fisicamente e mentalmente bem, para poder se concentrar e não perder o ânimo e a cadência na realização da prova”. “O candidato deve focar bastante na parte específica, pois tem peso dois e fazer uma excelente redação.  Em Atualidades geralmente são cobrados elementos do cotidiano e costumam ser utilizados gráficos e imagens, o que exige do candidato capacidade de visualização e de interpretação. Isso, depois de quatro horas de prova, torna-se difícil”, alerta.

Professores dão dicas para a prova – As avaliações estão marcadas para 31 de julho, nas duas capitais. O professor de português Marcio Coelho, da Academia do Concurso, ressalta que a Cesgranrio trabalha com interpretação de texto e normalmente com questões gramaticais como concordância, regência, entre outras. “O candidato tem que saber a regra gramatical, ou seja, não adianta olhar só o texto”, avisa.

“Ultimamente a banca vem privilegiando mais a gramática do que a própria interpretação. É uma prova difícil porque requer ‘decoreba’ de regrinhas. A banca costuma cobrar mais concordância, regência, crase, pontuação, classe gramatical e função sintática. O candidato deve pegar as ultimas provas da Cesgranrio e estudar fazendo as provas, olhando a teoria no caderno ou no livro para ir fixando. Também não podem esquecer que a segunda fase das provas de nível superior tem redação, normalmente dissertativa, ou seja, querem saber a opinião do candidato em relação a determinado assunto. O candidato deve tomar cuidado com os fatos gramaticais e com o conteúdo, como, por exemplo, não fugir do assunto e não se contradizer”, ensina.

Atenção também para língua inglesa. A professora Leila Eto, do curso Reta de Chegada, destaca que os itens gramaticais mais relevantes são o uso dos modais: como e quando aplicar. Os modais mais cobrados são “can”, “must”, “may” e “should”. Quanto aos conectivos, a especialista diz que é importante saber como aplicá-los e quais são os principais que indicam adição, exemplificação, consequência e contraste.

“Questões envolvendo referência contextual, que diz respeito a termos que são utilizados para se evitar a repetição de palavras que já apareceram no texto, também devem ser observadas. É muito comum a utilização de pronomes na referência contextual”, afirma.

De acordo com a professora Leila, “na interpretação de texto a principal ideia/objetivo nesse tipo de questão é tomar cuidado em não marcar alternativas que contenham ideias que estão de acordo com o texto, mas que não são a ideia principal. O candidato deve ter atenção a principal ideia do texto e fazer leituras de provas anteriores da banca para se familiarizar com vocabulários técnicos. É muito importante que o aluno tenha conhecimentos básicos de estruturas gramaticais. Caso não tenha feito curso de inglês, fazer o estudo da gramática em casa, pois isso pode auxiliar. Desenvolver leituras de provas anteriores, com assuntos sobre política, atualidades, revistas, internet”, completa.

Veja também:

SPe RJ: inscrições para 601 vagas na Finep já estão abertas

Bancodo Brasil: 232,3 mil inscritos para cargo de escriturário

Área Jurídica: cinco concursos somam 177 vagas de até R$ 21,7 mil

+ Resumo do Concurso Finep

FINEP
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

21/06/2012 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas