Tudo Sobre

Concurso Prefeitura Gouveia

Prefeitura de Gouveia/MG: edital para 28 ofertas

A Prefeitura Municipal de Gouveia, no Estado de Minas Gerais, divulgou edital de concurso com 28 vagas para agente comunitário de saúde, função que exige nível fundamental completo e paga salário de R$ 1 mil



Renan Abbade
Publicado em 12/11/2015, às 15h05

No Estado de Minas Gerais, a Prefeitura de Gouveia realiza concurso público com objetivo de ocupar 28 postos de agente comunitário de saúde.

A função exige ensino fundamental completo e residência na área da comunidade de atuação. Com jornada de trabalho de 40 horas semanais, o salário é de R$ 1.014.

Inscrições


As participações no concurso da Prefeitura de Gouveia deverão ser garantidas entre os dias 24 e 26 de novembro na sede do órgão, situada na alameda Souza Lima, nº 1270, bairro Capelinha, em dias úteis, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 25.

Avaliações


Com três horas de duração, as provas objetivas do concurso da Prefeitura de Gouveia serão aplicadas às 9h do dia 20 de dezembro, em locais a serem disponibilizados a partir das 14h de 2 de dezembro no quadro de avisos da Prefeitura e no site www.gouveia.mg.gov.br.

Os exames trarão questões de português (10) e conhecimentos específicos (25).

Atribuições do agente comunitário de saúde


Desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população abrangida pela USF, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividade; trabalhar com adscrição de famílias em base geográfica definida, a microárea; estar em contato permanente com as famílias, desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde e à prevenção das doenças, de acordo com o planejamento da equipe; orientar famílias quanto a utilização dos serviços de saúde disponíveis; acompanhar, por meio de visita domiciliar, todas as famílias e indivíduos sob sua responsabilidade, de acordo com as necessidades definidas pela equipe; realizar ações de educação em saúde e mobilização social; orientar o uso de medidas de proteção individual e coletiva; realizar mapeamento; cadastrar as famílias e atualizar permanentemente esse cadastro; identificar indivíduos e famílias expostos a situações de risco; identificar áreas de risco; orientar as famílias para utilização adequada dos serviços de saúde, encaminhando-as e até agendando consultas, exames e atendimento odontológico, quando necessário; realizar ações e atividades, no nível de sua competência, nas áreas prioritárias da atenção básica; realizar, por meio de visita domiciliar, acompanhamento mensal de todas as famílias sob sua responsabilidade; estar sempre bem informado, e informar aos demais membros da equipe sobre a situação das famílias acompanhadas, particularmente aquelas em situação de risco; desenvolver ações de educação e vigilância à saúde com ênfase na promoção da saúde e na prevenção de doenças; promover a educação e a mobilização comunitária, visando desenvolver ações coletivas de saneamento e melhoria do meio ambiente, entre outras; identificar parceiros e recursos evidentes na comunidade, que possam ser potencializados pelas equipes; participar em caráter excepcional de campanhas de controle de endemias e epidemias, mediante convocação do setor responsável; atender ás normas de higiene e segurança do trabalho; executar outras atividades correlatas.

Conteúdo programático


Português - Leitura, compreensão, interpretação, gênero, objetivo e meio de circulação de textos diversos (dentre outros, bulas, provérbios, charges, receitas médicas e culinárias, notícias, tirinhas, cartuns, anúncios, reportagens, contos, fábulas); Pontuação; Acentuação gráfica; Encontros vocálicos e consonantais; Divisão silábica; Sílaba tônica; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Classes de palavras (artigo, substantivo, adjetivo, advérbio, verbo, pronome, preposição) suas flexões, classificações e emprego. Frase, oração e período: termos principais da oração (classificações). Novo acordo ortográfico.
Sugestão Bibliográfica:
FARACO & MOURA. Gramática Nova.
CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática-Teoria e exercícios.
PASCHOALIN & SPADOTO. Gramática-Teoria e Exercícios.
TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática.
ANDRÉ, Hildebrando A. de. Gramática ilustrada. Livros Didáticos de Língua Portuguesa para o Ensino Fundamental. Dicionário Michaelis.
Outras publicações que abranjam o programa proposto.

Conhecimentos específicos - Processo saúde-doença e seus determinantes/condicionantes; Promoção, prevenção e proteção à saúde; Princípios e Diretrizes do SUS; Cadastramento familiar e territorial; Conceito de territorialização, micro-área e área de abrangência; Indicadores epidemiológicos; Conceitos de eficácia, eficiência e efetividade em saúde coletiva; Estratégia de avaliação em saúde; conceitos, tipos, instrumentos e técnicas; Conceitos de acessibilidade, equidade e outros; Principais problemas de saúde da população e recursos existentes para enfrentamento dos problemas; Intersetorialidade: conceito e dinâmica político-administrativa do município; Noções de ética e cidadania; Saúde da criança, adolescente; Instrumentos de avaliação de indicadores de saúde adulto e idoso; Sistema de informação da atenção básica; Conceito da estratégia saúde da família. Visita domiciliar; Constituição de equipe da Saúde da família; Controle Social; Atribuições específicas do Agente Comunitário de Saúde – ACS; Objetivos da estratégia saúde da família; A Estratégia Saúde da Família, como reorientadora do modelo de atenção básica à saúde; Sistema de informação em saúde.
Sugestão Bibliográfica:
1. BRASIL, Câmara dos Deputados. Constituição Brasileira de 1988 – Título VIII. Capítulo II. Seção II. Da saúde.
2. BRASIL, Lei Federal nº 8.080, de 19/09/1990.
3. BRASIL, Lei Federal nº 8.142, de 28/12/1990.
4. BRASIL, Lei Federal nº 11.350, de 05/10/2006.
5. BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria MS/GM nº 648 de 28 de março de 2006. Aprova a
Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família. (PSF) e o Programa Agentes Comunitários de saúde (PACS). Diário Oficial da república Federativa do Brasil. Brasília, nº 61, p 71, 29 de março de 2006. Seção I.
6. O trabalho do Agente Comunitário de Saúde. Ministério da Saúde. 3ª edição. Brasília 2000.
7. BRASIL. Emenda Constitucional nº 51, de 14 de fevereiro de 2006. Acrescenta os §§ 4º, 5º e 6º ao art. 198 da Constituição Federal. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 13 fev. 2006.
8. Ministério da Saúde; Fundação Nacional de Saúde. Manual de recrutamento e seleção: Programa Nacional de Agentes Comunitários de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 1991.
9. Ministério da Saúde; Fundação Oswaldo Cruz. Saúde da família: avaliação da implementação em dez grandes centros urbanos: síntese dos principais resultados. 2ª ed. atual. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.
10. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Avaliação normativa do Programa Saúde da Família: monitoramento da implantação e funcionamento as equipes de saúde da família: 2001/2002. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.
11. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Comitê Nacional Interinstitucional de Desprecarização do Trabalho no SUS. Programa Nacional de Desprecarização do Trabalho no SUS. DesprecarizaSUS: como criar Comitês de Desprecarização do Trabalho no SUS. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.
12. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Comitê Nacional Interinstitucional de Desprecarização do Trabalho no SUS. Programa Nacional de Desprecarização do Trabalho no SUS. DesprecarizaSUS: perguntas e respostas. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.
13. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Modalidade de contratação de agentes comunitários de saúde: um pacto tripartite. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.
14. CADERNOS RH SAÚDE. Brasília: Ministério da Saúde, v. 3, nº. 1, mar. 2006.
15. SIAB: Manual do Sistema de Informação da Atenção Básica/MS-SAS. Coordenação de Saúde da Comunidade. Brasília: Ministério da Saúde, 1998.
16. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Departamento de Atenção Básica. Cadernos de Atenção Básica - nº 21, Vigilância em Saúde. Brasília: MS, 2008.
Outras publicações que abranjam o programa proposto.

+ Resumo do Concurso Prefeitura Gouveia

Prefeitura Gouveia
Vagas: 28
Taxa de inscrição: R$ 25
Cargos: Agente Comunitario de Saude
Áreas de Atuação: Saúde, Operacional
Escolaridade: Ensino Fundamental
Faixa de salário: Até R$ 1014,00
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: MG
Cidades: Gouveia - MG

+ Agenda do Concurso

24/11/2015 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
26/11/2015 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
02/12/2015 Prova Adicionar no Google Agenda
20/12/2015 Prova Adicionar no Google Agenda
20/01/2016 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas