Publicado: 28/06/2016 - 16:01 | Atualizado: 14/09/2017 - 15:36

MP/RS recebe inscrições para 15 vagas de promotor

Ofertas no Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul são para o cargo de promotor de justiça. Inscrições no concurso serão recebidas até o dia 28 de julho

Iniciais de até R$ 22,2 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul abriu edital de concurso público para provimento de 15 vagas para o cargo de promotor de justiça
Para ingressar na carreira o profissional precisa ter o nível superior em direito e possuir, no mínimo, três anos de atividade jurídica. O salário inicial é de R$ 22.213,44.

Como concorrer


Interessados podem garantir a inscrição no concurso público do Ministério Público/RS até o dia 28 de julho. A ficha de cadastro está disponível no endereço eletrônico: www.mprs.mp.br/concursos
O valor da taxa de participação é de R$ 252,21. O pagamento do boleto bancário poderá ser efetuado até o dia 29 de julho. 
A prova preambular será aplicada na cidade de Porto Alegre no dia 23 de outubro. Ela será composta por 100 questões objetivas, sendo 70 de conhecimentos jurídicos e 30 de língua portuguesa. 
O concurso público do Ministério Público/RS também contará com avaliação discursiva; entrega de documentos; exames de saúde física e mental; provas orais; e avaliação de títulos. 

Conteúdo programático básico


Língua portuguesa - Convenções ortográficas: sistemas ortográficos vigentes (o estabelecido através da lei nº 5765/71, e o novo acordo assinado pelos integrantes da comunidade dos países de língua portuguesa (CPLP), em vigência desde 1º de janeiro de 2009). Morfologia: estrutura e formação de palavras. Sintaxe e morfossintaxe: identificação e emprego das classes gramaticais (especialmente das conjunções, dos pronomes e dos numerais); flexão verbal (modo, número, pessoa, tempo, aspecto; voz ativa, passiva e reflexiva); flexão nominal; concordância verbal e nominal; colocação pronominal; regência verbal e nominal; crase; frase, oração e período (a oração e seus termos; estrutura da oração e do período; colocação dos termos na oração e das orações no período); processos sintáticos: coordenação e subordinação; paralelismo sintático; equivalência e transformação de estruturas; discurso direto e indireto. Pontuação: comum e especial: colchete, dois pontos, ponto, ponto-e-vírgula, vírgula, travessão e parênteses. Semântica: significado de palavras e expressões; relações de sinonímia e antonímia; denotação e conotação; significação e contexto; terminologia jurídica: vocabulário técnico (específico do direito), significado, aspectos ortográficos e morfossintáticos. Intelecção de textos: análise e interpretação de textos; tipos de texto; estrutura textual; relação entre ideias: coesão e coerência; recursos coesivos; ponto de vista do autor; ideia central e ideias convergentes; informações pressupostas, literais e inferências; intertextualidade e extratextualidade.

Dicas para passar no concurso do MP/RS

Com o objetivo de auxiliar a preparação dos candidatos, professores do CERS Cursos Online enviaram algumas orientações para fazer com que os estudos rendam mais. Confira.

Se prepare com o edital: o que está no edital pode cair na prova. Então, leia-o com atenção redobrada e selecione os temas que podem cair. 
Otimize o seu tempo: estude aquilo que certamente entrará na prova. Ser assertivo aumentará suas chances de passar no certame. 
Revisão em legislações comentadas: os temas estudados ir pela doutrina ensinada nas legislações comentadas. Além disso, as opiniões de especialistas do direito ajudam a aprender o conteúdo de forma lúdica – fazendo com que ele seja lembrado com mais facilidade na hora da prova. 
Estude a Lei Seca: ela ainda é uma das leis que mais caem na prova, segundo Sanches. 
Faça as provas anteriores: revise as provas anteriores, pois elas são atualizadas e te ajudarão a se atualizar com o conteúdo do concurso.  

Vídeos Ministério Público

Saiba mais sobre a técnica da leitura dinâmica


Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 01/02/2018 - 14:41

Concurso Ministério da Fazenda: pedido com 1.301 vagas

Solicitação para a abertura de concurso do Ministério da Fazenda 2018/2019 refere-se a vários cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino

Em avaliação

Por JCConcursos - Camila Diodato

Continua em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido para a abertura do concurso do Ministério da Fazenda, que solicitou autorização de 1.301 vagas para o seu quadro de pessoal.
Recentemente, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou que os certames do âmbito federal serão retomados e que liberará algumas autorizações. A expectativa é de que o MF seja contemplado ainda em 2018, já que apresenta um déficit de 3.999 servidores, sendo 3.062 para nível médio e 937 para superior.
As oportunidades requeridas ao Planejamento estão distribuídas da seguinte maneira: assistente técnico administrativo (904), analista técnico administrativo (257), arquiteto (12), arquivista (9), bibliotecário (12), contador (53), engenheiro (15), enfermeiro (5), pedagogo (6), psicólogo (6) e técnico em comunicação social (22).
Para concorrer ao posto de assistente é necessário possuir ensino médio completo, enquanto as demais funções aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. Os salários iniciais atuais oscilam entre R$ 3.953,68 e R$ 6.388,27, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.
A solicitação do concurso do Ministério da Fazenda 2018/2019 encaminhada ao MPDG não apresentou as regiões de lotação das oportunidades, mas é bem provável que São Paulo e Distrito Federal sejam os locais com a maior quantidade de oportunidade, e o motivo é que no último certame eles não foram abrangidos.
O detalhe do processo seletivo que pode ser dado como certo é a escolha da empresa organizadora, que será a Esaf (Escola de Administração Fazendária), como de costume nos concursos do órgão. Assim, os candidatos podem ir se preparando com as provas e os editais de seleções anteriores, uma vez que a banca se repete.

Outras oportunidades na solicitação de concurso


Junto com as vagas para o seu próprio quadro de pessoal, o MF pediu mais 3.040 chances distribuídas entre os seus órgãos vinculados. Os postos são para os níveis médio e superior.
Para a Receita Federal são as 630 vagas para auditor-fiscal e as 1.453 para analista tributário. O quadro do Tesouro Nacional é composto pelas colocações de auditor federal de finanças e controle (30) e técnico de finanças e controle (70), enquanto a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) fica com a função de procurador da Fazenda (240). 
Para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o pedido contempla 16 oportunidades para a carreira de inspetor, 30 para analista e 82 para agente executivo.
Na Superintendência de Seguros Privados (Susep), são 55 chances para analista técnico. Por fim, as demais profissões se destinam ao quadro da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), sendo elas as de especialista em previdência social (48), analista administrativo (23), técnico administrativo (39), administrador (11) e atuário (7).
Esses detalhes foram divulgados pelo Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC). 

Último concurso do Ministério da Fazenda


No início de 2014, o MF abriu processo seletivo visando a contratar 1.026 profissionais na carreira de assistente. As chances disponibilizadas pelo certame foram distribuídas entre os Estados do Acre (18 vagas), Alagoas (14), Amazonas (28), Amapá (6), Bahia (80), Ceará (53), Espírito Santo (14), Goiás (31), Maranhão (30), Minas Gerais (101), Mato Grosso do Sul (34), Mato Grosso (27), Pará (55), Paraíba (20), Pernambuco (52), Piauí (17), Paraná (97), Rio de Janeiro (61), Rio Grande do Norte (17), Rondônia (13), Roraima (8), Rio Grande do Sul (155), Santa Catarina (74), Sergipe (9) e Tocantins (12).
Todos os candidatos passaram por provas objetivas de conhecimentos básicos e específicos com 70 perguntas de múltipla escolha. Os assuntos abordados nos testes foram língua portuguesa; matemática e raciocínio lógico; conhecimentos de informática; atualidades; gestão de pessoas e do atendimento ao público; ética do servidor na administração pública; administração pública brasileira; e regime jurídico dos agentes públicos.
Continuar lendo

Atualizado: 01/02/2018 - 12:35

DPE/RS: edital para defensor deve sair em breve

Publicação do edital deve ocorrer ainda neste semestre, destinado para quem possuir formação na área de direito. Oferta de vagas ainda será confirmada

Comissão já está formada

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Embora a  Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE/RS) ainda não tenha anunciado o número de vagas que serão oferecidas em seu novo concurso público para o cargo de defensor, foi publicado nesta quinta-feira, 1º de fevereiro, o quadro de pessoal do órgão, que indica que a carreira fechou o ano de 2017 com um total de 49 vagas em aberto para a classe inicial do cargo. O edital do novo certame está previsto para ser publicado ainda no primeiro semestre.

O primeiro passo ocorreu no último dia 20 de novembro, quando o defensor público-geral do estado, Cristiano Vieira Heerdt, publicou a decisão 5/2017 do Conselho Superior da Defensoria Pública, que constitui os membros da comissão organizadora do certame. 

Para concorrer ao cargo é necessário possuir formação de nível superior em direito, com pelo menos três anos de atividade jurídica. No último concurso para o cargo, realizado em 2014, a remuneração inicial era de R$ 19.383,88.
A comissão é presidida pela servidora Rafaela Consalter e conta, ainda, com os seguintes participantes: Alcindo Strelow, Luciana Artus Schneider, Rafaela Rodrigues da Silva Pinheiro Machado e Taciana Esser Carlos Kehrvald, além de Rafael Braude Canterji, como representante da OAB.
Também foram nomeados, como suplentes, Adriana Munhoz de Quadros, Andreia Paz Rodrigues, Jamile Rodrigues Nehmé de Toledo, Ricardo Girardello, Rodrigo Simon e Fabiano Aita Carvalho.

Seleção Anterior

No último concurso para o cargo, realizado em 2014, a seleção contou com uma oferta de 28 vagas e foi organizado pela Fundação Carlos Chagas.
Os participantes foram submetidos a cinco fases, incluindo provas objetivas, exames discursivos, prova oral, prova de tribuna e análise de títulos.
A parte objetiva contou com 100 questões, sendo 15 de língua portuguesa e 85 de conhecimentos jurídicos, sendo dez de direito constitucional, dez de direito civil, dez de direito processual civil, cinco de direito do consumidor, dez de direito penal, dez de direito processual penal, cinco de direito das execuções penais, cinco de direito da infância e juventude, quatro de direito tributário, sete de direito administrativo e quatro de direitos humanos.  
Continuar lendo

Atualizado: 31/01/2018 - 15:21

Concurso MPF: projeto de lei pode criar 842 vagas

Proposta tem o objetivo de criar oportunidades para as carreiras de técnico, analista e procurador. Ofertas são para concurso do MPF, além do MPU

Em análise

Por JCConcursos - Camila Diodato

Segue em análise na Câmara dos Deputados o projeto de lei (PL) n° 6006/2016, que visa a criar 842 vagas efetivas para o quadro de pessoal do Ministério Público Federal (MPF). As chances são para todo o país e estão distribuídas entre três cargos.
O próximo passo para o avanço da proposta é eleger um novo relator, já que o anterior devolveu o PL sem nenhuma manifestação. O documento se encontra na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP).
Consta no PL que, das oportunidades, 501 são para técnico, 207 para analista e 134 para procurador. Vale ressaltar que os cargos de técnico e analista são preenchidos por meio de concurso do MPU, que depois fica com a responsabilidade de lotar as chances no quadro do MPF.
Para concorrer à carreira de técnico é preciso ter certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, enquanto a colocação de analista aceita profissionais com formação superior em diversas áreas de atuação. As remunerações correspondem a R$ 6.167,99 para técnico e a R$ 10.119,93 para analista, sem incluir os seguintes benefícios: R$ 884 de vale-alimentação, R$ 699 de assistência pré-escolar, R$ 181,77 de auxílio-transporte, além de assistências médica e odontológica.
Já o posto de procurador regional da República exige bacharelado em direito e, no mínimo, três anos de atividade jurídica, exercida após a obtenção da graduação. O salário inicial oferecido é de R$ 28.947,55
O projeto de lei que prevê, consequentemente, a realização de um novo concurso do MPF ainda será avaliado pelas comissões de Finanças e Tributação (CFT) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Após ser aprovado em todas as comissões, o documento irá ser avaliado pelo Plenário e, em seguida, irá para o Senado Federal. Por isso, haverá a sanção por parte do presidente da República.

Último concurso do MPF


No final de 2016, o MPF lançou edital com 82 vagas para procurador espalhadas pelas seguintes cidades: Maceió/AL (1), Arapiraca/AL (1), Laranjal do Jari/AP (1), Oiapoque/AP (1), Manaus/AM (3), Bom Jesus da Lapa/BA (1), Jequié/BA (1), Paulo Afonso/BA (1), Fortaleza/CE (1), Crateús/CE (1), Maracanaú/CE (1), Brasília/DF (1), Goiânia/GO (1), Anápolis/GO (1), Itumbiara/GO (1), São Luís/MA (1), Imperatriz/MA (1), Juína/MT (1), Campo Grande/MS (1), Belo Horizonte/MG (1), Ituiutaba/MG (1), Janaúba/MG (1), Manhuaçu/MG (1), Poços de Caldas/MG (1), Teófilo Otoni/MG (1), Belém/PA (1), Itaituba/PA (1), Marabá/PA (1), Tucuruí/PA (1), João Pessoa/PB (1), Guarabira/PB (1), Curitiba/PR (2), Campo Mourão/PR (1), Cascavel/PR (1), Guarapuava/PR (1), Recife/PE (1), Cabo de Santo Agostinho/PE (1), Goiana/PE (1), Jaboatão/PE (1), Salgueiro/PE (1), Teresina/PI (1), Corrente/PI (1), São Raimundo Nonato/PI (1), Rio de Janeiro/RJ (4), Macaé/RJ (1), Volta Redonda/RJ (1), Natal/RN (1), Ceará-Mirim/RN (1), Porto Alegre/RS (3), Erechim/RS (1), Novo Hamburgo/RS (1), Palmeiras das Missões/RS (1), Porto Velho/RO (2), Vilhena/RO (1), Boa Vista/RR (1), Florianópolis/SC (1), Blumenau/SC (1), Chapecó/SC (1), Itajaí/SC (1), São Paulo/SP (2), Andradina/SP (1), Bauru/SP (1), Campinas/SP (1), Catanduva/SP (1), Limeira/SP (1), Lins/SP (1), Osasco/SP (1), Registro/SP (1), São José do Rio Preto/SP (1), Lagarto/SE (1), Propriá/SE (1) e Gurupi/TO (1).
Em março deste ano serão aplicadas as provas objetivas com questões de múltipla escolha em todas as capitais do Estado, mais o Distrito Federal. Ainda haverá provas subjetivas, inscrição definitiva, análise de títulos e testes orais.

Último concurso do MPU


O MPU realizou concurso, em 2013, com 263 oportunidades, além de cadastro reserva, para técnico e analista. Sob a organização do Cespe/UnB, o processo seletivo constou de duas provas objetivas (uma com 50 questões de conhecimentos básicos e outra com 70 questões de conhecimentos específicos) para todos os participantes e teste discursivo para analista.
As 35 ofertas de técnico estavam distribuídas entre as especialidades de tecnologia da informação e comunicação, enfermagem e saúde bucal. No caso de analista, as 228 chances envolveram as áreas de arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, educação, estatística, finanças e controle, gestão pública, planejamento e orçamento, clínica médica, psiquiatria, antropologia, arquitetura, contabilidade, economia, engenharia agronômica, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia de segurança do trabalho, engenharia elétrica, engenharia florestal, engenharia mecânica, engenharia sanitária, geografia, medicina, medicina do trabalho, oceanografia, enfermagem, odontologia, psicologia, serviço social, tecnologia da informação e comunicação (desenvolvimento de sistemas ou suporte e infraestrutura. 
O edital do concurso do MPU teve ofertas no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins.
Continuar lendo

Atualizado: 24/01/2018 - 09:07

Concurso Assembleia/RS 2018: inscrições abertas

Edital do novo concurso da Assembleia/RS traz chances para carreiras de agente, analista, técnico e procurador, com salários que chegam a R$ 23 mil. Prazo para candidaturas vai até 19/2

51 vagas

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Estão abertas as inscrições do concurso da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul (AL/RS) para o preenchimento de 51 vagas. A seleção é organizada pela Fundatec.
Quem possui ensino médio pode concorrer como agente legislativo - área de segurança (6 postos) e técnico legislativo (35). Ambas as carreiras pagam R$ 6.325,61. 
Profissionais graduados têm opções como procurador (1 chance e salário de R$ 23.084,61) e analista legislativo nas seguintes funções: administrador (2), contador (3), arquiteto (1), engenheiro mecânico (1), engenheiro elétrico (1) e tecnologia da informação e comunicação (1), com vencimentos de R$ 9.893,90.
Será possível se inscrever no concurso da Assembleia/RS até 19 de fevereiro, por meio do site www.fundatec.org.br. As taxas custam: R$ 100 (técnico), R$ 120 (agente), R$ 150 (analista) e R$ 250 (procurador). 

Sobre as provas do concurso da Assembleia/RS 2018


Para todos os cargos em disputa no concurso da Assembleia Legislativa/RS, o processo seletivo envolverá provas objetiva e discursiva , em 8 de abril - exceto para procurador, cuja avaliação escrita está agendada para 2 e 3 de junho.  A aplicação ocorrerá em Porto Alegre. 
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA - ASSEMBLEIA/RS - ANALISTA / AGENTE E TÉCNICO LEGISLATIVO
A seleção inclui ainda: análise de títulos para vagas de nível superior, em 20 e 21 de junho para analista e 2 e 3 de agosto para procurador; e teste físico, em 15 de junho, e avaliação psicológica, entre 6 e 8 de agosto, para agente.
O concurso da Assembleia/RS 2018 terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do Legislativo, conforme estabelece o edital

Atribuições do agente legislativo no concurso da Assembleia/RS


Executar o policiamento interno e externo das dependências do Palácio Farroupilha e seus anexos, auxiliado no policiamento externo por agentes da corporação militar e civil do Estado e da União, postos à exclusiva disposição da Mesa da Assembleia Legislativa.

Concurso Assembleia RS 2018: atribuições do técnico legislativo


Prestar assessoramento em trabalhos atinentes à área administrativa, bem como auxiliar na elaboração de estudos, pesquisas e trabalhos nesta área, executando tarefas que envolvam média complexidade administrativa.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA ASSEMBLEIA/RS - TÉCNICO LEGISLATIVO

Continuar lendo

Atualizado: 23/01/2018 - 11:51

Concurso Receita Federal: pedido para 2.083 vagas

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

Alta defasagem de pessoal

Por JCConcursos - Camila Diodato

Um dos concursos públicos aguardados para 2018 é o da Receita Federal do Brasil (RFB), que solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) uma autorização para 2.083 oportunidades.
O órgão e os sindicatos da categoria aguardam com expectativa o aval, ainda mais que o quadro de pessoal apresenta uma grande defasagem de pessoal. A cada novo levantamento cresce o número de postos vagos na RFB e a tendência é que o quadro de pessoal fique cada vez mais escasso, caso uma nova seleção não ocorra.
Em abril do ano passado, a Receita Federal tinha 20.321 postos em aberto, mas os dados recentes apontam que há um déficit de 20.639 servidores, sendo 10.789 auditores e 9.850 analistas. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

Pedido do concurso da Receita Federal 2018


Em maio de 2017, o Ministério da Fazenda encaminhou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) pedido para que sejam liberadas à Receita Federal 2.083 oportunidades para auditor-fiscal e analista tributário.
Do total de ofertas requeridas para o concurso da Receita Federal, 630 são para auditor e 1.453 para analista. Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. A remuneração inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.
Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso para a área administrativa


Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.
APOSTILAS RECEITA FEDERAL - AUDITORCURSO ONLINE RECEITA FEDERAL - AUDITOR FISCAL
Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.

Ads

Receita Federal solicita 2.083 vagas

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. A Central de Concursos vai ajudar você a garantir sua vaga e reescrever sua carreira. Confira.

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018


Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.
Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último concurso da Receita Federal


No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018


Continuar lendo

Atualizado: 19/01/2018 - 10:15

Últimos dias do prazo para 7.143 vagas em 33 concursos

Oportunidades para cargos de todos os níveis escolares nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, entre vários outros

Salários de até R$ 14,9 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Chegam ao fim nesta sexta-feira (19), sábado (20) e domingo (21) as inscrições de 33 concursos públicos. Ao todo, eles selecionarão pelo menos 7.143 profissionais para cargos de todos os níveis escolares, com remunerações iniciais de até R$ 14,9 mil por mês.

As ofertas estão nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Maranhão, Paraíba, Pará, Amazonas, Pernambuco e Rondônia.

São Paulo


No Estado de São Paulo, as oportunidades estão no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCRP), Consórcio Intermunicipal de Saúde de Penápolis (CISA) e nas prefeituras de Garça, Populina, Araras e Pindorama.

Demais Estados


Os interessados ainda podem se inscrever nos concursos da Polícia Civil/RS, Defensoria Pública do Estado de Amazonas (DPE/AM), Controladoria Geral do Estado de Rondônia (CGE/RO), Consórcio Intermunicipal de Saúde do Araguaia/MT (CISA), Companhia Águas de Joinville/SC (CAJ), câmaras de Porangatu/GO, Ribamar Fiquene/MA e Cacoal/RO e nas prefeituras de Raul Soares/MG, Ipatinga/MG, São Félix do Araguaia/MT, Gaúcha do Norte/MT, Frei Martinho/PB, Santarém/PA, Catuípe/RS, São Joaquim do Monte/PE, entre várias outras. 

Prepare-se para os concursos públicos

Videoaulas para concursos públicosProvas Anteriores de concursos públicos
Confira abaixo todos os concursos que encerram inscrições:

Sexta-feira (19)


18 vagasRaul Soares/MG: concurso inscreve só até 19/01
Salários de até R$ 9,6 milPrefeitura de Ipatinga/MG: concurso com 37 vagas
Nível superiorPrefeitura de Garça/SP abre concurso com 66 vagas
Salários de até R$ 12,5 milSão Félix do Araguaia/MT inscreve para 136 ofertas
Salários de até R$ 11,9 milCISA/MT publica edital com 50 oportunidades
Todos os níveisCâmara de Porangatu/GO: concurso com cinco vagas
Todos os níveisConcurso em Gaúcha do Norte/MT reúne 119 vagas
Todos os níveisConcurso em Ribamar Fiquene/MA reúne 10 vagas
Todos os níveisFrei Martinho/PB inscreve para concurso com 34 vagas
3.239 vagasSantarém/PA: concurso encerra inscrições hoje
Inscrições até 19/1Aberto concurso para dez vagas em Catuípe/RS
Nível superiorChapadão do Lageado/SC: concurso com inscrição aberta
Vários cargosConcurso em Joinville/SC está com inscrições abertas
1.200 vagasConcurso Polícia Civil/RS: últimos dias de inscrição
Ribeirão PretoHCRP/SP: concurso inscreve para duas vagas de médico
EducaçãoPrefeitura de Carlinda/MT tem concurso com 20 vagas
DefensorDPE/AM amplia prazo de concurso com 25 vagas
Todos os níveisConcurso em Porto Vera Cruz/RS reúne duas vagas

Sábado (20)


Nível fundamentalSanto Antônio do Monte/MG reúne 16 ofertas
Salários de até R$ 14,9 milPrefeitura de Guaramirim/SC: concurso com 21 vagas

Domingo (21)


Níveis fundamental e médioPrefeitura de Populina/SP inscreve para 10 vagas
Nível fundamentalConcurso em Penápolis/SP tem vaga para motorista
Todos os níveisPrefeitura de Araras/SP divulga concurso com 58 vagas
Inscrições até 21/01Prefeitura de Pindorama/SP abre concurso com 26 vagas
Todos os níveisPontes e Lacerda/MT: concurso reúne 64 ofertas
Todos os níveis escolaresPrefeitura de Cupira/PE abre concurso com 161 vagas
PernambucoAbertas 190 vagas em concurso de São Joaquim do Monte
Salários de até R$ 5,7 milConcurso da Prefeitura de Altinho/PE abre 225 vagas
Inscrições abertasPanelas/PE: concurso tem 423 vagas de todos os níveis
Em PernambucoSanta Cruz do Capibaribe abre concurso com 526 vagas
Todos os níveisCâmara de Cacoal/RO: concurso com 13 vagas
Níveis fundamental e médioPrefeitura de Humaitá/AM: saiu edital com 413 vagas
Níveis médio e superiorConcurso CGE/RO: últimos dias para realizar inscrição

Confira aqui todos os concursos com inscrições abertas
Continuar lendo

Atualizado: 16/01/2018 - 09:15

Concurso Sefaz/RS: último dia do prazo para auditor

Para participar do concurso da Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul é necessário possuir nível superior

Inicial de R$ 21,4 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul (SEFAZ/RS) encerrará às 18h desta terça-feira (16) o prazo de inscrição do concurso para auditor do Estado, classe A. Oportunidade é de sete vagas imediatas, sendo uma reservada a candidatos com deficiência e uma para os negros e pardos. 
Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior, em grau de bacharelado, de duração plena em administração, ciências contábeis, ciências econômicas ou ciências jurídicas e sociais, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
A remuneração inicial oferecida pela SEFAZ/RS é de R$ 21.454,81, já incluído prêmio de produtividade e eficiência variável, para carga horária semanal de 40 horas, sob regime de trabalho em tempo integral. 

Como participar do concurso da SEFAZ/RS


O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é o responsável pela organização e execução do processo seletivo. As inscrições devem ser realizadas no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/sefaz_rs_17
CURSOS ONLINE  E AULAS DEMONSTRATIVAS SEFAZ/RS - AUDITOR
Será cobrada uma taxa de participação do concurso da SEFAZ/RS, no valor de R$ 182,41, e o seu pagamento deverá ser efetuado em qualquer agência bancária até a data limite de 7 de fevereiro de 2018. 

Provas do concurso da SEFAZ/RS 2018


Os candidatos serão avaliados por meio de uma única etapa: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. As matérias serão separadas em dois blocos, tendo cada um deles duração de cinco horas, conforme especificação a seguir: bloco I para administração e conhecimentos específicos, auditoria, contabilidade geral e língua portuguesa; e bloco II para contabilidade pública, direito administrativo, constitucional e tributário, economia e finanças públicas e matemática financeira. 
As provas objetivas serão aplicadas na cidade de Porto Alegre/RS no dia 10 de março de 2018 para o bloco I e 11 de março de 2018 para o bloco II. As informações sobre os locais e horários de realização serão divulgadas no site do Cebraspe, a partir do dia 28 de fevereiro. 

Atribuições do auditor do Estado da SEFAZ/RS


Exercer a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial das entidades da administração direta e indireta, quanto à legalidade, legitimidade, economicidade, aplicação das subvenções e renúncia de receitas; comprovar a legalidade e avaliar os resultados, quanto à eficácia e eficiência, da gestão orçamentária, financeira e patrimonial nos órgãos e entidades da administração pública, bem como da aplicação de recursos públicos por entidades de direito privado; avaliar o cumprimento das metas previstas no plano plurianual, a execução dos programas de governo e do orçamento do Estado; exercer o controle sobre todos aqueles que, a qualquer modo, arrecadem rendas, efetuem despesas ou administrem bens do Estado; coordenar, analisar, orientar, executar e validar todas as atividades relativas aos serviços de contabilidade da administração direta do Estado; orientar, controlar e validar as atividades relacionadas com o registro dos atos e fatos relativos às gestões orçamentária, extraorçamentária, financeira e patrimonial, inclusive dos fundos especiais; analisar, interpretar e avaliar os elementos integrantes do balanço-geral do Estado, dos balanços das entidades públicas estaduais e dos balanços consolidados do setor público; executar auditoria contábil, administrativa e operacional na administração direta, nas autarquias, nas empresas públicas, nas sociedades de economia mista e controladas e nas fundações instituídas ou mantidas pelo Estado, com a emissão dos respectivos relatórios e pareceres; examinar e manifestar-se previamente sobre processos, licitações, contratos, ajustes, convênios ou outros instrumentos que, direta ou indiretamente, possam originar despesas públicas; gerenciar as atividades referentes ao desenvolvimento, implantação, manutenção, operação, inclusive supervisão, de sistemas de processamento de dados, relacionados com o controle interno; emitir parecer ou prestar informações sobre matéria financeira, orçamentária, patrimonial ou administrativa; examinar e emitir parecer de tomada de contas dos ordenadores da administração direta; estabelecer normas e procedimentos sobre matéria de natureza contábil, no âmbito da administração direta, das fundações e autarquias; elaborar plano de contas, classificadores, demonstrativos e ementários de receita e despesa públicas; planejar, organizar, implantar, operar, supervisionar e coordenar sistemas contábeis; examinar e emitir parecer sobre processos de prestação de contas; e, pesquisar, planejar e implantar sistemas de acompanhamento e apuração de custos do serviço público.

Atualizado: 14/12/2017 - 11:22

Getúlio Vargas/RS abre concurso público com 40 vagas

No edital do concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas há oportunidades para cargos de todos os níveis de escolaridade. Salários iniciais de até R$ 8,8 mil

Prefeitura Municipal

Por JCConcursos - Camila Diodato

A Prefeitura Municipal de Getúlio Vargas, que fica no Estado do Rio Grande do Sul, realiza concurso público que dispõe de 40 oportunidades, além de cadastro reserva (CR) de pessoal.
O ensino fundamental incompleto habilita a participação para as posições de borracheiro/lavador (CR), mecânico (CR), motorista (1 vaga), operário (4), operador de máquinas (1) e servente (5).
Quem concluiu o nível fundamental está apto para pleitear as carreiras de agente de combate a endemias (1), auxiliar de saúde bucal (CR) e zelador do Parque Municipal das Águas (CR).
A colocação de auxiliar de administração (CR) aceita profissionais que não tenham concluído o ensino médio, enquanto os postos de auxiliar de professor (10), auxiliar de secretaria (CR), fiscal de serviços, obras e segurança patrimonial (CR), inspetor tributário (CR), oficial administrativo (CR), orientador social (1) e professor de educação infantil e séries inicias do ensino fundamental (10) exigem o mesmo nível completo.
Quem possui curso técnico pode ter uma das seguintes opções no concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas: fiscal ambiental (1), técnico de enfermagem (1) e técnico em informática (CR).
O diploma de formação superior é imprescindível para concorrer aos empregos de agente de controle interno (CR), arquiteto e urbanista (CR), assistente social (CR), enfermeiro (CR), engenheiro civil (CR), farmacêutico (CR), fonoaudiólogo (1), licenciador ambiental (CR), médico -  20 horas (CR), médico - 40 horas (1), ginecologista e obstetra (CR), pediatra (CR), psiquiatra (CR), procurador jurídico (CR), professor de séries finais do ensino fundamental - português/inglês (1), professor de atendimento educacional especializado (2) e psicólogo (CR). 
Consta no edital do concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas que os salários iniciais oferecidos aos futuros servidores ficarão entre R$ 853,20 e R$ 8.846,73, para jornadas de 20 a 40 horas semanais.

Mais detalhes do concurso da Prefeitura de Getúlio Vargas


Sob a organização da empresa Objetiva Concursos, o processo seletivo aceitará as inscrições somente pela internet até 27 de dezembro. A ficha cadastral está disponível em www.objetivas.com.br
Depois de preencher o formulário de participação no site da banca organizadora, é necessário realizar o pagamento do boleto bancário da taxa de inscrição, cujos valores vão de R$ 34,59 a R$ 103,76, dependendo do cargo pretendido.
A triagem ocorrerá por meio de provas objetivas para todas as carreiras; teste prático para borracheiro/lavador, mecânico, motorista e operador de máquinas; e análise de títulos para professor (todas as áreas).
Compostas por 40 perguntas de múltipla escolha, as avaliações objetivas estão marcadas para o dia 28 de janeiro de 2018, em locais e horários a serem revelados oportunamente na página eletrônica da Objetiva Concursos.

Atualizado: 30/11/2017 - 10:31

Aberto concurso para 63 vagas em Santo Ângelo/RS

Com inscrições disponíveis até 7 de dezembro, concurso da Prefeitura de Santo Ângelo, no interior gaúcho, preencherá postos em cargos de níveis médio/técnico e superior de ensino

Iniciais de até R$ 4 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Santo Ângelo, localizada no Estado do Rio Grande do Sul, vai realizar processo seletivo para preencher 63 vagas temporárias.
Exige-se ensino médio para atendente de farmácia (4 - R$ 827,89), além de formação técnica para técnico em enfermagem (1 - R$ 1.396,34), técnico em enfermagem ESF (5 - R$ 1.422,57) e técnico em radiologia (4 - R$ 1.486,71). 
Em nível superior há oportunidades para assistente social (3 - R$ 2.151,35), enfermeiro (5 - R$ 2.151,35), enfermeiro ESF (4 - R$ 4.017,01), farmacêutico (5 - R$ 2.472,01), médico (5 - R$ 1.817,50), médico clínico geral plantonista (22 - R$ 1.817,50), médico pediatra (2 - R$ 1.817,50), médico psiquiatra (1 - R$ 2.845,14) e advogado (2 - R$ 2.845,14).  
Com taxas de R$ 40 (nível médio) e R$ 70 (superior), as inscrições para o concurso da Prefeitura de Santo Ângelo podem ser efetuadas até 7 de dezembro pelo site www.santoangelo.uri.br/extensao

Sobre a prova do concurso da Prefeitura de Santo Ângelo


Marcada para 13 de janeiro, a prova objetiva cobrará a resolução de 20 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos específicos. O exame terá duração de três horas.  
De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Santo Ângelo será válido por um ano, prorrogável por mais um, a critério do governo municipal. 

Concurso Prefeitura Santo Ângelo: atribuições do atendente de farmácia


Execução de atividades rotineiras administrativas, como: dispensação de medicamentos, atendimento ao público, utilização de equipamentos e programas de informática, desenvolvimento de atividades afins, visando contribuir para o perfeito andamento das rotinas de trabalho. 

Atualizado: 23/11/2017 - 12:25

Previc pretende abrir concurso público para 121 vagas

Solicitação para a abertura do concurso da Previc é para os cargos de especialista, analista, técnico, administrador e atuário. Oportunidades nos níveis médio e superior de ensino

Pedido no Planejamento

Por JCConcursos - Camila Diodato

Um dos órgãos federais que pretendem abrir concurso público é a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). A instituição já encaminhou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) pedido para 121 vagas distribuídas entre cargos de níveis médio e superior.
O Serviço de Informações ao Cidadão do MPDG chegou a informar que a solicitação refere-se aos cargos de  especialista em previdência social (48 oportunidades), analista administrativo (23), técnico administrativo (39), administrador (11) e atuário (7).
A função de técnico se destina aos participantes que concluíram o ensino médio, enquanto as demais aceitam profissionais com formação superior em diversas áreas de atuação.
O próximo passo para a realização do concurso da Previc é a autorização por parte do ministro do MPDG. Assim que sair o aval será possível iniciar os preparativos da seleção.

Edital do último concurso da Previc


A Previc lançou, em 2010, um processo seletivo com 100 postos destinados a profissionais com níveis médio e superior. Na ocasião, o Cespe/UnB organizou o certame e as chances foram lotadas no Distrito Federal e em Minas Gerais.
Profissionais com certificado de ensino médio conseguiram se candidatar à colocação de técnico administrativo, que apresentou 20 oportunidades.
Aos candidatos com formação superior foram disponibilizadas vagas para os cargos de analista administrativo/administrativa (14), analista administrativo/contábil (1), analista administrativo/tecnologia da informação (5), especialista em previdência complementar/atuarial (27) e especialista em previdência/finanças e contábil (33).
Na época, as remunerações iniciais oferecidas pela superintendência oscilaram entre R$ 4.582,79 e R$ 10.019,20.
A triagem ocorreu por meio de provas objetivas e testes discursivos para todos os participantes. Depois houve contagem por ponto de títulos para especialista.

Sobre a Previc


Criada pela lei nº 12.154, de 23 de dezembro de 2009, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) é uma autarquia de natureza especial, dotada de autonomia administrativa e financeira e patrimônio próprio, vinculada ao Ministério da Previdência Social e com sede e foro no Distrito Federal.
A Previc atua em todo o território nacional como entidade de fiscalização e de supervisão das atividades das entidades fechadas de previdência complementar. Ela é responsável também pela execução das políticas para o regime de previdência complementar, operado pelas entidades fechadas de previdência complementar (EFPC), observadas as disposições constitucionais e legais aplicáveis.
Os escritórios regionais do órgão estão localizados nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

Atualizado: 21/11/2017 - 12:25

PEC para concurso de procurador segue na ordem do dia

Proposta, que vem tramitando no Congresso Nacional desde 2003, agora depende apenas de um parecer final

Cria o cargo em todos os municípios

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Segue na ordem do dia, para ser votada no plenário do Senado Federal, a Proposta de Emenda à Constituição 17/2012, que determina a obrigatoriedade de existência da carreira de procurador em todos os municípios, para preenchimento por meio de concurso público. O projeto já está pronto para votação no plenário desde 15 de maio, mas até o momento não foi avaliado pelos senadores.

Caso aprovado, o artigo 132 da Constituição Federal passará a ter a seguinte redação:  “Os procuradores dos estados, municípios e Distrito Federal, organizados em carreira, no qual o ingresso dependerá de concurso público de provas e títulos, com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil em todas as suas fases, exercerão a representação judicial e a consultoria jurídica das respectivas unidades federadas”.

De acordo com a proposta original, apresentada na Câmara dos Deputados, em 2003, “nada justifica excluir os municípios da exigência constitucional de organizarem suas carreiras de procurador. Nada mais justifica a possibilidade de ausência de controle de legalidade ou um controle deficiente, decorrente da falta de mão de obra especializada ou de entrega de tal controle a pessoas estranhas ao quadro efetivo da administração municipal”.

Ainda de acordo com a justificativa do projeto, a ausência de pareceres proferidos por procuradores concursados leva à descredibilidade da administração pública frente aos órgãos externos de controle, tribunais de contas e Ministério Público.

O projeto também determina que em casos de municípios com menor potencial econômico deverão instituir a carreira, porém, de forma proporcional às suas possibilidades.     

Atualizado: 23/10/2017 - 09:12

Último dia de inscrição para o concurso da Trensurb/RS

Concurso da Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre) selecionará para carreiras de agente, técnico e analista, com vencimentos iniciais que chegam a R$ 7,1 mil por mês

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Chega ao fim às 23h59 desta segunda-feira (23) o período de inscrições para o concurso da Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre), no Rio Grande do Sul. A seleção preencherá 12 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva (CR).

O certame exige ensino médio para agente metroviário - operação de estações (10 postos e salário de R$ 1.800,86), além de formação técnica para técnico de segurança do trabalho (1 - R$ 2.551,40).

Em nível superior há oportunidades no concurso da Trensurb para analista administrativo como advogado (CR - R$ 5.016,92) e contador (CR - R$ 5.016,92) e analista metroviário nas funções de engenheiro civil (CR - R$ 7.173,91), engenheiro civil - modalidade transporte (CR - R$ 7.173,91) e engenheiro eletricista/eletrotécnico (1 - R$ 7.173,91).

APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA TRENSURB - AGENTE METROVIÁRIO / TÉCNICO DE SERVIÇOS / ANALISTA ADMINISTRATIVO E ANALISTA METROVIÁRIO
Os profissionais contratados também terão direito aos seguintes benefícios: tíquete alimentação/refeição, plano de previdência suplementar, assistência médica/hospitalar, assistência odontológica e vale-cultura.

Concurso da Trensurb: inscrições e provas


O concurso da Trensurb é organizado pela Legalle, que recebe inscrições exclusivamente pela internet (www.legalleconcursos.com.br). O valor da taxa é de R$ 80 para nível médio e R$ 120 para superior.

Em 26 de novembro, todos os candidatos farão prova objetiva com 50 questões de múltipla escolha para serem resolvidas em, no máximo, três horas.

O teste abordará conteúdos de língua portuguesa, matemática, racíocinio lógico, legislação, conhecimentos específicos, conhecimentos gerais, informática e conhecimentos em administração pública, variando as disciplinas conforme o cargo.   

De acordo com o edital, o concurso da Trensurb terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da empresa.

Responsabilidades gerais de todos os cargos envolvidos no concurso da Trensurb


Manter a organização do seu posto de trabalho, cumprindo e/ou orientando a obediência aos procedimentos de prevenção de acidentes e riscos à saúde; Observar e relatar anomalias emitindo PI´s - Pedidos de Intervenção para correção; Utilizar/operar equipamentos, meios de comunicação e computação compatíveis com o processo onde atua e de acordo com sua qualificação e habilitação; Atuar como Gestor de Patrimônio e Gestor de Contratos e/ou Preposto, quando designado, em grau de responsabilidade compatível com o nível de qualificação; Representar a empresa junto a entidades externas, no âmbito onde atua, quando designado; Participar de Grupos de trabalho, no âmbito de suas atividades, sempre que designado; Prestar esclarecimentos em processos disciplinares, sempre que designado; Participar de treinamentos requeridos para a melhoria contínua do desempenho pessoal, quando convocado; Ministrar programas de treinamento compatível com o grau de responsabilidade no âmbito de sua especialidade, quando designado; Executar, orientar, fiscalizar e/ou supervisionar outras atividades compatíveis com a missão e padrão de complexidade dos processos/sistemas em que atua, dentro dos limites da legislação, normas regulamentadoras e procedimentos internos; Dirigir veículos, se habilitado, quando necessário à execução das tarefas; Cumprir e fazer cumprir a política de qualidade, segurança, saúde e meio ambiente da Trensurb; Realizar outras atividades relacionadas às descritas anteriormente, por necessidade dos processos de trabalho ou por solicitação superior.

Concurso Trensurb: atribuições do agente metroviário - operação de estações


Atender ao público usuário, prestando-lhe informações e orientações, conduzindo-o, assessorando-o e/ou acompanhando-o, quando necessário, nas dependências do sistema metroviário e terminais de integração; Realizar as atividades relacionadas à compra e venda de crédito de passagens e/ou outros produtos autorizados, realizando os procedimentos vigentes para o seu devido controle, registro, reposição, armazenamento e/ou prestação de contas; Operar equipamentos necessários para a execução de suas atividades, tais como: equipamentos operacionais; de apoio operacional (CFTV); de segurança do trabalho, higiene e meio ambiente; de escritório e de tecnologia da informação da estação; e entre outros equipamentos a serem adotados, cujo nível de responsabilidade e complexidade esteja de acordo com o seu emprego, ocupação e capacitação técnica. Sempre observando seu correto funcionamento e comunicando a necessidade de assistência técnica especializada, em casos de anomalias; Auxiliar no controle de acesso à estação, via permanente, salas técnicas, pátio interno, PCL e terminais de integração; Monitorar e registrar o consumo de água, energia elétrica, utilização de bloqueios, entre outras medições das Estações e Terminais de Integração; Monitorar e orientar os usuários no uso correto dos bloqueios, realizando procedimento de liberação de acesso, quando autorizado; Auxiliar na viabilização das atividades conexas ou complementares realizadas nas estações, passarelas, galerias, túneis e terminais de integração; Zelar pelo patrimônio da Trensurb, mantendo seu espaço de trabalho organizado e utilizando os equipamentos de forma adequada, observando as suas condições de uso e comunicando a necessidade de assistente técnica especializada, em caso de avarias.

APOSTILAS TRENSURB

Atualizado: 29/09/2017 - 10:47

Min. do Trabalho: déficit reforça urgência em concurso

Solicitação para abertura de concurso para o Ministério do Trabalho é para cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino. Iniciais de até R$ 16,2 mil

Agente e auditor

Por JCConcursos - Camila Diodato

Um dos órgãos federais que aguardam a autorização do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) para realizar novo concurso público é o Ministério do Trabalho. Neste ano, a instituição encaminhou pedido para a abertura de 2.595 vagas distribuídas em diversos cargos com exigência de níveis médio e superior.
É grande a expectativa para a liberação do aval devido ao grande déficit de servidores no quadro de pessoal. Só para se ter uma noção, com relação ao cargo de auditor há uma defasagem de 1.180 profissionais e o pior que esse número pode aumentar até o final do ano.
Do total de oportunidades solicitadas ao Planejamento, 1.163 é para a função de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e apresenta inicial de R$ 3.881,97, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.
CURSO ONLINE MTE - AUDITOR FISCAL DO TRABALHO
As outras 1.432 chances requeridas para o concurso do Ministério do Trabalho são para candidatos com formação superior, sendo 1.190 para a função de auditor-fiscal do trabalho, 85 para administrador, 34 para arquivista, 54 para contador, cinco para engenheiro, cinco para estatístico, três para sociólogo, 26 para psicólogo, dez para técnico em assuntos educacionais, dez para técnico em comunicação social e 12 para economista. Os salários oferecidos chegam a  R$ 16.201,64, contando com o benefício de alimentação.

Principais atribuições do agente e do auditor


Cabe ao agente administrativo exercer atividades que envolvam o suporte administrativo ás unidades organizacionais do órgão, com atuação nas áreas finalísticas, de gestão de pessoas, material, patrimônio, orçamento e finanças, compreendendo tarefas de natureza repetitivas ou não, como operar os sistemas corporativos e governamentais, atender ao público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencial, elaborar documentos e correspondências, elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos, elaborar e conferir cálculo, realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos, manter e controlar arquivos, orientar a aplicação de noras internas ou de sua área de atuação, participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho, participar do plano de trabalho institucional de sua unidade, realizar levantamento de dados de natureza técnica e atuar na gestão e fiscalização de contratos e convênios. 
 No caso de auditor fiscal, entre as atividades estão o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e emprego, verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando à redução dos índices de informalidade, verificação do recolhimento do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação, e cumprimento de acordos, convênios e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregadores e empregados.

Últimos concursos do Ministério do Trabalho


Para agente, o concurso anterior do Ministério do Trabalho ocorreu em 2014 e foi organizada pelo Cespe/UnB. O exame contou com 120 tópicos, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva de conhecimentos específicos.
Em conhecimentos básicos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo, atualidades, ética no serviço público e noções de administração financeira e orçamentária. Em conhecimentos específicos, legislação específica, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e noções de gestão e fiscalização de contratos e convênios.
Para auditor, o último certame ocorreu em 2013 e também organizado pelo Cespe/UnB. A seleção constou de provas objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 220 perguntas, sendo 100 de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.   

Atualizado: 27/09/2017 - 15:56

Serafina Corrêa/RS: concurso tem vagas na câmara

Concurso da Câmara de Serafina Corrêa selecionará para funções de agente de recepção, contador, oficial administrativo, oficial legislativo e procurador. Inscrições até 3 de outubro

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Câmara de Serafina Corrêa, no Rio Grande do Sul, abriu concurso público com oferta de uma vaga para contratação imediata, além de outros quatro cargos para formação de cadastro reserva (CR).

Ensino médio é requisito para agente de recepção, protocolo e telefonia (CR e salário de R$ 1.647,61), oficial administrativo (CR - R$ 1.600,36) e oficial legislativo (CR - R$ 2.598,38).

Em nível superior há oportunidades no concurso da Câmara de Serafina Corrêa para contador (1 posto - R$ 2.852,31) e procurador (CR - R$ 5.492,03).

Concurso Câmara Serafina Corrêa: inscrições e provas


Disponíveis até 3 de outubro, as inscrições para o concurso da Câmara de Serafina Corrêa devem ser efetuadas pelo site www.unars.com.br. As taxas custam R$ 80 e R$ 100 para níveis médio e superior, respectivamente.

Em 21 de outubro, os candidatos farão prova objetiva com 50 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, conhecimentos específicos, legislação, informática e matemática - exceto para procurador.

De acordo com o edital, o concurso da Câmara de Serafina Corrêa terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Legislativo.

Atribuições do agente de recepção no concurso da Câmara de Serafina Corrêa


Receber, atender, orientar e informar o público, encaminhando aos setores competentes; controlar e fiscalizar a entrada e saída de público; receber, protocolar, encaminhar, conduzir e despachar documentos e correspondências; responsabilizar-se pela afixação de avisos, ordens da repartição, publicações legais e outros informes ao público, mantendo atualizado o mural de informações; receber e encaminhar as sugestões e reclamações das pessoas que atender; anotar e transmitir recados; operar equipamentos de reprografia em geral; operar centrais e aparelhos telefônicos; efetuar as ligações solicitadas; receber e transmitir mensagens; atender chamadas internas e externas; executar pequenos serviços de digitação; realizar os registros correspondentes às atividades desenvolvidas; prestar informações relacionadas com a repartição; auxiliar nas atividades relativas a eventos e solenidades conforme solicitação ou designação superior; esclarecer dúvidas e ouvir sugestões do público em geral; tratar com cortesia e simpatia as pessoas do ambiente interno e externo; recusar determinação de realização de atividade que afete a segregação de funções; manter o asseio do átrio da Câmara; preparar e servir cafés, chás e outros; executar tarefas correlatas conforme necessidade da área.

Atualizado: 27/09/2017 - 11:23

Concurso TJ/RS: expectativa de editais para este ano

Oportunidades para do concurso do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul serão para oficial, técnico em eletrônica, administrador de banco de dados etc

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Camila Diodato

No início de agosto, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ/RS) recebeu autorização para abrir dois editais de concurso público. Agora, a expectativa é que o órgão acelere os preparativos e que a publicação ocorra até o final deste ano.
A primeira seleção será para a carreira de oficial de justiça, que exige ensino médio completo e apresenta as seguintes atribuições: realizar, pessoalmente, as citações, prisões, penhoras, arrestos e demais diligências ordenadas pelos juízes aos quais servir; lavrar certidões e autos das diligências que efetuar, bem como afixar e desafixar editais; cumprir as determinações dos juízes; apregoar os bens que devam ser arrematados, assinando os respectivos autos.
Já o outro edital terá oportunidades para analista de sistemas, analista de suporte, administrador de banco de dados, programador e técnico em eletrônica. Todos voltados para a área de tecnologia da informação.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA TJ/RS - OFICIAL DE JUSTIÇA
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA TJ/RS - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR
Os próximos passos para a realização do concurso do TJ/RS serão a criação da comissão e a contratação da banca organizadora.

Último concurso do TJ/RS para oficial


Foi em 2014 que o tribunal lançou um edital com 133 vagas, sendo 116 para oficial de justiça e 174 para assistente social judiciária. A banca organizadora, na ocasião, foi a FAU Concursos.
Todos os participantes passaram por provas objetivas com questões de múltipla escolha que foram aplicadas nas cidades de Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre e região metropolitana, Santa Maria e Santo Ângelo.
Os testes do oficial constaram de 80 questões distribuídas entre as disciplinas de língua portuguesa (30), conhecimentos específicos/tópicos de legislação (40) e microinformática (10).

Atualizado: 26/09/2017 - 15:41

Concurso em Quaraí/RS tem vagas de até R$ 3,2 mil

Oferta no concurso da Câmara Municipal de Quaraí é de três vagas distribuídas entre os cargos de operador de computador, consultor jurídico e contador. Prazo se encerra em 4 de outubro

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Câmara Municipal de Quaraí, situada no Estado do Rio Grande do Sul, receberá até o dia 4 de outubro as inscrições de concurso público. O processo seletivo visa o provimento de três vagas para seu quadro de pessoal. 
Para ensino médio, a chance é para o cargo de operador de computador (1 vaga), com salário inicial de R$ 1.105,03. 
Aqueles que têm o nível superior podem se inscrever para os postos de consultor jurídico (1) e contador (1). A remuneração é de R$ 3.229,68. 
Para concorrer a uma das vagas é necessário se inscrever no endereço eletrônico www.fundatec.org.br. Os valores da taxa de participação são de R$ 85 para ensino médio e R$ 120 para formação superior. 
O concurso da Câmara de Quaraí será constituído de uma única etapa: prova objetiva. Ela será composta por 40 questões de múltipla escolha, sendo 10 de língua portuguesa, 10 de legislação e 20 de conhecimentos específicos. 
A avaliação será aplicada na data prevista de 29 de outubro, em locais e horários a serem comunicados por meio de edital de convocação, a ser publicado a partir do dia 20 desse mesmo mês. 

Atribuições dos cargos da Câmara de Quaraí


Operador de computador - executar atividades de apoio de modo a dar condições para que sistemas e rotinas venham a ser processadas pelo computador; controlar e-mails, bem como encaminhar matérias voltadas aos meios de comunicação (rádio, jornal, internet); executar atividades relativas a guarda, conservação, segurança e controle de áreas magnéticas, manuais e/ou documentos; frequentar, conforme conveniência, autorização e determinação do superior, cursos de aperfeiçoamento; auxiliar em estudos de novos métodos de trabalho e desenvolver conhecimentos e aplicações dos conceitos mais avançados em programação; efetuar manutenção de programas de nível médio; efetuar gravação de áudio e vídeo das sessões da câmara; efetuar concertos básicos na área de hardware; redigir as respectivas atas e registros, bem como decodificar ou transcrever gravações; executar outras tarefas. 
Consultor jurídico - acompanhar processos judiciais, de que outorgado mandato; emitir pareceres escritos referentes a projetos de lei, decretos, quanto a sua constitucionalidade e legalidade, ou sobre qualquer outro documento quando solicitado pela mesa diretora; assessorar tecnicamente nas matérias de interesse jurídico da câmara municipal; orientar sobre a legalidade das matérias suscitadas pelos setores administrativos da câmara legislativa; assessorar as comissões permanentes e especiais e os vereadores quanto à legalidade e procedimento das proposições apresentadas, sempre que solicitado; entre outras.
Contador - reunir informações para decisão em matéria de contabilidade; elaborar planos de contas e preparar normas de trabalho de contabilidade; escriturar ou orientar a escrituração de livros contábeis de escrituração cronológica ou sistemática; fazer levantamentos e organizar balanços e balancetes patrimoniais e financeiros; fazer revisão de balanço; efetuar perícias contábeis; participar de trabalhos de tomadas de contas dos responsáveis por bens ou valores; orientar ou coordenar os trabalhos de contabilidade; zelar pelo cumprimento da legislação referente a contabilidade pública, bem como a lei de responsabilidade fiscal; preparar relatórios informativos sobre situação financeira e patrimonial e orçamentária; realizar estudos e pesquisas para o estabelecimento de normas de contabilidade; planejar modelos e fórmulas para uso dos serviços de contabilidade; acompanhar e controlar a execução de contratos celebrados pela câmara municipal de vereadores; elaborar impacto orçamentário financeiro; executar tarefas afins.

Atualizado: 21/09/2017 - 12:36

PEC que regulamenta carreira de notário em análise

Proposta, que já tramita nas comissões, garante preenchimento das vagas para a carreira por meio de concursos públicos

Na Câmara dos deputados

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Está em análise, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, da Câmara dos Deputados, a proposta de emenda à constituição (PEC) 255/16, do deputado Roberto de Lucena (PV/SP), que pretende incluir no texto da constituição a regulamentação das funções notariais e de registro como funções essenciais à justiça. A proposta define essas atividades como essenciais para conferir autenticidade, publicidade, segurança e eficácia dos negócios jurídicos. Além disso, o texto garante a obrigatoriedade de ingresso na função por meio de concurso público.

De acordo com o deputado, a falta de regulamentação da carreira tem resultados em interpretações divergentes sobre o limite da competência dos serviços notariais, bem como a forma de provimento de seus cargos. “O presente projeto tem por objetivo o aperfeiçoamento da Constituição,dispondo sobre as funções notariais e de registros públicos, exercidos em caráter privado, por delegação do poder público. Passados mais de 25 anos da vigência da Constituição, continuam a haver as mais dispares interpretações pelos Tribunais estaduais e superiores, bem como pelo Conselho Nacional de Justiça, que precisam ser aclaradas, razão da presente proposta de emenda à constituição, para transpor ao capítulo das funções essenciais à justiça, as funções notariais e de registro”, diz o deputado, na justificativa da proposta.

Caso aprovada pela comissão, a proposta será encaminhada para análise por meio de uma comissão especial criada especialmente para esta finalidade e, em seguida, encaminhada para votação no plenário.   

Atualizado: 21/09/2017 - 11:35

Concurso em Gravataí/RS oferece 25 vagas

Edital do novo concurso da Prefeitura de Gravataí traz chances para profissionais de níveis fundamental, médio/técnico e superior de escolaridade. Inscrições começam em 25 de setembro

Salários de até R$ 11,4 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Gravataí, no Rio Grande do Sul, abre em 25 de setembro as inscrições para um concurso público destinado a preencher 29 vagas, além de formar cadastro reserva (CR).

O cargo de vigia de escola municipal (CR e salário de R$ 1.183,19) admite candidatos com nível fundamental completo.

Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de Gravataí para agente administrativo (CR - R$ 2.813,52), agente de apoio em educação especial (15 - R$ 1.797,19), fiscal de posturas (2 - R$ 2.813,52), motorista (CR - R$ 1.875,38), orientador social (2 - R$ 2.938,72), professor de educação infantil (CR - até R$ 1.979), professor de ensino fundamental - atendimento educacional especializado (CR - até R$ 1.979), secretário de escola (CR - R$ 2.229,93) e tradutor e intérprete de Libras (CR - R$ 2.297,93).

Além de segundo grau, as carreiras de técnico em contabilidade (CR - R$ 3.614,62), técnico em enfermagem (CR - R$ 2.485,69), técnico em informática (CR - R$ 3.614,62) e topógrafo (CR - R$ 2.110,16) cobram formação técnica.

Em nível superior há oportunidades no concurso da Prefeitura de Gravataí para engenheiro agrônomo (CR - R$ 5.846,05), engenheiro de segurança do trabalho (CR - R$ 5.846,05), engenheiro eletricista (CR - R$ 5.846,05), engenheiro mecânico (CR - R$ 5.846,05), jornalista (CR - R$ 3.071,47), procurador jurídico (CR - R$ 11.404,88), professor de ensino fundamental/séries finais - letras/Libras (CR - até R$ 1.979) e médico para as seguintes áreas: sem especialidade (8), gastroenterologia pediátrica (CR), infectologia pediátrica (CR), neurologia pediátrica (CR), psiquiatria da infância e da adolescência (CR), ultrassonografia em ginecologia e obstetrícia (CR), cardiologista (CR), dermatologista (CR), do trabalho (CR), epidemiologista (CR), fisiatra (CR), geriatra (CR), ginecologista obstetra (CR), hematologista (CR), infectologista (CR), nefrologista (CR), neurologista (CR), ortopedista e traumatologista (CR), otorrinolaringologista (CR), pediatra (2), plantonista (CR), plantonista psiquiatra (CR), pneumologista (CR) proctologista (CR), radiologista (CR), reumatologista (CR) e urologista (CR), com vencimentos entre R$ 5.929,97 e R$ 8.894,96.

Concurso Prefeitura Gravataí: inscrições e provas


Será possível se inscrever no concurso da Prefeitura de Gravataí até 20 de outubro, por meio do site da RBO Concursos (www.rboconcursos.com.br). As taxas custam entre R$ 50 e R$ 130.

Marcada para 19 de novembro, a prova objetiva trará 50 questões de múltipla escolha para candidatos aos postos de nível fundamental, 60 de médio e 70 de superior.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA CONCURSO PREFEITURA DE GRAVATAÍ - DIVERSOS CARGOS

O exame abordará conteúdos de língua portuguesa, matemática, informática, legislação municipal e conhecimentos específicos.

A seleção prevê, ainda, análise de títulos para os concorrentes aos cargos de professor e procurador. A documentação será recebida pela banca entre 20 e 22 de dezembro.  

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Gravataí terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do governo municipal.

Atribuições do agente de apoio em educação especial no concurso da Prefeitura de Gravataí


Atender crianças especiais, prestando atendimento às necessidades específicas dos estudantes no âmbito da acessibilidade às comunicações e da atenção aos cuidados pessoais de alimentação, higiene e locomoção, prestando auxílio individualizado aos estudantes que não realizam essas atividades com independência; acompanhar, auxiliar e orientar na alimentação, higiene (inclusive Íntima), troca de vestuário e/ou fraldas, quando necessário, e locomoção da criança; respeitar a singularidade e particularidade do educando, bem como criar situações que elevam a alta estima dos alunos tratando-os com afetividade e fortalecendo o vínculo com o mesmo; realizar diariamente a recepção e auxiliar na mobilidade dos alunos com deficiência; garantir acesso e o deslocamento em todo ambiente escolar em todas as atividades desenvolvidas na unidade educacional; permanecer todo o período de aula, em local acessível, atenta a solicitação do aluno, professores e gestores, conforme necessidade; ser assíduo e pontual, zelando pela postura profissional e cumprindo com as normas da unidade do ensino; cooperar com o professor na observação dos alunos com deficiência para o preenchimento da ficha de avaliação pedagógica; participar das formações continuadas oferecidas pela Secretaria Municipal de Educação; participar das reuniões com os pais, sempre que necessário, para a promoção de ações referentes a rotina nas unidades de ensino; agir com ética, respeito e solidariedade perante os colegas de trabalho contribuindo com um bom clima organizacional; zelar pela preservação dos materiais e equipamentos habitualmente utilizados pelo aluno para alimentação e higiene; reconhecer e informar ao gestor situações que necessitem de intervenção externa ao âmbito escolar, tais como, o socorro médico.

Concurso Prefeitura Gravataí: principais atribuições do orientador social


Desenvolver atividades de cuidados básicos essenciais para a vida diária e instrumentais de autonomia e participação social dos usuários, a partir de diferentes formas e metodologias, contemplando as dimensões individuais e coletivas; desenvolver atividades para o acolhimento, proteção integral e promoção da autonomia e autoestima dos usuários; atuar na recepção dos usuários possibilitando uma ambiência acolhedora; identificar as necessidades e demandas dos usuários; apoiar os usuários no planejamento e organização de sua rotina diária; apoiar e monitorar os cuidados com a moradia, como organização e limpeza do ambiente e preparação dos alimentos, nos serviços da Proteção Social Especial; apoiar e monitorar os usuários nas atividades de higiene, organização, alimentação e lazer; apoiar e acompanhar os usuários em atividades externas; desenvolver atividades recreativas e lúdicas; potencializar a convivência familiar e comunitária; informar, sensibilizar e encaminhar famílias e indivíduos sobre as possibilidades de acesso e participação em cursos de formação e qualificação profissional, programas e projetos de inclusão produtiva e serviços de intermediação de mão de obra; entre outras atividades.

Atualizado: 19/09/2017 - 14:00

Concurso DPE/RS: divulgado gabarito da prova objetiva

Oportunidades para técnico e analista no concurso da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE/RS) são de níveis médio e superior, respectivamente, com salários de até R$ 5,9 mil

 107 vagas

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Fundação Carlos Chagas (FCC) divulgou nesta terça-feira (19) o gabarito da prova objetiva do concurso da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (DPE/RS), aplicada no último domingo (17). A resolução das questões pode ser conferida aqui.  

A seleção é destinada ao preenchimento de 107 vagas para o quadro de pessoal dos serviços auxiliares. Haverá, ainda, formação de cadastro reserva (CR) para futuras oportunidades. 
Profissionais que concluíram o ensino médio puderam se inscrever no concurso da DPE/RS para a carreira de técnico nas áreas administrativa (57 vagas), edificação (4), informática (6), logística (1), segurança do trabalho (1) e segurança (CR). O salário inicial é de R$ 3.243,90.
Quem tem o nível superior pôde se candidatar para o cargo de analista nas áreas processual (23), contabilidade (2), economia (CR), administração (3), arquitetura (CR), engenharia civil (1), engenharia elétrica (1), farmácia (1), assistente social (CR), biblioteconomia (CR), arquivista (CR), comunicação social (CR), psicologia (1), infraestrutura e redes (2), banco de dados (1), desenvolvimento de sistemas (2) e segurança da informação (1). A remuneração é de R$ 5.947,15.
APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA DPE/RS - TÉCNICO E ANALISTA CURSO ONLINE DPE/RS - TÉCNICO E ANALISTA

Avaliações do concurso DPE/RS


Todos os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela teve questões de múltipla escolha sobre as matérias de língua portuguesa, raciocínio lógico-matemático, legislação institucional e conhecimentos específicos. 
Já a avaliação discursiva foi aplicada apenas para os cargos de nível superior. Ela foi constituída de uma redação sobre assunto de interesse geral, sendo avaliados os seguintes itens: conteúdo, estrutura e expressão. 
As provas ocorreram nas cidades de Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santo Ângelo e Santa Maria, conforme opção indicada pelo candidato no ato da inscrição. 
A etapa final do concurso da Defensoria Pública/RS será o teste prático, exclusivo para a função de técnico em segurança, em data a ser definida.

Atualizado: 13/09/2017 - 09:51

Concurso Conter: locais de prova são divulgados

Com oferta de 2.295 vagas, concurso do Conter preencherá postos distribuídos entre funções de todas as escolaridades. Avaliações serão aplicadas em 17/9 e 1/10

Em 16 Estados e DF

Por JCConcursos - Samuel Peressin

O Instituto Quadrix divulgou os locais de prova do concurso unificado do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (Conter) e de outros 14 Conselhos Regionais dos Técnicos em Radiologia (CRTRs). A avaliação objetiva será aplicada em 17 de setembro e 1º de outubro, respectivamente. Os endereços podem ser consultados aqui.

A seleção preencherá 2.295 vagas, sendo 78 imediatas (cinco destinadas a negros e uma a pessoas com deficiência) e 2.217 para cadastro reserva (CR). Os salários variam de R$ 937 a R$ 3.800, além de benefícios.

Há chances no concurso do Conter em Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ, Porto Alegre/RS, Aracaju/SE, Salvador/BA, Goiânia/GO, Florianópolis/SC, Maceió/AL, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Vitória/ES, Recife/PE, Natal/RN, São Luís/MA, Teresina/PI, Porto Velho/RO e Manaus/AM.

Sobre as vagas do concurso do Conter


Profissionais com ensino fundamental puderam se inscrever como auxiliar de serviços gerais (5 vagas imediatas + 184 CR).

APOSTILAS ONLINE E IMPRESSA CONTER - RECEPCIONISTA / MOTORISTA / AGENTE FISCAL / AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS / AGENTE E ASSISTENTE ADMINISTRATIVO  
Ensino médio foi requisito do concurso do Conter para assistente administrativo jr. (25 CR), assistente financeiro jr. (25 CR), motorista (1 + 34 CR), recepcionista (1 + 127 CR), serviços gerais (1 + 24 CR), agente fiscal (16 + 573 CR), auxiliar administrativo (32 + 457 CR), agente administrativo (4 + 164 CR), recepcionista (2 + 25 CR), assistente administrativo (3 + 102 CR), assistente financeiro (1 + 34 CR), técnico em contabilidade (2 + 68 CR) e técnico em informática (2 + 73 CR) - as duas últimas funções também cobram formação técnica.

Em nível superior foram ofertadas chances como advogado (4 + 141 CR), agente administrativo (1 + 34 CR), contador (2 + 93 CR) e analista administrativo (1 + 34 CR).

Concurso Conter: avaliação e vigência


Os participantes do concurso do Conter farão provas objetivas com questões sobre conhecimentos básicos (língua portuguesa, atualidade, informática, raciocínio lógico e ética no serviço público) e conhecimentos específicos.

A aplicação dos testes ocorrerá em Aracaju/SE, Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Florianópolis/SC, Goiânia/GO, Maceió/AL, Manaus/AM, Recife/PE, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Porto Velho/RO, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, São Luís/MA, Teresina/PI e Vitória/ES.

Para os concorrentes aos cargos de nível superior, a seleção prevê, ainda, análise de títulos e experiência profissional. Os documentos serão recebidos pela banca entre 21 e 23 de novembro.

O concurso do Conter terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão, conforme estabelece o edital, disponível para consulta entre os anexos da notícia.

Atribuições do auxiliar de serviços gerais no concurso do Conter


Promove a limpeza do piso, móveis, paredes, portas, janelas, escadas, tapetes, cortinas, recolhendo lixo e acondicionando-o de forma adequada, zelando pela guarda, conservação e utilização de materiais, equipamentos e produtos de limpeza. Promove a conservação e utilização de materiais, equipamentos e produtos do local. Executa os serviços de recebimento, armazenamento e controle de alimentos e similares, acondicionados em prateleiras e/ou armários, geladeira, freezer, etc., assegurando sua conservação adequada. Prepara e serve café, chá, sucos, água, refeições, lanches, para atender funcionários e visitantes da CRTR/RJ. Executa os serviços de recebimento, armazenamento e controle de material de limpeza e similares, acondicionados em prateleiras e/ou armários, etc., assegurando sua conservação adequada.

Concurso Conter: atribuições do auxiliar administrativo


Executar tarefas auxiliares de apoio administrativo tais como: secretariar diretores; transcrição de dados; classificação de documentos; organização e manutenção de arquivos; redação de minutas de correspondências simples e rotineiras; atendimento e orientação ao público interno/externo; digitação e conferência de serviços; protocolo e despacho de documentos; operação de máquinas de xerox e fax; realização de coletas de preços; elaboração de material para reuniões, palestras; execução de serviços externos (ocasionalmente), assim como outras tarefas semelhantes.

Atribuições do agente fiscal no concurso do Conter


Desenvolver atividades de fiscalização do exercício profissional de Técnico em Radiologia, Tecnólogo em Radiologia e Auxiliar de Radiologia junto a Hospitais, Clínicas Radiológicas, Indústrias, órgãos Públicos e demais entidades que se utilizem de equipamentos radiológicos, em consonância com a legislação vigente; registrar com clareza, precisão e objetividade todos os fatos constatados na atividade de fiscalização; elaborar relatórios técnicos, acompanhar as alterações, avanços e inovações do setor, participar de reuniões técnicas, prestar orientações, responder a quesitos quando solicitado por escrito ou verbalmente em audiências convocadas e prestar assessoramento em assuntos referentes à sua área. Realizar outras atividades correlatas ao cargo, de acordo com as orientações de sua chefia imediata.

Shopping