Educação/SP: edital para agente escolar ainda este ano

Em entrevista ao JC&E, o chefe de gabinete da Secretaria de Educação, Fernando Padula revelou que a intenção da pasta é liberar o preenchimento das vagas efetivas até o final do ano.

Redação
Publicado em 06/06/2011, às 12h47

A Secretaria de Estado da Educação (SEE) de São Paulo revelou ao JC&E que já solicitou a autorização do governador Geraldo Alckmin para a realização de concurso público para agente de organização escolar para a rede escolar de todo o Estado.

Nesta semana, o governo autorizou a contratação temporária de 13.255 para o cargo (sendo 4.486 para agente de serviços escolares e 8.769 para agente de organização escolar), medida adotada para suprir a carência imediata na função, enquanto os trâmites burocráticos do concurso são finalizados. A seleção dos candidatos será feita de forma descentralizada em cada uma das 91 Diretorias de Ensino. Os contratos terão duração máxima de 12 meses.

Em entrevista ao JC&E, o chefe de gabinete da Secretaria de Educação, Fernando Padula revelou que a intenção da pasta é liberar o preenchimento das vagas efetivas até o final do ano.

Outros 10 mil postos de agente devem ser criados através de um projeto de lei, de autoria do próprio governo do Estado.  O texto do projeto deve ser encaminhado ainda este mês para a aprovação da Assembleia Legislativa (Alesp).

Os candidatos a agente escolar deverão ter ensino fundamental completo. O vencimento inicial do cargo é de R$ 654,86 para jornada de 40 h semanais. Este profissional é responsável por dar suporte às ações da secretaria na escola e atender à comunidade escolar, como orientar estudantes quanto às normas de conduta previstas no regimento escolar, por exemplo.

A matéria completa, com a entrevista do chefe de gabinete, você confere na edição que está nas bancas nesta semana.

Comentários

Mais Lidas